Revista GGN

Assine

Xadrez do acordão da Lava Jato e da hipocrisia nacional

Conforme previsto, caminha-se para um acordão em torno da Lava Jato que lança a crise política em uma nova etapa com desdobramentos imprevisíveis.

Movimento 1 – os ajustes na Lava Jato

Trata-se de um movimento radical do Procurador Geral da República (PGR) Rodrigo Janot, que praticamente fecha a linha de raciocínio que vimos desenvolvendo sobre sua estratégia política.

Peça 1 – monta-se o jogo de cena entre Gilmar Mendes e Janot. Janot chuta para o Supremo a denúncia do senador Aécio Neves. Gilmar mata no peito e devolve para Janot que se enfurece e chuta de novo de volta ao Supremo. Terminado o jogo para a plateia, Janot guarda a bola e não se ouve mais falar nas denúncias contra Aécio. Nem contra Serra. Nem contra Temer. Nem contra Geddel. Nem contra Padilha.

Peça 2 – duas megadelações entram na linha de montagem da Lava Jato: a de Marcelo Odebrecht e de Léo Pinheiro, da OAS. Pelas informações que circulam, Marcelo só entregaria o caixa 2; Léo entregaria as propinas de corrupção, em dinheiro vivo ou em pagamento em off-shores no exterior.

Peça 3 – advogados de José Serra declaram à colunista Mônica Bergamo estarem aliviados, porque a delação de Marcelo Odebrecht só versaria sobre caixa 2. Ficavam duas questões pairando no ar. Se Caixa 2 é crime, qual a razão do alívio? E se ainda haveria a delação de Léo Pinheiro, qual o motivo da celebração?

Peça 4 – em um dos Xadrez matamos a primeira charada e antecipamos que a Câmara estava estudando uma saída, com a assessoria luxuosa de Gilmar Mendes, visando anistiar o caixa 2 e criminalizar apenas o que fosse considerado dinheiro de corrupção, para enriquecimento pessoal.

Peça 5 – a segunda questão – de Léo Pinheiro delatando corrupção - foi trabalhada em seguida, quando monta-se o jogo de cena, de Veja publicando uma não-denúncia contra Dias Toffoli e, imediatamente, Janot acusando os advogados da OAS pelo vazamento e interrompendo o acordo de delação, ao mesmo tempo em que Gilmar investia contra a Lava Jato, anunciando que o Supremo definiria as regras das delações futuras. Há movimentos do lado da Lava Jato, do lado da PGR, Gilmar se acalma, diz apoiar a Lava Jato. A chacoalhada, sutil como um caminhão de abóboras que passa em um buraco, permitiu ajustar todas as peças, como se verá a seguir+.

Peça 6 – Avança-se na tal Lei da Anistia do caixa 2 e o caso passa a ser analisado também pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), presidido por Gilmar.

Peça 7 – Ontem Janot abriu mão das sutilezas, dos rapapés, das manobras florentinas, dos disfarces para sustentar a presunção de isenção e rasgou a fantasia, nomeando o subprocurador Bonifácio de Andrada para o lugar de Ela Wieko, na vice-Procuradoria Geral. Não se trata apenas de um procurador conservador, mas de alguém unha e carne com Aécio Neves e com Gilmar Mendes. Janot sempre foi próximo a Aécio, inclusive através do ex-PGR Aristides Junqueira, com quem trabalhou e que é primo de Aécio. Com Bonifácio, estreita ainda mais os laços.

Fecho – tudo indica que se resolve o imbróglio da Lava Jato da seguinte maneira:

1.     Avança-se na nova Lei da Anistia, com controle de Gilmar através do TSE.

2.     Bonifácio de Andrada faz o meio-campo de Janot com Gilmar e Aécio, ajudando na blindagem e evitando qualquer surpresa, que poderia acontecer com Ela na vice-PGR.

3.     Monta-se um acordo com a Lava Jato prorrogando por um ano seus trabalhos e definindo um pacto tácito de, tanto ela quanto a PGR, continuar focando exclusivamente em Lula e no PT, exigência que em nada irá descontentar os membros da força-tarefa.

4.     Agora há um cabo de guerra entre a Lava Jato e Léo Pinheiro. Léo já informou que não aceitaria delatar apenas o PT. Janot interrompeu as negociações sobre a delação afim de que Léo e seus advogados “mudem a estratégia”, como admitiram procuradores à velha mídia. Sérgio Moro prendeu-o novamente, invadiram de novo sua casa, no movimento recorrente de tortura psicológica até que aceite os termos propostos por Janot e a Lava Jato.

Movimento 2 – o teatro burlesco no Palácio

Aí se entra em um terreno delicado.

A política move-se no terreno cediço da hipocrisia. Faz parte das normas tácitas da democracia representativa os acordos espúrios, os interesses de grupo disfarçados em interesses gerais, a presunção de isenção da Justiça.

Mas o jogo político exige a dramaturgia, a hipocrisia dourada. E como criar um enredo minimamente legitimador com um suspeitíssimo Geddel Vieira Lima, e sua postura de açougueiro suado cuspindo imprecações? Ou de Eliseu Padilha, e seu ar melífluo de o-que-vier-eu-traço? Ou de José Serra e as demonstrações diárias da mais rotunda ignorância em diplomacia e um deslumbramento tão juvenil com John Kerry que só faltou beijo na boca? Ou de Temer e suas mesquinharias, pequenas vinganças, incapaz de entender a dimensão do cargo e do poder que lhe conferiram?

O “Fora Temer” não se deve apenas à situação econômica precária, mas ao profundo sentimento de que o país foi entregue a usurpadores. Mesmo com toda a velha mídia encenando, não se conseguiu conferir nenhum verniz a esses personagens burlescos.

Ressuscitou-se até esse anacronismo da “primeira dama”, tentando recriar o mito do casal 20, de Kennedy-Jacqueline, Jango-Tereza e filhos, peças do repertório dos anos 50.  Ontem, o Estadão lançou a emocionante questão: vote no melhor “look” da primeira dama que, aparentemente, vestiu quatro “looks” durante o dia. Um gaiato votou no “tomara que caia Temer”.

Movimento 3 – a PGR rasga a fantasia

Como fica, agora, com o próprio Janot abrindo mão da cautela e expondo seu jogo?

Janot foi um dos artífices do golpe. Teve papel central para entregar o país aos projetos e negócios de Michel Temer, Geddel Vieira Lima, Eliseu Padilha, Romero Jucá, Moreira Franco e José Serra, entre outros. Sacrificou-se apenas Eduardo Cunha no altar da hipocrisia.

Sua intenção evidente é liquidar com Lula e com o PT. Mas, para fora e especialmente para dentro – para sua tropa – tem que apresentar argumentos legitimadores da sua posição, como se o golpe fosse mera decorrência de procedimentos jurídicos adotados de forma impessoal.  Era visível o alívio dos procuradores nas redes sociais, quando Janot decidiu encaminhar uma denúncia contra Aécio. Porque não tem corporação que consiga manter a disciplina e o espírito de corpo se não houver elementos legitimadores da sua atuação, o orgulho na sua atuação, na sua missão.

Ontem, em suas escaramuças retóricas, Gilmar escancarou a estratégia. Mesmo contando com toda a estrutura da PGR, Janot avançou minimamente nas denúncias contra políticos.

Para todos os efeitos, há delações contra Temer, Padilha, Geddel, Jucá, Moreira, Aécio e Serra. E, para todos os efeitos, o grupo está cada vez mais à vontade exercitando as armas do poder. Dá para entender porque o temível Janot não infunde um pingo de medo neles?

Com a nomeação de Bonifácio de Andrada abrem-se definitivamente as cortinas e o MPF entra no palco onde se encena o espetáculo da hipocrisia nacional.

Movimento 4 – as vozes da rua

O jogo torna-se sumamente interessante.

Os últimos episódios, a violência policial, os sinais cada vez mais evidentes de se tentar fechar o regime, despertaram um lado influente da opinião pública, que jamais se moveria em defesa de Dilma, mas começa a acordar em defesa da democracia.

A “teoria do choque” exigia, na ponta, um governante com carisma, um varão de Plutarco, um moralista compulsivo, que trouxesse o ingrediente final na consolidação de um projeto fascista. O enredo não previa o espetáculo dantesco da votação na Câmara, a pequena dimensão de Michel Temer, a resistência épica de Dilma Rousseff – que, de mais fraca governante da história, na queda  tornou-se um símbolo de dignidade da mulher -, a massacrante diferença de nível entre José Eduardo Cardoso e Miguel Reali Jr. e Janaina Pascoal.

O grito de “Fora Temer” torna-se cada vez mais nacional.

Por outro lado, a violência das PMs de São Paulo e outros estados mereceu  a reação do MPF, através da PFDC (Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão). Agora, a intenção implícita de Janot é o esvaziamento dos bolsões de direitos humanos da PGR, liquidando com os últimos pontos legitimadores da instituição.

O baixo nível de corrupção no MPF deve-se a um sentimento de missão que está sendo jogado pelo ralo pelo jogo político. Sem as bandeiras legitimadoras, será cada vez mais cada qual por si, com os mais oportunistas procurando exercitar a dose de poder que o MPF conquistou com o golpe. A médio prazo, dr. Janot vai promover o desmonte da tropa, não se tenha dúvida.

Qual o desfecho? Aumento da violência em uma ponta, aumento da indignação na outra. O país institucional encontrará uma saída para essa escalada de violência, ou nos conformaremos em ser uma Argentina de Macri e uma Venezuela de Maduro?

Na mídia e em alguns altos postos do Estado, não se fica a dever quase nada à Venezuela. E, em uma época que se tem os olhos do mundo sobre o Brasil.

Média: 4.8 (52 votos)
157 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Faltou um detalhe: a Polícia Federal

A análise está quase completa, Nassif.

A meu sabor, a Polícia Federal logo notará que está ficando de fora do jogo. Os agentes buscam há muito tempo prerrogativas próximas às de delegados. E delegados buscam há mais tempo ainda, equiparação próxima a de Procuradores e Juízes.

Nesse caldeirão de vaidades, a PF logo notará que poderá dar o pulo do gato, com ampla aprovação pela sociedade, se iniciar investigações contra esses grupos que o STF e a PGR querem deixar de fora da Lava Jato.

É inegável que o circo está armado. Mas a PF tende a querer o seu quinhão, e pode ser que passem a usar as massas a seu favor para conseguir o que sempre buscaram.

Ou seja: o fator massas manipuladas pela PF + os movimentos sociais do Fora Temer podem mudar um pouco o quadro que se pinta na análise.

Abs,

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Nassif, só faltou, no bolo, a cereja dele

A clarissima descrição da 'Res pública maçonica' os interesses desta incrustados dentro da estrutura pública. Temer, Janot, Aecio, Anastasia e outros.Os disfarces dos roubos praticados pelos eminentes incorruptíveis morais, a cobertura dos outros incorruptíveis nem tanto, a completamente inexplicável intocabilidade de Aécio, e do restante da corja. Se a restante gente muito boa da corporação da luz conseguir silenciosamente prestar atenção, verá o exato retrato da 'altura moral' , na proteção e beneficência do próximo. O próximo somente da Irmandade...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Outros detalhes

Excelente linha de raciocínio. Acrescento somente:

1- A PF não mostrará reação forte, basta trocar o Aiello por um mais alinhado ao fim das investigações, transferir, remanejar e promover alguns delegados e, sobretudo, dar relevância a outras prioridades, como a repressão, por exemplo;

2 - Os militares podem surpreender, nem todos são fascistas como o chefe do GSI, embora a maioria desejasse que o PT se desse mal. Mas eles perdem muito com o fim dos programas de submarinos, de novas armas e novos aviões, suecos, franceses ou americanos.  Não devem ter esquecido do que o FHC fez com eles;

3 - Mesmo com repressão, não dá para dizer se o povão, o que vai perder o Bolsa Família, perder o ensino técnico e superior, o acesso ao crédito e bens de consumo, irá ou não para as ruas apoiar a oposição pedindo diretas já, enchendo as ruas contra este governo, ou contra outro que parece que Gilmar quer colocar no lugar de Temer, ou seja ou tucanos.

De qualquer forma o país virou uma republiqueta de 5ª ou 6ª categoria. Dá vergonha ver que isto está acontecendo, não só aqui, mas em grande parte do mundo, enquanto alguns espertos se beneficiam.

Vamos aguardar os próximos lances.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Elza
Elza

Caro Nassif faltam "Xadrezes"

Caro Nassif, boa noite, parabéns pelos seus magníficos Xadrezes, mas acredito que ainda faltam alguns: Havia mesmo agências publicitárias coordenando tudo? É de dentro das agências que  os Trolls trabalham? quem comandou tudo? FHC, os Irmãos Marinho, quem fez a parte operacional? quais empresários financiaram o golpe? Quem comspirou dentro do seguimento militar? Os militares não são mais nacionalistas? Como os militares veem a entrega do Pré Sal a preço de banana que já começou a acontecer?  obrigada

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de jose carlos vieira filho
jose carlos vieira filho

Bonifacio de Andrade

A família tem uma longa história de UDN e Arena.

Seu voto: Nenhum
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Com a permissao do editor do

Com a permissao do editor do blog,e Da,Lourdes Nassif,a cada dia que passa honra o sobrenome que carrega,para fazer uma costatacao.Adiante.Os cadastrados daqui teem por mim,a mesma simpatia que nutro por Gedel Vieira Lima,um cangaceiro.Me aparteam e veem com gracinhas sem graca para me contrapor.Exercendo o direito que me assegura o blog,especialmente por Da.Lourdes Nassif,que pratica  a Justica com justeza,e a Constituicao da Republica,me defendo da forma mais elegante e contundente,tipo vibora que aprendi com Joel Silveira,o maior amigo de Geneton Moraes Neto.Consumada minha resposta,correm de mim como vampiro do sol,ouco dizer que e o melhor desinfetante,e se fazem de mortos.Nenhum ainda,se aventurou a replica,exeto meu amigo Sergio Saraiva,nocauteado no terceiro round r tomou ares de sumico com relacao a mim.Um outro que se identifica como Tony,nao saberia dizer se Tornado,Garrido ou Ramos,alem dos oculos escuros deu para andar de chapeu de bico e cabelo rastafari,tal qual anda o Senador Cristovam Buarque,depois que votou pelo Impechemant.Um conselho de amigo.Deixem-me sem estrelas,no meu canto quieto,nem cadastrado sou.As chances de exito em levar alguma vantagem em me contrapor com gracinhas sem gracas,estao bem proximas a zero.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Almeid
Almeid

É dele esta pérola: " Quanto

É dele esta pérola:

" Quanto ao envolvimento da Brasil Telecom, Telemig Celular e Amazonia Celular com as empresas de Marcos Valério, a investigação realizada pelo Departamento da Policia Federal encontrou elementos de provas  que confirmam que referidas empresas, que pertenciam ao grupo Opportunity, aderiram ao esquema criminoso montado pelo empresário"

Procedimento MPF 1.16.000.000668/2013 -64

MG

_____________________________________

Empresário, no jargão deste procurador é  = Marcos Valério

____________________

Onde está o andamento disto? Quero ler os nomes de quem são investigados e seu andamento.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de MIGUEL DOS SANTOS CERQUEIRA
MIGUEL DOS SANTOS CERQUEIRA

DAS AÇÕES E DESFAÇATEZES

SOBRE FARSANTES E TOLOS


 


 

Agora, para aqueles tolos e ingênuos, mas que detém ainda um mínimo de senso crítico, está mais que claro que mergulhado em um imenso circo, onde apenas os fracos, no caso o PT e segmentos de esquerda que se iludiram com as vicissitudes e possibilidades de suposta democracia, de possibilidades de mudanças no âmbito das atuais regras do jogo, foram mastigados e deglutidos pelos lobos vorazes, recorrendo-se para a mais terrível e hedionda campanha de difamação manipulação pública dos últimos tempos.

De fato está tudo revelado, rasgou-se o véu do cinismo e da hipocrisia em que embarcaram quase todos, PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA, “MINISTROS DO TC”, MEMBROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, com exceção de uma meia-dúzia de dois ou três. Não há como desmentir: O Impeachment da Presidenta Dilma Dana Rousseff tratou-se da mais sórdida tramoia, para se ressuscitar o grande esquema de dominação conservadora/corrupção que vigora no país desde tempos imemoriais, tudo sob o comando dos eternos donos do poder, os endinheirados, os da FIESP, os da Maçonaria, os do latifúndio e do agronegócio, dos quais PSDB, PMDB, PP, PSD, PSB, AÉCIO NEVES, JOSÉ SERRA, MICHEL TEMER, são apenas a face visível e ventríloquos.


 

O “Rei está nu”.    O Impeachment não passou de um simulacro, devidamente referendado por quase todas forças políticas e pelos Poderes da República, para preservação do establishment, para manutenção do status quo. Podem desmentir o quanto quiserem. Podem querem ludibriar os trouxas ou incautos, que parecem ser a imensa maioria, porém das falações do Senador Romero Jucá Filho, do Ministro Gilmar Mendes e ações do Doutor Rodrigo Janot não se pode inferir qualquer outro entendimento.

Está mais do que revelado. O presidente Michel Miguel Elias Temer Lulia é uma espécie de fiador do esquema, ele tem pleno conhecimento e dimensão do seu papel. Sem a seu soerguimento como “pacificador” e “garantidor” os riscos à incolumidade do esquema fisiológico, de supremacia do privado sobre o público são reais. Ele é o guardião dos interesses da maioria do Congresso Nacional, uma espécie marionete do grande “Teatro de Bonecos”. Aquele que aceitou jogar o jogo e dançar conforme a música.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Dja
Dja

futebol com xadrez

A místura de esporte físico com pisquico relatado no texto acima, analógicamente sobre futebol e xadrez,  remete à balbúrdia política-brasileira, pois não está havendo conexão entre os muitos jogadores públicos a favor do retrocesso do povo do Brasil, e o objetivo final disso tudo. Esses país está na idade-média quanto ao conceito de estratégia, salvo poucos lançamentos de Moro na sua pós-graduação norte-americana ant-PT, mais que isso, apenas, tem um pega-pra-capá desordenado, a prova disso é o governo do interino, que ta totalmente desnorteado sabendo que está confabulando com a tucanada dualista.

Nassif a verdade é que não a norte no Brasil de hj, nem da oposição nem da situação, o que há de lógico sem sombra de dúvida é o efeito manáda de ambos os lados e quando isso acontece os mais oportunistas como Mendes viram juízes das disputas principais.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Ronaldo Braga
Ronaldo Braga

Greve geral já! Tem que parar

Greve geral já!

Tem que parar tudo.

A economia tem que ficar paralisada.

A elite deste país tem que sentir no bolso.

É a única maneira de se mexer com esta elite podre.

Os trabalhadores unidos tem a força necessária para colocar a elite de joelhos.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

ei, e vc pato que caiu no

ei, e vc pato que caiu no conto do vigário do crime organizado,,,olha aqui os poderosos chefões nesta imagem que ilustra o post...assim querido pato, por falta de conhecimento, vais levar no toba...que dizer, todos nós...e assim deixamos para trás uma oportunidade de sermos um grande pais,,,,não mais, pois as Organizações Criminosas Institucionais estão ai mandando ver não é mesmo...

A UNIMED mando cortar...viva o deus mercado....o nosso pais está sendo governado por um porco engordado pelo mercado

O nosso país está sendo governado por um porco..,...o crime organizado tomou de conta....seja o Poder Verbalizador encabeçado pela Globo, Legislativo comandado pelos verdadeiramente corruptos, Judiciário sob a batuta de Moro,,,o que nos resta,,,ah sim, o Executivo nas mãos de Temer, cujo ponto de luz que deveria se amplicar não com a escuridão e sim com a luz, com o conhecimento sensível, atrofiou-se, de forma que o seu ponto de luz é tão grande quanto o ponto de luz de um porco: por isso ele é um corpo sic porco.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

 

...spin

 

 

imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Tenho por dever e obrigacao

Tenho por dever e obrigacao registrar uma verdade.A senhora Lourdes Nassif,desconheco o grau de parentesco com o editor do blog,foi a pessoa mais correta,sensivel e especialmente justa, que me deparei blogosfera afora.Nao sendo eu cadastrado,jamais me negou a condicao de me expressar e de publicar meus comentarios.Tratou-me e trata com a justeza devida,seja em que condicao for.Uma raridade o comportamento dela.Luis comete pequenas incorrecoes.Nao leva ao sol,que dizem ser o melhor desinfetante,meia duzia de cadastrados daqui,que outra coisa nao faz,a nao ser agredir e usar de palavras e palavroes inadequados para um blog.Para ele,antiguidade aqui e posto.Deveria corrigir isto.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Alessandro Albertini
Alessandro Albertini

O pretexto

Nós estamos tentando costurar ou descosendo tudo, para saber se vão mesmo prender o Lula para que ele não seja candidato do PT em 2018? Ou seria melhor buscar entender tudo o que vem acontecendo a partir do Temer que de fato foi (ou ainda é) informante do Tio Rico? Isso não é conspiração contra o nosso país? Tdo esse jogo de xadrez tem haver com o pré-sal e o Brics ou é tudo estória da Carochinha?

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Pedro Augusto
Pedro Augusto

O processo é o

O processo é o problema

 

http://mundovelhomundonovo.blogspot.com.br/2016/09/o-processo-e-o-proble...

 

“A paciência é a fortaleza do débil e a impaciência, a debilidade do forte.” -Kant   Uma teoria da justiça        

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Rogério Ferraz
Rogério Ferraz

Outro que rasgou a fantasia

Outro que rasgou a fantasia foi Teori Zavaski. Essa de dizer que a defesa de Lula, ao interpor recursos, só quer embaraçar as investigações da lavajato e de manter processos contra Lula com Sergio Moro 'é escancarar o partidarismo e a seletividade.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Marinho
Marinho

Bonifácio de Andrada? um

Bonifácio de Andrada? um apoiador de Aécio? que é isso, Janot quis apenas fazer uma homenagem à semana da pátria.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Anna Paula
Anna Paula

Acordo

O acordo vai ter que acontecer, mas o grande problema é que o PSDB já chega para reunião com a ata pronta só para colher assinatura. Aí... não tem acordo possível, eles não cedem em nada.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de LUIS DURANTE
LUIS DURANTE

O PSDB é a bola da vez dos

O PSDB é a bola da vez dos States, é isso!

O problema reside mesmo em 2018, eis a questão!

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Roberto S
Roberto S

clap clap clap

Mais um xeque na partida Janot x sociedade civil

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Frederico Borges da Costa Barros
Frederico Borges da Costa Barros

Há um golpe?

Pelo que se deduz do texto há um golpe em andamento sendo dado pelo poder Judiciário com o conluio de alguns políticos aos quais esse judiciário é próximo, ou o texto é uma hipótese? Se for a primeira situação a quem se denuncia tal fato uma vez que o própio judiciário está envolvido? Não estou duvidando mas é tão alucinado, tão louco pois pressupões que essas pessoas de alguma forma conversaram sobre isso a partir de algum momento, algo assim não ocorrer sem que haja uma combinção, um planejamento; o acaso não existe para essas situações.

É preocupante sobre dois aspéctos; ou começamos a ver chifre em cabeça de cobra ou estamos para entrar em um periodo muita mais escuro da nossa história do que foi o própio golpe de 64 e o período que o seguiu.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Teorias da Conspiração

Um dos princípios básicos e essenciais nas chamadas Teorias da Conspiração é a inverossimilhança... Quanto mais absurda possa parecer a tese, maior a probabilidade de ser real.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Juniqior Sertanejo
Juniqior Sertanejo

Respondo ao comentarista

Respondo ao comentarista Tony,09/09/2016 - 19:08 Confesso que nao entendi bem o seu comentario.Vou recorrer a Madame Natascha para os esclarecimentos devidos.Nao sei,ao que parece gosta tanto da Presidenta Dilma que a imita ate nos comentarios,vez por outra,pessimamente assessorada, ela queria dizer tudo e nao dizia nada.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de CBarros
CBarros

Povo

Povo na rua é a solução, a única solução.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de AMARILDO DE JESUS VALLE
AMARILDO DE JESUS VALLE

FALTOU AS FORÇAS ARMADAS

FALTOU AS FORÇAS ARMADAS ,NESSE JOGO , VÃO FICAR  DE FORA ,SÓ ASSISTINDO O PAÍS AFUNDAR PRA DEPOIS RECLAMAREM O LEITE DERRAMADO 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Infelizmente alguns segmentos castrenses estão aderindo ao golpe

Um capitão do Exercito brasileiro, chamado William Botelho, se infiltrou junto aos jovens detidos na última grande manifestação contra Temer em São Paulo. Segundo a edição eletrônica do El Pais este agente militar, com codinome Balta Nunes, levou os manifestantes a uma armadilha engendrada conjuntamente com o aparelho de segurança paulista. Felizmente, esta aventura foi barrada por um honesto e não comprometido magistrado do Judiciário paulista.

Infelizmente vemos altos membros do Judiciário e do MP nacional, como Gilmar Mendes e Rodrigo Janot conspirando, usando de maneira vil o robot Moro. Agora ocorre a preocupante ingerência de parte dos militares. Estes ressabiados pelo fracasso de 1964, assistiam de "camarote" o golpe temeriano. Vamos acreditar que a maioria castrense rejeite o absurdo que está ocorrendo no País. Juízo Gal. Etchegoyen ...

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Relembrando Joel.Ouço dizer

Relembrando Joel.Ouço dizer que a perfeição não existe.Tenho duvidas.Ouçam o trompestista norte americano Herp Alpert &   o conjunto Tijuana Brass musicando "El Presidente",depois venham conversar comigo.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Retifico:Herb Alpert.

Retifico:Herb Alpert.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Qual a grande diferença entre

Qual a grande diferença entre os cadastrados e eu.Simples.Comentario não é bater bumbo,soltar rojões,ou gritos de urras para o autor do texto,seja ele quem for.Comentarios,e é exatamente isso que dele se espera,é ir além,,colocar guizo no gato,fazer o contraponto,questionar.Esse é o papel que se reserva uma Rede Social,e não exatamente para aqui comparecer,diuturnamente,para dizer,em palavras trocadas,o que se disse no dia anterior.Rede Social,vai muito além do jardim.Rede Social jamais deveria ser uma ação entre cadastrados amigos.É isso infelizmente o que acontece na maioria delas,e por isso mesmo delas me diferencio.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Caro, género musical

Aqui ninguém simpatiza com esse género musical brega...

Enfia a viola no saco e vai cantar em outra freguesia, troll.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Sendo eu chamado de Troll e

Sendo eu chamado de Troll e amabilidades outras o direito de resposta me deve ser assegurado'sendo eu cadastrado ou nao.Os cadastrados daqui,salvo raras excecoes,quando entram na minha linha de tiro,nao escapa hum.Uso da elegancia e da minha inegavel presenca de espirito para trucida-los.Nao e justo que o blog os esconda debaixo do tapete,e lhes cubra com o manto da impunidade..Liberdade de expressao nao deve e nao pode ser confundida com libertinagem de expressao ja dizia minha avo,tipico caso deste comentarista Tony.Se nao posso me defender,usando da elegancia e da minha condicao de eximio atirador no correto sentido da palavra,visto que,a maioria cai ou corre no primeiro round,os comentarios que mando,perdem o sentido de sua publicacao.Continuo sendo o Rei dos Chatos,principalmente quando a razao me acolhe.

 

 

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Respondo ao comentarista

Respondo ao comentarista Tony,09/09/2016 - 20:30.Eu nao disponho de condicoes intelectuais para entrar em discussao com voce.Ao que me parece voce e um comentarista 5 estrelas,eu nao tenho nenhuma.Quanto ao ser eu um "troll",nao levarei em consideracao,por voce ao que me parece,esta de oculos escuros.Enfiar a viola no saco,vou ficar lhe devendo.Sou adepto do bandolim.Pelo jeito voce nao me conhece,se conhesse nao teria me abordado.Eu nem cadastrado sou,talvez dai tenha feito confusao e cortado o baralho errado.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Nassif, sempre otimista

Se o Golpe desembocar numa Argentina, de Macri, ou numa Venezuela de Maduro, levantarei os braços aos céus, em gratidão.

Penso que nem isso: o Golpe de Estado resultará na africanização do Brasil. Ou, quando muito, num grande Haiti, com Sérgio Moro de Papa Doc e a massa de esfomeados definhando nas ruas.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Chama atenção minha e dos

Chama atenção minha e dos meus desconfiados botões,a quantidade de 5 estrelas,distribuido a torto e a direito,provenientes do artigo de Nassif.O texto do editor é magnifico,eu diria que sim,mais ainda como denuncia,chegando a se comparar a uma bomba.Os comentarios estão a altura do artigo?Eu diria que a grande maioria,não.Uma ação entre amigos?Eu diria que não sei. 

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Fabio !
Fabio !

Estrelinhas .

Quem não entendeu fui eu : se na sua opinião o texto é bom , o que os comentários com ou sem estrelinhas influem nele ? Até se não houvesse comentário algum , faria diferença ? Altera a essência do texto ?

Se o problema são as estrelinhas , então dou algumas para você também . Toma aí 5 estrelinhas!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Respondo ao comentario de

Respondo ao comentario de Fabio!,10/10/2016,10:58.Vou fazer das tripas coracao para fazer  voce entender.Voces vivem a bater bumbo,e a conceder 5 estrelas mesmo se nao houvesse comentario algum.Vou desenhar para voce entender.Voces dariam 5 estrelas ate no tao propalado minuto de silencio do Maracana,se filmado fosse pelo blog e para aqui removido para avaliacao dos cadastrados daqui,que parece ser seu caso..Quanto a 5 estrelas que me agracia,teria mais proveito se as enviasse para o Sergio E.,Comantande em Chefe do Setor de Exterminio,que nao a menor duvidas,ja fichou voce,levando em consideracao a maxima de uma pessoa muito proxima a mim que deblaterava:"Inteligencia nao se herda e cultura nao e Montepio".Mesmo assim,se voce ainda continua com dificuldade de entendimento,lhe dou direito a replica.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Faco uma reticacao que me

Faco uma reticacao que me parece mais que oportuna,e por dever de obrigacao.Me referi ao Comandante em Chefe do Setor de Exterminio como Sergio.E.Nao tenho essa intimidade toda com o Generalissimo Sergio E.Esta feita a retificacao,mesmo nao sendo possuidor da inteligenciia do comentarista Fabio!,nesses casos e melhor prevenir que remediar.

Seu voto: Nenhum
imagem de Kwich Netto
Kwich Netto

A foto usada na postagem é do

A foto usada na postagem é do pai do escolhido por Janot. Grande currículo: UDN, Arena, PDS. Foi candidato a vice-presidência da República em 1989 na chapa encabeçada por Paulo Maluf. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Talvez o editor do blog não

Talvez o editor do blog não tenha entendido o que escrevi,por conviniencia,e aí está certo.Acato as descisões do blog de forma incontestavel,e o respeito que tenho ao editor do blog é inconmensuravel.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Desde que aqui aportei,pela

Desde que aqui aportei,pela primeira vez,o editor do blog não entendeu patavinas do que escrevi e onde quis chegar.Vida que segue,segundo meu amigo Ricardo Kotscho,convertido aos pés da fogueira Santa de Israel. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Esse comentario deve se

Esse comentario deve se tornar "sem efeito".

Seu voto: Nenhum
imagem de roland
roland

Dilma foi

Dilma foi a presidentA mais fraca que o país já teve, hehehe.

A afirmação sobre ela ter feito uma governo muito fraco se deve à intenção de jornalistas - ao que parece Nassif também - de incluir um "contraponto" em suas análises, para conferir mais "isenção" aos comentários críticos. Assim escapam (ou tentam) de ser qualificados de unilaterais. Se ela foi tão fraca, como se reelegeu, em meio a uma crise que avançava e à barragem da mídia e dos adversários? 

O desmonte e o desastre do governo Dilma se deu a partir do momento em que a direita se deu conta de que teria de aguentar mais quatro anos de governo contrários a seus interesses e talvez outros quatro com Lula de volta ao poder.

A pressão decorrente levou Dilma (cuja visão econômica me parece ter algumas tintas liberais, ao contrário de Lula, que é um pragmático) a optar pela aventura de dar o comando econômico ao liberalóide Levy, o que precipitou o desastre anunciado pela direta.

O que seria um segundo governo Dilma  sem essa pressão dos perdedores, com inegável apoio externo, não se pode saber. O fato é que Dilma passou 2015 inteiro buscando proteger seu governo  dos ataques ferozes. O que convenceu boa parte da população e a maioria dos comentaristas,  ante o intenso ataque da mídia, a concluir que os governos de Dilma foram um fracasso. Mas isso é injusto.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Fraca... Com a Globo no Comando

Dilma não fez um governo fraco, tanto que se reelegeu, mas foi sim uma presidenta que se mostrou fraca (que é do que se trata, mas não a mais) no momento em que deveria ser mais forte e não consegue sequer iniciar o segundo mandato, fundamentalmente por méritos próprios, ao hibernar de outubro a janeiro de 2015, isolar-se do PT e entregar o comando político a Mercadante e Zé Cardozo (redundando de pronto na tragédia da eleição na câmara), criando um vácuo político ocupado pela oposição comandada pela mídia e pelo "judiciário maçônico" operando a "Vaza Jato", desde março de 2014, para impedi-la de ser reeleita e com isso (ironia do destino) "o PT não permanecer no poder", não escondendo, desde então, que, não apenas não poderia ser reeleita, mas se reeleita não poderia tomar posse e se tomasse posse não poderia governar.

Como não considera-la fraca, se o monopólio da mídia era confesso líder da oposição e sua política de comunicação para contrapor-se era recomendar o uso do controle remoto, tanto que desmontou prontamente o esquema de comunicação na internet criado pelo Franklin (fundamental à vitória na campanha) e a ponto de cair sem utilizar uma só vez, cadeia de rádio e tv para estabelecer o contraditório junto ao povo brasileiro, denunciando os golpistas, a começar pela mídia, com a globo no comando? 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Jayme José do Lago
Jayme José do Lago

Assino embaixo: colocação

Assino embaixo: colocação perfeita. Parabéns.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Concordo

Se Dilma fez um Governo fraco , o que dizer de Sarney, Collor e FHC ?

Vivi esses governos e posso atestar, foi superior ao de Itamar e só superado pelos do Lula, que além de um bom governo, de iniciativas extraordinárias, contou com o seu carisma, popularidade, mercado internacional estável e uma resistencia imune aos ataques constantes da midia.

Já Dilma, além do mercado declinante, teve que contar com o desgaste e a fadiga do eleitorado, além de uma virulência maior de todos os setores de oposiçao e da midia, misogênia e machismo explicitos e, um Congresso no 2º mandato, retrôgrado, conservador, com grupos expressivos de extrema-direita (Centrão pendeu para Direita).

Cometeu erros, mas entendo que, na média, fez sim um bom governo.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Respondo ao comentarista

Respondo ao comentarista Tony,09/09/2016 - 18:47. Enquanto permanecer de oculos escuros,vai ficar um pouco em desvantagem,pelo menos conquanto abriu discussao comigo desconhecendo minha fama de Snipper Americano,no bom sentido do termo.Olha a perola que soltou "Se Dilma fez um governo fraco(e fez JS), o que dizer de Sarney,Collor e FHC".Ora meu caro,fizeram pior que o dela,obvio ululante.Bom recorrer suas estrelas,voce vai prescisar muito delas,haja vista,viu o galo cantar e nao sabia donde.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Perfeito

Parabéns Roland. Vejo desta forma também.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

"Penso, logo existo"

imagem de Carlos FM
Carlos FM

Janot 2018

Ótima análise,  Nassif, mas faltou a cereja: Janot será candidato em 2018. Tudo o que faz agora é preparar a cama em que se deitará com o apoio da.plutocracia,  com a Globo à frente. Lembra do cartaz dizendo que ele era a esperança do Brasil? Foi o primeiro santinho da campanha.

 

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Leomiler
Leomiler

Apelo à PFederal

Vislumbrando que nas peças teatrais encenadas pelo PGR, AGU, STF e etc., a PFederal será um dos fantoches usados para iludir a platéia brasileira. Nesse aspecto a PFederal se equipara ao palhaço do circo: "só faz rir e não leva os louros de uma atração circense emocionante."!

Roguemos que os policiais federais e seus respectivos delegados, se invistam de orgulho ferido e resolvam fazer algumas investigações mais aprofundadas e que essas investigações tenham os mesmos vazamentos de informações que tiveram as investigações e delações da LAVA JATO contra o Lula.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Leomiler
Leomiler

Apelo à PFederal

Vislumbrando que nas peças teatrais encenadas pelo PGR, AGU, STF e etc., a PFederal será um dos fantoches usados para iludir a platéia brasileira. Nesse aspecto a PFederal se equipara ao palhaço do circo: "só faz rir e não leva os louros de uma atração circense emocionante."!

Roguemos que os policiais federais e seus respectivos delegados, se invistam de orgulho ferido e resolvam fazer algumas investigações mais aprofundadas e que essas investigações tenham os mesmos vazamentos de informações que tiveram as investigações e delações da LAVA JATO contra o Lula.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Gostaria de perguntar aos

Gostaria de perguntar aos colegas do blog porquê que a história se repete como farsa?

1 - o congresso declara vaga a presidência e empossa o vice-presidente Temer.

2 - a quase totalidade do Judiciário adere ao golpe

3 - a mídia em peso adere ao movimento que apoia o governo golpista.

4 - começam a desmontar aquisições sociais

5 -- o aparato de repressão em peso vai às ruas

6 - a educação e a cultura no país são esvaziadas

7 - jornais são fechados ou a tentativa de fechá-los

8 - pessoas e grupos são perseguidos

9 - partidos políticos são cercados e eliminados

10 - a intolerância pipoca em cada esquina

11 - o descontentamento começa a aparecer em todos os setores da sociedade, é preciso aumentar a repressão.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de gnsouto
gnsouto

Será se dessa vez, algum

Será se dessa vez, algum grande jornal será fechado? O único, mesmo assim, era eletrônico, e bem antes dessa bagaça, foi o jornal do Carone, aqui de Minas.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.