O petróleo brasileiro e a geopolítica internacional: uma linha do tempo, por Daniel da Silva Lacerda

Nenhum fenômeno político de grandes proporções ocorre por uma causalidade simples e direta como gostam de sugerir os panfletos partidários.

O petróleo brasileiro e a geopolítica internacional: uma linha do tempo

(ou “A triste história de um assalto”?)

por Daniel da Silva Lacerda

Em 2006 o Brasil descobriu uma grande de reserva de petróleo na chamada camada “pré-sal”. Além de ser mais fácil de refinar e mais valioso do que o extraído de camadas menos profundas, a extensão das reservas descobertas colocava o Brasil dentre os maiores do mundo. Isso chamou a atenção de outros países, especialmente os EUA, único país cuja empresa petroleira não é estatal.

2006 – Descoberto o pré-sal, uma reserva de petróleo que levou o país da 15ª posição para a 5ª maior do mundo. [1]

2008 – A Estatal Petrobras vira a terceira maior empresa das Américas, passando a Microsoft em valor de mercado, e investe 54 bilhões na economia do Brasil. [2]

2008 – EUA reativam sua IV Frota Naval de monitoramento do Atlântico Sul. [3]

2008 – Informações geológicas sigilosas e estratégicas da Petrobras são furtadas. [4]

2009 – Inicia o intercâmbio entre o Departamento de Justiça dos EUA e integrantes do Judiciário, do MP e da PF brasileira. O juiz Moro é um dos que recebe treinamento (revelado pelo Wikileaks 3 anos depois) [5]

2010 – Brasil aprova Lei da Partilha, através do qual a Petrobras é a operadora única nos campos de exploração. [6]

2010 – Chevron negocia sigilosamente mudanças no marco regulatório do pré-sal com José Serra,  candidato a presidência da república cotado para eleição. [7]

2010 – Dilma eleita 

2013 – Aprovada Lei 12.858 que destina a educação e saúde todos os recursos da União gerados pela exploração de petróleo e gás natural. [8]

2013 – Descoberto que a presidência da República, ministros de Estado e dirigentes da Petrobras vinham sendo alvo de grampo e espionagem. [9]

2013 – Embaixadora dos EUA que acompanhou o golpe de Estado do Paraguai contra o presidente Fernando Lugo foi deslocada para a embaixada do Brasil. [10]

2014 – Dilma reeleita. Congresso “renovado”.

A partir daqui, o que estava nos bastidores começa a vir para a superfície:

2014 – Inicia a Operação Lava Jato, que tomou a instigante decisão de investigar as propinas pagas aos diretores da Petrobrás. [11]

2016 – Impeachment e deposição de Dilma Roussef, Temer toma posse e nomeia José Serra como Ministro das Relações Exteriores. [12]

2016 – Aprovado no Congresso mudança nas regras de exploração do pré-sal, derrubando a Lei da Partilha e escanteando a Petrobrás. [13]

2017 – Decreto presidencial dá isenção fiscal a petroleiras estrangeiras de 40 bilhões por ano (1 trilhão em 25 anos). [14]

2018 – Nova direção da Petrobrás propõe acordo com investidores americanos para pagar 3,6 bilhões por indenização em função das denúncias julgadas pela lava-jato. [15]

2018 –  Lula é preso pela Lava Jato, Moro recebe convite para ser ministro de Bolsonaro, que depois é eleito presidente. [16]

2018 – Com a quinta rodada de leilões, petroleiras estrangeiras se tornam donas de 75% do pré-sal brasileiro. O preço médio pago foi de R$ 0,34 por cada barril, o custo de extração era R$40 reais, e o preço de venda cerca de R$300 reais por barril. [17]

2019 – Em meio a escândalo de áudios vazados sobre a parcialidade de Moro, o ministro cancela ida a quatro comissões da Câmara dos Deputados sem aviso prévio e viaja para os EUA. [18]

2019 – A gigante BR distribuidora é privatizada através da venda de 30% das ações, em valor menor (2,5 bilhões) que o da venda do hotel Copacabana Palace. [19]

2019 – Petrobras coloca também a venda 8 das suas 13 refinarias, além da Gaspetro (gasodutos) e da Liquigas (venda de gas natural), um setor com lucro liquido bilionário. [20]

Todos esses eventos são fatos de domínio público, e a fonte para eles está nos links ao final do texto. Certamente não existe neutralidade nessa escolha/omissão de eventos, mas a ordem dos acontecimentos e os dados objetivos são contundentes. 

Não é a ideia dessa linha do tempo sugerir que nunca houve corrupção na Petrobrás, por exemplo. Certamente nem a Petrobras e nem nenhuma empresa estatal esteve livre de corrupções, há muitas décadas. Aliás, também há muita corrupção em empresas privadas, vide os escândalos da JBS e da Odebrecht, a qual também influencia nos preços que pagamos pelos produtos. 

Também não é a ideia sugerir que a Lava Jato foi um complô para incriminar o PT e tirá-lo do jogo político arquitetado por agentes da CIA ou coisas do tipo. Nenhum fenômeno político de grandes proporções ocorre por uma causalidade simples e direta como gostam de sugerir os panfletos partidários. Mas ignorar a teia de interesses que converge para determinados acontecimentos é uma grande ingenuidade, e ingenuidade custa caro ao país.

Só a chamada MP do Trilhão já tem impacto muitas vezes maior do que toda a corrupção da Petrobrás, incluindo a comprovada, a inventada e a nem sugerida. Aliás, corrupção é apenas percebida, nunca sabemos o seu valor real, e torna-se mais percebida quanto mais é divulgada. Para combatê-la existem os órgãos de controle e investigação. Os que sugerem entregar o patrimônio de um país para prevenir corrupção lutam contra a lógica de várias formas. Qual o valor de mercado da empresa? Quanto ela investia na economia brasileira? Quanto gerava de lucro líquido (descontado tudo, inclusive corrupção)? Quanto se pagava de gasolina? Quanto gerava de impostos recolhidos? 

Há não muito tempo atrás fomos inspirados pelo exemplo da Noruega, um país que usou suas reservas de petróleo (três vezes menor que a do pré-sal) para serem explorados por uma empresa estatal e destinar todos os recursos para o desenvolvimento do país. Sonhamos que os royalties do pré-sal seriam nosso passaporte para o futuro, mas o visto nos foi negado. Agora, ou voltamos ao passado ou enfrentamos essa fronteira criminosa.

 

Fontes: 

[1] http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/08/pre-sal-do-brasil-contem-176-bilhoes-de-barris-de-petroleo-e-gas-diz-estudo.html

[2] https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2008/05/19/petrobras-passa-microsoft-e-vira-a-3-maior-das-americas-diz-economatica.htm

[3] https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Internacional/EUA-reativam-IV-Frota-e-preocupam-dirigentes-da-AL/6/14205

[4] https://oglobo.globo.com/economia/roubo-de-dados-da-petrobras-foi-espionagem-diz-pf-3632874

[5] https://jornalggn.com.br/justica/documentos-mostram-detalhes-de-curso-dos-eua-para-juizes-no-brasil/

[6] http://g1.globo.com/politica/noticia/2010/12/camara-aprova-modelo-de-partilha-para-o-pre-sal-e-criacao-de-fundo-social.html

[7] https://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/wikileaks-eua-estavam-preocupados-com-exploracao-do-presal/n1237864564540.html

[8] http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/09/governo-publica-lei-dos-royalties-do-petroleo.html

[9] http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/07/lista-revela-29-integrantes-do-governo-dilma-espionados-pelos-eua.html

[10] https://www.terra.com.br/noticias/mundo/obama-nomeia-liliana-ayalde-como-nova-embaixadora-dos-eua-no-brasil,b6cde81e2424f310VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

[11] http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2014/11/empresas-suspeitas-de-corrupcao-e-cartel-sao-investigadas-na-lava-jato.html

[12] https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,temer-nomeia-os-novos-ministros,10000050975

[13] https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2016/11/30/sancionada-lei-que-revoga-obrigatoriedade-de-exploracao-do-pre-sal-pela-petrobras

[14] https://congressoemfoco.uol.com.br/especial/noticias/camara-envia-ao-senado-a-%E2%80%9Cmp-do-trilhao%E2%80%9D-que-isenta-de-impostos-petroliferas-estrangeiras/

[15] https://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/indenizacao-oferecida-pela-petrobras-para-encerrar-acao-nos-eua-e-65-vezes-maior-do-que-dinheiro-recuperado-pela-lava-jato.ghtml

[16] https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/06/10/moro-relatou-convite-de-bolsonaro-antes-da-eleicao-diz-jornalista.htm

[17] https://www.sindipetro-rs.org.br/index.php/noticias/item/4262-apos-cinco-leiloes-multinacionais-ja-sao-donas-de-75-das-reservas-do-pre-sal

[18] https://epoca.globo.com/guilherme-amado/moro-tera-de-enviar-detalhes-de-sua-visita-aos-eua-para-camara-23763011

[19] https://odia.ig.com.br/economia/2019/07/5666338-br-distribuidora-vendida-mais-barata-que-o-copa-palace.html

[20] https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/06/petrobras-e-cade-fecham-acordo-para-venda-de-oito-refinarias.shtml

 

5 comentários

  1. Somos Loucos ou apenas Aloprados? Bipolaridade tem cura? Fazendo Panfletagem ao invés de Jornalismo, serão perdoados os erros da Esquerda e do PT? O que querem, se substituído este atual Governo? O que ficou para trás? Andaremos para a frente, olhando para trás? Estado Ditatorial Absolutista? FHC já foi considerado o Estadista que o Brasil merecia. A ‘Esquerda com Intelectualidade’. O ‘Lula com Diploma’ e outras pérolas. Serra seguia pelo mesmo caminho. ‘A Esquerda com grife’. O Estadista que o Brasil merecia. Em qual Setor, trabalha a Família de FHC? Petróleo e não Professorado Universitário?!! Que coisa mais meritocrática e capitalista !!! E quanta coincidência !!! Serra, um Senador da República trabalhando contra a Petrobrás, a favor de Chevron e Shell? E não tornamos o ‘Patriota’ em Presidente?!! E Nossas Elites Esquerdopatas? Vendam mesmo a Petrobrás !!! O Petróleo não tem futuro !!! O Mundo dispensará tal produto devido ao Aquecimento Global !! Ficaremos com um ‘Mico Comercial’ nas mãos !!! O Planeta abrirá mão de Combustíveis Fósseis pelo bem do Meio Ambiente !!! Os Preços que se defasarão pelo decréscimo do consumo, não cobrirão os Custos de Produção no Pré-Sal !!! Precisamos abrir mão destas Reservas que poluirão nosso Oceano e Floresta Amazônica, onde são explorados !!! Queremos ter uma Empresa Capitalista e seus resultados, combatendo o Capitalismo e a Meritocracia? Com o Nosso AntiCapitalismo de Estado? E juntamente são sabotadas JBS, OAS, Queiroz Galvão, Grupo X, Pão de Açúcar, AgroPecuária, Odebrecht, Dolly,… Mas alguns dizem não saber, como chegamos a entrega da BR Distribuidora?!!! Loucura ou Alopração? Bipolaridade tem cura? Pobre país rico. Mas de muito fácil explicação (P.S. Para Aqueles que creem que não exista um projeto vitorioso e muito bem estruturado por trás disto, que tem muito mais a ver com Nossa Elite (Elite que não se quer adjetivada como tal) que Interesses Internacionais, basta pesquisar onde estão morando, suas finanças, suas Famílias, suas Empresas, suas Residências, Suas Cidadanias,… Foi o “malvado” interesse internacional que fez isto com o Brasil?)

    • Zé Sérgio, é verdade que os combustíveis fósseis serão substituídos gradativamente pelo alto efeito poluidor e por não serem renováveis.
      Existem opções como Hidrogênio e o carro elétrico, etc… porém será um processo gradativo, não se pode quebrar a economia Mundial. Cientistas já descobriram soluções alternativas há séculos. (Veja-se a história de Nikola Tesla), porém o Capitalismo e a sede de poder de certos grupos econômicos vai sabotar qualquer opção, até que esteja sob o controle deles.
      No entanto, se baseados nos fatos acima, concordarmos com entreguismo das nossas empresas nacionais seríamos loucos.
      Obs:- Não confunda, privatização com “doação”. Empresas e tecnologias sendo entregues a preço de banana: Embraer, Base de Alcântara, Aeroportos, pré-sal, Amazônia…
      Todos relacionados à Segurança Nacional.
      Qualquer pessoa que concorde com esse estado de coisas ou está maluco ou cometendo o crime de lesa-pátria. (Ou extremamente desatualizada da geo-política)
      Faltou citar a prisão indevida e politica do gênio, cientista e Almirante que criou um reator especial para o Submarino nuclear brasileiro…
      No pupulacho: “Está tudo dominado”
      Precisamos promover a informação,
      E os dados dessa marés estão corretos, são fatos e contra fatos não há argumentos.
      Quem consegue isso é apenas o Desgovernante Bolsonaro e seus seguidores através dos fake News e seus Robôs de desinformacão trabalhando intensamente para tirar a atenção do povo e manter Gigante Brasil adormecido. Mas ele despertará, aliás já está se espreguiçanfo e numa sacudidela, vai derrubar todos esses sangue suas.
      Namastê

  2. O fato é que a superioridade do armamento russo é imenso.
    Enquanto as empresas que fabricam armas americanas são “do mercado” e a corrupção encarece demais seus produtos, as armas russas e chinesas são fabricadas por empresas estatais.
    A título de comparação, os EUA usam o patriot que foi projetado no começo dos anos 80. Enquanto a Rússia tem o s400, moderníssimo, além de armas hipersonicas.
    Então o negócio é aterrorizar!
    Meter mísseis na fronteira.
    A Europa é vassala do (podre) USA.

    Se o império americano não cair, o mundo vai acabar numa terceira guerra. Como antevê e transforma em algo banal o próprio cinema americano.
    Hollywood!

    • Os EUA não são o mundo e não vão acabar. Apenas serão derrotados, obrigados – como se isso fosse estranho – a assumir a realidade de que são apenas um dentre muitos países do mundo.

      E depois de um século espalhando maldades, sabotagens, ataques terroristas e até gratuitos (a ilha de Bikini é exemplo claro disso) vai ser difícil que algum outro país se alie aos EUA numa guerra assim. Tá mais fácil, se a temperatura subir muito, que grande parte dos países da Europa e da Ásia – os mais importantes, pelo menos no início – comecem a promover embargos e boicotes contra os EUA, dificuldades comerciais, coisas assim, até que os EUA abaixem suas armas. Imagina o que seria uma guerra entre todos os principais países do mundo contra os EUA. Os EUA fariam o que? Bombardeariam o mundo todo? Isso sem falar no que você disse: superioridade bélica. O que podem os EUA contra a China, a Rússia, a Índia, a Alemanha, o Japão juntos?

      Tomara, pelo bem do povo estadunidense, que os EUA reconheçam o fim das pretensão de domínio mundial sem que ninguém precise disparar nenhum tiro. Porque, se precisar, eles tão lascados…

  3. “Não é a ideia dessa linha do tempo sugerir que nunca houve corrupção na Petrobrás, por exemplo. Certamente nem a Petrobras e nem nenhuma empresa estatal esteve livre de corrupções, há muitas décadas. Aliás, também há muita corrupção em empresas privadas, vide os escândalos da JBS e da Odebrecht…”

    Alguém sabe explicar como é que pode haver corrupção em empresa privada? Administradores públicos dão dinheiro a administradores de empresas privadas para que esse, enrustidos, destinem esse dinheiro a programas sociais, é isso? É que até onde sei, administradores privados são sempre corruptores, não tem como serem corruptos. E se um administrador privado toma para si o que é da empresa, o nome disso é roubo, furto, nunca corrupção, é isso? O que, quando acontece – e quem já trabalhou em empresa privada sabe que acontece de monte – é sempre escondido pela própria empresa, raramente vira caso de polícia e é bem comum que o ladrão seja dispensado “sem justa causa”, para que o roubo não seja de conhecimento público, não é assim?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome