Conselho de Ética dá luz verde para cassação do mandato de Flordelis

Flordelis tem cinco dias úteis para recorrer da decisão junto à Comissão de Constituição e Justiça. Ali, é função da deputada Bia Kicis (PSL-DF) nomear relator para verificar se houve ou não violação constitucional ou regimental.

Foto Agência Câmara

Jornal GGN – O Conselho de Ética da Câmara aprovou parecer favorável à cassação do mandato da deputada federal Flordelis (PSD-RJ). A deputada foi denunciada em acusação de ser mandante do assassinato do marido, Anderson do Carmo. A denúncia foi feita pelo Ministério Público Federal.

O parecer do relator, deputado Alexandre Leite (DEM-SP), foi aprovado pelos membros do colegiado. Foram 16 votos pela cassação e 1 contrário.

Flordelis tem cinco dias úteis para recorrer da decisão junto à Comissão de Constituição e Justiça. Ali, é função da deputada Bia Kicis (PSL-DF) nomear relator para verificar se houve ou não violação constitucional ou regimental. Bia Kicis pode pautar a partir de 2 de julho, conforme regimento da Câmara.

Se a CCJ optar pela rejeição do recurso, o processo vai para plenário. Assim, Flordelis só terá o mandato casso caso a recomendação do colegiado seja aprovada em votação aberta com, ao menos, 257 dos 513 deputados.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome