“Fake news acima de tudo, fake news acima de todos”, uma análise da campanha Bolsonaro

Artigo expõe como a campanha de Jair Bolsonaro utilizou os discursos da "família tradicional brasileira" para se eleger

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Artigo de Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão, Fernanda Marina Feitosa Coelho e Tainah Biela Dias, publicado na Revista Eletrônica Correlatio, em dezembro do último ano, expõe como a campanha de Jair Bolsonaro utilizou os discursos da “família tradicional brasileira”, a oposição ao “kit gay” e à “ideologia de gênero” para obter a vitória no segundo turno das eleições presidenciais no Brasil.

Maranhão é docente do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos, Cidadania e Políticas Públicas e do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Coelho é Doutoranda do Programa de Ciências da Religião na Universidade Metodista de São Paulo e Dias é doutoranda do Programa de Ciências da Religião na Universidade Metodista de São Paulo.

Por meio de uma pesquisa bibliográfico-documental, os acadêmicos comprovaram como a campanha de Bolsonaro teve o apoio massivo de setores conservadores da sociedade brasileira. Eles ainda expõe os impactos “à democracia e à laicidade do Estado brasileiro, sobretudo considerando o não-compromisso com os direitos de mulheres e da população LGBT+ e com questões de gênero e sexualidade, combatidas com argumentos falaciosos que também são respaldados por um discurso político-religioso que se afirma monolítico”.

Leia o artigo completo abaixo:

MARANHAO_F_Eduardo_Meinberg_de_Albuquerq

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Comemorando a delinquência, por Jeanderson Mafra

5 comentários

  1. NetworkError when attempting to fetch resource. Error: URL to the PDF file must be on exactly the same domain as the current web page. Click here for more info

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome