Economista do FMI contra quarentena morre de coronavírus

O jovem contraiu coronavírus e foi hospitalizado em Washington DC, onde deu o último suspiro

Jornal GGN – Rehman Shukr, 26 anos, economista que atuava como especialista em Sistemas Financeiros no FMI (Fundo Monetário Internacional), morreu de coronavírus nesta semana.

A notícia tem circulado em sites brasileiros nesta sexta (27), destacando que Shukr minimizava a epidemia de COVID-19 e era contra medidas de supressão, como a quarentena, por conta do impacto econômico.

Shukr é filho do major-general Abeera Choudry. De acordo com as informações compartilhadas nas mídias sociais, o jovem contraiu coronavírus e foi hospitalizado em Washington DC, onde deu o último suspiro.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Woodward x Trump: o menino que vendia livros e a ética do marceneiro, por Sylvia Debossan Moretzsohn

6 comentários

  1. Nos mostra que os que comungam de visões desumanas, também vivem seus dramas humanos. Certamente há uma mãe e parentes a lamentarem e chorarem.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome