O Brasil dos brutamontes, por Wanderley Guilherme dos Santos

Por Wanderley Guilherme dos Santos

No blog Segunda Opinião

Há quem resvale à beira do ridículo, ou do adesismo, angustiado com o inexistente dilema de apoiar o governo Temer contra o que seria um golpe ainda mais reacionário do PSDB, de Aécio Neves e de Fernando Henrique Cardoso. Estava demorando aparecer o pretexto para a velha cantilena de ser preciso combater a reação por dentro. Em geral, o combate se dá por dentro de bons hotéis, bons empregos e bons salários.

Trapaça entre PMDB, PSDB e assemelhados é assunto de estrito interesse dos salteadores, que só discordam sobre qual o melhor caminho para espoliar economicamente os assalariados e manter os líderes populares indefinidamente afastados da competição pelo governo. Imaginar que os arrufos entre eles expressam pudores democráticos ou é autoengano ou tentativa de empulhar a boa fé dos democratas. Judas! Judas! Judas!

O Brasil caiu na clandestinidade e a disputa por poder não tem limites, nem constitucionais, nem de protocolos de acordos, nem de projetos administrativos. Os bocados de poder são apropriados e mantidos aos berros, enquanto outro berrante não prevaleça sobre os bezerros. O Ministro da Justiça distribui filipeta de candidato a vereador, é desautorizado por delegados e fica por isso mesmo; procuradores dão espetáculo de ignorância, afetação e desonestidade intelectual, recebendo aplauso de juízes, estes, defensores da tese fascista de que é democrático normalizar a exceção. Promovem desnecessários espetáculos de prisões preventivas, algumas talvez justas, para acobertar arbitrariedades sem conta convertidas em técnica de chantagem. Ministros do Supremo agridem colegas pelos jornais, algo que só faziam durante as sessões da Corte. Tudo diariamente registrado nos jornais; não há pudor nem temor de reação. Ninguém da direita reage a ninguém da direita, ainda não entenderam?

Os brutamontes atuais, no Executivo, Legislativo e Judiciário só entendem a linguagem da brutalidade, o resto é lantejoula. Os ativistas da reação precisam sentir medo. Tergiversar é subterfúgio de colaboradores.

4 comentários

  1. brutamontes

    Nassif: A barbárie está destruindo tudo o que é republicando e demoncrático. A elite brasileira é o brutamonte que passa por cima da democracia e acaba com o regime de direitos dos trabalhadores. Até onde eles podem chegar! A imprensa, a justiça, o legislativo corrompido por Cunha e a conspurgata burgusia brasileira, todos mostram o seu ódio contra os trabalhadores e excluído e o povo brasileiro. A face golpista dos coxinhas, dos perfumados, dos engravatados e de muitos intelectuais covardes, a imprensa golpista denominaram o povo por quanto tempo? “Valha-me deus nosso senhor do bom fim”! Nunca se viu tanto crime assim.

  2. Não sejamos ingênuos.
    A Lava

    Não sejamos ingênuos.

    A Lava jato, é um esquema criminoso, violento, que usa o judiciário e o  pretexto de combate a corrupção para justificar  o seu “direito” de rasgar a constituição 

    Ela já deu o  mote : As calendas as provas já que temos a convicção.

    Todos os direitos dos que se interpuserem ao esquema, continuarão a ser devidamente desconhecidos por agentes tacanhos mas bem postados nas instituições da “justiça”,  para executa-la a bem dos seus objetivos. E uma quadrilha bem azeitada que vai corrompendo as instituições  as normas do direito até seus objetivos serem alcançados.

    Sem meias palavras,  estamos tratando de  uma organização corrupta. “o resto é lantejoula”.

    Não acredito  que isto irá parar através de  disputa judicial ou, eleitoral . A organização já estão de posse  do sistema judicial e político para manobra lo ao bel prazer.

    Mais não digo por falta de provas mas já tenho elementos suficientes para a minha convicção.

    E vai demorar vinte anos para a sociedade se convencer já que a organização também controla a informação.

    Voltar ao estado de direito a curto prazo,   só acontecerá se se instalar um processo autofágico entre os criminosos.

  3. Republica dos canalhas

     Voce que bateu panela de verde e amarelo na Paulista sabe que vc contribui pra mim aposentar aos 65 anos no minimo, contribuiu para minhas relaçoes trabalhistas serem mais frageis,contribuiu para a venda do pre-sal a preço de banana tirando dos meus filhos verba p educação,vc contribuiu para tirar um governo popular” não sei se vc sabe o que isso significa” e ajudou colocar um bando de canalhas subserviente aos EUA, mas não tenho raiva de voces, agiram por ignorancia ou preconceito, mas voces também vão pagar o PATO, alias o cumulo da ignorancia é trabalhador fazer passeata na frente da FIESP,meus antagonistas preconceituosos, por favor, não batem mais panela para um governo popular, please.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome