Ministro do CGU apela, diz que Tebet é descontrolada e Otto Alencar rebate o chamando de moleque

A comoção do ministro se deu após Tebet ter desmontado ponto por ponto de sua argumentação até ali, chamando-o de engavetador.

Jornal GGN – A CPI, na sessão de hoje, teve altos e baixos. Reclamações sobre o depoente ou, no caminho contrário, depoente reclamando dos senadores. Mas o ponto alto foi mesmo o final, com o entrevero entre Wagner Rosário e a senadora Simone Tebet.

Depois que a senadora Tebet desmontou ponto por ponto da argumentação do depoente, o ministro perdeu a linha e disse que Tebet é descontrolada. Omar Aziz, presidente da CPI, ficou revoltado com a reação do ministro e precisou ser contido por seus assessores.

A comoção do ministro se deu após Tebet ter desmontado ponto por ponto de sua argumentação até ali, chamando-o de engavetador. Rosário saltou para o lado de Tebet, dizendo que ela deveria ler de novo todo o processo e que dissera ali uma série de inverdades.

Tebet reagiu dizendo que ele até poderia dizer que ela disse inverdades, era direito dele, mas nunca poderia ordenar que relesse os documentos. O ministro subiu no banquinho e reagiu: “A senhora me chamou de engavetador. Me chamou do que quis. A senhora está totalmente descontrolada”, bradou o depoente.

Aí começou a confusão. Alguns senadores defendiam Tebet e os governistas apoiavam a ação do ministro do CGU. Aziz se projetou para o lado de Rosário com o dedo em riste, e teve que ser contido. Em outra ponta da sala, o governista Fernando Bezerra tentou apaziguar Otto, que bradava que o ministro do CGU era um moleque, mas foi contido por Rogério Carvalho.

Entre agredidos e agressores, todos passam bem.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. Quando jovem,e isso já faz muito tempo,em assembleias estudantis e,mesmo depois,em assembleias sindicais,assisti a algumas provocações que visavam desetabilizar o oponente.
    O que ocorreu nesta CPI teve esse objetivo e beneficiou o infrator.
    O problema é que o sujeito que ocupa a presidência da república levou sua trupe e seus miicos milcianos para fazer do governo um botequim de bêbados da pior qualidade.
    Essa gente e os que ainda não tem vergonha de apoiá-los acham isso o máximo.
    Enfim,é o retrato da educação que receberam,ou melhor,não receberam.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome