Juiz liberta hacker que expôs as entranhas da Lava Jato sob Sergio Moro

Walter Delgatti Neto estava preso desde julho de 2019. Juiz Ricardo Leite permitiu o aguardo do julgamento em liberdade

Jornal GGN – O juiz Ricardo leite, da 10ª Vara Federal de Brasília, colocou em liberdade o hacker Walter Delgatti Neto e Thiago Eliezer, presos desde julho de 2019 sob a acusação de invadir o aparelho celular de Sergio Moro e outras autoridades da República.

As mensagens referentes à operação Lava Jato em Curitiba, encontradas no Telegram, teriam sido repassadas ao site Intercept Brasil, que montou a série “Vaza Jato”, expondo as entranhas da operação que condenou, prendeu e tirou Lula da corrida presidencial de 2018.

Leite atendeu a um pedido da Defensoria Pública para que os réus aguardem o julgamento em liberdade, enquanto analisa uma série de documento aos quais ainda não teve acesso.

“Entendo que manter a prisão preventiva de Thiago Eliezer Martins Santos e de Walter Delgatti Neto durante toda a instrução criminal acarretará inevitável excesso de prazo”, escreveu o juiz na decisão [leia abaixo].

Os acusados terão de usar tornozeleira eletrônica e estão proibidos de manter contato com outros envolvidos nas investigações, além de acessar as redes sociais.

Leia a decisão:

deciao walter delgatti

Recomendado:

TV GGN: Os mistérios do hacker de Araraquara

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  EUA receberão informações sigilosas da Petrobras graças à Lava Jato

2 comentários

  1. Alguem acredita que estes são os que conseguiram extrair o podre da lava jatp? Acho que nem a velhinha de Taubaté leva isto a sério

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome