Maia fecha maioria em grupo de recesso parlamentar, decisivo para sucessão na Câmara

Durante as férias parlamentares, as articulações para Presidência da Câmara devem seguir e os deputados à frente dos trabalhos da Casa devem contar para a negociação

Deputados fecham apoio a Rodrigo Maia para escolha de sucessão na Câmara - Reprodução/Twitter

Jornal GGN – A pouco tempo de deixar a Presidência da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) conseguiu formar a maioria dos deputados que assumem os trabalhos durante o recesso parlamentar.

A Câmara elegeu, nesta terça-feira (22), 17 deputados titulares e 17 suplentes para assumir as tarefas durante os dias 23 de dezembro e 1º de fevereiro de 2021. O período será crucial para as articulações da sucessão de Maia à Presidência da Casa.

Nesta sexta (18), Maia conseguiu reunir os partidos que formarão um bloco de apoio ao seu sucessor na Presidência. Além dos já confirmados DEM, MDB, PSDB, Cidadania, PV e PSL, os partidos de oposição também aceitaram se aliar a Rodrigo Maia nessa escolha, com o objetivo de derrotar o governista Arthur Lira (PP-AL), até o momento o mais cotado por Jair Bolsonaro para assumir o comando.

Assim, partidos de oposição, como o PT, PCdoB, Rede, PDT e PSB fecharam o apoio à escolha de Rodrigo Maia (DEM-RJ), atual presidente da Câmara, para a sucessão na Casa. Ao todo, serão 281 deputados que estão apoiando o atual presidente da Câmara para eleger o sucessor.

Durante as férias parlamentares, essas articulações devem seguir. E os deputados que estarão à frente dos trabalhos da Casa podem contar para a negociação.

Nesse sentido, da Comissão eleita hoje, somente 6 deputados são da base governista. Os demais, aliados, pelo menos até agora, de Rodrigo Maia. O próprio atual presidente da Câmara integra o grupo.

Com vistas a 2022, ainda, nas últimas declarações, ele fez questão de ressaltar seu posicionamento contra as políticas do presidente, como o enfrentamento ao Covid-19, e defendeu, inclusive, que a Casa não tivesse férias parlamentares, em período de pandemia, o que não foi aceito por seus pares.

Nos bastidores, a interpretação é que o período será decisivamente para as negociações dos partidos sobre a Presidência da Câmara em 2021. Há ainda entre os titulares da Comissão representativa da Câmara deputados que podem mudar de opinião, como os dois integrantes do PSL, Fabio Schiochet (SC) e Francisco Jr (GO).

Abaixo, a lista completa da comissão representativa na Câmara:

Titulares

  • André Ferreira (PSC-PE)
  • Carlos Sampaio (PSDB-SP)
  • Evair Vieira de Melo (PP-ES)
  • Fabio Schiochet (PSL-SC)
  • Francisco Jr. (PSD-GO)
  • Heitor Freire (PSL-CE)
  • Herculano Passos (MDB-SP)
  • Jhonatan de Jesus (Republicanos-RR)
  • Rodrigo Maia (DEM-RJ)
  • Wellington Roberto (PL-PB)
  • Léo Moraes (Pode-RO)
  • Orlando Silva (PCdoB-SP)
  • Wolney Queiroz (PDT-PE)
  • Alessandro Molon (PSB-RJ)
  • Joenia Wapichana (Rede-RR)
  • Rubens Otoni (PT-GO)
  • Paulo Ganime (Novo-RJ)

Suplentes

  • Bozzella (PSL-SP)
  • Celina Leão (PP-DF)
  • General Peternelli (PSL-SP)
  • Glaustin da Fokus (PSC-GO)
  • João Marcelo Souza (MDB-MA)
  • Joaquim Passarinho (PSD-PA)
  • Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF)
  • Kim Kataguiri (DEM-SP)
  • Marcelo Ramos (PL-AM)
  • Rodrigo de Castro (PSDB-MG)
  • Daniel Almeida (PCdoB-BA)
  • José Nelto (Pode-GO)
  • Pompeo de Mattos (PDT-RS)
  • Elias Vaz (PSB-GO)
  • Reginaldo Lopes (PT-MG)
  • Rodrigo Agostinho (PSB-SP)
  • Marcel van Hattem (Novo-RS).

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora