Pelo menos 35 mortos por chuvas em Petrópolis

O morro da Oficina, no Alto da Serra, foi o local mais afetado. Ali houve um grande deslizamento de terra que atingiu várias casas.

Divulgação CBMERJ

A região serrana fluminense é, mais uma vez, palco de enchentes e deslizamentos ocasionados pelas fortes chuvas da época. Ao menos 35 pessoas perderam a vida, segundo informações da Defesa Civil municipal. Continuam as buscas nos locais com deslizamentos de terra pelo Corpo de Bombeiros. E o Instituto Médico Legal (IML), da Polícia Civil, trabalha na identificação dos corpos.

O morro da Oficina, no Alto da Serra, foi o local mais afetado. Ali houve um grande deslizamento de terra que atingiu várias casas. A prefeitura de Petrópolis estima que 80 casas foram atingidas no local, perto do centro histórico.

Houve ocorrências também nas regiões 24 de Maio, Caxambu, Sargento Boening, Moinho Preto, Vila Felipe, Vila Militar, além das ruas Uruguai, Whashington Luiz e Coronel Veiga.

Com informações da Agência Brasil

Redação

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. 92 anos de Cleptocracia. Projeto de enorme sucesso como vemos nas tragédias cotidianas das chuvas de verão em todos anos. E Petrópolis está novamente aí, surpreendendo os Brasileiros que ainda se recuperam do coma quase secular.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador