Ministra da Saúde, Nísia Trindade faz pronunciamento nacional sobre status da pandemia de Covid-19

Tatiane Correia
Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.
[email protected]

Na semana em que OMS acabou com emergência global para covid-19, ministra da Saúde deve enfatizar necessidade de vacinação

Nísia Trindade, ministra da Saúde. Foto: José Cruz/ Agência Brasil

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, fará um pronunciamento em cadeia de rádio e TV neste domingo (07/05) para abordar posicionamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o fim da emergência global para a covid-19.

Na última sexta-feira, a OMS anunciou que a covid-19 não é mais uma emergência em saúde pública de importância internacional, passando a ser um “problema de saúde estabelecido e contínuo”.

A pandemia matou mais de 7 milhões de pessoas pelo mundo, sendo que provocou 700 mil óbitos e 37,4 milhões de casos. Nas redes sociais, a ministra afirmou que o anúncio da OMS é uma “grande vitória para a sociedade, possível graças à ciência e à vacinação, orientadas para o acesso à saúde”.

“Jamais nos esqueceremos das vidas perdidas. Essa memória tem que nos alimentar na reparação da dor, porque precisamos fazer isso, mas, ao mesmo tempo, da união pelo futuro, para que novas tragédias como essa não se repitam”, ressaltou.

As informações são da Agência Brasil.

Leia Também

Tatiane Correia

Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador