Que imploda tudo!, por Eugênio Aragão

Antônio Carlos Simões fará bem ao MPF; implodi-lo-á de vez para permitir um recomeço radical, despido das vicissitudes que o fizeram obtuso, arrogante e golpista.

Que imploda tudo!

por Eugênio Aragão

A escolha de Antônio Carlos Simões para PGR é de alta octanagem. Tem tudo para colocar fogo no formigueiro do MPF. Se alguém quisesse “melar” aquela instituição por inteiro, não poderia ter feito melhor.

O governo Bolsonaro reveste-se de um caráter disruptivo. Quer romper com o passado, com “tudo que aí está”, sem distinguir com clareza entre o que, no processo histórico das ultimas décadas, foi receita de sucesso e o que foi causa de disfunção na governabilidade. Num verdadeiro “carpet bombing”, destrói o que se encontra nos limites do espaço público. Nem o ministério público do golpe escapa.

Antônio Carlos Simões não vai consertar o MPF. Não tem liderança para comandar um órgão voluntarioso com membros atuando de forma autárquica feito metralhadoras giratórias descontroladas. Vai sobrar bala para o chefe. Vão sabotá-lo sistematicamente. Vai ser um conflito doméstico, sem o mínimo respeito aos costumes da guerra. Dele só sobrará tapera. Uma terra arrasada.

[O GGN prepara uma série no YouTube que vai mostrar a interferência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar o projeto pelo interesse público? Clique aqui]

Mas, talvez seja disso que o ministério público precisa: de um incêndio transformador em larga escala, que ponha a nu, diante da sociedade, suas vulnerabilidades e, com isso, desfaça a imagem de superior vestal da moralidade que alguns cultivaram com esmero nos últimos anos, desde quando Antônio Fernando de Souza cometeu a uns principiantes a execução técnica do caso do Mensalão. De lá para cá, o MPF foi só miséria, foi só deformação ímproba, alcançando seu ápice quando ajudou a destituir uma presidenta legitimamente eleita, protagonizou a ópera bufa de querer expulsar Temer do poder para garantir uma sucessão na PGR que consolidasse o grupo em torno do trapalhão Rodrigo Janot e maquinou a prisão do maior líder popular da história brasileira.

Esse MPF transformou o Brasil numa republiqueta bananeira, apontando para os atores políticos e econômicos como raiz de todo o mal, enquanto pagava verbas ilegais a seus membros. O auxílio-moradia, a verba de substituições transitórias em unidades distantes da lotação, a pretensão a pagamento de plantões e acúmulo de ofícios – os procuradores mostraram enorme criatividade para se locupletarem à margem da lei. Mas os podres sempre são os outros, numa casa que exibe um ego coletivo a salvo de toda crítica pública.

Antônio Carlos Simões  fará bem ao MPF; implodi-lo-á de vez para permitir um recomeço radical, despido das vicissitudes que o fizeram obtuso, arrogante e golpista. Bolsonaro talvez não se dê conta do grande favor que fará à sociedade brasileira nesse particular.

14 comentários

  1. É exatamente pelos motivos expostos acima que já comentei aqui dezenas de vezes que o MPF deveria ser extinto.
    Seus membros não deveriam ser aproveitados em nenhum órgão público e todos deveriam ser proibidos de ter qualquer tipo de relação, envolvimento ou o que quer que seja com o poder público.

    20
  2. E o nome disso é: Constituinte……redifinir o papel de cada instituição, com fiscalização rigorosa, nada desses conselhos inoperantes……

    Mas vão querer perder a boquinha?

    21
  3. Concordo com cada palavra e virgula, tb. Mas o STF também participou do golpe e foi decisivo para a prisão do Lula. Que se exploda junto. Melhor começar tudo de novo.

    15
    1
  4. Nada implodirá de dentro para fora,pois, quando observam a borda do abismo, a autopreservação os faz recuar.
    A implosão só acontece se a povo do país acordar e perceber que os maiores atingidos somo nós, que lutamos diariamente para termos um mínimo de dignidade, apesar das instituições.
    Sem esse despertar de conciência, continuaremos a ter o país que sempre tivemos.

    10
  5. Sistema judiciário podre, Forças Armadas entreguistas, mídia corrupta, elite econômica escravocrata…
    De que o Brasil precisa ? Conciliação, Convulsão, Revolução ou … ?

    13
  6. Boa! Faça-se a vontade de Bolsonaro. Destrua-se tudo logo, de uma vez. E nesse caso, destrua-se o MPF para que seja reconstruído de acordo com a orientação dos golpistas, tendo à frente, como porta-bandeira, o próprio Bolsonaro. Ou alguém acha que essa destruição, com as instituições sob golpe, não será recuperada pelo próprio golpe?

    Aproveita a altera o organograma da firma colocando o MPF subordinado ao Ministério da Justiça. Como diretor-gerente para PGR, Carlos Eduardo Flávio Bolsonaro, como diretor-executivo, Deltan Dallagnol.

    5
    1
  7. “…Esse MPF transformou o Brasil numa republiqueta bananeira, apontando para os atores políticos e econômicos como raiz de todo o mal, enquanto pagava verbas ilegais a seus membros. O auxílio-moradia, a verba de substituições transitórias em unidades distantes da lotação, a pretensão a pagamento de plantões e acúmulo de ofícios – os procuradores mostraram enorme criatividade para se locupletarem à margem da lei…” ‘E CONHECEIS A VERDADE. E A VERDADE VOS LIBERTARÁ”. 9 décadas de Estado Absolutista Fascista, praticando o AntiCapitalismo de Estado. Lá se vão décadas após o Engavetador Geral da República, dentro de uma farsante Redemocracia de 4 décadas. E aqui neste mesmo Veículo, centenas de Matérias tentando explicar este mesmo país, saudosos de reconstruir a história de mediocridades que nos trouxeram até aqui. Somos o resultado de 9 décadas de sucesso projetados por Elites que não tem precedentes em nenhum outro lugar do planeta. Outro Analista, aqui escreve sobre nababescos, desprezíveis e desnecessários Cartórios. Um MP deste Estado Absolutista e Ditatorial representa um Estado desprezível e desnecessário, da mesma forma. Nas linhas e entrelinhas, o Brasil se explica. Pobre país rico. Mas de muito fácil explicação.

    2
    1
  8. Verdade! Se esse MPF que está aí, já não possui mais a essência de antes, incapaz de agir com isenção e imparcialidade, principalmente com os seus. Já não nos serve mais, é melhor que todos possam enxergar sua atual e verdadeira face, sem disfarces ou camuflagens. Para que então, após o total desastre de um ditadura branca, possamos novamente lutar e sonhar por um estado democrático de direitos, que um dia achamos estar edificando…

  9. Eugênio Aragão é lúcido até em raro momento de ira. Infelizmente o MPF se tornou um imenso entulho em cuja reciclagem ninguém crê. Não é possível ver luz ao final do túnel O MPF é a primeira instituição completamente vitimada e jogada ao lixo pela república de Curitiba liderada pelos narcisos criminosos Sérgio Moro e Dallagnol.

  10. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome