Javier Milei retira Argentina dos Brics

Patricia Faermann
Jornalista, pós-graduada em Estudos Internacionais pela Universidade do Chile, repórter de Política, Justiça e América Latina do GGN há 10 anos.
[email protected]

Milei disse que a decisão é uma das "revisões" do novo governo sobre o antecessor, Alberto Fernández

Foto: Twitter Javier Milei

O presidente de ultra-direita da Argentina, Javier Milei, decidiu retirar a Argentina dos Brics. Em carta enviada ao grupo nesta sexta (29), Milei disse que “não considera oportuna a incorporação da Argentina” e que a decisão é uma das “revisões” do novo governo sobre o antecessor, Alberto Fernández.

A carta foi enviada diretamente aos cinco países do Brics: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Na última cúpula realizada em agosto deste ano, foi decidida a incorporação definitiva de mais 5 países, que já atuavam em parcerias no bloco: Argentina, Árabia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Irã.

Milei escreveu que seu governo difere “em muitos aspectos” da política externa de Fernández e que “algumas decisões tomadas pela gestão anterior serão revisadas”.

“Entre elas encontra-se a criação de uma unidade especializada para a participação ativa do país nos Brics. Sobre esse ponto, gostaria de informar que não se considera oportuna a incorporação da Argentina como membro pleno a partir de 1º de janeiro de 2024”, continuou o novo mandatário argentino.

Durante a campanha eleitoral, Milei já havia anunciado que, se eleito, tiraria a Argentina dos Brics. Por outro lado, o ultradireitista está se mobilizando para conseguir a entrada do país na OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), sob liderança dos Estados Unidos.

Leia mais:

Patricia Faermann

Jornalista, pós-graduada em Estudos Internacionais pela Universidade do Chile, repórter de Política, Justiça e América Latina do GGN há 10 anos.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador