Início Autores Posts por Wilson Ferreira

Wilson Ferreira

1172 Posts 143 comentários

Depois da Guerra Híbrida: discos voadores e Guerra Cognitiva na Guerra Fria 2.0, por...

Os Casos Kenneth Arnold e Roswell marcaram a onda de avistamentos de OVNIs pelo país e pelo mundo, alimentando a escalada de paranoia anticomunista.

Bolsonaro barrado no jogo e TSE faz limited hangout dos “disparos em massa”, por...

Ao confundir massificação com viralização, oculta o mais perigoso: a metodologia “microtargeting”, cuja eficiência é o que difere da massificação na propaganda política clássica.

Apagão do Facebook, Cyber Polygon e offshore de Paulo Guedes: novo salto mortal do...

O “Grande Reset Global” das offshores de ministros e da própria grande mídia que se preparam para o próximo salto mortal do Capitalismo: a pandemia digital para mitigar o próximo crash – a da bolha do dinheiro digital.

Será que o Departamento de Estado dos EUA assistiu ao filme ‘Cronicamente Inviável’?, por...

O filme monta um quadro tão perfeito do mal-estar do povo e da má-consciência das elites que poderia ser a fonte de dados perfeita para a estratégia que acionou o gatilho da cismogênese que envenenou o psiquismo brasileiro, sustentando o golpe militar híbrido.

Por que jornalismo corporativo está tão incomodado com documentário ‘Bolsonaro e Adélio’?, por Wilson...

As reações da grande mídia seguiram a velha estratégia de comunicação alt-right: tentar sistematicamente desautorizar o interlocutor, ao invés de apresentar contra-argumentos em um debate.

Temer dá continuidade ao blefe da ‘Operação 7 de Setembro’, por Wilson Ferreira

O mininistro do STF Alexandre de Moraes “trocou uma ideia” com Temer, que “trocou uma ideia” com Bolsonaro, que “trocou uma ideia” com Alexandre de Moraes.

Por que os manifestantes bolsonaristas estão cada vez mais à vontade nas ruas?, por...

Uma narrativa midiática construída a partir de dois eixos: (a) Bolsonaro é um bicho acuado e com medo de ser preso; (b) A economia vai mal porque temos um presidente que não quer trabalhar. A missão é blindar a agenda neoliberal.

Bomba semiótica da Anvisa é o ‘esquenta’ para o 7 de setembro, por Wilson...

Estratégia semiótica com as digitais da comunicação alt-right: polissemia, novidade, efemeridade, movimento e imprevisibilidade.

Afeganistão: guinada geopolítica dos EUA deixa mídia a ver navios… e com mais-valia semiótica,...

Mas, a crise do Afeganistão oferece uma mais-valia semiótica: a “turbulência política” internacional e brasileira servem de desculpa para inflação e o aumento dos combustíveis e energia.

O inferno da repetição é o que ardeu nas chamas da estátua do Borba...

Sincronicamente, Bolsonaro encontra-se com deputada da extrema-direita alemã: articulação da extrema-direita internacional como arma, sempre em stand by, aguardando os futuros momentos mais agudos do Grande Reset Global do capitalismo.

O golpe militar no labirinto de espelhos da guerra semiótica criptografada, por Wilson Ferreira

Cenário de dissonâncias para apagar as pistas do verdadeiro golpe que já ocorreu, contando com o efeito Heisenberg midiático e as fraquezas do “terreno humano”: explorar o pecado da vaidade de jornalistas que buscam vantagens pessoais e profissionais.

Evento ‘Cyber Polygon 2021’, os segredos de polichinelo de Snowden e o Estado-Plataforma, por...

Quem ganha com esse segredo de polichinelo do “vazamento”? A fusão público-privado na cyber militarização do espaço, da qual participam, por exemplo, Elon Musk com o StarLink e SpaceX.

Filme “A Guerra do Amanhã” é propaganda da Doutrina Biden para guerras do futuro,...

Com os indefectíveis RAVs (russos, árabes e vilões em geral e, agora, chineses também) que estão no filme, porém, de forma indireta, metonímica, com efeitos subliminares de propaganda política.

Sommelier de vacina é resultado do ‘Efeito Dunning-Kruger’ e ‘Efeito Heisenberg’ midiático, por Wilson...

O episódio dos chamados “sommeliers de vacina” é apenas a ponta do iceberg de um fenômeno (des)informacional mais amplo: o da “pós-verdade”, fenômeno-pânico em que as bases deontológicas da verdade desapareceram pela suposta democratização da informação.

Visita do chefe da CIA no Brasil foi um não-acontecimento, por Wilson Ferreira

A CIA quando aparece não age, quando age não aparece e só aparece depois. Como ocorre agora, visando diversos objetivos de guerra híbrida.

A ‘laranja mecânica’ Lázaro Barbosa é a bomba semiótica apontada para 2022, por Wilson...

É o momento de reforçar o imaginário que alimentará as futuras bombas semióticas em hipotéticos cenários eleitorais de 2022.

Walter Benjamin e os documentos da barbárie no filme ‘Sound of Violence”, por Wilson...

Se o filósofo alemão Walter Benjamin dizia que todo monumento da cultura é um monumento da barbárie, “Sound of Violence” retoma essa tese da forma mais assustadora possível.

Estratégia de comunicação da direita alternativa se alimenta do hiato geracional, por Wilson Ferreira

“Hiato geracional” – a perda da função de elo geracional dos idosos, cujo ressentimento alimenta a extrema-direita, deixando os jovens expostos às táticas de guerra híbrida alt-right nas redes sociais.

A PsyOp militar que a crítica brasileira não entendeu no filme “Nova Ordem”, por...

O problema para a crítica é que Michel Franco descreve de forma seca e brutal não um golpe militar latino-americano clássico, mas uma PsyOp militar operada como guerra híbrida que explora o demasiado humano

‘Revelação’ de Bonner é o tautismo da Globo marchando para o fim, por Wilson...

Em crise financeira e vivendo do rentismo, a Globo tenta salvar a imagem do seu jornalismo no mercado de notícias, fazendo um controle de danos das suas intervenções políticas, para manter a sua marca valorizada à espera de um comprador.