Revista GGN

Assine

Xadrez dos desdobramentos do Power Point

Peça 1 - a luta política global

Anos atrás, o ex-presidente espanhol Felipe Gonzáles alertou Lula, conforme testemunhou o governador do Piauí Wellington Dias:

-- Lula, prepare-se que eles vão querer te processar, cassar ou prender. Se não conseguirem, vão tentar te matar.

O alerta, com pitadas trágicas, não épara ser ignorado. O próprio Gonzáles fora alvo de uma caçada implacável, parceria da mídia com o Ministério Público espanhol. Não apenas ele. Trata-se de uma luta política global que tem vitimado, uma a uma, as principais lideranças da socialdemocracia mundial. No caso brasileiro, de forma mais explícita devido ao baixíssimo nível dos principais protagonistas políticos, jurídicos e midiáticos envolvidos.

Por uma questão de realismo, para tentar traçar qualquer cenário futuro é importante que sejam consideradas as seguintes premissas:

1. Não se está definitivamente em um estado democrático de direito. Portanto, manifestações de isenção serão a exceção, não a regra.

2.  A pantomima montada pela Lava Jato de Curitiba é a comprovação cabal de que a Procuradoria Geral da República e a Lava Jato são personagens de um enredo maior, cujo objetivo final é liquidar com Lula e o PT.

3. A anulação de Lula exige um aumento dos abusos; e esse aumento dos abusos poderá despertar a consciência jurídica de setores até agora à margem dessa disputa.

4. Por tudo isso, o sub-show de ontem, em Curitiba, não encerra a temporada de caça a Lula e significa uma nova etapa na disputa política. Do mesmo molde que o vazamento das conversas de Dilma e  Lula – que expôs Rodrigo Janot –, e sua condução coercitiva – que expôs a Lava Jato. Agora, obrigará o Judiciário a tomar uma atitude, coibindo o arbítrio, ou rasgar a fantasia e assumir-se definitivamente como poder discricionário.

Peça 2 - a acusação

A peça de acusação leva aos limites da teoria do domínio do fato, comprovando definitivamente a orquestração política, da qual o MPF é peça central.

O que faz ela?

1. Descreve todas as injunções do presidencialismo de coalizão, mostrando que as barganhas são fundamentais para a governabilidade.

2. Depois, lista várias barganhas no governo Lula - entre as quais as diretorias da Petrobras - admitindo que eram essenciais para a governabilidade. Mas... no caso de Lula a barganha serviu para financiar os partidos, para enriquecimento pessoal e para perpetuar o PT no poder. Pouco importa os diversos depoimentos sustentando que barganhas com a Petrobras existem há décadas. E o maior beneficiário pessoal da corrupção foi Lula.

A prova do pudim é provar que Lula enriqueceu com dinheiro ilícito. Bate no tríplex:

Diz a acusação: Lula visitou o tríplex com o presidente da OAS e com dona Marisa. Logo é prova de que é dono do tríplex.

Diz a defesa: dona Marisa tinha cotas do edifício em questão. O tríplex foi oferecido a ela pela OAS. Lula visitou-o com Léo Pinheiro e dona Marisa. Não gostou e não ficou com o imóvel.

Prova do pudim: qualquer documento que comprove que Lula algum dia teve a propriedade do imóvel. A acusação não apresentou nenhum, porque "não temos provas, mas temos a convicção". A defesa apresentou as provas de que o apartamento tem outro proprietário.

A segunda “acusação” foi a de que a OAS bancou a guarda dos bens que Lula acumulou, enquanto presidente.

Prova do pudim: provar que os bens têm valor monetário para Lula.

Realidade: são bens da Presidência de República sob guarda do ex-Presidente. Portanto, inegociáveis.

A comprovação final seria a investigação das contas do escritório Mossak Fonseca, especializado em lavagem de dinheiro. O tríplex em questão era de alguém com conta em paraiso fiscal montada pelo escritório. Mas, assim que se depararam com uma conta offshore em nome da família Marinho, a Lava Jato interrompeu as investigações sobre a Mossak Fonseca. Nada mais se disse, nada então vazou.

Montaram um edifício retórico em cima de uma estrutura de bambu com requintes de crueldade, ao indiciar dona Marisa. E agora?

Peça 3 - os desdobramentos políticos

O objetivo do carnaval foi influenciar as próximas eleições municipais e preparar a cama para a denúncia de organização criminosa que o PGR está prestes a apresentar ao Supremo.  Mas a  insuficiência da acusação cria um enorme problema para o juiz Sérgio Moro e o TRF4.

O envolvimento do juiz com a acusação - fato que afronta qualquer norma de direito - foi saudado como sinal de profissionalismo, do juiz que sabe o que está acontecendo e impõe mudanças no rumo das investigações, quando considera que não estão bem embasadas.

Moro derrotaria Moro, não aceitando a denúncia? Evidente que não.

A bomba, então, será transferida para o TRF4. O endosso à acusação significará um passo largo em direção ao arbítrio e um tiro no coração do argumento de que Moro jamais foi questionado pelos tribunais superiores por ser dotado de uma técnica jurídica superior.  Jamais foi questionado ou por afinidade política ou por receio do rugir da besta das ruas.

A prova dos 9 será a tramitação dessa denúncia que traz desdobramentos complexos para o nosso Xadrez.

Ela foi atacada pelo PT por razões óbvias; e por blogueiros estreitamente ligados ao Gilmar Mendes e José Serra, por razões sutis. O grupo de Gilmar se valeu da acusação para enfraquecer a Lava Jato, prevenindo eventuais futuras ações contra Serra e Aécio Neves. De um lado, festejam mais uma ofensiva midiática contra Lula. De outro, celebram a fraqueza penal da acusação.

Conseguindo emplacar a tese da mediocridade da peça acusatória - tarefa facilmente demonstrável - se fortalecerá a reação, quando, em um ponto qualquer do futuro, a Lava Jato se dignar a olhar para o PSDB. Saliente-se que a peça é vergonhosa, mesmo.

Mas, por outro lado, poderão prejudicar a estratégia macro, de inabilitação de Lula para 2018. Preso por ter cão; preso por não ter cão.

Como pano de fundo, tem-se movimentos tectônicos na política, com o quadro partidário começando a ser redesenhado após o terremoto.

Peça 4 - o fator PSDB e a frente do golpe

A lógica do xadrez é insuficiente para abarcar as múltiplas possibilidades que se abrem, pelo fato de haver vários atores aliando-se taticamente em um momento, entrando em conflito no momento seguinte, sem nenhuma coerência ideológica, nem histórico de lealdade pessoal. É quebra-pau de saloon de faroeste. O mais bonzinho traiu o melhor amigo no dia seguinte ao da sua nomeação.

A primeira grande confusão são as expectativas de cada ator que se uniu para deflagrar o golpe:

·       A camarilha dos 6, de Temer: apostando em ir além de 2018. Para tanto atuará em duas frentes: evitará medidas que possam ampliar a impopularidade; jogarão para adiar as eleições de 2018, inclusive apostando no endurecimento do regime. E, consequentemente, serão gradativamente deserdadas pelo mercado.

·       Os PSDBs: de Aécio e Alckmin em conflito cada vez maior com a camarilha dos 6 e entre si. Seu principal agente, o Ministro Gilmar Mendes, tem poder de fogo no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), podendo se dar por ali o desfecho dos conflitos. José Serra está fora do jogo maior, louco para ser abrigado pelo PMDB de Temer, e também tem Gilmar como aliado.

·       Temer equilibra-se entre os dois grupos. É político menor que se move por sobrevivência política de curto prazo e precisa ser guiado. Antes, o cão-guia era Eduardo Cunha. Agora é Eliseu Padilha e Romero Jucá. Se precisar se apoiar no PSDB, aderirá.

·       O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, começando a se entusiasmar com a possibilidade de ser um substituto de Michel Temer, caso o “Fora Temer” e os conflitos com o PSDB forcem o TSE a impichá-lo também.

·       O PGR Rodrigo Janot, jogando preferencialmente com o PSDB de Aécio Neves, mas tendo como objetivo maior a destruição de Lula e do PT. Adiará o máximo possível qualquer denúncia contra Aécio. É ambicioso e abraça apaixonadamente qualquer causa que lhe garanta poder, mesmo que seja totalmente contrária à paixão anterior.

·       O STF (Supremo Tribunal Federal), preso em suas contradições e temores.

Todas as alternativas abaixo são possíveis, dependendo das circunstâncias do momento:

1.     Uma aliança entre Gilmar-Aécio-Rodrigo Maia-Janot visando impugnar Temer a abrir espaço para um governo do PSDB tendo Maia como presidente, Gilmar atuando junto ao TSE e Janot junto ao STF, tirando da maleta mágica denúncias contra a camarilha.

2.     Uma aliança entre Gilmar-Temer-PSDB-Janot, com recrudescimento político, com o aumento da ofensiva do Ministro da Justiça e do Gabinete de Segurança Institucional com as PMs estaduais em torno da figura do inimigo interno. O PGR ampliaria o exercício do direito penal do inimigo, tentando conferir algum formalismo legal ao jogo e ajudando a dizimar os políticos recalcitrantes.

3.     Uma aliança Temer-Serra-Renan, esvaziando a camarilha sem abrir espaço para o PSDB.

Peça 5 - o fator Lula e PT  

É nesse quadro confuso, de um grupo de poder heterogêneo, sem lealdades e sem projeto de poder – a não ser o de leiloar o país – que se entende mais facilmente a ofensiva contra Lula. Depois do vexame de ontem, a Lava Jato virá com outro inquérito secreto, usando o modelo Gilmar Mendes no TSE, pretendendo investigar UMA empresa que contratou UMA palestra de Lula. Repito: UMA. A síndrome do Fiat Elba – que serviu para condenar Fernando Collor - não os abandona.

Nos próximos meses haverá mudança drástica no panorama dos partidos políticos, especialmente os de esquerda, com o PT dizimado pelo “mensalão” e o “petrolão”, e com uma direção incapaz de entender os novos tempos e sem a iniciativa de abrir o partido para a renovação, sequer para o belo think tank representado pelo Instituto Perseu Abramo.

Há dois caminhos possíveis:

1. A manutenção do PT atual, com algum arejamento na direção, ambicionando manter o protagonismo de uma frente de esquerda.

2. A criação de um novo partido, juntando o PT e partidos menores e políticos progressistas ainda aninhados no PMDB, PSB e outros.

O segundo caminho é defendido por lideranças expressivas do PT, como o governador do Piauí Wellington Dias. Seria a maneira de arejar o partido e permitir a montagem de uma grande frente.

Se o PT insistir em se colocar à margem, mantendo a gerontocracia que o governa, e pretender liderar essa frente de esquerdas, será engolido rapidamente por algum novo partido que surgir com esse propósito.

Por isso mesmo, prepare-se para, dentro de algum tempo, conviver possivelmente com uma nova sigla de esquerda.

Em qualquer quadro, a presença política de Lula é componente central: as esquerdas se recompõem sem o PT; mas demorarão muito mais a se recompor sem Lula.

Quem ouviu o discurso de Lula, ontem, saiu com a certeza de que, se o deixarem solto, em pouco tempo arregimentará seguidores para a frente das esquerdas. Por isso mesmo, seria medida de prudência ficar atento aos alertas de Felipe Gonzáles e reforçar a segurança de Lula.

A política ingressa definitivamente em um novo ciclo e Lula é a única liderança nacional sobrevivente desses tempos de terremotos e redes sociais.

 

Média: 4.3 (65 votos)
154 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Plano B feito nas coxas

A coluna de Janio de Freitas de ontem insinua que a Força Tarefa estava segura de que Leo Pinheito não continuari isentanto Lula, na questão do apartamento, em seu novo depoimento ao Moro, no dia anterior. Na manhã de quarta, Monica Bergamo informava que a FT passou a noite finalizando um trabalho que tinha tudo para ser apresentado naquele mesmo dia. Não sabia que era um mero PPT.

Meu palpite é que já tinham uma versão da denúncia em que poderiam usar a delação de Pinheiro. O depoimento não saiu de acordo com a encomenda e tiveram que fazer o trabalho porco, que acabaram apresentando. Deixaram para trabalhar no plano B depois que ficaram sem o plano A. Coisa de gente ruim de serviço!

Em tempos de paralimpíadas, levam medalha de ouro em tiro a esmo na categoria 45-tucanos retardados mentais.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

WRamos

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de jose adailton v ribeiro
jose adailton v ribeiro

O que a politica faz

Sem entrar no mérito do conteúdo jornalístico e nem na fundamentação das informações do texto abaixo, isoladamente poderia ser a leitura de um jornal da década de 1950 até meados da década de 1960. Continuamos os mesmos politicamente, isto é verossímil?

"Anos atrás, o ex-presidente espanhol Felipe Gonzáles alertou Lula, conforme testemunhou o governador do Piauí Wellington Dias:

-- Lula, prepare-se que eles vão querer te processar, cassar ou prender. Se não conseguirem, vão tentar te matar.

O alerta, com pitadas trágicas, não é para ser ignorado. O próprio Gonzáles fora alvo de uma caçada implacável, parceria da mídia com o Ministério Público espanhol. Não apenas ele. Trata-se de uma luta política global que tem vitimado, uma a uma, as principais lideranças da socialdemocracia mundial. No caso brasileiro, de forma mais explícita devido ao baixíssimo nível dos principais protagonistas políticos, jurídicos e midiáticos envolvidos."

Seu voto: Nenhum

PGR

Já viram as declarações estapafúrdias do PGR, agora (17/9 às 16 horas) no portal da Globo? Os meninos mimados de Curitiba não estavam sós, ao cometerem o crime da denúncia vazia ... 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Atualização BOMBA: FREUD explica CURITIBA!

BOMBA: "Freud explica" aquele espetáculo patético de Curitiba! Tenho~convicção~e tenho~prova~também! Testemunhal! Do próprio! 

Denúncia de “corrupção” em Curitiba? Na verdade, atentado ao pudor: Brasil obrigado a assistir à ejaculação precoce de um adolescente afeito à masturbação

Por Romulus

 “Denúncia” em Curitiba foi, na verdade, um atentado ao pudor: Brasil foi obrigado a testemunhar a ejaculação precoce do adolescente. E num sexo solitário: era apenas masturbação do jovem.

– O perfeito casamento entre ignorância, “limitação intelectual” e má-fé. E ainda: inglês “the book is on the table” + PowerPoint nível corrente chata de email + conhecimentos de Ciência Política, Geopolítica e Economia – e até de Lógica! – dignos de um secundarista de província.

– Memes... muuuuitos memes: dfinitivamente "a internet não soube lidar" com os PowerPoints do Dallagnol.

– O pior é que, no final, cabia a nós fazer a pergunta clássica: foi bom para você quanto foi para mim, "doutor"??

– E para fechar: Ciro d’Araújo, sem dó nem piedade, desnuda (oh!) o tal do adolescente afeito à masturbação. Ciro é fera: conta até por que Moro saiu correndo para devolver o passaporte da mulher do Cunha.

– Mas não antes de uma BOMBA: "Freud explica" aquele espetáculo patético de Curitiba! Tenho~convicção~e tenho~prova~também! Testemunhal! Do próprio! 

*   *   *

Parte 1: ejaculação precoce do adolescente afeito à masturbação

Instado até por leitores, ia escrever sobre o vexame da “Torça Farefa” da Lava a Jato em Curitiba ontem.

Não preciso.

Nassif (“Denúncia inepta da Lava Jato expõe o Ministério Público”) e o meu amigo Ciro d’Araújo (como verão no final deste post) esgotaram o episódio. Assim, sinto-me dispensado de comentar aquela "ejaculação precoce" de adolescente  em não mais que uma masturbação! Um sexo solitário, auto-estimulado e sem outro destinatário além do praticante – que o Brasil inteiro foi obrigado, constrangido, a testemunhar ontem em rede nacional. Auto-estímulo egoísta... egocêntrico. Até mesmo um tanto autista... completamente descasado da realidade e do "pudor" da sociedade, ali ao redor.

E o pior: nem assim! Nem no "cinco contra um" o cidadão teve bom desempenho!

Ejaculação precoce, frustrada... para ele e para os seus. E momento paradigmático da expressão "vergonha alheia" para o resto de nós.

O pior é que, no final, cabia a nós, alheios àquela sessão de masturbração, fazer a pergunta clássica:

– Foi bom para você quanto foi para mim, "doutor"??

A acusação daquele dia?

Não pode ser outra:

– Atentado ao pudor!

E por falar em "pecado"...


Pecado para mim é escrever "porque" no lugar de "por que". Critérios diferentes...

Mas fazer o quê? O cara só pensa "naquilo"... tá na "fissura":

À guisa de introdução ao que o Ciro diz no final do post acrescento apenas o seguinte:

Comentava, no post de ontem (“Golpe: não basta raposa no galinheiro. Faltam mapa$ das mina$!”), que uma frustração minha é nunca ter "embarcado" numa plataforma de petróleo. Uma vez quase rolou uma visita, lá na Bacia de Campos.

Eram outros tempos...

Boom das commodities, Brasil menina dos olhos do mercado e do mundo, subindo de 7a para 6a economia, maior descoberta de petróleo em 3 décadas e o coroamento, com "graduação" do pais diante dos demais: a escolha para sede das Olimpíadas do “distante” 2016.

Bons tempos:

Quem diria que seria tão fácil de sabotar?

Quem da minha geração, aquela que cresceu na redemocratização, cogitava que pudesse haver, no seu tempo de vida, um golpe de Estado?

Digo, no Brasil – e não no Paraguai ou em Honduras. Ou na África.

Quem poderia saber que 3 corporações do Estado – Judiciário, MPF e PF – iam se fechar numa guerra de tudo ou nada contra um dos polos políticos, pouco importando a terra arrasada que fica pelo caminho?

Quem poderia saber que a mídia, jogando contra seus interesses econômicos não imediatos, ia articular esse exército?

Quem poderia supor que a elite do funcionalismo público – procuradores e juízes federais concursados – regiamente pagos e com caros cursos de pós-graduação no exterior – fossem tão simplórios? Com conhecimentos de Ciência Política, Geopolítica e Economia – e até de Lógica! – dignos de um secundarista de província?

Aliás, até conhecimento de Inglês lhes falta... o que não deixa de ser algo um tanto bizarro para esses americanófilos que confundem a narrativa a que assistiram na Disney – a “Disney” real e a figurada – com a História real dos EUA e com o funcionamento real das suas instituições.

Anoto a falta de conhecimento do Inglês porque tenho hoje um certo ceticismo com relação ao aproveitamento que essa "elite" possa ter feitos dos cursos a que “assistiu” no exterior. Como pode alguém que fez um LL.M., mestrado jurídico (!) de um ano, em Harvard (!!), como o juiz Sergio Moro, traduzir expressão tão fundamental para o Direito como "rule of law" de forma – pseudo! – literal, como "a regra da lei" (sic)?!

Sim, o juiz Moro o fez neste ano, numa sentença da Lava a Jato. Talvez na dos grampos – duplamente! – presidenciais. Já não lembro ao certo...

Questiono hoje o aproveitamento das leituras e das aulas em Harvard de alguém que nunca percebeu que "rule of law" – de novo: expressão fundamental! – significa, na verdade, "império da lei". Ou até mesmo "Estado de direito"!

Se não sabia disso, o que terá compreendido do restante?!

A sério: erro primário desses nem estagiário meu, na primeira semana de trabalho, cometeria. Isso porque se cometesse não teria sido nem contratado. Ora, já no processo seletivo eu cobrava – e eu mesmo fazia questão de corrigir – tradução de um texto jurídico em inglês.

Diante da minha seleção – demasiado criteriosa? – é certo que não teria tido o prazer de ter o “Dr.” Moro – “Dr.”? Ele tem doutorado? – como estagiário.

Mas os de Curitiba conseguem ir além:

Os slides de Powerpoint do Dallagnol hoje não deixam dúvidas: trata-se do perfeito casamento entre ignorância, “limitação intelectual” e má-fé.


Atenção! É neste slide em que a "Torça Farefa" (sic) determina a condução coercitiva do Sérgio Abranches. O intelectual não sairá da prisão preventiva do Moro até delatar esse tal  de "presidencialismo de coalizão". E a paternidade do Lula, é claro!


Dallagnol indo além no Pacote Office: ousou com as fontes no Word também.


Mas ele é um menino tradicionalista: depois de brincar com as fontes, voltou à Times New Roman, 12, preto, espaço símples, texto justificado. Glória!


Tá maluco? É claro que Dallagnol não entendeu esse meme. Vocês realmente acreditam que ele viu "Pulp Fiction"?! Não... enquanto crescia ele assistia a filmes com as aventuras da cachorrinha Lessie, a amiga da vizinhança.

 


Por outro lado, tem gente do pá virada - será "encosto"? - que fuma um bagulho estranho e tem "brainstorm" muito mais interessante...


"Procurador literário". E sem medo de polêmica! É o Dallagnol ou Professor Antônio Cândido na foto? Fiquei confuso...


Já já o Ciro te explica essa história... aguenta aí! A Claudia Cruz não vai a lugar nenhum! Oh, wait...


Dallagnol esquece por um breve momento os hinos de louvor e se aventura com os Beatles. Mas não se preocupem: o menino não chegou nem perto de "Lucy in the Sky with Diamonds". Tá amarrado e repreendido! Isso é coisa de tucano! Meia tonelada que voa de helicóptero...


Ninguém segura! "Brasil Grande!", "Brasil Potência!". Olha o resultado das delações "de peso": Kepler, Copernicus, Galileo e Newton. Como se diz no meu Rio de Janeiro: "Te mete com a "Torça Farefa" pra tu vê o que te acontece, mané!"... "Faca na Caveira!"... "Olha o Caveirão subindo o morro!"...

"Ai, que loucura"? Não... meme errado...


"Isentão": Dallagnol não se deixa influenciar nem mesmo por matérias do oligopólio midiático brasileiro. Haja obstinação!


Será que Dallagnol está flertando com uma nova fé? Saberemos de tudo logo mais no programa da Luciana Gimenez.


Sejamos justos: muitos outros no mundo também têm convicções sem ter provas. Por que só pegamos no pé do Dallagnol?

Até os famosos – e reacionários – "comentaristas de portal" acharam a peça acusatória do MPF um lixo inepto. Pergunta: isso importa no Brasil de hoje?

Como se perguntou o meu amigo Ciro, enquanto assistia estarrecido à coletiva de imprensa:

– Na peça acusatória o MPF também pede a prisão do Sergio Abranches, por cunhar o termo "presidencialismo de coalizão"?!

Ora, tenham paciência: o Brasil é muito maior que as apostilas dos cursinhos preparatórios para concursos públicos!

Nesse ponto, aliás, tenho que concordar com um ponto pisado e repisado pelo colunista André Araújo, aqui no GGN:

– Quando que essas pessoas, tão "qualificadas", conseguiriam os mesmos salários na iniciativa privada?

Acrescento:

– Com o inglês do Moro e os powerpoints do Dallagnol?

Resposta:

– Nunca!!

*

O resultado podia ser outro?

Se me contassem, nos 4 “gloriosos”, de 2008 a 2012, que estaríamos aqui hoje, nunca acreditaria!

*   *   *

Parte 2: Ciro d’Araújo desnuda (oh!) o pobre adolescente afeito à masturbação


Filme comédia-besteirol "safadinho" dos anos 90. A piada? A masturbação do jovem, ora. Que tinha uma afeição demasiada à "prática"... o que o levava, inclusive, a praticá-la em locais socialmente inadequados, como na frente de pessoas que não queriam testemunhar aquele vexame. Soa familiar?

Diz o meu amigo Ciro:

Minha opinião: Força Tarefa de Curitiba sentiu o cheiro do acordão que está desenhado em BSB (e por força tarefa de Curitiba entenda-se MP, PF, Juiz E mídia específica, especialmente a revista época). Não gostaram disso. Gostaram de ser o centro das atenções da política nacional. 

Aproveitaram decisão crítica do Ministro Teori a pedido da defesa de Lula e a citaram na abertura de sua fala. Declaração essa que o ministro mandou retirar da decisão e disse arrependido de ter feito - depois da entrevista coletiva. Recado mais claro só se uma mão desenhasse MENE MENE TEKEL UPHARSHIM na parede da procuradoria em Curitiba.

Número, Número, Balança, Divisão - essas são as palavras em aramaico que a mão divina escreve na parede do Rei Belshazzar, descrito pelo livro do profeta Daniel. A interpretação do profeta foi: seus atos foram pesados e achados inadequados, seu reino será dividido.

Os procuradores de Curitiba, aproveitando a "contextualização" criaram uma peça de elevadíssimo conteúdo político e baixíssimo conteúdo jurídico: "Lula é o general da propinocracia". Perguntados por que não o denunciaram por isso - jogam a bola para Janot e para o STF. Esperam que a opinião pública os mova na direção de sua inquisição contra a corrupção e que o STF novamente julgue com "a faca no pescoço". Para isso contam com a mídia.

Cometeram também outro erro elementar. Erro esse que talvez seja corrigido por Moro, que é mais sagaz. Arrolaram Dona Marisa na denuncia. Podem esperar uma reação corporativa generalizada de todo o espectro político. Existe uma razão pela qual Moro é tão cuidadoso com relação a Claudia Cruz.

[Romulus: genial, meu amigo Ciro!!]

“Lula agiu como lobista”... poderia ser uma acusação que se sustentasse com os elementos constantes na denuncia. Húbris (e alguns jornalistas que também sofrem do mesmo mal) os fez mirar mais alto. Com direito a pergunta de jornalista internacional "é necessário usar alguma teoria de direito estrangeira para fazer essa denuncia"? Se referindo, claro, à denuncia que não foi feita, por incompetência jurídica - a de organização criminosa.

Outra coisa que não contam é com a reação dos verdadeiros donos do poder. O mercado queria tirar a rainha estatista do poder, mas agora quer que as coisas voltem a normalidade. O acordão está desenhado com a aprovação do mercado. Agora podemos voltar à nossa programação normal - mas quem ganhou poder não quer se desfazer dele. 

Curitiba não quer ceder a condição de capital de volta a Brasília. Cederá, por bem ou por mal.

A bola vai ficar com Janot. Ele que cuide da guerra civil juridico-política que se instalará. 

"Quem pariu Mateus, que o embale", já dizia o ditado.

E o Ciro fecha com:

PS:  Nem nos neologismos esse pessoal consegue ser original. “Propinocracia” é versão tabajara da “Tangetopolis” italiana. “Cleptocracia” é uma palavra tão mais bonita e elegante.

[Romulus: concordo em gênero, número e grau com Ciro. Em tudo. Até com a falta de requinte linguístico na “criação” de neologismos lá em Curitiba]

*   *   *

Vídeos aleatórios do dia

Anote, pervertido: por que "masturbação é pecado"?

(?!?)


Assistir a esse vídeo, mesmo que por apenas uns 30s, deixou algumas coisas claras para mim sobre ontem...

Sabe... Freud?

Sabe... sublimação de instintos básicos e os seus reflexos deletérios sobre a personalidade?

Então...

Sorry, mas a citação do pai da psicanálise vai em inglês mesmo:

>> Sublimation of instinct is an especially conspicuous feature of cultural development it is what makes it possible for higher psychical activities, scientific, artistic or ideological, to play such an important part in civilized life. If one were to yield to a first impression, one would say that sublimation is a vicissitude which has been forced upon the instincts entirely by civilization. But it would be wiser to reflect upon this a little longer. In the third place, finally, and this seems the most important of all, it is impossible to overlook the extent to which civilization is built up upon a renunciation of instinct, how much it presupposes precisely the non-satisfaction (by suppression, repression or some other means) of powerful instincts. This cultural frustration dominates the large field of social relationships between human beings we know already that it is the cause of the antagonism against which all civilization has to fight.

Fala sério!!

Dr. Freud não era fraco não, hein...

Olhando a recíproca de outra citação do (esse sim!) "doutor", chegamos à seguinte paráfrase:

>> Muuuuuitas vezes um charuto não é apenas um charuto.


Ôô!!
"Freud explica" sim... e como!!

Concluo com um apelo desesperado:

– Chamem o alienista com urgência! Afinal, "Bagé" não estã tão longe de Curitiba... é questão de Segurança Nacional!

*

E, depois do riso, o choro.

Requiem pelo Brasil:


Outra dica do Ciro. O cara joga nas 11!
E não é de perder tempo com "5 contra 1"... afinal, seus 13 anos já passaram...

*   *   *

(i) Acompanhe-me no Facebook:

Maya Vermelha, a Chihuahua socialista

(perfil da minha brava e fiel escudeirinha)

*

(ii) No Twitter:

@rommulus_

*

(iii) E, claro, aqui no GGN: Blog de Romulus

*

Quando perguntei, uma deputada suíça se definiu em um jantar como "uma esquerdista que sabe fazer conta". Poucas palavras que dizem bastante coisa. Adotei para mim também.

Seu voto: Nenhum
imagem de jose adailton v ribeiro
jose adailton v ribeiro

De volta para o futuro

Num  raciocínio simplista, partindo do princípio de que o mal deve ser combatido pela raiz, nada mais lógico que a Lava a Jato queira acabar com o PT.  Se o partido dos trabalhadores é ou não é a gênese da corrupção do Estado ,é uma questão que gera controvérsias e está dividindo a nação. Lula , seus seguidores e simpatizantes vão lutar para , no mínimo, hastear a sua bandeira de hosnestidade e de salvador da pátria. Daí, o segundo passo inevitável virá com a derrota dos "meninos" e sua turma seguido pelo sprint rumo a 2018. No meio do caminho tombarão Moro, Janot, Temer, entre outros. Mais do que uma jararaca é a poderosa Fênix que resurgirá . O tempo , só tempo é quem pode mostrar a foto da desilusão.

Seu voto: Nenhum

TÁ!

E se eles resolverem fazer uma encenaçãozinha com Aécio ou Serra ou Padilha ou Moreira, um indiziozinho de araque, uma ação da PF na casa de um deles apenas para inglês ver e depois prender o Lula, dizendo, "ó, nós não somos parciais, tamos atrás dos tucanos, tbm"???

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Esculhambação geral

O Temer e seu ministério estão ai para não me deixar mentindo sozinho. 

Quem manda no mundo parece que encheu o saco, se os daqui não querem melhorar, então deixa esculhambar de vêz.

Os partidos políticos estão piorando em vêz de melhorarem, as instituições governamentais foram cooptadas por carreiristas que não veem a hora de se lambuzarem no poder.

Só nós, o povo brasileiro é que podemos por cobro a esta bandalheira.

Sem vontade popular, vamos para o fundo do poço.

Costuma acabar em guerra situações como esta, o planeta está cheio e exemplos.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Follow the money, follow the power.

imagem de Ricardo S
Ricardo S

"A comprovação final seria a

"A comprovação final seria a investigação das contas do escritório Mossak Fonseca, especializado em lavagem de dinheiro. O tríplex em questão era de alguém com conta em paraiso fiscal montada pelo escritório. Mas, assim que se depararam com uma conta offshore em nome da família Marinho, a Lava Jato interrompeu as investigações sobre a Mossak Fonseca. Nada mais se disse, nada então vazou" (Nassif).

---------

Conforme a defesa de Lula,  "O imóvel que teria recebido as melhorias, no entanto, é de propriedade da OAS como não deixa qualquer dúvida o registro no Cartório de Registro de Imóveis ... Após visitar o Edifício Solaris e verificar que não tinha interesse na aquisição da unidade 164-A que lhe foi ofertada, ela optou, em 26.11.2015, por pedir a restituição dos valores investidos. (Matricula 104801, do Cartório de Registro de Imóveis do Guarujá), que é um ato dotado de fé pública". http://www.jb.com.br/pais/noticias/2016/08/26/indiciamento-de-lula-e-marisa-e-uma-peca-de-ficcao-afirmam-advogados/

 

Uma ligação da revista Epoca, da Globo, levou a PF a antecipar as buscas da operação Triplo X, que visava achar provas contra Lula, mas acabou achando, na mesa de um dos presos na operação, documento que citava Paula Marinho, herdeira da Globo (http://www.viomundo.com.br/denuncias/panama-papers-confirmam-viomundo-fi...). Curioso é que a própria reportagem da revista conta que os investigados - que foram presos e logo foram soltos, após alguns blogs descobrirem as ligações da Globo com a Mossack - ficaram assustados com a ligação telefonica da revista e puseram-se em seguida a destruir documentos. Sabendo-se hoje do caso da mansao de Parati, pode-se imaginar o porquê do susto com uma ligação vinda da reportagem daquela revista.

 

"Nova fase da Lava Jato mira na OAS, mas pode acertar Lula

MP diz que todos os apartamentos do condomínio onde ex-presidente tem triplex reservado serão investigados

DANIEL HAIDAR| DE CURITIBA

27/01/2016 - 21h15 - Atualizado 27/01/2016 21h15

P { margin-bottom: 0.21cm; }A:link { }

Numa conversa telefônica gravada em 22 de janeiro pela Polícia Federal, uma jovem responde ao pai, atarefada: "Daqui a pouco eu vou. Só vou terminar de picar os papéis que a máquina parou, tava esperando ela voltar". A conversa foi o estopim para a deflagração da operação Triplo X, a 22a fase da Operação Lava Jato. A jovem era Carolina Auada e o pai era Ademir Auada, um dos responsáveis na empresa panamenha Mossack Fonseca pela abertura de offshores destinadas a esconder a origem do patrimônio de clientes.

Ademir e Carolina destruíram documentos depois que uma das interlocutoras do escritório, a ex-funcionária da Bancoop Nelci Warken, ligou preocupada. Nelci se assustou quando a reportagem de ÉPOCA tentou entrevista-la sobre a offshore Murray Holdings. Nelci foi procurada porque tinha, teoricamente, enfrentado a Murray Holdings em um processo judicial em que ficou acertado o repasse de oito imóveis de Nelci para a Murray Holdings. Nelci não quis responder a ÉPOCA quem era o responsável pela Murray e o motivo do repasse dos imóveis. Mas ficou preocupada a ponto de acionar comparsas para destruir provas da offshore.

P { margin-bottom: 0.21cm; }A:link { }

A destruição de provas motivou um mandado de prisão temporária contra Nelci e outras cinco pessoas ligadas à Mossack Fonseca. Os investigadores suspeitam que Nelci seja laranja de um misterioso proprietário de um triplex no condomínio Solaris, no Guarujá, registrado em nome da Murray Holdings ..." 

P { margin-bottom: 0.21cm; }A:link { }

http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2016/01/nova-fase-da-lava-jato-mira-na-oas-mas-pode-acertar-lula.html

 

Seu voto: Nenhum

Peças 4 e 5

Eu vou me concentrar-me nas peças 4 e 5 do xadrez, mais vinculadas a uma questão política sem o nível medíocre da acusação em termos jurídicos. A situação do governo golpista passará por testes cada vez maiores. Problemas internos e externos se acentuarão cada vez mais para aquela coalizão. Do lado da oposição de resistência, resultados eleitorais fracos em outubro deverão deslocar o centro político da esquerda e forçar a reorganização para 2018.

Temer é realmente um político menor e frágil, com vulnerabilidades na ação do Tribunal Superior Eleitoral, bem como na própria Lava Jato que são mais consistentes do que as acusações imputadas ao presidente Lula. Os interesses políticos são realmente de curto prazo, visando comprar o máximo de sobrevivência para manter poder e influência, atender interesses regionais e tentar neutralizar qualquer tentativa da Lava Jato contra eles. Na Bahia, Geddel é visto como irresponsável, ganancioso, que faz escolhas tão equivocadas que fizeram ser mais fraco do que poderia, e corrupto até por aliados. O poder federal é visto como uma forma para não depender tanto de ACM Neto e reconstruir uma base de poder própria. As concessões serão um prato cheio para isso, como as companhias de saneamento e os aeroportos que já estavam sob a influência deles.

Mas as ambições de longo prazo existem e podem criar choques enormes com os setores do PSDB que desejam total hegemonia a partir de 2018. Em São Paulo, Temer busca solidificar um polo de poder próprio, ao lado de Serra e Kassab, usando Marta. O grande mentor da aliança é o chanceler que por sua maneira truculenta pode criar uma fissura irreparável com Alckmin. Há uma enorme probabilidade de Marta tirar João Dória Junior de um eventual segundo turno, com votos úteis até de eleitores de esquerda. Mas tal aliança pode jogar pela direita também, se mostrando mais reacionária que o PSDB tradicional, com figuras como Paulo Skaf e Alexandre de Moraes. Aécio, sem poder em Minas, pode se ver forçado a repetir a adesão a um governo peemedebista, caso a Operação Acrônimo consiga derrubar Fernando Pimentel. E o pior é que não há nenhum árbitro no seio tucano que possa pacificar o partido e dar um norte comum. O “patriarca” FHC não conseguiu nem influir na escolha do candidato a prefeitura de São Paulo. Aécio tem a vantagem de ter o diretório nacional e Alckmin tem o controle de São Paulo.

Hoje, a figura que poderia desequilibrar o jogo nacional é Gilmar Mendes. Ele controla a pauta do TSE e da Segunda Turma do STF (responsável pela Lava Jato). Ele é muito ligado ao PSDB, mas possui interesses particulares, bem como relações pessoais que podem decidir toda a situação. Na decisão que salvou Russomanno, ele foi decisivo para fortalecer um candidato ligado à Igreja Universal, aliada do governo golpista, além de ser uma ameaça direta contra o candidato de Alckmin, agradando José Serra. E ele passou a criticar o processo da Lava Jato, após a deposição da presidenta Dilma.

Na Câmara, o governo golpista não poderá contar com os que traíram Cunha para aprovar medidas impopulares, pois quem trai um amigo em nome de popularidade, não vai querer aumentar idade de aposentadorias. O núcleo de oposição de 100 a 120 deputados é frágil, mas qualquer defecção da antiga oposição (PSDB e DEM) ou de elementos do Centrão poderá produzir derrotas sólidas. A eleição de fevereiro promete.

No PMDB, a força moderadora é Renan Calheiros, um político muito político, mas que possui ainda alguns traços de sensibilidade social. É do Nordeste, região mais prejudicada com as políticas concentradoras do governo federal, além de ser pai de um governador. Qualquer tentativa de restrição de direitos pode ser uma tragédia eleitoral maior que uma acusação da Lava Jato. Mas sua influência tende a se enfraquecer a partir de fevereiro, quando sairá da presidência do Senado. Ele tentará emplacar o sucessor, Eunício Oliveira, também nordestino, mas principal inimigo de Ciro Gomes, aliado importante do PT. Eunício se absteve na inabilitação para não arriscar perder votos dos que disseram não ao golpe. Um ataque da Lava Jato a Renan e seu grupo pode fortalecer a ala tucana, mas tiraria qualquer possibildade de maioria no Senado. O PSDB tentará apoiar uma candidatura avulsa. Mas um acordo dando a Câmara é o cenário mais provável.

A inabilitação de Lula é um risco que nem a própria direita quer tomar. Significa jogar 25% a 30% dos votos no limbo, disponíveis para qualquer candidato que teria chances reais de vencer a eleição. 2018 seria uma eleição tão arriscada que muito provavelmente eles precisariam contar com a hipótese de adiamento para tentar um “vôo de galinha” na economia. A tentativa de fazer a eleição ser em 2020 daria o tempo para que o polo apoiador do golpe consiga se unificar.

Marina terá muita dificuldade de fazer campanha, caso a atual legislação se mantenha. O PPS é facilmente cooptável e o PSB é presidido pelo desafeto Carlos Siqueira. Até mesmo uma intervenção favorável da família Campos seria complicada. E por mais que a Rede tenha elementos progressistas, Marina dificulta um mínimo de repactuação com a esquerda. O apoio à inabilitação é de uma estupidez enorme.

A eleição municipal aponta um cenário bastante difícil para o PT. No Centro-Sul do país, o partido perdeu nomes e candidaturas petistas ou do PC do B são superadas pelo PSOL em muitos lugares. E o voto petista tem migrado por utilidade para a alternativa menos conservadora. Isso será muito negativo e visto como uma posição favorável ao golpe. Mas por outro lado, onde há oposição ao golpe, as candidaturas de esquerda são viáveis. O centro político da esquerda brasileira vai ter que sair do Centro-Sul para o Nordeste. As lideranças mais preparadas e fortes estão lá, como os governadores Wellington Dias, Rui Costa e Flávio Dino.

A reforma eleitoral vai forçar uma compactação partidária, mas a maior necessidade é uma democratização interna que permita burocracias mais abertas e o surgimento de novas lideranças. O PT não vai poder se fechar e controlar sua vida interna para pacificar a política de alianças. A abertura de espaços coletivos, além do espaço partidário, vai ser essencial para a legitimação desse novo momento e retomada de espaços perdidos.

Lula é a maior figura política do Brasil, pois os campos se organizam ao seu redor. E nenhuma pessoa mais do que ele sabe que uma reorganização do campo nacional, democrático e progressista deve ser feita de acordo com novos parâmetros. A lógica da governabilidade por maioria e submissão aos aliados, sacrificando o próprio partido, está superada. Mas o seu legado de políticas públicas é fundamental para qualquer esboço de política de esquerda no Brasil.

Seu voto: Nenhum

Bela análise!

Merece ser elevada a post já.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Abs, joseph

imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Vez por outra me afasto da

Vez por outra me afasto da educacao que trago de berco,por coacao moral irressitivel.E o caso de Jo Soares e umas tais meninas nao tao meninas assim,que ele cinicamente apresenta.Trata-se um poltrao,convertido a galeria dos que possuem pouca vergonha.Tinha esperanca de ser indicado Ministro da Cultura dos governos petistas.Seu descartamento o fez transformar em um Cristovam Buarque mais gordo,ou num Fernando Gabeira mais magro.Um cretino,tambem acometido de senilidade.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Pior

Na minha opinião, pior do que os ativistas políticos criminosos (denúncia vazia é crime e "convicção" nada prova) da operação Delenda Lula, também conhecida como Lava Jato é o chefão, sem cujo patrocínio o crime  não ocorreria. O tal patrocinador está tão de acordo com os criminosos que até agora não se pronunciou. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Debate força tarefa lava jato e Geraldo Prado 10 medidas MPF

Procurador da Republica da força tarefa da lava jato em Brasília X Professor Geraldo Prado sobre as 10 medidas contra a corrupção - Ibccrim - agosto de 2016.

A partir de 58 min Geraldo Prado mostra como o Ministério Público tomou o lugar das forças armadas como "árbitro" dos conflitos no país.

https://youtu.be/WZ1g00AJfRk

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Danilo Jorge Vieira
Danilo Jorge Vieira

Reorganização da esquerda e futuro do PT

Comentarei apenas o ponto relativo à previsão a respeito das esquerdas e do PT.

1. O PT cometeu muitos erros, mas dizer que prenuncia-se o fim do partido é puro catastrofismo. Qual legenda no campo da esquerda não cometeu erros primários nesse turbilhão de cretinice, traição e degradação institucional engendrada pela direita encastelada no judiciário, no congresso, na mídia e em segmentos da sociedade? O PC do B vinha negociando havia meses apoio a candidatura vitoriosa de Rodrigo Maia. O PSOL, excetuando alguns parlamentares, lavou as mãos e quase se comportou como o PSTU. O PT manteve-se firme, dividido em algumas circunstâncias, na defesa da soberania do voto popular, liderando a resistência e a luta contra o golpe, inclusive em âmbito Internacional.

2. A despeito de ter sido e estar sendo criminalizado diuturnamente desde pelo menos 2005, as filiações do partido são ascendentes.

4. PT / Perseu Abramo são institucionalmente a mesma organização. Não comecemos agora a antever compartimentações.

5. Novas referências se consolIdaram: governador Wellignton Dias, Paulo Teixeira, Waldir Dhamous, Lindemberg, Gleisi, Rogério Correia, para citar apenas alguns entre tantos.

Como disse Lula no seu emocionante pronunciamento de 15/9, nós petistas temos que cerrar fileiras na defesa deste que é um dos principais patrimônios da classe trabalhadora brasileira: o PT.

MAS DEVEMOS RECONHECER TAMBÉM O REVIGORAMENTO DAS ESQUERDAS EM SEU CONJUNTO.

O principal indício deste revigoramento: as lideranças e referências que despontaram e/ou se consolidaram em meio a tanta cretinice e mediocridade "a la janaina paschoal", entre as quais citamos: os jovens estudantes secundaristas, Povo sem Medo, Levante Popular da Juventude, blogueiros, mídia ninha, jornalistas livres, este blog, Carina Vitral, governador Dino, Jandira Feghali, Jean Willys, senadora Graziotin, Boulos, Roberto Requião, dente outros.

A ESQUERDA, TODA A ESQUERDA, SAI DESTE TURBILHÃO DE CRETINICE, TRAIÇÃO E DEGRADAÇÃO GERAL DO PAÍS MUITO, MAS MUITO MAIOR DO QUE ENTROU.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

EUA premiam Sérgio Moro

Moro não esteve essa semana no Brasil. Segundo a Folha de SP, estava nos EUA, supostamente, para receber um prêmio por seu caráter e sua honestidade (!!!). Como diria Obelix, esses romanos são loucos.



Sobre o tema, Stanley Burburinho perguntou há pouco no Twitter:

"O que aconteceria se um juiz dos EUA quebrasse grandes empresas americanas, rivais de empresas russas, e viajasse constantemente para a Rússia?"

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Pesquisa sobre as viagens do Moro

Não está na hora de se investigar e criar uma massa de informações sobre essas idas e vindas desse Moro e membros do MPF e PF aos EUA? Tá parecendo coisa de receber instrução. O que acham? Nassif? E parabéns pelo Blog.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Ben Alvez
Ben Alvez

O Power Peido de Dalagnoil

Não chame de power point: o correto é power peido ou power pum

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de ricardo.salf
ricardo.salf

Falácia jurídica

O MP disse, literalmente, na TV que a prova de que Lula é o dono do imóvel reside no fato de que o nome dele não consta de nenhum documento legal que o ligue ao mesmo. Segundo o "gênio" que explicava, a ause\~encia de conexão entre Lula e o imóvel é "prova" de que ele tentou ocultar a propriedade. Há, há....

Da mesma forma, sou dono do Palácio de Versailles!!! Ou mesmo do ap. de Higienópolis do FHC! Alguém quer comprar?

Seu voto: Nenhum (2 votos)

É triste o que estamos a ver:

É triste o que estamos a ver: um ministério público federal de quem se fala ter plano A, B e C - tudo com o fito de eliminar Lula da luta política.

O MP não deveria funcionar com planos. Sua função numa democracia não é demolir adversários de sua luta política. O MP não deveria nem estar nessa lida política, apenas para falar o óbvio que, dadas as circunstâncias do Brasil, já deixou de ser tão óbvio assim. Há muito não se vê no MPF a luta pela democracia e pelos direitos dos cidadãos. A batalha do MPF é derrubar Lula e PT, até o fim. E não aceitam nada que não seja a derrota completa e incondicional do inimigo.

(É bem capaz de Lula ser morto dentro de uma cadeia... Não me surpreenderia nem um pouco.)

Seu voto: Nenhum (2 votos)

"o mundo é um saco de merda se rasgando. não posso salvá-lo."

 

Gambiarra

Concordo com o comentrista Wilson Ramos. O último depoimento de Léo Pinheiro deu uma broxada geral nos agentes do Mal da Força Tarefa. Foi como acionar o extintor de incêndio no fogão da Lava Jato. O resultado foi essa gambiarra de PPT, que ofendeu inclusive a Merval Pereira, o golpista society.

Segundo Pepe Escobar (vídeo abaixo), a Força Tarefa, no seu início, foi municiada de um quantidade extraordinária de informações sigilosas levantadas pela NSA para destruição do monopólio da Petrobras e enfraquecimento dos BRICS. São inimigos (os procuradores da FT) e trabalham contra o Brasil, portanto.

Segundo M. Bergamo, Moro está hoje está nos EUA supostamente para receber um prêmio por sua integridade e caráter (!!!). Pergunto: que PORRA esse canalha tanto viaja pros EUA?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Messias Franca de Macedo
Messias Franca de Macedo

  ... O golpe

 

... O golpe jurídico-midiático que se arrasta desde o antanho do criminoso julgamento de exceção do Mentirão!

E se o STFede quiser, realmente, fazer um modesto mea culpa, que trate de libertar os presos políticos José Dirceu, Henrique Pizzolato, João Vaccari Neto...

Ou, então, teremos, apenas e tão somente, mais trolololó e mimi mimi juridiquês!

***

KAKAY: DENÚNCIA CONTRA LULA CONTRARIA TESE DO MENSALÃO

Ao afirmar, na denúncia oferecida que o ex-presidente Lula era o chefe do mensalão, o MPF contradisse a sua própria tese na Ação Penal 470; a avaliação é do criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay; para ele, a PGR já havia aplicado de forma errada a teoria do domínio do fato com Dirceu para agora afirmar que era o ex-chefe da Casa Civil que recebia ordens de Lula; nos dois casos, diz Kakay, os procuradores não agiram com base em provas, mas em suposições — algo que o advogado considera "muito grave"

16 DE SETEMBRO DE 2016 ÀS 15:21

(...)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/255639/Kakay-den%C3%BAncia-contra-Lula-contraria-tese-do-mensal%C3%A3o.htm

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Roniro Alves Coutinho
Roniro Alves Coutinho

AÇÃO POR CERCEAMENTO DO DIREITO DE DEFESA

É Claro que da forma como foi apresentada a denúncia do Ministério Público pelos procuradores, quanto pela mídia, Lula foi julgado e condenado no instante da apresentação, em qualquer país desenvolvido o processo seria considerado nulo de pleno direito. Não cabe ao Ministério Público fazer um "circo destes", acredito que se Lula entrar com ação  ele facilmente anulará este espetáculo pirotécnico, até porque como bem disse o nobre procurador els não tem "provas" mas sim "convicção".

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Anotem aí:

Quanto ao estado do Sr. Ex-Presidente Luis inácio (sou simpatizante do PCB, nunca morri de amores por ele, mas merece deferência)...

ViIVO

Se solto, influencia decisivamente 2018, pelo simples fato de ser a única grande liderança política no país. Trabalhará na contínua denúcia do golpe, com resultados incertos (a meu ver) junto ao "povão". Cenário duvidoso para os golpistas;
Se preso, vira "mártir" e o país se incendeia de vez. Quem ele apontar ganha 2018. Cenário de pesadelo para os golpistas.

MORTO

Dependendo das circunstâncias da morte, em liberdade, vira mártir, com incêndio subsequente mais violento que no caso de prisão. Cenário de pesadelo para os golpistas para 2018, ou no mínimo duvidoso mesmo que não haja "martirização". Se quiserem eliminá-lo enquanto preso, terão que mantê-lo semi-incomunicável (totalmente incomunicável, vira mártir). Cenário duvidoso para os golpistas para 2018.

Parece-me que há três formas dos golpistas se "garantirem": mantendo o Sr. Ex-Presidente quieto (mas vejam as "sinucas-de-bico" acima); SEM 2018; ou AMBAS as hipóteses.

E o que enxergo como estratégia para mantê-lo quieto é terrível: ele não será condenado, mas D. Marisa o será! Independente d'ele calar-se ou não, a fim de que sejam oferecidos abrandamentos à condenação de D. Marisa, haverá simultaneamente a ofensiva para impedir 2018 (o primeiro passo já foi dado: a ação contra a chapa vencedora de 2014 só será julgada ano que vem, inviabilizando eleições diretas antes de 2018; a elocubração quanto ao desenrolar do enredo no momento é difícil).

Na engrenagem do golpe, há pelo menos uma "grande aresta" a ser aparada: Temer e Cia. estão no papel de jagunços do PSDB, e sabem do risco que correm de futuro descarte via enroscos judiciais (do contrário, a ação contra a chapa vencedora em 2014 proposta pelo PSDB teria ido para o ralo logo após a deposição fraudulenta da Sra. Presidenta Dilma). Renan Calheiros já deu sinais de que não aceita esse papel sem garantias. Certamente Temer e Cia. também não. Mas o quê têm eles para contrapor a cassação da chapa? Algo que pode ser usado são os dois pedidos de impedimento do sr. Gilmar Mendes, não por coincidência à frente do TSE e que manteve consigo a ação mencionada. E, no meio dessa barafunda, o Sr. Ex-Presidente.

Os golpistas (todos eles) têm um "pepinaço" nas mãos...

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Marcelo33
Marcelo33

Se matarem Lula, por mais

Se matarem Lula, por mais revoltado que o povo fique, vai faltar o candidato.

Vamos lançar quem ??? Aquele prefeito que não consegue nem 10% em sua cidade ?

O povo vai quebrar tudo, destruir tudo, passado o luto, vai votar em Tucano mesmo ou em quem conseguir chorar a morte do lula com falsidade mais convincente...

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Bovino
Bovino

Ciro Gomes, Guilherme Boulos,

Ciro Gomes, Guilherme Boulos, Flávio Dino, Eduardo Suplicy, Jean Wyllys.

Seu voto: Nenhum
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Sua excelencia os fatos.A

Sua excelencia os fatos.A eles.As aves de rapina,de mau agouro e das trevas,não terão vida facil enquanto não calarem Luis Nassif.Essa aterradora Operação Lava Jato,nunca teve outro proposito senão de exterminar a maior liderança politica do País,e o partido que o abriga,o PT.Essa Operação foi pensada,montada e levada a cabo,de fora para dentro.Sergio Moro,um provinciano,e seus assesclas,não teriam o tirocinio necessario para levar adiante,com seus percalços,uma Operação desta envergadura.Foi montanda,financiada e engendrada nas entranhas do ventre do fundamentalismo religioso americano/buchiano.Perguntar não ofende.Por onde anda o Dr.Moro?Está em solo americano do norte,recebendo comenda e dando palestras,informam-me meus indiscretos botões.Mas isso eu digo toda sexta-feira quando saio de casa para trabalhar,com um nem me espere para jantar.A identificação de um bandido hoje no Brasil,não se dá atraves dos crimes que pratica.Basta olhar um Pastor com uma Biblica debaixo do braço,caso tipico deste Procurador Dallagnol,um capadócio.Peço venia ao editor,para adentrar no seu Xadrez.Registrei por diversas vezes em meus comentarios,que esse embroglio todo,nada mais era que uma briga de quadrilhas.Adiante.Essa crise toda só terminara,quando comecarem brigar entre si.Anota o editor no seu Xadrez:"É quebra pau no saloon de faroeste".Esta é minha aposta.De olho estou  em Eduardo Cunha,apesar da pouca importancia dada pelo Xadrez.Se o laço no pescoço de Cunha apertar mais que a cassação imposta,ele acionará o botão vermelho,e aí será o que Deus quiser quando a aurora raiar.Uma bomba andante,um psicopata.Adiante.Em consonância com minhas observações,anota o editor no seu Xadrez,a precariedade dos atores da óprea bufa.Juizes,Procuradores,Politicos(exceto Renan Calheiros,se esconde debaixo da mesa da Presidencia do Senado,e ninguem o acha),Blogueiros,Delegados e Delegadas Federais,Bate Paus da Imprensa,o escambau de Mussurunga,todos de uma rudeza de fazer inveja ao sardinha Rodrigo Maia.Quando o meu amigo editor fala que Lula deve se precaver com sua segurança fisica,haja vista,que o fator morte passa ser prova e não evidencia,ele comete plágio.Quem alertou o editor para esse fato,fui eu.Se ele transferiu para Lula,vale dizer, que os dois me devem "royalties".Como não tenho apego a bens materiais,me satisfaria com os devidos agradecimentos.Os dois são dois queridissimos irmãos.É como os tenho.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Junior Sertanejo
Junior Sertanejo

Nenhum comentario elogiando

Nenhum comentario elogiando meu comentario,dos cadastrados daqui,principalmente na parte que enfatizo a necessidade de garantias de vida,para Lula e o editor do blog.De quem e a culpa?Respondo peremptoriamente,sem qualquer duvidas,ser de um senhor de oculos que posa com ares do gala Matt Damon.Foi dele a invencao de um tal efeito manada.Esse comentario esta sendo feito na esperanca que Da.Lourdes Nassif nao esteja de folga.Ele e adepta da justeza mais just a.

Seu voto: Nenhum
imagem de Mateus Bernardes
Mateus Bernardes

Xadrez da Aritmética da Denúncia do MPF

Uma conta simples:

 

Dos 6,2 BIlhões desviados pelo esquema, 3,7 MIlhões foram em benefício de Lula, segundo o MPF. Então em pergunto: que chefe de quadrilha é esse que se contenta 0,06% de todo o butim? Pelamordedeus! A conta não fecha, qualquer Paulo Roberto Costa levou muito mais que isso...

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Victor Suarez
Victor Suarez

As máscaras dos CANALHAS

As máscaras dos CANALHAS caíram.  Hoje já sabemos que temos um percentual da população puramente fascista. O pior é saber que não se deve contar com as instituições em nenhuma hipótese.  Também pudera, praticamente importamos quase todas as nossas instituições. 

Mas nada supera CLASSE MÉDIA se achando elite para se aliar a Fiesp, Shell, EUA etc.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Messias Franca de Macedo
Messias Franca de Macedo

  Sugestão de pauta para os

 

Sugestão de pauta para os blogueiros 'sujos'

# contatar jornalistas internacionais no sentido de tentar obter a agenda do "juiz" DEMoTucano militante sérgio 'mor(T)o' nas plagas da CIA do Tio Sam;
# solicitar do MPF detalhes oficiais [e não oficiais, por óbvio!] das atividades desenvolvidas pelo servidor público sérgio moro nos EUA

Viva a Transparência Brasil!
Ou a 'ditabranda' já foi, definitivamente, oficializada ditadura?

A conferir!

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Messias Franca de Macedo
Messias Franca de Macedo

    "Depois que se morre,

 

 

"Depois que se morre,
todo mundo é bom!
Enquanto isto,
matemos os vivos!"

Lei I dos criminosos Marín(ho) da Globo organizações mafiosas

"Depois que se morre,
todo mundo é bom!
Enquanto isto,
matemos os vivos!"

Lei I dos criminosos Marín(ho) da Globo organizações mafiosas

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de vitor
vitor

MPF sem partido

O Brasil precisa de movimentos como:

MPF sem partido, PGR sem partido, STF sem partido, Judiciário sem partido, Polícia Federal sem partido, TCU sem partido, Jornalismo sem partido, etc...

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Desculpe, caro Vitor, mas

Desculpe, caro Vitor, mas Jornalismo é firma privada. A Globo, a Abril, o OESP, a Folha são firmas, empresas que têm donos, não são órgãos do estado e por isso não têm obrigatoriamente compromisso com isenção. O Jornalismo, mesmo sendo privado, pode ter compromissos com a verdade ou pode não ter. As firmas que formam o oligopólio brasileiro do produto jornalismo não têm.

A consciência disso, a meu ver, faz toda diferença.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Carlos barbosa
Carlos barbosa

A única discordância é em

A única discordância é em relação a TV Globo que é uma concessao pública...de resto concordo com vc ,apesar de que o maior problema que eu acho não é a mídia ser partidária e sim fingir isenção como a Folha,Estdão Veja, etc,mesmo nos EUA os jornais se posicionam em editoriais sobre seu candidato predileto,mas isso fica claro para os leitores e eleitores, ao contrario do Brasil onde fingem ser imparciais

Seu voto: Nenhum
imagem de Luciano Lira
Luciano Lira

O bom é que sabemos que são

O bom é que sabemos que são os inimigos da justiça e da democracia. As máscaras deles caíram e a sociedade entendeu o jogo sujo. Eles perderam toda moral e credibilidade... Lula é um diamante protegido por forças nacionais e internacionais... as forças do povo... Eles abusaram da verdade, tiraram partido, mexeram no íntimo de nossos corações...

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Tucano assumindo a presidência interinamente no lugar do Temer??

Isso é um delírio....falta combinar com os russos...

Alguém acredita que o Congresso vai eleger o Aécio ou Serra via colégio eleitoral???

O PMDB não aceitaria punhalada pelas costas, se unir PMDB/centrão e PT/esquerda o PSDB fica minoritário. O PT há meses sente gosto de sangue na saliva, pode voar pena pra todo lado...

Mas eles tem a Globo, grande coisa, esqueceram das "invasões bárbaras (google, twitter, facebook, blogs)

O Gilmar pode ser cassado, a não retirada dos direitos políticos da Dilma foi um recado claro ao Temer.

Não há força para uma agenda neoliberal com retirada de direitos, o centrão começa a ter essa consciência.

Novas eleições é muito difícil de acontecer, deveria ocupar a presidência um nome de consenso no parlamento para conduzir o país até 2018 e nesse período realizar uma reforma política que pelo menos ponha fim as coligações proporcionais.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Politica

Esse cenário é bem provável. Antecipar as eleições eu acho difícil, mas uma forte campanha por diretas já pode garantir as de 2018. Gilmar Mendes sinaliza o golpe via TSE, viabilizando a eleição indireta no ano que vem para colocar alguém mais confiável para os golpista no lugar de Temer. Uma pergunta se coloca: o PMDB topa entregar o governo para o PSDB? Com as dificuldades para enfrentar uma eleição direta em 2018( falta de candidato,impopularidade, pouco tempo) o sonho dos golpistas é adiar o pleito. Mas as coisas aqui se complicam. Qualquer alteração tem que ser feita até um ano antes da eleição, conforme preceito constitucional. Além disso, o voto direto, universal, secreto e periódico, é cláusula pétrea da CF/88. E aí? O STF, por mais omisso que tenha sido até hoje, viabilizando a concretização da cassação da Dilma, esse Tibunal aprova essa reforma constitucional? Acho que ocorrerá um embate político -jurídico de grandes proporções, gerando uma forte repulsa da sociedade  democrática. Acrescente-se a esse panorama o fantasma de Lula ameaçador a sua inegável influência no resultado do pleito, principalmente agora com o reconhecimento do MPF de que não tem provas contra o ex-presidente. Não sei como os golpistas vão sair dessa enrascada, sem contar com o crescente descrédito desse governo perante a população  brasileira e a opinião pública internacional.

Seu voto: Nenhum
imagem de Messias Franca de Macedo
Messias Franca de Macedo

    INFORME AOS JORNALISTAS

 

 

INFORME AOS JORNALISTAS ESTRANGEIROS *** Márcio Sotelo: Nunca haverá um powerpoint denunciando FHC e a compra de votos para a reeleição 16 de setembro de 2016 às 11h44 (...) FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.viomundo.com.br/politica/marcio-sotelo-nunca-havera-um-powerpoint-denunciando-fhc-e-a-compra-de-votos-para-a-sua-reeleicao.html#comment-978797

INFORME AOS JORNALISTAS ESTRANGEIROS *** Márcio Sotelo: Nunca haverá um powerpoint denunciando FHC e a compra de votos para a reeleição 16 de setembro de 2016 às 11h44 (...) FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.viomundo.com.br/politica/marcio-sotelo-nunca-havera-um-powerpoint-denunciando-fhc-e-a-compra-de-votos-para-a-sua-reeleicao.html#comment-978797

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Mossack Fonseca

Bem lembrado o episódio do escritório brasileiro do Mossack. Na época um delegado declarou: "é maior que a lavajato".

Decerto algueḿ foi no ouvido deste delegado e disse: foco, meu filho, temos que pegar o nine.

.....

Não conseguiram pegar o nine, pelo menos até agora. Não é o caso de investigar o Mossack?

Seria uma forma de salvar a lava-jato porque no rumo que vai caminha para o descrédtio total.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Pedro Augusto
Pedro Augusto

De Cobras, Lagartos e

De Cobras, Lagartos e Comandantes...

 

http://mundovelhomundonovo.blogspot.com.br/2016/09/de-cobras-lagartos-e-...

 

 

    

Seu voto: Nenhum
imagem de MateusDomingues
MateusDomingues

Meu comentario

O PT arca o ônus de ter sido 13 anos governo. Com efeito, o PT foi o único grande partido efetivamente “partido político”. Explico: no Brasil, a tradição partidária não é forte. Os políticos se organizam no Congresso e nas Assembleias legislativas em bancadas, em que o interesse setorial é mais importante que o interesse partidário. A esquerda sempre buscou construir partidos fortes e contemporâneos com seu próprio tempo. Foi o caso do Partidão, embora na ilegalidade. Com a redemocratização, Brizola e companheiros procuraram recriar o PTB – não veio a sigla, vindo o PDT. Este prometia ser um partido sério e moderno. Mas já nasceu velho e não soube se renovar. Se nos anos 1980, o PDT era o principal partido de esquerda no Brasil e até hoje é o único partido brasileiro membro da Internacional Socialista, nos anos 1990 já dava sinais de esgotamento e de anacronismo. Mesmo nos melhores momentos do PDT, nos anos 1980, o partido não conseguiu visibilidade nacional, se reduzindo ao RJ, ao RS e a outros pequenos redutos herdeiros do trabalhismo do velho PTB. Para ter quadros a nível nacional, permitiu a adesão de nomes sem nenhum vínculo com o trabalhismo, a socialdemocracia e a esquerda. Com a morte de Brizola, seu partido morreu ideologicamente e está politicamente perdido. Há esperança em se reencontrar agora, com a adesão dos irmãos Ferreira Gomes – embora seja verdade que se Ciro tem muitas boas qualidades, uma delas seguramente não é ser um político de partido. Uma dissidência do PDT, o PSB, buscando ser uma continuação do bom e velho PSB dos anos 1940-1960, não conseguiu crescer com as próprias pernas, apesar de importantes adesões como de Miguel Arraes e de egressos do PDT, PCB e do PT. Para crescer, o PSB teve que ceder ao fisiologismo e fazer um jogo duplo entre esquerda e direita. Desde a morte de Eduardo Campos, deixou o jogo duplo e se tornou um “não-partido” e um abrigo seguro para os políticos de direita. O que sobrou do Partidão, o PPS, se contentou, sob comando ditadorial de Roberto Freire, em alimentar os interesses pessoais e políticos do próprio Freire gravitando entre PT e PSDB – desde 2004, se reduziu a um braço “progressista” da direita brasileira mais reacionária, um light and soft PSDB. O PcdoB se contentou em ser um satélite do PT, sendo sempre uma alternativa para os petistas e demais eleitores que não acreditam mais no PT e que preferem se manter “lulistas”, por assim dizer. Em certo sentido, o PcdoB é mais lulista e mais dilmista que o PT e mais disposto a defender o campo progressista que o PT liderou nos 13 anos que esteve no poder federal do que o próprio PT. O PSOL vem surpreendendo positivamente nos últimos anos. Se no início do partido, o mesmo pecou por um antipetismo inconsistente e imaturo, com o passar do tempo, o partido compreendeu bem que pode representar uma parcela da população, ainda que pequena, que gosta e defende Lula, Dilma e o PT e que, não obstante, acredita que os governos Lula e Dilma erraram por não ter feito, em 13 anos, nenhuma guinada claramente à esquerda, e que se sentem enojados pelo pragmatismo do PT no Congresso e as alianças que o PT fez com a direita em diferentes estados e municípios e a formação conservadora dos ministérios. Falta ao PSOL uma identidade própria, não ser apenas uma oposição de esquerda ao PT. Considero tanto o PSOL como o PcdoB verdadeiros “partidos”, junto com o PT, mas lhe faltam densidade eleitoral. Desde a prisão de José Dirceu e José Genoíno, o PT apresentou sinais claros de erosão. De fato, é natural, em uma democracia de massas, que um partido não aguente ficar muito tempo no poder. Explico: os melhores quadros do PT estavam trabalhando no governo federal ou haviam vencido disputas nos governos estaduais ou municipais. No Congresso e nas Assembleias legislativas houve, em todo o Brasil, um declínio, em termos de qualidade, do parlamentar petista. E o que havia de “pior”, por assim dizer, isto é, políticos burocratas e ruins de voto, estes passaram a controlar a máquina partidária. Se o PT de uma federação de partidos e tendências internas se tornou o principal e o maior partido socialdemocrata e trabalhista das Américas e um dos principais partidos de esquerda no planeta, isso se deve ao gênio e ao trabalho de Dirceu, Genoíno, Gushiken, Gilberto Carvalho e Lula. Dirceu está condenado à prisão perpétua; Genoíno está doente e humilhado; Gushiken faleceu; Carvalho está isolado; Lula, além de idoso, tem que fazer tudo e está sendo vítima de campanha semelhante ou pior daquela que levou Vargas ao suicídio. Agora que houve o golpe, o PT precisa repensar a si mesmo, não se reduzir a ser o partido do Lula. Houve, nos últimos anos, um processo de “despartização” do PT, isto é, o PT se aproximou da natureza de partidos como PMDB, PSDB, PTB, PR ou, agora, o PSB. Estes partidos são, na verdade, “não-partidos”, meras entidades a serviço tanto dos caciques das respectivas siglas como dos interesses das diferentes bancadas. O PT precisa urgentemente corrigir esse percurso, sob o risco de se tornar definitivamente um “não-partido”, apenas uma aglomeração de políticos, sem programa, sem ideias. Nesse quadro, há cinco alternativas: 1. A fusão de diversas siglas de esquerda em uma nova sigla. Prós: Seria ótimo para o PT. Seria uma maneira de se renovar sem muito trabalho. Obrigaria necessariamente a abrir espaço para companheiros e camaradas que têm outra leitura política. Abriria espaço também para outras tendências do PT que divergem do rumo que a sigla tomou sob Rui Falcão. Contra: faltou combinar com os russos. O PCdoB, o mais fiel dos aliados do PT, teria dificuldade em abrir mão do centralismo democrático e de sua estrutura bolchevique e organização leninista. Uma nova sigla não seria marxista, e o PCdoB não teria um espaço aí. Caso tivesse, seria algo lamentável, pois o eleitorado comunista perderia seu representante – embora ainda exista o PCB, que é um partido eleitoralmente minúsculo e sem representatividade. O PDT seria o parceiro natural do PT. No entanto, há dois limites. O PDT é um partido centralizado; não me parece realista Lupi abdicando de seu poder absoluto dentro da direção nacional do partido. Outro limite é que muitos quadros do partido não são mais ou, em alguns casos, nunca foram nem trabalhistas nem de esquerda. Prova disso é que os três senadores da sigla votaram pelo “sim” ao golpe. O PSOL provavelmente já faz a leitura de que é melhor estar sozinho por ser o herdeiro natural dos despojos do PT e, por conta disso, dificilmente se arriscaria na aventura de se fundir com o PT. O PSB é hoje um partido fisiológico e de direita, embora mantenha alguns quadros fiéis ao ideário do partido – estes quadros, provavelmente, seriam os mais entusiastas de um novo partido de esquerda. Os nomes de esquerda, que estão em outras siglas, como uma parte considerável da REDE e o senador Roberto Requião (PMDB), poderiam aderir a um novo partido. No entanto, também não me parece realista contar com isso. O pessoal da esquerda que foi para a REDE está hipnotizado e realmente acredita que a REDE é a solução para todos os problemas brasileiros. Requião é, a meu ver, um excelente senador e foi o melhor governador da história do Paraná; não obstante, Requião sempre fez e desfez no PMDB paranaense autocraticamente; não seria agora que ele abdicaria de sua confortável posição de coronel do PMDB local e de déspota esclarecido no PMDB nacional – no interior do Paraná, o PMDB é o maior e mais influente partido. 2. Funda-se um novo partido de esquerda e este se funde com o PT. Outra alternativa seria a fundação de um novo partido. Este poderia ser fundado pelos membros do PSB que discordam da guinada à direita que o partido fez nos últimos anos. Nesse sentido, já existe o Movimento Cidadania, encabeçado por Luiza Erundina, e que está em processo de ser legalizado como partido. Poderia ser este partido se fundir com o PT e nascer daí um novo partido. Ou outra sigla ser fundada. Prós: seria uma solução cômoda para o PT e uma boa saída para a militância do PSB que está descontente com os rumos do partido, além de abrigo seguro para políticos de esquerda que estão descontentes em suas siglas atuais. Contras: o PSD também foi fundado para se fundir com o PSB e isso não aconteceu. Nada garante que a fusão acontecerá. No Brasil já há 35 siglas; a fundação de uma nova parece ser algo bizarro. 3. Forma-se um bloco de esquerda ou uma frente ampla A formação de uma frente ampla com diversos partidos de esquerda, movimentos sociais e sindicatos seria a solução, a meu ver, mais simples e a melhor. Cada partido guarda sua estrutura própria, sua própria organização e história, e se engaja em uma frente maior e ampla, se comprometendo em estar juntos, como bloco unido e coeso, tanto na oposição como no governo. Um partido não lideraria a frente, e a frente estaria “a frente” de qualquer partido individualmente. Prós: há o exemplo do Uruguai em que uma frente ampla obteve sucesso. O PT poderia se reinventar, se reelaborar. Nomes de outros partidos, que não o PT, poderiam crescer e com o apoio do PT, sem desconfianças. Obrigaria cada sigla a se desenvolver e a dar voz à militância. Contra: uma frente ampla contaria, inicialmente, com os seguintes partidos: PT, PDT e PCdoB. O PT precisaria necessariamente passar por um processo revisionista e abdicar da posição de líder natural e de suas pretensões messiânicas. Fará isso? O PDT precisaria passar também por um processo revisionista: o partido quer ser efetivamente “democrático” e “trabalhista”? Acho que apenas o PCdoB estaria pronto e fechado para uma frente ampla. Ademais, é preciso deixar portas abertas para outros partidos que queiram aderir à frente. 4. Um misto entre as alternativas 1, 2 e 3. Funda-se um novo partido com a fusão de duas ou mais siglas de esquerda. E esta nova sigla forma uma frente ampla com outros partidos de esquerda. Prós: o exemplo francês. Até 1969, as duas principais forças de esquerda, na França, eram o Partido Comunista e a Seção Francesa da Internacional Operária (SFIO). Os comunistas, mesmo sendo individualmente, a maior ou a segunda maior (atrás dos gaullistas) força político-eleitoral na França nunca conseguiu chegar ao poder. A SFIO, por sua vez, conseguiu vencer as eleições parlamentares de 1936 e formar um gabinete presidido por Léon Blum. Depois, na IV República, a SFIO perdeu sua influência e se aliou com partidos de centro e mesmo de direita para formar gabinetes, no geral efêmeros e de curta duração. Com a V República, a SFIO entrou em crise e se sentiu obrigada a se repensar. Em 1962, foi organizada a Fedération de la gauche démocrate et socialiste, uma frente ampla que abrigava tanto a SFIO como os liberais de esquerda abrigados no PRG (Partido Radical de Esquerda), a Convention des institutions républicaines e outros partidos menores de esquerda. Em 1965, a SFIO, que era o maior partido da frente ampla, apoia um candidato de um partido pequeno e muito menor que a SFIO: François Mitterrand. E Mitterrand foi ao segundo turno e deu trabalho para De Gaulle, que venceu Mitterrand por pouco. Em 1969, a SFIO se fundiu com outros partidos menores e de esquerda e nasceu o PS, o Partido Socialista francês. Este novo partido, por sua vez, sempre formou uma frente com os de tradição radical e liberal que formam o PRG e, nos momentos decisivos, esta frente contou com a adesão do Partido Comunista. O exemplo francês e a trajetória do Partido Socialista até chegar a presidência com Mitterrand (alguém que nem pertencia ao quadro do SFIO) podem iluminar na hora de se montar uma trajetória para nascimento de uma nova sigla e a formação de uma frente ampla. Contra: a complexidade do Brasil. Um novo partido e uma frente ampla precisa ser coesa, não apenas a nível federal, mas também a nível estadual e municipal. É verdade que os munícipios têm vida eleitoral própria e que uma coesão desse nível é praticamente impossível; no entanto, está coesão a nível estadual é condição de existência para a sobrevivência da frente ampla a nível nacional. 5. Ficar tudo como está. Parece-me, desafortunadamente, o mais provável… De toda maneira, mesmo que o PT fique como está ou mesmo que caia na ilegalidade, em úlátima anlise, isso nada importa. A esquerda representa uma parcela importante do país. Em um país grande e complexo como o Brasil, conservador e patrimonialista, escravocrata e moralista, a esquerda sempre será uma alternativa. Não se mata a esquerda; ideias não morrem, a esperança sempre ressurge.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Esmael Leite da Silva
Esmael Leite da Silva

Alerta, alerta, alerta, Aécio

Alerta, alerta, alerta, Aécio será presidente.

O atual chefe de governo tem de renunciar até o dia 31 de dezembro de 2016,  é única forma legal da Democracia voltar a ser exercida pelo povo através do voto, caso isso ocorra após 1 de janeiro de 2017

20 CENTAVOS JUNHO DE 2013 x ARTIGO 81 DA CF JUNHO DE 2013

Um Mundo Novo está sendo implementado, foi pensado, planejado e está sendo executado, em junho de 2013, os jovens brigavam pelos 20 centavos liderados pelo Movimento passe Livre (apartidário), o MPL foi sequestrado pela direita e pela mídia golpista, ao mesmo tempo o congresso, de olho no poder, preparava seu Plano e regulamentava o artigo 81 da constituição reestabelecendo as eleições indiretas para presidente, governadores e prefeitos, após perderem as eleições em 2014, encontram na figura de Eduardo Cunha o psicopata ideal para levar em frente sua trama, o psicopatos dão o verniz das ruas, em março de 2016 foram criados os instrumentos para a repressão dos movimentos sociais e manifestações da sociedade organizada, embora com muitos vetos da então Presidenta Dilma Rousseff, já esta sendo distorcida e utilizada pelo poder repressivo das forças conservadoras que interpreta a lei da forma que quiser, em maio de 2016 começa o GOLPE , denominado de Processo de Impeachment, para que a Democracia sobreviva, o atual chefe de governo tem de renunciar até o dia 31 de dezembro de 2016,  é única forma legal da Democracia voltar a ser exercida pelo povo através do voto, caso isso ocorra após 1 de janeiro de 2017, o congresso elegerá o novo presidente pelo restante do mandato,  neste caso, o atual “mandatário” será derrubado no inicio de 2017 com a coalisão do Centrão com o PSDB na liderança, golpeando o presidente decorativo, e  o congresso elegerá um novo presidente pelo restante do mandato, o eleito será Aécio Neves ou alguém do PSDB, a democracia virará pó e será cheirada pelos donos do poder, do congresso ao executivo, com anuência do STF. Não haverá direito nenhum, para ninguém. Deste Mundo Novo, já somos todos, vítimas.

Uma das poucas saídas que temos é a renuncia do temer antes do dia 31 de dezembro de 2017, mas tolo e embevecido, acredita em seus aliados, assim como acredita que não é golpista, não percebe em sua estultice, que não é a mão que manuseia as cordas, mas marionete.

Não entende que a credibilidade de um traidor é zero para os homens de bem e só serve aos que o manipularam e tão logo o serviço sujo seja feito, será descartado pelos que se beneficiaram de sua atitude e vilipendiado pelos que sofreram por sua causa.

Infelizmente, ao que parece, ele não tem estatura para ser um estadista ou democrata. (SMJ- Salvo Melhor Juízo)

«Ut stuppae flamma, sic transit gloria mundi» (Breve como a chama numa estopa é a glória mundana.

Seu voto: Nenhum
imagem de Esmael Leite da Silva
Esmael Leite da Silva

Alerta, alerta, alerta, Aécio

Alerta, alerta, alerta, Aécio será presidente.

O atual chefe de governo tem de renunciar até o dia 31 de dezembro de 2016,  é única forma legal da Democracia voltar a ser exercida pelo povo através do voto, caso isso ocorra após 1 de janeiro de 2017

20 CENTAVOS JUNHO DE 2013 x ARTIGO 81 DA CF JUNHO DE 2013

Um Mundo Novo está sendo implementado, foi pensado, planejado e está sendo executado, em junho de 2013, os jovens brigavam pelos 20 centavos liderados pelo Movimento passe Livre (apartidário), o MPL foi sequestrado pela direita e pela mídia golpista, ao mesmo tempo o congresso, de olho no poder, preparava seu Plano e regulamentava o artigo 81 da constituição reestabelecendo as eleições indiretas para presidente, governadores e prefeitos, após perderem as eleições em 2014, encontram na figura de Eduardo Cunha o psicopata ideal para levar em frente sua trama, o psicopatos dão o verniz das ruas, em março de 2016 foram criados os instrumentos para a repressão dos movimentos sociais e manifestações da sociedade organizada, embora com muitos vetos da então Presidenta Dilma Rousseff, já esta sendo distorcida e utilizada pelo poder repressivo das forças conservadoras que interpreta a lei da forma que quiser, em maio de 2016 começa o GOLPE , denominado de Processo de Impeachment, para que a Democracia sobreviva, o atual chefe de governo tem de renunciar até o dia 31 de dezembro de 2016,  é única forma legal da Democracia voltar a ser exercida pelo povo através do voto, caso isso ocorra após 1 de janeiro de 2017, o congresso elegerá o novo presidente pelo restante do mandato,  neste caso, o atual “mandatário” será derrubado no inicio de 2017 com a coalisão do Centrão com o PSDB na liderança, golpeando o presidente decorativo, e  o congresso elegerá um novo presidente pelo restante do mandato, o eleito será Aécio Neves ou alguém do PSDB, a democracia virará pó e será cheirada pelos donos do poder, do congresso ao executivo, com anuência do STF. Não haverá direito nenhum, para ninguém. Deste Mundo Novo, já somos todos, vítimas.

Uma das poucas saídas que temos é a renuncia do temer antes do dia 31 de dezembro de 2017, mas tolo e embevecido, acredita em seus aliados, assim como acredita que não é golpista, não percebe em sua estultice, que não é a mão que manuseia as cordas, mas marionete.

Não entende que a credibilidade de um traidor é zero para os homens de bem e só serve aos que o manipularam e tão logo o serviço sujo seja feito, será descartado pelos que se beneficiaram de sua atitude e vilipendiado pelos que sofreram por sua causa.

Infelizmente, ao que parece, ele não tem estatura para ser um estadista ou democrata. (SMJ- Salvo Melhor Juízo)

«Ut stuppae flamma, sic transit gloria mundi» (Breve como a chama numa estopa é a glória mundana.

Seu voto: Nenhum
imagem de Messias Franca de Macedo
Messias Franca de Macedo

  ATENÇÃO NAÇÃO DO BEMPor

 

ATENÇÃO NAÇÃO DO BEM
Por favor, atentemos para a entrevista que segue concediada pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello…
A estrutura do estado brasileiro e a máfia da imprensa acumpliciadas?!
Alguma semelhança com o que estamos vivenciando agora em relação à perseguição atroz e criminosa ao eterno presidente Lula?

https://www.youtube.com/watch?v=vfpLlOvHfEY

 

https://youtu.be/vfpLlOvHfEY

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de cassio magalhaes
cassio magalhaes

Acredito q ontem foi

Acredito q ontem foi decretado fim da Lava Jato, pois não há nada q possa prender Lula e tb pq não é possível que o MPF seja tão juvenil. Foi um evento para mais uma vez denigrir a popularidade do Lula, acredito com pesquisas já encomendas para os próximos dias para medir isto, e analisar as eleições municipais para um resultado mais concreto do PT. Com o final da Lava Jato não haveria mais esforço para esconder figuras como Aécio e Serra, arranharia mais e mais a imagem de Lula e PT, congelando estes nesta operação e fazendo o embrulho do pacote final com o carimbo Concluído, e mantem-se o PDMB no poder, arrumando o tapete para o PSDB em 2018.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Fernando fernandes
Fernando fernandes

Lula se safou de um cancer

Lula se safou de um cancer assim como Dilma tb se safou. O misterioso cancer de Hugo Chaves foi fulminante. Sera que ha coincidencias?

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Há outros casos

Aparentemente ser de esquerda E chegar ao poder da câncer.

Tivemos na Argentina, Equador, Venezuela, Brasil e México.
Uma epidemia ....nas esquerdas.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Fernando fernandes
Fernando fernandes

Lula se safou de um cancer

Lula se safou de um cancer assim como Dilma tb se safou. O misterioso cancer de Hugo Chaves foi fulminante. Sera que ha coincidencias?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Quanto mais "Truculento"o

Quanto mais "Truculento"o Jogo, melhor para Lula e a Esquerda, aí sim, vamos colocar a "Ralé" pra tomar Consciência da Importância da Política.....

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Jossimar
Jossimar

Não vejo nada que não esteja

Não vejo nada que não esteja claro.

Três políticos do PSDB, sem mandato, diga-se, Sérgio Moro, Rodrigo Janot e Gilmar Mendes, se uniram para sabotar o país e golpear o governo trabalhista que governou o país com sucesso nos últimos 13 anos. A eles, se juntou a mídia empresarial, que como o próprio nome diz, defende os empresários brasileiros( a maioria rentistas preguiçosos) e internacionais(que querem se apropriar do que o Brasil tem de bom sem ter de pagar) para perseguir e derrubar o governo trabalhista. De lambuja os mepresarios levariam o bônus da retirada dos direitos trabalhistas.

Contaram também com a desídia, covardia, leniência, sem vergonhice ou má fé mesmo do STF.

Tiraram o governo trabalhista e colocaram os maiores bandidos do país no governo sob a desculpa de combate a corrupção. Hoje está muito claro que combater a corrupção NUNCA foi objetivo desta gente.

O Golpe final ainda está em andamento e consiste em cassar o Temer em 2017. Teremos eleições indiretas e o preposto dos EUA no Brasil, José Serra(um homem nefasto) será o primeiro ministro.

Discordo do Nassif que o Seera é carta fora do Baralho. Carta fora do baralho são o babaca inconsequente Aécio e o fascista de carteirinha Alckmim.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.