Maia se irrita com ataques da família Bolsonaro e quer abandonar articulação na Câmara

Provocações e ataques nas redes sociais agora podem impactar diretamente a Reforma da Previdência

Foto: Isac Nóbrega/PR

Jornal GGN – O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ficou irritado com publicações nas redes sociais da família Bolsonaro e de aliados do presidente sobre o mal estar criado entre ele e o ministro da Justiça, Sergio Moro, relacionado ao pacote anticrime. As críticas fizeram o deputado querer abandonar a articulação política para a aprovação da Reforma da Previdência.

Maia teria falado em deixar a articulação ao ministro da Economia, Paulo Guedes. De acordo com matéria do Estado de S.Paulo, Maia teria ligado para Guedes, nesta quinta-feira (21), mostrando-se irritado com os ataques dos filhos de Bolsonaro e de aliados do mandatário a ele.

É que o filho do presidente, Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), compartilhou em sua conta do Instagram, nesta quinta, uma publicação que trazia a resposta de Sérgio Moro ao presidente da Câmara, sobre a tramitação do pacote anticrime: “Talvez alguns entendam que o combate ao crime pode ser adiado indefinidamente, mas o povo brasileiro não aguenta mais”, tinha dito Moro.

Junto com a publicação, Carlos escreveu o comentário: “Por que o Presidente da Câmara anda tão nervoso?”, em ataque. Como GGN mostrou [leia mais aqui], Maia vem se sentindo alvo de críticas da família Bolsonaro e de aliados também no Twitter.

Com isso, o presidente da Câmara considerou que o governo Bolsonaro não precisa de auxílio para a tramitação de projetos na Câmara, como ele vinha fazendo, por exemplo, para a reforma da Previdência e também com a criação da Comissão que vai analisar o pacote anticrime de Sérgio Moro. Assim, teria telefonado a Guedes para dizer que, então, abandonaria a articulação.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  De olho na Presidência, Doria investe R$ 2 bi em região pobre de São Paulo

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome