Colapso institucional, um governo criminoso e o PSDB, por Aldo Fornazieri

Colapso institucional, um governo criminoso e o PSDB

por Aldo Fornazieri

Ao contrário do que afirmam os idiotas da normalidade, não só existe uma crise institucional no país, como, mais grave do que isto, as instituições entraram em colapso. O Executivo e o Legislativo já tinham sua legitimidade perto de zero. Com o processo do golpe das reformas, não só agem contra os interesses populares, mas exercem uma ação de violência contra a soberania popular pela ação criminosa de aprovarem medidas pelas quais não foram mandatados pelos eleitores. Ademais, o governo ilegítimo de Temer é fruto de um ato ilegítimo do Congresso.

Restava ainda o Judiciário com algum grau de legitimidade, em que pese as graves falhas na sua responsabilidade de salvaguardar a Constituição em face dos atropelos a que foi submetida pelas hordas congressuais e pela quadrilha de Temer que assaltaram o poder para obstruir a Justiça, para garantir o foro privilegiado a corruptos notórios e para bloquear a Lava Jato. Desde a última sexta-feira, o que restava de legitimidade ao Judiciário ruiu com a vergonhosa absolvição de Michel Temer no julgamento do Tribunal Superior Eleitoral. Temer foi absolvido por excesso de provas.

Um dos importantes aspectos do colapso institucional consiste em que os detentores do poder agem pelo arbítrio. Existem várias formas de arbítrio, sendo a principal, agir sem lei e contra a Constituição. Outra forma consiste em usar arbitrariamente a lei para perseguir quem se considera inimigo e para salvar a cabeça dos amigos.

É  o que fez Gilmar Mendes com o processo de cassação da chapa Dilma-Temer. Quando Dilma estava no poder, Mendes foi decisivo para a abertura do processo. Quando se tratou do julgamento de Temer, ele apelou para a tese de que não se pode cassar a soberania popular do mandato. Esta é uma conduta tipicamente arbitrária, destrutiva da moralidade pública, forma de violência no exercício do poder. Gilmar Mendes é a face desnuda da desfaçatez, num país em que a regra do jogo é a desfaçatez. Mas nada se poderia esperar de um juiz que é conselheiro noturno de Temer e estafeta de Aécio Neves. A virulência da sua retórica mal disfarça a pobreza dos seus argumentos, os sofismas de sua falta de lógica, os andrajos de sua incultura jurídica.

Gilmar Mendes, associado a Aécio Neves, foi um dos principais artífices das instabilidade e da crise política que ceifou o mandato de Dilma. Sem rubor e com a truculência dos tiranetes, pregou a necessidade de estabilidade dos mandatos, justificando a absolvição de um presidente usurpador que foi flagrado cometendo vários crimes. A crise e o colapso das frágeis instituições democráticas e republicanas nascidas com a Constituição de 1988 têm seus verdugos: Aécio Neves, Eduardo Cunha, Gilmar Mendes, Michel Temer e José Serra. Foram secundados por muitos outros, que transformaram as instituições em escombros, interditando o penoso caminho de um breve período de consolidação democrática.

Temer e seus asseclas, depois de terem levado as instituições à ruína, agora estão dispostos a mergulhar o país na aventura do confronto campal para barrar investigações e para quebrar o que resta da funcionalidade da Justiça. A sua ousadia criminosa os leva a usar os instrumentos típicos das ditaduras – a  espionagem, as ameaças e as chantagens. Usurpam os instrumentos de poder para se manterem no governo, fugindo da responsabilidade de responder pelos seus atos delinquenciais.

Os setores democráticos e progressistas da sociedade, junto com os movimentos sociais e os partidos de oposição, não podem ficar inertes a este embate. Devem exigir nas ruas a saída de Temer do governo e que ele seja levado a julgamento. As oposições pagarão um preço muito alto se assistirem passivamente o desfecho desta confrontação, pois, se não se mobilizarem, iludidas de que as eleições de 2018 resolverão esta crise, perceberão tardiamente que depois de garantir a permanência de Temer no governo, as forças que patrocinaram o golpe agirão para impedir a vitória de um candidato alinhado com as forças progressistas.

Permitir que Temer continue governando significa permitir a vitória de indignidade contra a indignação; da covardia contra a coragem; da imoralidade contra a decência moral; da corrupção contra a república. O momento de reconquistar a confiança da sociedade é agora, lutando contra esse governo que ofende o país e seu povo.

PSDB: Com Temer contra o Brasil

O PSDB escreveu, nos últimos anos, uma das histórias mais ignominiosas da vida política brasileira. Nascido como rebento do PMDB para combater-lhe a corrupção, não conseguiu negar a sua genética e tornou-se o avalista do governo mais corrupto e degradado de toda a história deste desditoso país. Levou para o esgoto a ilustração acadêmica de que sempre se gabava de ostentar e revelou-se tão corrupto quanto seu genitor, com o agravo de ter patrocinado um golpe contra a democracia, conspurcando a história de muitos democratas verdadeiros que se bateram contra o regime militar, a exemplo de Franco Montoro e Mário Covas, entre outros.

O PSDB precisa mudar com urgência o seu próprio nome, pois não é digno de manter a designação de “social-democracia”. Um partido não pode ser “social” quando investe e agride violentamente os direitos sociais dos trabalhadores e do povo. Um partido não pode ser democrata quando patrocina golpes e é o principal sustentáculo de um governo corrupto e de um presidente que foi flagrado cometendo crimes.

O PSDB foi comandado até recentemente pelo pior aventureiro que apareceu na política brasileira nos últimos tempos. Um aventureiro que entrou com uma ação que desestabilizou a democracia, gerou a crise política e econômica, provocou a recessão e o desemprego, apenas para “encher o saco do PT”. Essa irresponsabilidade não pode ser debitada apenas a Aécio, mas ao partido que deu aval a todo esse processo de vandalização das nossas instituições.

O PSDB não é apenas conivente com a destruição institucional e moral do Brasil, mas é seu artífice. As suas atitudes dolosas e danosas não podem ser escusadas, pois não pode alegar engano, consciente que é de sua ação deletéria. Neste momento em que o Brasil se esvai na desesperança, em que milhões de trabalhadores estão na ruína do desemprego e em que várias tragédias se multiplicam, a ilustração tucana está associada a uma inescrupulosa organização que tomou o poder para se salvaguardar dos seus crimes.

O entorno deste governo é um deserto ético, um pântano moral, onde vicejam corruptos seriais e achacadores de ofício. Cultiva-se ali a indiferença com a decência, a desavergonhada compulsão para a destruição da democracia a venda da dignidade moral em troca da destruição dos diretos sociais duramente conquistados.

Temer e seus sócios do PSDB precisam ser detidos, pois são a face política do modo como o capitalismo perverso e predador se constituiu no Brasil. São a expressão sádica da vontade escravocrata, daqueles que querem a destruição dos direitos para que os trabalhadores se tornem servos, daqueles que querem a flexibilização anárquica para que a exploração da mão de obra seja ainda mais despudorada e daqueles que querem a velhice desamparada para que os recursos públicos continuem, de forma mais voraz, a serem drenados pela impiedosa ganância do capital financeiro e do empresariado que constrói a sua riqueza com o dinheiro público. Este é o programa de Temer e do PMDB. Este é o programa do PSDB, sócio e cúmplice de um governo corrupto e criminoso. Temer é o presidente que o povo brasileiro não quer, mas que o PSDB, João Dória e Fernando Henrique Cardoso querem.

Aldo Fornazieri – Professor da Escola de Sociologia e Política.

 

19 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Van Kong

- 2017-06-14 11:22:54

Aécio pode delatar outros?

Será que a essa altura Aécio Neves estaria disposto a fazer delação premiada? Uma pergunta para os jornalistas se fazerem.

Let's Rock the rats

- 2017-06-13 15:55:56

entendendo melhor o que é atitude interpessoal e social
Somebody, Somebody... Vc está cofundindo comportamento interpessoal com comportamento social. obs.: 1) bréZil é forma debochada de escrever Brasil, pois a nossa classe política, judiciário, pol. federal e exército entregam nossas riquezas e finananças a qualquer estrangeiro que lhes elogie pelas besteiras qeu fazem ou que pague um bom suborno; se for estadunidense ou israelense, mesmo que seja de 3o. (3rd) escalão, ainda pedem permissão para beijar os pés deles; 2) letras minúsculas iniciais para países subjugados pelo anglo-sionismo ou nwo. Voltando ao assunto, pode ser que em outros países, o comportamento interpessoal tenha limites mais nítidos, mas o comportamento social é tão ruim ou pior que no bréZil. Quer ver? Exemplos é que não faltam... holanda, no caso do MH17, excluiu provas russas e permitiu a ucrânia na comissão... isso não existe em termos de investigação isenta; acobertou o vilão causador do atentado (ucrânia) e colocou, indiretamente, a culpa na Rússia para satisfazer o complô anglo-sionista (agindo para enfraquecer a Rússia de qualquer maneira possível, inclusive produzir as piores mentiras e adulterar investigações). holanda, que fez um plebicito para aprovar a entrada da ucrânia na ue (união européia), e a população recusou; agora, sem considerar a opinião da população, os burocratas aprovaram a adesão da ucrânia. Onde está a "linha de honra a não ser ultrapassada"? USraHell sabia de possíveis atentados por sabotadores estrangeiros (árabes) no 11set, incentivados pela banda podre das vossas agências de INsegurança, bem como de israHell (li em vários lugares que não havia NENHUM judeu nos prédios); deixou acontecer para servir de pretexto para retirada de direitos civis e entrada na guerra contra o Iraque; o uso de thermite e a derrubada adicional do prédio do fbi, ao lado das torres, ninguém constestou... ainda há o misterioso sincronismo do seguro das torres ter sido feito 6 meses antes do atentado; USraHell no caso da maratona de Boston, foi avisado pelos russos sobre sobre o perfil dos irmãos chechenos terroristas, mas o fbi "deixou pra lá", ou seja, a banda podre do fbi deixou acontecer para colocar um pouco mais de medo na população e "volorizar" o trabalho das agências de segurança. USraHell nos casos de Bradley Edward Manning, Edward Snowden e Julian Assange faz uma perseguição infernal contra eles, afrontando a Primeira Emenda (Amendment I), inventa fatos contra os perseguidos, só por terem exposto o trabalho sujo que as vossas agências de INsegurança e militares fazem para o enriquecimento absurdo da CASTA PARASITA, não da população estadunidense. Vocês, povo, pagam aos agentes idiotas das 500 agências de INsegurança e para os militares e eles trabalham DESCARADAMENTE a favor da kabbalah, e não para o povo que os sustenta, que paga seus salários. Onde está a "linha de honra a não ser ultrapassada"? frança (e inglaterra e bélgica) com essas histórias de atentados (false flag)... o governo vassalo francês (e inglês e belga) incentiva os mercenários travestidos de "extremistas radicais moderados" para ajudar a kabbalah francesa e a kabbalah nwo na exploração econômica do oriente médio, para expandir israHell e para "conter" a Rússia, e (sem querer?) acontecem "atentados" (deixados acontecer) em momentos políticos convenientes para retirar direitos civis e de direitos trabalhistas de sua população, como foi com Charlie Hebdo, Teatro Bataclan, entre outros... Onde está a "linha de honra a não ser ultrapassada"? Entre os exemplos dados acima, estão as populações mais "ricas", com melhor acesso à educação, "liberdade de imprensa" (wp, nyt, cnn e fox... lol... mentirosos ridículos) e melhor acesso à internet... então, Somebody, qual o povo que é mais covarde??? Onde está a "linha de honra a não ser ultrapassada"? 1) uma população "rica", com boa noção Estado, de direitos e deveres, "bem inforamada" (sic), mas que se deixa SODOMIZAR pela casta parasita (como nos casos exemplificados acima) ou 2) uma população muito mais pobre, sem acesso a uma boa educação, com pouca noção de Estado, pouca noção de direitos e deveres e com pouco acesso à internet? (como a brasileira) Gostaria de sua análise mais profunda (pelo menos mais que 5 frases longas... rs) sobre issa questão. obrigado e aguardo mais justificativas para sua opinião. em tempo: vc lê "www.thesaker.is" ou "www.globalresearch.ca" ? no saker vc encontra mais real patriotas, de vários países, desintoxicados da mídia msm, em discussões de alto nível. TALVEZ VOCÊ PERCEBA, COMO EU PERCEBI, QUE O PROBLEMA SÃO OS "RATOS" QUE SE INFILTRARAM NAS POSIÇÕES-CHAVE DO GOVERNO EM QUASE TODOS PAÍSES "DEMOCRÁTICOS" DO MUNDO, E NÃO AS POPULAÇÕES NATIVAS QUE SOFREM OS EFEITOS NEFASTOS DE SUAS (DOS RATOS) MANIPULAÇÕES E PILHAGENS. VOCÊ SABE QUE A GRANDE MAIORIA DOS BANCOS CENTRAIS DOS PAÍSES "DEMOCRÁTICOS" É PARTICULAR E ESTÁ NA MÃO DOS RATOS, INCLUSIVE A "$W!FT" (Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication)? VC SABE COMO OS USA JÁ ESTÃO SENDO CHAMADOS? NÃO United States of America, mas >>>United Slaves of Israel

Jorge Fernandes

- 2017-06-13 15:45:41

As 5 maiores organizações criminosas em atuação no Brasil.

• PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA PSDB

• Fundação 1988 
• Local de Fundação, Asa Sul, Brasília, Brasil

 

• PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO 
PMDB
• Fundação 1980 
• Local de Fundação, Praça dos Três Poderes, Brasília, Brasil

 

• COMANDO VERMELHO 
• FUNDAÇÃO 1979 (como Falange Vermelha)
• Local de fundação, Prisão Cândido Mendes, Ilha Grande, 
Rio de Janeiro, Brasil. 
• 
• PRIMEIRO COMANDO DA CAPITAL 
• Fundação 1993 
• Local de fundação, Casa de Custódia de Taubaté, São 
Paulo, Brasil 
• 
• FAMÍLIA DO NORTE 
• Fundação 2007 
• Local de fundação, Periferias de Manaus, Amazonas, Brasil

 

João de Paiva

- 2017-06-13 14:43:05

Destacando e dando nome aos bois

Jossimar,

Do teu coementário destaco 

"O Gilmar não salvou a Dilma, quem salvou a Dilma foi aquele que impediu a separação da chapa."

Mais: digo o nome dele

Admar Gonzaga, que advogou para Dilma em 2010, mas que ironicamente foi nomeado recentemente por Michel Temer, para uma vaga no TSE.

Não preciso me estender e comentar sobre as razões que levaram Gilmar Mendes a votar pela não-cassação da chapa presidencial qeu venceu a eleição de 2014, pois já expus isso de forma detalhada em comentário anteriores e ama rtigos que escrevi. Outros leitores, também,  já o fizeram com maior rigor e competência.

Os democratas têm tanta aversão a Gilmar Mendes, A Michel Temer e camarilha que estão analisando o julgamento do TSE com o estômago, não com a razão. À luz da razão tanto a IIME como a AIJE já deveriam  ter sido extintas em 2015, como mostraram Luciana Lóssio eMmaria Thereza, ministras do TSE que pediram o arquivamento. Foi GM quem impediu e ficou "cozinhando" o  processo, de modo a manter MT e cararilha sob suas rédeas e implantando o programa neoliberal e privatistas do PSDB. 

Herman Benjamin teve seus 15min de fama por obra e graça de GM, como este fez questão de dizer. GM pouco ou nada se importa e nem se abala com a exposição de contradições em relação ao que ele mesmo dissera tempos atrás, para manter o curso das ações no TSE. GM é alguém com notáveis conhecimentos jurídicos e políticos, mas que os usa para o mal, para a defesa do que há de pior na política, ou seja, as oligarquias plutocratas, escravocratas, cleptocratas, privatistas e entreguistas, cujo símbolo máximo é o tucanato, o PSDB. As delações forçadas do empresário Marcelo Odebrecht e do casal de publicitários João Santa e Mônica Moura não podderiam ser usadas como provas, já que apenas delações (ainda mais se obtidas por meio de pessoas presas, coagidas, ameaçadas e torturadas psicològicamente) não constituem prova judicial, mas apenas um meio de obtê-la. Além de nenhuma das delações ter sido acompanhada de prova material que as embasse, elas não constituiam objeto da inicial e foram obtidas apenas no iníco deste ano, quase 30 meses após a proposituta da AIME e  da AIJE no TSE. Não há consenso na área jurídica sobre a validade do uso das delações no processo. Se valer o direito romano, consagardo no Brasil: in dubio pro reo.

João de Paiva

- 2017-06-13 14:22:51

Obviedades, indignação e firula para as maltas

Prezados,

Confirmando minha tese, de que os chamados "intelectuais esquerdistas" - dentre eles AF e WGS - sempre encaixam críticas ao PT e à Esquerda Política viável como forma de abrir as portas dos veículos do PIG/PPV, para assim divulgarem artigos acadêmicos e livros que estejam produzindo, este GGN anunciou neste 1º semestre de 2017 o lançamento livros dos dois autores que cito e critco.

Este artigo, embora contenha corretas e bem fundamentadas críticas ao PSDB e ao genitor, o PMDB, elenca obviedades e indignação feitas sob medida para alimentar as maltas e matilhas, que adoram generalizões do tipo "Todo os partidos e todos os políticos são mesma coisa", 'Todo político é corrupto" e frases do tipo, que mostram baixa capacidade argumentativa ou preguiça em estudar e compreender a complexidade das relações sociais, políticas, econômicas, históricas e culturais que levam o Brasil e os brasileiros a serem o que são e por que.

Como mostrei em comentário anterior, o populismo acadêmico é garantia de grande audiência e mesmo na era digital ainda serve para vender idéias e livros.

Pedro Augusto

- 2017-06-13 13:05:20

DO GRANDE MEDO QUE PASSOU O

DO GRANDE MEDO QUE PASSOU O AUTOR NO REINO DE QUEDÁ

 http://mundovelhomundonovo.blogspot.com.br/2017/06/do-grande-medo-que-passou-o-autor-no.html  

 

romulus

- 2017-06-13 11:40:14

“ACORDÃO”: COMEÇA O FIM DA LAVA JATO

“ACORDÃO”: COMEÇA O FIM DA LAVA JATO (“TOO BIG TO FAIL”, ESTÚPIDO!)

Por Romulus & Núcleo Duro

- A Medida Provisória que permite ao Banco Central celebrar acordos de leniência – secretos! – com os Bancos muda o jogo.

- Esvazia sobremaneira o poder de chantagem da Força Tarefa da Lava a Jato – e de Palocci! – sobre o Mercado: a “bomba atômica” está em vias de virar uma...

- ... biribinha (!)

- Esse fato – tomado isoladamente – é ruim para o PT. E para Lula (!)

- Mas...

- Sempre se pode contar com a estupidez dos Procuradores de Curitiba. Eles que – até agora! – ainda não entenderam que o Acordão é...

- ... I-NE-VI-TÁ-VEL!

- Por quê?

- Ora, “é o too big to fail, estúpido!”.

- No caso, literalmente “estúpidos” M E S M O.

 

LEIA MAIS »

 

Somebody

- 2017-06-13 03:20:29

Na maioria dos países

Na maioria dos países desenvolvidos, minha terra inclusa, quando alguém acha que teve o bastante e desenha uma linha no chão e diz "não passe dessa linha", quem passa da linha leva um soco no rosto ou um tiro.

Já o brasileiro quando chega a hora de riscar essa linha no chão ele a apaga logo em seguida, desenha ela mais alguns passos para trás e tenta dar um "jeitinho" para fazer os outros pensarem que a linha esteve sempre aonde ele desenhou por último, e quando essa segunda linha vai ser ultrapassada ele apaga e a desenha de novo mais alguns passos para trás, repetindo até não ter mais para aonde recuar.

E quando o brasileiro fica sem espaço para recuar, por medo de erguer a mão ele oferece o próprio pescoço.

Eu não lembro de ter visto outro povo tão covarde como o brasileiro.

Marcos k

- 2017-06-13 01:10:49

O que me impressiona não é a

O que me impressiona não é a corrupção e amoralidade dessa gente escrota. É a mediocridade. Impressionante como os homens públicos brasileiros são tacanhos, bárbaros, primários e primitivos.  

Não passam de serviçais, cães magros e cheios de sarna que ficam esperando as migalhas dos poderosos do mundo e por essas migalhas não exitam em emascular um país inteiro.

Triste ter que dividir o mesmo país com imbecis acéfalos desse naipe.

JB Costa

- 2017-06-12 21:15:10

Alguns comentaristas,

Alguns comentaristas, incluindo este que ora escreve, criticaram o penúltimo artigo do professor Aldo no qual traçou um painel do país por demais pessimista-niilista talvez influenciado negativamente pela atual conjuntura. De certo modo, não era de todo impertinente o desabafo à vista do exposto nesse artigo.

O ministro Gilmar Mendes dispensa apresentações. Trata-se de um militante político:  a toga é apenas um disfarce. Nesse mister, como bem lembrou o articulista, não dá bola para coerência, um dos atributos essenciais para qualquer julgador. O que disse ontem é desdito hoje e o que é refutado hoje é acolhido amanhã. Tudo a depender do ânimo e dos interesses políticos-ideológicos. Em suma: um "juiz" de ocasião que contradiz sem corar a máxima do seu colega Marco Aurélio de Mello segundo a qual "processo não tem capa: tem conteúdo". Já para Gilmar Mendes importa muito se a capa se reporta a  amigos, correligionários políticos;  ou o contrário. 

Sobre o (des)governo atual: tudo o que se dizer e escrever será pouco. Nem republiquetas de quarto mundo fincadas no cafodó do Judas chegaram ao estágio que Temer colocou a administração pública. Virou literalmente uma zorra total. Um vale tudo que só não ecoa com a intensidade devida em razão dos interesses envolvidos. Enquanto estiver no picadeiro as tão decantadas reformas tudo o mais será secundário, inclusive a possibilidade do país ser engolido pelo abismo da desestruturação política, econômica e social. 
 

 

Let's Rock the rats

- 2017-06-12 15:36:10

poderia nos dar um exemplo de uma correta reação popular?
Dear Somebody, compartilho de sua indignação, mas... poderia nos dar um exemplo claro de onde a população conseguiu reagir adequadamente ao "deep state" ou "establishment" e fazer valer os interesses da MAIORIA da população ao invés de atendender os interesses da MINORIA, a famosa CASTA PARASITA? tirando Rússia, China, Síria, Venezuela, Equador e Bolívia (e mais uns poucos países que ainda tem espinha e andam em pé, e não rastejando e lambendo os pés da NWO), praticamente todos os outros países atendem majoritariamente os interesses, beijam os pés da casta parasita, não da sua própria população, por ex., inglaterra, frança, alemanha, USraHell, canada, méxico, itália, espanha, colombia, argentina (com o macri), polonia, ucrânia, israHell, reinos fakes árabes.... (a lista é longa) Somebody, não esqueça que há infiltração longínqua de uma conhecida máfia na educação (modelos pedagógicos) e na mídia (tv, jornais, livros e internet), projetando artificialmente uma pós verdade e formando cidadãos bovinos desde a infância... daí, as pessoas que sofreram lavagem cerebral desde a infância, passando pela juventude e vida adulta sendo bombardeados pelas pós verdades da mídia, não percebem que vivem numa Matrix, em um universo virtual, artificial. dificilmente vc encontra pessoas que não foram zumbificadas pelo processo escola-mídia, e quando vc as alerta sobre isso, ainda debocham do alerta, achando que vc é o alienado, adepto da teoria da conspiração... nos USraHell (usa submisso a israHell), JFK afrontou os interesses da kabbalah, e "serviu de exemplo" para outros patriotas não sairem do roteiro... Desde JFK, não há mais presidentes em USraHell, apenas fantoches do "estado produndo", e os dois partidos, DNC e RNC apenas colaboram com a farsa eleitoral. Qualquer novo presidente, de qualquer partido, seguirá o roteiro pré-estabelecido pelo establishment... ou sofrerá ataques midiáticos 24/7, ou sofrerá obstrução do knesset (que vcs chamam de congresso), ou sofrerá impeachment ou se juntará a JFK... trump (e obama) que o diga, e se era sua (trump) intenção drenar o pântano (beltway and co.), o pântano é que drenou trump até agora (torço para que ele consiga reverter o jogo em breve, para o bem do vosso país e dos demais países afetados pela vossa louca política externa). Somebody, seu país(?) é regido pela aipac e kabbalah dos lobbies financeiro, midiático, militar, farmacêutico, transgênicos, entre os principais, e vc quer nos dizer como outros países não reagem às imposições da casta parasita? é sério? o knesset de washington (que vcs chamam equivocadamente de congresso americano) é apenas uma filial do knesset de jerusalem. Não se preocupe... aipac e kabbalah estadunidense estão fazendo um bom trabalho na beltway em (NÃO!) benefício do povo estadunidense. não bastando a acumulação financeira absurda (muitas vezes ilegal) da kabbalah (casta parasita), vcs sangram o orçamento do vosso país enviando bilhões de $ para uma colonia de ocupação no oriente médio (o rabo que balança o cachorro, "a tail wagging the dog"), subtraindo drasticamente um melhor atendimento do Estado à vossa população nativa, como escola, educação, saúde, infra-estrutura, assistência social. e, resumindo, vc acha que só os brasileiros são covardes, bunda-mole? Sim, a maioria é mesmo! Massss... reitero o desafio!!! Mostre onde (quando e como) USraHell, alemanha, inglaterra, frança reagiram ao domínio da casta parasita em benefício de sua própria população? Qual o país que vc, dentro da sua justa indignação, daria como exemplo ao bréZil para seguir como modelo autonomia e conduta política? (os meus modelos seriam Rússia, China, Venezuela, Equador, Bolívia, por ex., não exatamente, mas como referência) ... esperando suas sugestões e exemplos...

JB Costa

- 2017-06-12 15:27:22

Uso de armas? Como assim? Já

Uso de armas? Como assim? Já não bastam os atuais horrores? É necessário o horror dentro do horror que é uma conflagração violenta?
Deves estar de brincadeira, não? Talvez no mesmo nível da que pugna pela "intervenção militar".

Renato Lazzari

- 2017-06-12 13:19:57

"Os setores democráticos e

"Os setores democráticos e progressistas da sociedade, junto com os movimentos sociais e os partidos de oposição, não podem ficar inertes a este embate. Devem exigir nas ruas a saída de Temer do governo e que ele seja levado a julgamento."

Viva!

 

Agora, caro professor... pode ser que na aparência a turma do golpe - Gilmar Mendes, Aécio Neves, Aloysio "quero ver Dilma sangrar" Nunes, FHC, Temer, Cunha, Moro, Dallagnol et caterva -  faça cara de paisagem quando lê descrições como a que o sr. lhe faz nesse artigo. Mas me arrisco: no fundo, eles gostam.

"É isso aí, somos mesmo fodões. Quem vai encarar? Quem pode conosco?", sente essa turma.

maria rodrigues

- 2017-06-12 13:00:12

Os caciques do PSDB são todos

Os caciques do PSDB são todos ricos, empresários bem sucedidos, que nem precisariam de cargo público, senão para deles se valer no sentido de angariar mais jeitinhos de lavarem dinheiro, de manterem suas riquezas em paraísos fiscais, engambelando a justiça, esta também com autoridade pra fazerem o mesmo, daí a dificuldade de um Gilmar ser contra um político que esteja agindo em causa própria, se ele também age assim. Quantos desses políticos que esbravejaram e esbravejam sempre contra o PT, são grandes responsáveis pelas contas da Previdência não fecharem, se isso é verdade. Verdade mesmo que entre esses políticos latifundiários, grandes empresários, existem aqueles que ainda mantem seus subordinados debaixo do açoite, sem lhes pagar o devido, e quem seria um pobre coitado trabalhador pra ir à justiça reinvindicar seus direitos. 

O fato é que se fosse possível rever as privatizações; olhar com justiça para as contas desses tantos tucanos, sobrariam poucos a estarem em dia com suas obrigações patronais. 

Foi muito difícil para o povo brasileiro, que ama seu país, ver como se sucediam as manobras dos governos FHC, sem que nada fosse investigado, enquanto todos se sentiam absolutos para vender nosso patrimônio, e não nos dar nenhum retorno. Pelo contrário. Foi quando o funcinoalismo público sofreu em demasia a reforma administrativa; sem reajustes; sem contar com as comunidades mais carentes que saíram de uma situação pra outra muito pior. A maior prova disso foi a aprovação de Lula em dois mandatos, ao ponto de atingir 80 por cento de aprovação quando entregava o governo a Dilma.

O Príncipe da Sociologia não entende nada de povo. Entende mesmo é da elite. Soube até que esteve com os Marinhos pra pedir menos quanto às denúncias contra Temer. Que salvar um bandido a todos custo.

MARCOSBH

- 2017-06-12 12:46:16

Bom dia  Somebody, parabéns

Bom dia  Somebody, parabéns pelo seu comentário. Voçe  expressou meu desejo politico. Infelizmente  somos minoria  da minoria. Um abraço

CB

- 2017-06-12 12:35:40

Não custa lembrar: o mandato

Não custa lembrar: o mandato de termer vai até 31/12/2018. Até lá terão tempo suficiente para destruir o que quiserem e entregar tudo. Não vai sobrar muita coisa para quem vier depois.

jossimar

- 2017-06-12 12:32:33

"Desde a última sexta-feira,

"Desde a última sexta-feira, o que restava de legitimidade ao Judiciário ruiu com a vergonhosa absolvição de Michel Temer no julgamento do Tribunal Superior Eleitoral. Temer foi absolvido por excesso de provas"

Me parece que o julgamento não era somente do Temer, era da chapa Dilma-Temer.

Se havia prova de crimes ambos deveriam ser cassados. Neste caso a Dilma ficaria inelegível, assim como o Temer.

O Gilmar não salvou a Dilma, quem salvou a Dilma foi aquele que impediu a separação da chapa.

Quando viu que não conseguiria detonar a Dilma e salvar o temer, o gilmar não tve o menor escrúpulo em jogar no lixo tudo o qeu havia afirmado antes e a contragosto, teve qe absolver a Dilma também.

Na verdade, ele se ferrou e deixou às claras que não é ministro do stf, é apenas um político sem voto do psdb. Mas, mesmo sem voto(popular) o voto(da casa grande) dele parece valer mais do que os dos outros todos do stfezinho.

Somebody

- 2017-06-12 11:47:44

Enquanto vocês se borrarem de

Enquanto vocês se borrarem de medo da idéia de se livrarem de Temer e companhia com o uso de armas se for preciso, vocês continuarão sendo escravos.

E eu em particular cansei de esperar reação de uma população de suckers, nesse tempo em que eu não comentei neste blog eu estive finalizando os meus últimos negócios no Brasil. Parecia uma boa idéia enquanto durou mas agora vejo que o governo Lula foi um ponto fora da curva em um país que até aonde eu posso ver irá ser para sempre uma colônia escravocrata.

Cleber Altivo

- 2017-06-12 11:37:32

O brilhante prof. Aldo é

O brilhante prof. Aldo é leitura obrigatória.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador