Ao deputado Leonardo Quintão, por J. Carlos de Assis

Aliança pelo Brasil

CARTA A UM JOVEM PARLAMENTAR

Ao deputado Leonardo Quintão

Vice-líder do PMDB na Câmara

Deputado querido,

Você é contra Dilma. Conversamos sobre isso longamente e estivemos de acordo quanto às enormes deficiências da Presidenta nas relações com o Congresso e a sociedade. Nas suas palavras, a arrogância dela é intolerável. E suas bases políticas estariam furiosas com ela. Consideramos, por outro lado, as dramáticas consequências do  impeachment para a sociedade brasileira. Propus que você coordenasse uma tentativa de articulação de um pacto social que contivesse elementos básicos de um Programa Econômico de Emergência para salvar o Governo de sua própria incompetência. Eu tentaria viabilizar essa mesa de negociação. Você concordou inicialmente, mas posteriormente recuou, por razões políticas.

As circunstâncias que vivemos me levam a lhe escrever agora, às vésperas da votação do impeachment pela Câmara. Você é um dos mais jovens parlamentares em atuação no Congresso. Tem uma carreira brilhante pela frente, seja renovando seu mandato, seja concorrendo a cargos no executivo. É um idealista, antes de tudo, seguindo a trajetória de seu pai, engajado e perseguido quando jovem pela intolerância política da ditadura de 64. Como disse acima, justifico que esteja indignado com o governo Dilma. Milhões estão. Eu próprio escrevi dezenas, na verdade centenas de artigos contra a política econômica dos governos do PT, inclusive de Dilma. Em nenhum momento, porém, me passou pela cabeça que  incompetência  de uma presidenta  justificasse sua deposição sem crime de responsabilidade.

Escrevo-lhe não para avaliar o impeachment em si, ou as possibilidades de sua aprovação ou não, mas para avaliar as consequências da decisão que você e os demais parlamentares, seus liderados, irão tomar. Se o impeachment não passar teremos consequências brandas no plano social, e consequências provavelmente vigorosas, positivas, no plano econômico e político. A Presidenta já fala em pacto. Para isso funcionar será necessária uma atitude genuína de cooperação política e social pois, do contrário, não haverá governo, e ela sabe disso. As bases políticas governamentais terão de ser reconstituídas e um Plano Econômico de Emergência, tal como o mencionado acima, terá de ser implementado imediatamente, pois a sociedade não tolerará o prolongamento indefinido da crise econômica e social.

Se o impeachment passar teremos uma sequência de convulsões sociais a partir de baixo, por parte dos movimentos sociais que se sentirão traídos na sua ingenuidade por acreditar na democracia. Será a maior frustração social de nossa história, equivalente à do suicídio de Vargas, e potencialmente mais convulsiva que ela em face da presença viva dos líderes populares esbulhados. Quero lhe dizer que não falo de um ponto de vista ideológico. Você, como líder social que é, sabe perfeitamente que o povo só acredita em democracia quando ela representa uma possibilidade real de acesso ao poder. Do contrário, acreditará em salvacionistas, em demagogos, em oportunistas. O impeachment abrirá as portas para todo tipo de vigarista político que se arvore em salvador do povo, como ocorreu na Alemanha.

Você me disse que suas bases estão contra Dilma. Eu também estive contra Dilma. Entretanto, sua responsabilidade como líder é esclarecer suas bases das consequências reais do  impeachment, que não se resolvem como numa partida de futebol. É muita responsabilidade nos ombros de um jovem como você. Por isso, peço que todos os filhos e netos de Marliéria, nossa terra comum, lhe escrevam por e-mails pedindo maturidade na hora do seu voto. Não vamos destruir a democracia no Brasil, já que destituir a Presidenta sem crime de responsabilidade é destruir a democracia. Vamos forçar a mudança no governo Dilma a fim de que ela se volte efetivamente para atender à vontade democrática do povo que a elegeu.

Cordialmente,

José Carlos de Assis

Economista

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

10 comentários

  1. Este aí é bem conhecido.

    Este aí é bem conhecido. Inútil tentar falar com um indivíduo com este. É da turma do Cunha.  Prefiro que envie esta carta  para Julio Delgado. O deputado Julio Delgado (PSB-MG) é a favor da cassação de Eduardo Cunha na CPI. Por outro lado , ele é a favor do golpe. Vamos entrar no face  de Delgado e perguntar se o processo  de impeachment de Dilma  conduzido por um bandido e seus asseclas deveria estar sendo conduzido na câmara. 

  2. Este aí é bem conhecido.

    Este aí é bem conhecido. Inútil tentar falar com um indivíduo com este. É da turma do Cunha.  Prefiro que envie esta carta  para Julio Delgado. O deputado Julio Delgado (PSB-MG) é a favor da cassação de Eduardo Cunha na CPI. Por outro lado , ele é a favor do golpe. Vamos entrar no face  de Delgado e perguntar se o processo  de impeachment de Dilma  conduzido por um bandido e seus asseclas deveria estar sendo conduzido na câmara. 

  3. Ele não te ouviu..

    E vai mudar a carreira dele para um ponto que nos causará náuseas..

    E os filhos e netos de Marliéria terão muito do que se envergonhar.

  4. Ele pode se justificar!

    Não é de hoje que esse aí já deixou o rol de político sério. Não é à toa que o nome já consta daqueles cuja evolução patrimonial foi à extratosfera…, mas é implicância, não!?

  5. Só que as razões são outras…

    Meu parabéns ao autor da matéria, e a você, Luis Nacif, por publicá-la. Seria ótimo se surtisse algum efeito. Mas não vejo que isso possa acontecer. O interesse pessoal dos golpistas é infinitamente maior que qualquer possível interesse pelo Brasil.

    Continuarão tentando manipular pessoas pelo Brasil afora, muitas delas tão sinceras como vítimas da desinformação massiva promovida pela mídia. Como o Brasil começa a acordar, esses políticos que se cuidem.

    Seja como for, a oposição não quer um Lula amigo nem uma Dilma cordial no governo. Eles querem o governo, nada menos que isso.

  6. Esses sacripantas irão pagar

    Esses sacripantas irão pagar muito caro. Haverá muitos conflitos e mortes. Esses golpistas não ficaram impunes. Acho esse Leonardo quintão, um bandido. FASCISTAS, NÃO PASSARÃO. NAZISTAS, NÃO PASSARÃO. O morro mandou avisar, quando a senzala descer, ninguem vai segurar.

  7. “Propus que você coordenasse

    “Propus que você coordenasse uma tentativa de articulação de um pacto social que contivesse elementos básicos de um Programa Econômico de Emergência para salvar o Governo de sua própria incompetência.” Taí por que chegamos a esta situação: somos também massificados pela mídia, a ponto de nos defendermos, acusando-nos! Incompetência uma ova! O que eu vejo é um Governo que, pela primeira vez na História deste país exercitou o republicanismo e deixou as instituições trabalharem, que pena que elas, as instituições, mostraram-se terrivelmente parciais. O que Dilma provocou foi uma revolução! Hoje, sabemos nome, endereço e partido dos bandidos deste país. Não é Dilma que precisa ser defendida, não é seu governo que precisa de defesa! É o Brasil que precisa ter força para vencer o golpe e se tornar Nação! Não me venham sugerir baixar a cabeça e passar o pires, apelando para o bom senso de bandidos! Não é possível que não haja naquela Câmara 172 pessoas, representantes do povo, capazes de deixarem seus egos de lado e fazerem o que deve ser feito para salvar o país desses gangsters. Não é possível que na casa do povo não haja 172 brasileiros de fato!

  8. Mi-mi-mi

    Desculpe-me, minha gente, mas não tenho muita paciência para essa geração de adulto-bunda-mole que tem medo do boi da cara preta, como parece ser o caso do deputado L. Quintão.

    Óbvio que corruptos como Cunha e Temer estão furiosos com Dilma por ela ter limitado o espaço de suas roubalheiras. Mas congressista honesto que justifica o apoio ao Golpe de Estado porque “a arrogância dela é intolerável” é muito para cabeça. O garoto-enxaqueca já experimentou afrontar a autoridade de Cunha?

    Intolerável é a frouxidão de gente honesta que não têm competência para sentar numa mesa de negociação com gente honesta e discutir de forma assertiva seus pontos de vista. Não significa vencer sempre. Ganhar e perder fazem parte do mundo adulto das disputas de poder.

    Agora, desistir e promover vinganças escrotas pelas costas do oponente é típico dos covardes. Se trabalhador pedisse demissão por causa de cara feia do patrão, ninguém mais trabalharia no mundo capitalista.

    Pedala, deputado!!! Sua covardia penalizará os mais pobres e os mais frágeis.

  9. Clap, clap, clap, clap
    ….”Você me disse que suas bases estão contra Dilma. Eu também estive contra Dilma. Entretanto, sua responsabilidade como líder é esclarecer suas bases das consequências reais do impeachment, que não se resolvem como numa partida de futebol.”…

  10. LEONARDO QUINTÃO: EVOLUÇÃO PATRIMONIAL

    Existe no MPF uma manifestação contra esse deputado, protocolada sob o nº 20150077815: 

    – em sua declaração de bens à Justiça Eleitoral em 2014, nosso nobre parlamentar LEONARDO LEMOS BARROS QUINTÃO (PMDB/MG) declarava possuir patrimônio no montante de R$ 17.896.869,33. Destaco 3 itens:

     

    a) = casa no Condomínio Village Terrasse em Nova Lima (MG), no valor de R$ 10.000.000,00 (É ISSO MESMO, VOCÊ LEU CERTO: 10 MILHÕES DE REAIS). Apenas a título de comparação, uma suntuosa mansão no melhor local do Village Terrasse, próximo ao BH Shopping, custa R$ 6.500.000,00, e tem 04 quartos com suíte, suíte master com hidromassagem, todos com armários e piso em tábua corrida laminado. Sala de jantar com piso em granito. Sala de estar com lareira, piso em granito, pé direito 5m. Sala de tv toda preparada com acústica e telão. Cozinha montada com despensa, piso e mesa em granito, varanda com linda vista. Lavabo, espaço gourmet todo montado, sauna, piscina aquecida, academia, quadra de tênis. Apartamento para caseiro montado, espaço para festa e jantar completamente separado da casa, todo montado. Área de plantio com várias frutas e canil. A Casa possui poço artesiano e sistema de gerador próprio. Lote com 2912m², com 626,67m de área construída. (se estiver interessado, o anuncio está em http://www.vivareal.com.br/imovel/casa-4-quartos-condominio-village-terrasse-bairros-nova-lima-com-garagem-626m2-venda-RS6500000-id-55013937/

     

    b) = CONTRATO DE INVESTIMENTO de R$ 3.710.776,25 COM A EMPRESA RSQ CONSULTORIA E EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA., CNPJ 14.311.038/0001-90

    . Empresa iniciou as atividades em 19/09/2011, e é estabelecida à Rua dos Tupis  485, BLOCO A; SALA 112, CENTRO de Belo Horizonte, CEP 30.190-906

     

    c) = R$ 2.600.000,00 em DINHEIRO EM ESPÉCIE (É ISSO MESMO, DOIS MILHÕES E SEISCENTOS MIL REAIS EM GRANA VIVA). Qual seria a origem – e a destinação –desse dinheiro?

     

    – interessante notar que NENHUM desses 3 bens se encontravam descritos em suas declarações à mesma Justiça Eleitoral nos anos de 2006, 2008 e 2010. Isso equivale a dizer que, em apenas 4 anos, nosso nobre parlamentar engrossou seu patrimônio em mais de 16 MILHÕES E TREZENTOS MIL REAIS – uma média superior a R$4.075.000,00 anuais, ou  quase R$340.000,00 POR MÊS. Tudo isso com seu salário de parlamentar…    

     

    – para os que não acreditam nessas informações, peço acessarem os links:

    2006: http://www.tse.jus.br/sadEleicao2006DivCand/procCandidatoCarregarKey.jsp?sg_ue=MG&sq_cand=10191

    2008: http://www.tse.jus.br/sadEleicaoDivulgaCand2008/gerenciarregistrocandidatura/manterCandidato!mostrarRegistroCandidatura.action?codigoUECandidato=41238&sqCandidato=14435

    2010: http://divulgacand2010.tse.jus.br/divulgacand2010/jsp/abrirTelaDetalheCandidato.action?sqCand=130000002080&sgUe=MG

    2014:

    http://divulgacand2014.tse.jus.br/divulga-cand-2014/eleicao/2014/idEleicao/143/cargo/6/UF/MG/candidato/130000000874

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome