Relator da Reforma Política propõe voto em lista em apenas 2 eleições

 
Por Helena Chagas
 
 
Em Os Divergentes
 
O parecer da Reforma Política que o relator Vicente Cândido apresenta à comissão especial nesta terça-feira prevê a adoção provisória do voto em lista para deputado, valendo apenas para as duas próximas eleições. Segundo a proposta de Cândido, nesse meio tempo os partidos e a Justiça Eleitoral preparariam a implantação do sistema misto, com metade dos deputados eleita em lista e metade em distritos.
 
A ideia de estabelecer que o modelo em lista é transitório é a última tentativa de seus defensores para convencer os colegas a aceitá-lo. Segundo colegas do deputado, porém, ainda assim será difícil. A proposta não tem apoio nem dentro da comissão.
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Com ameaça de Bolsonaro, TSE publica relatórios de auditoria de urnas eletrônicas

3 comentários

  1. Sou a favor da lista fechada
    Sou a favor da lista fechada desde que haja sorteio para a escolha do numero de eleitos da lista…nem rola, por exemplo, a cupula do partido escolher os deputados que ocuparao as vagas, pois assim nao havera renovacao e os eleitos serao os mesmos de sempre

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome