Como nasceu o manifesto de Bolsonaro em Dallas

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  General Villas Boas, um desserviço ao país e às Forças Armadas

9 comentários

  1. Não sei exatamente o que está acontecendo com meus comentarios.Quase nada está sendo aproveitado.Jair Messias Bolsonaro já renunciou ao cargo de Presidente da Republica Federativa do Brasil.Eles apenas negocia os termos da rendição.

  2. Jornalista Luis Nassif.Bozo e seus milicianos manda uma clara mensagem :TSUNAMI!!!!!!no fim de semana.Ta na cara que Bozo e seu fiel escudeiro Moro ja estao com o golpe pronto .E so esperar .Ja convocou as “MILICIAS” para o dia 26 invadir o STF.Moro sera o manipulador desta trite marioneta “BOZO”Sejumoro ja mostrou para que veio faz tempo.So idiota nao ve que darao o golpe com Olavo de Carvalho e tudo.A milicada esta calada e o Hamiltom Mourao vai para a China “VIDE JANIO QUADROS” so que neste momento nao tem “PELE E JOGO DA SELECAO BRASILEIRA”Infelizmente este loco imbecil pode obter uma vitoria que pode durar + de vinte anos.Por las barbas de remocho e muito bom.Abraco!

  3. o texto (escrito por um bolsonarista)dizendo que o país é ingovernavel
    até que é bem escrito,mas não é convincente
    no sentido de que evidencia um ataque a todas
    as instituições,no velho esquema dos tiranos
    desesperados e incompetentes que,
    para justificar suas deficiencias,
    culpam os outros por isso…
    por isso ele volta a repetir que os culpados são os do sistema,
    o pt,
    quando o pt há saiu do governo há mais de tres anos…
    e como o pt defende a democracia,
    e democracia é o sistema,
    ele critica o sistema para acabar com
    a demoracia e governar com as milicias…

    evidente

  4. Eles não iam precisar de um manifesto belicoso para mandar fazer o que já está sendo feito desde 2016.
    Acabei de ler a íntegra do texto-isca – para parecer que é de alguém apartidário e neutro, menciona críticas da esquerda ao governo de Dilma e tenta estabelecer diálogo ao repetir diagnósticos feitos pela própria esquerda, mas obviamente com sinais trocados, muito cinismo e raciocínio falacioso – este texto é dissimulado demais para ser só um desabafo, tem artimanhas de linguagem que conclamam os serviços da Madrasta do Texto Ruim e João Feres Jr., do Manchetômetro: por exemplo, o texto não defende o fascista, aliás, o enxovalha ao dizer que não fez nada, mas em outro parágrafo, sobre o centro disfarçado do texto que é a relação com o Congresso e com os militares (o uso da palavra “corporações” se aplica mais aos militares, das Forças Armadas ou policiais que já demonstram sua insatisfação com a gangue que aos grupos econômicos, um termo talvez mal traduzido do inglês onde a centro-esquerda anglófona se refere ao “corporate power” para falar das grandes empresas e interesses econômicos, que não foram contrariados pela gangue, aliás, a quem ele serve – não acabou de ser homenageado por uma Câmara de Comércio binacional? como pode ser contra as corporações no sentido “econômico” do termo? o recado é claro contra as instituições), diz que há contradição no fato de criticarem o Vergonhoso se ele negocia com o Congresso e criticarem se ele não negocia: do que está realmente reclamando? que o preço está muito alto? se o problema é que as corporações são chantagistas – o que o texto implica -, por que tentar negociar e não ter assumido o confronto desde o início? Só falta ressuscitar as forças ocultas que levaram Getúlio ao suicídio, muita cara de pau. Retórica escorregadia, simplista e feita para mobilizar a base fanática, mostrar força e tentar salvar a imagem do Vergonhoso, até que o centro do Golpe encontre uma maneira viável de evitar a volta do povo ao poder.
    Para mim, é claro: o tsunami é este, e foi arquitetado, inclusive o texto, pelos assessores internacionais da famiglia – senti o cheiro de enxofre do Bannon, claro que não diretamente, mas pela primeira vez no Brasil talvez esteja tentando terceirizar para seus alunos a tática que a extrema-direita usa muito bem no exterior, a de apelar para o discurso que a própria esquerda faz, de forma a confundir, parecer razoável e portanto confiável, e de não ser “político” no sentido que tem ajudado a eleger os oportunistas há muito tempo, de que o problema não são “eles”, mas a política per si, que é irreformável, essencialmente má e corrupta, e que apenas o populismo voluntarista e pseudo bonzinho e justo (lembra a Lesa-Pátria? não é coincidência, o texto tenta reabilitar o rábula; por que será, depois de ter sido queimado pelo próprio Vergonhoso?) pode salvar a todos de uma “ruptura” institucional. Que ruptura? Será que, como o falso atentado, esta é uma forma muito elaborada de romper com os militares usando a ameaça das milícias mencionadas pelo articulista contra qualquer resistência da caserna, ou uma forma de garantir apoio a eles em caso de impeachment, como se eles fossem seus herdeiros (o texto não parece ser direto contra os militares, apenas insinua que eles “parecem” não ter interesse na agenda bolsominion – provocação que confere com a retórica de Bannon e com o estranho recuo de Olavo (como estava muito explícito o conflito, e o próprio guru havia dito que talvez não fosse a hora do confronto com eles, e recentemente acenou com trégua) que pode ser uma demonstração de que a tática, com muita cara de Bannon, tenha sido de tirar o foco do centro do desgoverno e de mobilizar a base civil (ao mesmo tempo e como uma resposta à onda de manifestações populares contra a gangue) contra todos que estejam em oposição, parcial ou totalmente, a eles ainda que não alinhados entre si – esquerdas, Globélica e mídia tradicional, militares, Congresso, STF.
    Pode ser coincidência mas pode não ser, Lula tem dado entrevistas significativas e pode, legalmente e sem necessidade de acordo político, sair da prisão e voltar a liderar o povo diretamente.
    Por que agora esse tsunami?
    Qual a reação da oposição para o dia de reunião pública da gangue? É irônico mas não coincidência que tenha sido chamada para um domingo – dia consagrado pela Globélica pra Golpes da direita Lesa-Pátria, recentemente atacada com a perda do fundo bilionário e a exposição dos conchavos entre o grupo bolsominion e o rábula, em meio a disputas internas pelo butim.
    Devemos observar com frieza e abrangência este movimento autogolpista – o vice não teria dito que isso seria feito, se necessário? estará participando da pantomima para intimidar o Congresso, deixando-se atacar para fingir oposição e disfarçar o real objetivo da manobra?
    Saímos da realidade da luta política e entramos definitivamente na manipulação hollywoodiana, financiada com bilhões dos oligarcas USeiros e vezeiros em dar Golpes pelo mundo com a convocação de corações e mentes, esses sim, idiotas úteis (ato falho do capachão) a serviço de tenebrosas transações.
    Alguém pode responder por que essa tara com a Privatização da Previdência? De quantos bilhões ou trilhões estamos falando? O que mais, além de dinheiro, essas pessoas vão ganhar com isso? É muita briga apenas por dinheiro.
    Nunca tive tanto desgosto de ser brasileira.

    https://www.otempo.com.br/pol%C3%ADtica/bolsonaro-divulga-texto-de-autor-desconhecido-sobre-brasil-ingovern%C3%A1vel-1.2182991

    Sampa/SP, 18/05/2019 – 15:10

  5. O texto usa da artimanha de reunir críticas de eleitores arrependidos – não-bolsominions, como forma de tentar recuperar sua confiança e apoio ou ao menos neutralizar possível adesão aos grupos de oposição; como este grupo pode estar crescendo, o manifesto pode ter também a finalidade de estancar a sangria do impeachment, que é a consequência inevitável da não aprovação da Privatização da Previdência (depois que privatizaram a presidência, rs, não podia perder o chiste) -, críticas da esquerda ao “Sistema” – do qual o Vergonhoso é consequência direta e servo submisso e não o independente que tentou enganar durante a eleição e cuja imagem pretende acenar aos “desiludidos” para reconciliação (rebrand de imagem, rs, agora como o he-rói que tentou ser um homem de bem comum lutando bravamente contra o monstro do Sistema e por sua “coragem” está sendo perseguido (a retórica da vitimização deu certo no falso atentado, que é ressuscitado para chamar o ato, outro ponto que não é coincidência, é estudado para reviver um momento de popularização de sua figura então desconhecida e agora desencantada, seguida de estratégia de redes sociais destruindo a esquerda (fiquem espertos que as campanhas de desinformação podem voltar com força) -, faz ameaças veladas de ruptura institucional caso as pessoas não adiram ao movimento, centraliza a culpa no genérico “corporações” mas que todos conhecem os nomes, caras e cargos, todos que foram chantageados ou cúmplices pra dar o Golpe, para mantê-lo durante as eleições com a prisão criminosa de Lula, com o fechamento da caixa-preta das eleições e investigação de fake news até 2023 (ano seguinte ao fim oficial do mandato do Vergonhoso, por que? para evitar novas eleições, mesmo indiretas? com quem está preso o rabo do STF, de fato?), mas que estão ensaiando independência diante da total incompetência da gangue em manter as aparências de normalidade (sic ad aeternum) institucional.
    É só mais um capítulo da história de ameaças, chantagens, intimidações, manipulações da opinião pública e de autoridades e instituições com telhado de vidro (soube há pouco que procuradores federais foram hackeados; por quem? pelo DoJ para quem muitos trabalha(va)m, como o janota, ou pela rede deep web montada por Bannon para dar apoio multinacional a grupos de direita na sua tomada violenta (eleições são só uma máscara de legalidade e participação popular) do poder do Estado – para destruí-lo, é bom deixar claro, em favor das… corporações). Será que a Globélica vai provar do veneno vendo suas concorrentes promovendo a defesa de um seu meio-inimigo em pleno domingo? O que ela vai dizer? Ou as forças progressistas se organizam de fato e não apenas para convescotes de auto-exaltação, de conteúdo mais catártico que político, ou o Golpe vai fazer como o Capitalismo do qual é fruto e instrumento de defesa, entrará em crise permanente que serve apenas à sua perpetuação e aprofundamento, PORQUE AS FORÇAS DE OPOSIÇÃO NÃO SÃO COESAS EM SEU PROJETO DE SUPERAÇÃO. Se se contentar em ser figurante do show e escada para os babélicos da corte, a esquerda tende a desaparecer como força social com apelo popular.

    Sampa/SP, 18/05/2019 – 15:50

  6. ao LUIZ NASSIF ou ANDRÁ ARAUJO

    nossa imprensa esta cada vez mais medíocre, pequena ..talvez levada a se nivelar Às questões ridiculamente básicas e primitivas que este governo SOCIOPATA nos traz

    LUIZ NASSIF, daria pra você alertar e ajudar seus leitores a refletirem sobre o CRIME que a GOOGLE esta praticando ao seguir as ordens de TRUMP no tocante às empresas chinesas ???

    NA hora dos americanos virem aqui e chantagearem pra ter tratamento igual às empresas nacionais eles vomitam uma série de princípios liberalizantes ..depois, assegurado as vantagens, aí eles revelam pro mundo que tem governo, partido e país ???

    imagine o que nos espera agora que a EMBRAER esta de mudança pra terra do tio SAM ?!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome