Golpe: fair play inexplicável em um jogo roubado, por Romulus

Golpe: o inexplicável fair play de Dilma, Lula e do PT em um jogo roubado

“É golpe, po!” (Fernando Haddad)

Por Romulus

(Escrito após ler o post “As razões para não tratar o golpe como ‘golpe”, de Luís Nassif, e os comentários dos leitores)

– Metáfora futebolística: Perdeu o jogo? Ora, pense no campeonato! Ser derrotado é do jogo. Mesmo em jogo “roubado”. Mas tem que ter garra. Primeiro, não aceitar a derrota até o apito final. Segundo, perder de cabeça em pé, deixando o exemplo – e preservando o respeito da torcida. E sem esquecer: dando entradas duras no adversário. Deixando-o desfalcado pros próximos jogos.

– A partir de determinado ponto, seguir na farsa, apenas desempenhando o papel designado, é um erro injustificável.

– O ponto de não-retorno foi seguir no teatro do “as instituições estão funcionando” depois que já ficara claro que o STF estava dividido entre (a) quem estava no golpe e (b) quem se acomodaria nele sem grandes problemas.

– Os membros do bloco dos acomodados no golpe não farão nada. E tampouco estarão “ultrajados” a ponto de pedir para sair.

– Cortezões… amigos do rei… com holofotes e microfones à disposição. “Rei morto, rei posto”. Em eleição ou em golpe. Dá igual, ora. Vida que segue. Corte que segue. Estado de direito que se vai.

– Já eu digo: se é para cair e para ir para o sacrifício, que ao menos valha de alguma coisa na luta histórica. Que ao menos, num abraço de afogados, se levem junto as demais instituições – que se revelaram apodrecidas – do sistema de 88.

*   *   *

Enquadro a questão de usar a expressão “golpe” ou não – e usar com maior ou menor “ênfase” – em algo maior: o fair play” de Dilma, Lula e o PT durante todo o processo.

Para mim já passou do ponto.

E não estou “prevendo o passado”. Eu previ foi o futuro! Disse aqui no GGN várias vezes – em posts e em comentários, que seria um erro, a partir de determinado ponto, seguir na farsa, apenas desempenhando o papel designado a Dilma e ao PT no script do golpe.

No início podia ser compreendido:

“Há que manter as aparências de haver Estado de direito no país, pensando:

(i) em não rebaixá-lo – antes do tempo – a uma república de bananas internacionalmente; e

(ii) no dia de amanhã, evitando, assim, conflagração irreparável, inclusive institucional – a não ser em ultima hipótese“.

Ok, entendo.

São “razões de Estado”. Acima do juízo de certo e errado.

Talvez – penso até que provavelmente – fizesse o mesmo.

Isso se justificava não por um “patriotismo altruísta” – ir para o sacrifício para “não dividir o Brasil” à la Jango, mas porque, então, ainda se tinha esperança de derrotar o golpe e ter de administrar o dia seguinte.

“Contenção de danos” – no presente e no futuro imediato – determinava seguir interpretando o papel pré-designado para Dilma na farsa: no Senado, no STF e no discurso político diante da população em geral e da militância em particular.

Dilma e o PT nunca cogitaram um questionamento (que dirá combate) do sistema viciado, que atua claramente com viés deliberado contra ambos. Erdogan – que não deixa de ser um proto-fascista digno de todas as restrições – foi pelo caminho inverso. Não só denunciou como foi para o confronto aberto.

[Se Erdogan sabia previamente das articulações para um golpe e preparou um contra-golpe fulminante – minha avaliação – é irrelevante para esta análise]

*

Tudo tem limite

ponto de não-retorno – e aí não há explicação para o “erro” de avaliação continuado – foi seguir no teatro do “as instituições estão funcionando” DEPOIS que já ficara claro que o STF – em quem se depositou esperanças de “última trincheira” – estava dividido entre (a) quem estava no golpe e (b) quem se acomodaria no golpe sem grandes problemas.

Bem, descontando-se ginásticas retoricas sofríveis à guisa de justificativa para não ficar mal na foto… onde Ministro que não faz nada diz que “não pode mesmo fazer nada” como álibi para se distanciar de algo que ficou “feio”.

E isso apenas em público, hein! Em colóquios informais que gerarão notas na imprensa.

Notas na imprensa

Registros escritos

hmmmm….

Será pensando na biografia?

Ou melhor, nas menções do obituário?

Bem, se esse é o objetivo, terá de se esforçar mais. Como disse em título de post ainda outro dia – post esse sobre demonstração de tibieza e oportunismo de outros atores dessa farsa – “o mal do malandro é achar que os outros são otários”.

¬¬

Aceite-se:

– Não farão nada – falando isso calculadamente em colóquios ou, como outros, silenciando. Mas tampouco estarão “ultrajados” a ponto de pedir para sair e se recusar a fazer parte dessa farsa.

Altruísmo? Querem evitar o mal maior? Ficar lá para garantir o “menor dano” às garantias individuais e ao Estado do bem-estar social de 1988 diante da volta do arbítrio?

Sei…

Deve ser o mesmo tipo de “altruísmo” da Secretária (negadora) de Direitos Humanos, Flávia Piovesan. Aquela que inovou na política brasileira – e mundial! – criando as palmas de reprovação, enquanto seu chefe no golpe era vaiado no Maracanã.


Ah, esse olhar…

Os Ministros do STF que não estão no golpe também “aplaudem reprovando”?

É isso?

Se sim, há ainda que se definir até onde vai o aplauso e até onde vai a reprovação. E a sinceridade de cada um deles.

Eu, para mim, cheguei à conclusão de que em vez de altruísmo o que há é sentimento pequeno. Sacrificam-se as ideias que tinham (com sinceridade ou apenas no discurso) para poder manter a vida com que sempre ambicionaram. Esta geração não é capaz de “varejar a capa preta de Ministro no chão do STF”.

Não cogitam, em nenhuma hipótese, abrir mão da vida há tanto almejada:

– Cortezões… amigos do rei… com holofotes e microfones à disposição.

E a glória: nominhos assinando atas do STF e escrevendo a jurisprudência a ser “citada e estudada nas próximas décadas”. Ah… sem esquecer de bônus de peso: como abrir mão da carteirada de “ministro de suprema corte”? Um luxo em colóquios… ainda mais internacionais! Anos luz da reles carteirada de “professor de prestigiada faculdade de direito”, que a seu tempo cumpriu o seu papel.

“Rei morto, rei posto”. Em eleição ou em golpe. Dá igual, ora.

Vida que segue. Corte que segue.

(Estado de direito que se vai)

*

Pois bem.

O sistema de 88 exibe agora alguns defeitos insanáveis. E, em vez de denunciá-los, os atores mais prejudicados leem as falas escritas para si pelos autores da farsa.

E, atores disciplinados, não inserem nessas falas nem sequer um “caco”!

Já eu – ao ver que a vaca vai para o brejo – jogaria o diálogo roteirizado no lixo. E partiria para uma improvisação redentora, para pânico dos “escritores” e dos “diretores”:

– Se é para cair e para ir para o sacrifício, que ao menos valha de alguma coisa na luta histórica. Que ao menos, num abraço de afogados, se levem as demais instituições – que se revelaram apodrecidas – do sistema de 88 junto.

Aqui, sim, cabia um “patriotismo altruísta”.

Houve diversas oportunidades para denunciar a parcialidade da PGR e do STF e o seu concurso para o golpe.

E, a partir de dado momento, não havia mais nada a perder!

Como agora também não há.

Houve até chances de denunciar o golpe internacionalmente, com pompa e circunstância, ainda ocupando a cadeira.

Lembram das diversas declarações de Ministros ao diligente Jornal Nacional de que “impeachment não é golpe” – fazendo contraponto direto e cronometrado ao discurso da Presidenta sitiada?

De Janot oferecendo denúncia vazia contra Dilma para tirar o argumento de que não era sequer denunciada?

Lembram dos grampos do Sérgio Machado?

Dos “entendimentos com MinistroS” ali relatados?

Pois é.

Ali o jogo já estava jogado.

E o lado “pragmático demais” da direção do PT se impôs, confortável no papel de oposição institucional a Temer – “que pode até dialogar” com ele para reformas, vejam só!

Pragmatismo? Estupidez? Ou rabo preso?

Sim, porque confiar – de novo! – num “acordo de cavalheiros” com quem lhe enfia a faca se explicaria como?

Alguém realmente acredita que a direção do PT é tão inocente a ponto de achar que as eleições de 2018 serão normais? Que terão chances de voltar ao poder? Que Lula será preservado?

Ora, por favor!

É na não-combatividade do PT que reside o verdadeiro “mistério”.

*   *   *

Leviandade nas indicações para o STF

Lula de início não entendeu a importância da nomeação de Ministros do STF. Os cargos entraram, como tudo mais, no loteamento politico (Min. Direito, Carmen Lucia, p.e.).

Dilma, no inicio, tampouco deu a importância devida.

Caiu na lábia do esperto Fux.

Mas quem pode culpá-la? Dirceu – “o preparado”, que “entende de poder e de Estado” – não caiu também?

Fux “matou os dois no peito”, ora.

E hoje pode até pregar:

Mas aí uma diferença: Dilma, com seus erros, foi tirando lições.

Suas indicações posteriores foram de pessoas “sérias”.

Seriedade – e até amizade! – não se mostrou suficiente com Rosa Weber.

Novos requisitos então:

– Bagagem intelectual e acadêmica robusta para não ser intimidado pelo bloco de Gilmar; e

– Indivíduo de princípios e convicções. Acima de tudo, um(a) legalista.

E quem chegou?

Teori, Barroso, Fachin…

 

“Ah, mas ela podia era ter se garantido e nomeado o Stédile pro STF!”

Ah, sim… com certeza nomes assim passariam na sabatina do Senado…

E qual foi o problema então com as novas nomeações?

O homem.

O seu caráter.

Ou melhor: a sua fraqueza de caráter.

Como prever que alguém é, no seu amago, uma pessoa pequena?

Como saber a priori que figuras “referenciais” do direito podem ter esqueletos no armário e, assim, se tornarem suscetíveis a pressões “não republicanas”?

Que podem ter medo de grampos e de dossiês?

O Dirceu Chefe da Casa Civil compreendia isso. Não à toa fez varredura no passado de candidatos a Ministro do STF. Quando encontrava algo “inconveniente”, instruía para que fosse “apagado”, o que era feito. Não sem, em dado episódio, gerar ódio figadal no candidato escrutinado.

Dilma fez varreduras dos seus indicados?

Se fez, foram suficientes?

O fato é que parece haver pressões “não republicanas” vindas da casa menos republicana de Brasília (a “sede do inferno”, digamos assim). E essas pressões surtem efeito!

Se até hoje ninguém de fora conseguiu descobrir o instrumento dessas pressões, será que Dilma poderia tê-lo descoberto antes das nomeações?

Não sei nem se tentou. Certo ou errado, a história de Dirceu e do ódio figadal do escrutinado ficou como lição, não?

*

Em resumo:

Compreendo os “erros” de Dilma nas nomeações para o STF.

Não compreendo – mais para não aceito – não levar STF e PGR pro buraco junto de si, se for o caso de ir pro buraco.

*   *   *

A ação da resistência democrática e as metáforas futebolísticas

Sinto muita falta de ouvir Lula sobre tudo isso. Tanta falta sinto que tentei, a anos-luz do seu brilhantismo, emular a sua técnica de produzir metáforas futebolísticas.

Julguem se fui feliz ou não na tentativa:

Perdeu o jogo? Ora, pense no campeonato!

Ser derrotado é do jogo. Mesmo em jogo “roubado”. Mas tem que ter garra. Primeiro, não aceitar a derrota até o apito final. Segundo, perder de cabeça em pé, deixando o exemplo – e preservando o respeito da torcida. E sem esquecer: dando entradas duras no adversário. Deixando-o desfalcado pros próximos jogos.

 

*   *   *

(i) Acompanhe-me no Facebook:

Maya Vermelha, a Chihuahua socialista

(perfil da minha brava e fiel escudeirinha)

*

(ii) No Twitter:

@rommulus_

*

(iii) E, claro, aqui no GGN: Blog de Romulus

*

Quando perguntei, uma deputada suíça se definiu em um jantar como “uma esquerdista que sabe fazer conta”. Poucas palavras que dizem bastante coisa. Adotei para mim também.

47 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vitorlara31

- 2016-08-20 16:24:36

Meu amigo, voce esta falando

Meu amigo, voce esta falando serio? Estamos falando de analises politicas dos acontecimentos, sobretudo de percepçoes, e voce vem me falar em provas e wishfull thinking? Bem, vamos por partes.

A militancia da esquerda foi responsavel pela vitoria apertada da Dilma sobre o Aecio. Sim ou nao? A sua maneira de colocar as coisas da a entender que a militancia de esquerda fosse uns alienigenas que nao tem nada a ver com a populaçao de verdade... numa epoca de polarizaçao, a pouco tempo atras estavamos em um clima de bastante radicalizaçao, mesmo pessoas que nao costumavam participar de nada estavam la assumindo posicoes ferrenhamente. Enfim, eh obvio que se as lideranças adotassem uma politica mais incisiva a militancia seguiria o embalo. Um movimento de massas desse tipo eh um movimento que vai crescendo e pode transbordar pro restante da populaçao. A grande midia sabe como preparar o seu eleitorado, os coxinhas, pros atos deles. Os movimentos sociais e as centrais sindicais tambem sabem, se somar mais os militantes de esquerda que nao estao diretamente ligados a nenhum partido ou movimento, vem junto. Se voce tivesse uma frente unica contra o golpe, abarcando PT, PC do B, PSOL, PCO etc, mais as centrais e movimentos, acho sim que existiria a possibilidade de levantar uma galera boa pra efetivamente derrubar o golpe.

 

Respeito pela Dilma eu tenho meu caro, sou um dos doadores e respeito muito tanto ela, quanto o Lula. Agora, nao pode criticar... foi o Romulus criticar o Dirceu e o tal Joao ficou todo ofendido. Discutir politica assim, com um cidadao que venera as lideranças a tal nivel que nao se pode nem criticar, fica muito dificil. 

 

Sobre o Erdogan, engraçado... voce eh o primeiro que eu vejo dizer que ele era amado pela populaçao. A grande imprensa chegava inclusive a insinuar que o golpe teria sido dado pelo proprio Erdogan, pra ver se ele recuperava um pouco do prestigio politico, ja que ele andava mal. Eu pergunto como pode um lider amado pela populaçao sofrer uma tentativa de golpe militar... acho que eh bem o contrario. Aqui no Brasil pelo medo das consequencias de um golpe militar optaram por esse ai, supostamente mais suave. Quem articulou o golpe devia ter imaginado que o apoio popular do Erdogan estava muito baixo pra fazer a tentativa, nao vejo logica em tentar dar um golpe num governo que tem todo esse apoio popular e das instituiçoes, somente em momentos em que existe uma grande fragilidade.

romulus

- 2016-08-20 15:39:52

Que misterioso!

Respira aliviado por que? Depois de fazer a minha caveira lá em cima com o seu amiguinho você percebeu que eu não sou tão mau assim? Ou é mais uma ironia? Eu não sou o "campo majoritário" pra responder por todas as ações do PT. Não sou muitas coisas que você pensa que eu sou.

Que misterioso! Manda uma DM ou inbox contando a sua identidade secreta! Prometo que não conto pra ninguém.

E também nunca disse que "o plano é 2018" e você sabe disso. Existe a luta legal e institucional, que é acima de tudo política porque consolida a ideia de golpe e constroi uma narrativa. Eu falei de luta política incessante enquanto durar o golpe.

Plano maravilhoso... mas temo que a narrativa que esta sendo construída não esteja saindo como o planejado.

Se houvesse uma condução coercitiva midiática hoje – de Dilma ou do Lula – a mobilização espontânea seria igual àquela da início do ano?

Não? Por quê?

O PT não é um bloco monolítico. Como registrei em artigo, há quem, como Paulo Pimenta, faça a luta dentro da institucionalidade, mas que não se furta de denunciar o viés das instituições. Esse para mim é o caminho e não “Biba la Rebolución” – mais uma vez vc projeta coisas no meu texto que estão é na sua cabeça.

romulus

- 2016-08-20 15:25:55

Inveja

>> Você ainda não entendeu o que eu estou dizendo. Não existe essa escolha que você propõe. Uma radicalização sem apoio popular não vai barrar nada. Ao contrário, vai dar todos os argumentos para a direita baixar um ato institucional proibindo qualquer tipo de resistência.

Vc é que nao entendeu. Nao proponho “pegar em armas”… proponho denunciar – claramente – os interesses em jogo e o comprometimento das instituições como STF e PGR. Da mesma forma, fazer ato solene com todos os partidos que queiram participar comprometendo-se a reverter todas as ações de lesa ao Estado e a direitos sociais de um governo usurpador.

Isso sim é construir narrativa. Ficar quieto em gabinete escrevendo recurso pro STF e notinha insossa está mais para álibi.

>> Não sabia que o objetivo era deixar a militância feliz. Isso explica muito do seu texto. Biba la rebolución!

Pois é esse tipo de atitude, de desprezo pelas bases, uma das coisas que levou o PT aonde está. E depois vc constata, candidamente, a desmobilização frente ao golpe.

>> [vou cortar as ironias, arte na qual você é menos do que brilhante]

Pois é. Brilhante em ironias é vc, mestre. ;-)

>> Pode ser. Mas você deveria olhar em volta, ninguém mais está falando do Dirceu nem usando seus erros como argumento. É uma questão de humanidade.

Oh, Deus! “pode ser”? Ele é sim capaz de (meio que) ser humilde!

O meu texto era sobre o STF e a dinâmica de nomeações. O exemplo do que aconteceu com uma determinada nomeação sob Dirceu – em que ele fez a coisa certa (materialmente, sem se saber a “forma”) – ilustrava o meu raciocínio. Se não é desabonador por que omitir “por humanidade”?

Bom, vou ficar com o “pode ser” do início.

>> O que você escreveu antes não tem a menor importância. Outra coisa, como diriam os ingleses, "autista" e "campo majoritário" é a puta arrombada e sifilítica que te pariu. Não tem nenhum problema com críticas, só muitas ironias, um caminhão delas, e um par de xingamentos. ;-)

Poxa, seja mais fino por favor. Da próxima vez pode não passar batido pela moderação e seremos todos privados da sua sabedoria.

>> Você acha isso porque está em busca do aplauso fácil. Gostaria que eu disesse "tenho muitas restrições ao seu texto, mas dou-lhe os parabéns pela sua grande inteligência". Síndrome de Facebook. Faz um texto recheado de ironias pueris e eu não posso fazer nenhuma. E depois eu que sou autista.

Nossa! Vc é psicólogo? Mais uma vez peço para olhar para o lado e preservar o meu pudor. Mais uma vez vc me denudou!

O meu problema real com vc é a minha inveja! Como deve ser bom viver com todas as certezas.

romulus

- 2016-08-20 01:45:40

"Maturidade" acabada - e "humilde"!

>> Acorde. Pra barrar esse golpe, precisamos de 50 milhões, não 50 mil. Enquanto não tivermos esses 50 milhões, a resistência deve se dar nas regras do jogo, inclusive postergando o quanto for possível a decisão do senado para que o impeachment custe o mais caro possível a Temer.

Ora, nao barrar por nao barrar, melhor fazer o que preserva o respeito e o engajamento da base, nao?

Vc, como "militante nas favelas e habitué de passeatas" deve constatar como a militancia esta muito felz com a atuaçao institucional do PT Campo Majoritario... realmente a soluçao para o Partido é aumentar ainda mais o grau de autismo da sua direçao.

>> "Alias, como disse em artigo que ia acontecer, ha quase 2 meses". Toda a sua análise está errada. Desde aquela época. O seu idealismo e voluntarismo não podem mudar a realidade.

Idealismo e voluntarismo? Primeira vez que me "acusam" disso aqui no blog. Em geral me "acusam" do oposto.

>> "Obrigado por dividir a sua sapiência com este - e outros - burros! Muito generoso. O seu plano está perfeito!! Realmente apenas um burro ousaria lembrar que o outro lado não é composto por bonecos infláveis! Estou seguro de que já está tudo combinado com eles, né? Que alívio!" Não sei se isso é uma ironia mal feita e incompreensível ou uma tentativa de elogio desbragado.

Sim, a ironia está mal feita. Ao lado de "bonecos infláveis" eu esqueci de colocar: "   ;-)   "

>> "Esperemos 2018 (??) então - e a gloriosa redenção cívico-democrática!" Esse é o problema com revolucionários de botequim. Acham que a luta política se dá no dia da eleição ou se resolve numa passeata miraculosa de 50 mil pessoas. A luta política tem que se dar todos os dias, e não para os convertidos do blog do Nassif. Vá fazer luta política na favela, na periferia, nas escolas públicas. Vamos ver o quanto as suas teses revolucionárias sobrevivem quando debatidas com as pessas de verdade.

Agradeço por essas novas dicas, mestre! Mais generosidade vc dividir aqui o seu roteiro de luta política - tao bem executado e bem sucedido até aqui.

(Precisa de ;-) ?)

"Teses revolucionárias"? Esse foi o primeiro artigo q vc leu meu, né?

>> "Obrigado pela sua diferenciação "profissional". Mais uma vez generoso. Agora também com "amadores"!" Disse que a comparação é amadora, e não que você é amador. Também não disse que você é burro. Mas talvez seja, já que não consegue diferenciar uma crítica à sua argumentação de um mero achincalhe pessoal.

Pois é. O nível da sua argumentação é tão superior que a sutileza me escapou.

>> "No texto de fato eu havia dado a entender que as plataformas políticas e as bases de apoio de Erdogan e do PT era iguais, nao é mesmo? ;-)" Ainda bem que você deu uma piscadinha, senão de novo eu não poderia saber se se trata de uma ironia. Se não são iguais, por que a comparação? É incapacidade de argumentação ou desonestidade?

Exato... depois de descer mais no seu comentário percebi que ironia deve ser BEEEEEEEEEM marcada. Estamos combinados...

Quais eventos humanos no mundo sao entao iguais e comparaveis, mestre?

Elabore mais sobre isso... creio que esta a ponto de revolucionar as ciencias sociais!!

(Precisa de ;-) ?)

>> "De fato, foi muito inconveniente o golpe frustrado na Turquia acontecer ao mesmo tempo e mostrar para o mundo exemplo de altivez - mesmo de um canalha. Foi muito duro pra galera do (infalivel) "plano 2018" do Campo Majoritario do PT." Agora posso dizer com todas as letras, VOCÊ é um amador. "Mostrar ao mundo", "altivez", "canalha"... essa categorias não existem na política e nem na guerra, só na cabeça dos revolucionários de botequim.

Oh, Maquiavel redivido! Olhe pro lado! Vc me desnudou! Preserve o meu pudor, rogo!

>> Você resolveu a equação da política brasileira na sua cabeça, não é mesmo? x = (-b +- sqrt(b2 - 4ac))/2a. 

Nao tenho essa pretensao. O preclaro que o fez foi vc, mestre. Estou so aprendendo... observando-o apenas de lado. Todo o cuidado se justifica: admirar seu brilho diretamente arrisca cegar seres menores. 

>> Dirceu nesse momento está sob tortura, rapaz. Você não aguentaria uma semana na situação dele. Se não consegue entender as decisões complexas que ele teve que tomar, pelo menos mostre mais respeito.

Diga-me onde faltei ao respeito com ele e com o seu sacrificio? Vc projetou no texto algo que esta na sua cabeça.

>> "Obrigado pelas dicas editoriais! Mais generosidade..." Generosidade é escrever de uma forma fácil e clara para compartilhar as suas ideias, e não esse excibicionismo pueril que você faz. Generosidade é se dispor a criticar, como eu estou fazendo. "Se eu falhei em tentar "ClariCe Lispector" (com "C"), vc foi certeiro em tentar o "Prof. Antonio Candido"!!" Antônio Cândido fazia crítica literária, e não correção de redação de adolescente.

Pois é. Cada "ClariSSe" tem a correção que merece, não é mesmo?

>> "Parabens!" Tenha mais humildade.  Estou te fazendo um favor ao te criticar.

Nao sei se é apenas vies cognitivo ou autismo mesmo. Quem nao tem humildade aqui nao sou eu nao...

Nao tenho nenhum problema com critica.

Pelo contrario!

Se tivesse, nao escreveria textos que criticam direita, esquerda "pura", PT "campo majoritario", vaia de brasileiros a atletas americanos...

Aplauso é facil: só escrever chavoes e abrir com "primeiramente, fora, Temer!"

Responder aos comentarios aos meus textos - e ativamente chamar pessoas que sabidamente pensam diferente para critica-lo (à esquerda e à direita) - de fato desnudam a minha arrogancia e dificuldade com criticas...

Ora, por favor.

Mas sério... qual a utilidade de seguir nessa discussao? Vc é alguem nao aberto a questionamentos às "Verdades". Em vez disso, apenas encontrou um "adolescente" que suscita em si argumentos da mais acabada maturidade:

>> Como você é misterioso e bem informado. Ui, que medo! 

Joao Luis

- 2016-08-20 01:31:45

Respira aliviado por que?

Respira aliviado por que? Depois de fazer a minha caveira lá em cima com o seu amiguinho você percebeu que eu não sou tão mau assim? Ou é mais uma ironia?

Eu não sou o "campo majoritário" pra responder por todas as ações do PT. Não sou muitas coisas que você pensa que eu sou.

E também nunca disse que "o plano é 2018" e você sabe disso. Existe a luta legal e institucional, que é acima de tudo política porque consolida a ideia de golpe e constroi uma narrativa. Eu falei de luta política incessante enquanto durar o golpe. Isso inclui se opor e, se possível, criar um clima inviável a qualquer retrocesso sério. E existe a posibilidade de haver uma mobilização espontânea contra Temer e pró-eleições caso haja fato novo nas próximas semanas.

Então por que queimar essas possibilidades entregando o jogo gratuitamente até 2018? Nunca falei nada disso.

 

romulus

- 2016-08-20 01:17:42

Bem lembrado!Fascismo

Bem lembrado!

Fascismo politiza sim...

Deve ter sido por isso que Franco morreu de velho; que o Franquismo nao morreu com ele; e que ainda fez o seu sucessor (o rei).

( Saudades de quando morava na Espanha :-/  )

Esse plano de deixar o fascimo tomar conta pra depois voltar por cima da carne seca é mesmo genial.

Alias, deve ter finalmente ocorrido aos republicanos espanhois quando - cansados da brigazinha com as falanges - resolveram cruzar os Pirineus (500 mil).

Ainda bem que o Campo Majoritario eh muito mais esperto.

Marcelo33

- 2016-08-20 01:16:11

Acho que ficou patente a

Acho que ficou patente a necessidade de uma maioria de esquerda no congresso, só que com nosso modelo de mídia e sem uma reforma de mídia profunda, já acho complicado uma maioria simples...

Uma maioria qualificada de 2/3 do senado e da camara eu acho impossível pelos próximos 50 anos !!!

lemabrando que o que tem de mais reacionário no senado está garantido lá até 2022. A parte progressista do Senado toda estará com seus cargos em disputa em 2018. Mesmo que a esquerda se recuupere até 2018, a próxima legislatura do senado vai ser pior que a atual da câmara. A turma que entrou no senado em 2014 é o pior lixo da política do Brasil.

Veja o caso do PAraná. Requião e Gleisi acabam mandato em 2018. Alvaro Dias estará lá até 2022.

E quanto as mudanças que Lula fez, veja o caso da Vale do Rio Doce cuja privatização não foi revertida. Duvido que o PT terá peito para rasgar contratos do pré-sal e de privatização da petrobrás !!! Se fizer isso, é capaz de nãao durar um mês no cargo tb...

 

Joao Luis

- 2016-08-20 01:05:48

"Ora, barrar por nao barrar,

"Ora, barrar por nao barrar, melhor fazer o que preserva o respeito e o engajamento da base, nao?"

Você ainda não entendeu o que eu estou dizendo. Não existe essa escolha que você propõe. Uma radicalização sem apoio popular não vai barrar nada. Ao contrário, vai dar todos os argumentos para a direita baixar um ato institucional proibindo qualquer tipo de resistência.

"Vc, como "militante nas favelas e habitué de passeatas" deve constatar como a militancia esta muito felz com a atuaçao institucional do PT Campo Majoritario... realmente a soluçao para o Partido é aumentar ainda mais o grau de autismo da sua direçao."

Não sabia que o objetivo era deixar a militância feliz. Isso explica muito do seu texto. Biba la rebolución!

---8<---8<---8<---8<---8<---8<---8<---8<---8<---8<---

[vou cortar as ironias, arte na qual você é menos do que brilhante]

---8<---8<---8<---8<---8<---8<---8<---8<---8<---8<---

"Diga-me onde faltei ao respeito com ele e com o seu sacrificio? Vc projetou no texto algo que esta na sua cabeça."

Pode ser. Mas você deveria olhar em volta, ninguém mais está falando do Dirceu nem usando seus erros como argumento. É uma questão de humanidade.

"Nao sei se é apenas vies cognitivo ou autismo mesmo. Quem nao tem humildade aqui nao sou eu nao... Nao tenho nenhum problema com critica. Pelo contrario! Se tivesse, nao escreveria textos que criticam direita, esquerda "pura", PT "campo majoritario", vaia de brasileiros a atletas americanos..."

O que você escreveu antes não tem a menor importância. Outra coisa, como diriam os ingleses, "autista" e "campo majoritário" é a puta arrombada e sifilítica que te pariu.

"Aplauso é facil: só escrever chavoes e abrir com "primeiramente, fora, Temer!" Responder aos comentarios aos meus textos - e ativamente chamar pessoas que sabidamente pensam diferente para critica-lo (à esquerda e à direita) - de fato desnudam a minha arrogancia e dificuldade com criticas... Ora, por favor."

Não tem nenhum problema com críticas, só muitas ironias, um caminhão delas, e um par de xingamentos. ;-)

 

"Mas sério... qual a utilidade de seguir nessa discussao? Vc é alguem nao aberto a questionamentos às "Verdades".

Você acha isso porque está em busca do aplauso fácil. Gostaria que eu disesse "tenho muitas restrições ao seu texto, mas dou-lhe os parabéns pela sua grande inteligência". Síndrome de Facebook.

"Em vez disso, apenas encontrou um "adolescente" que suscita em si argumentos da mais acabada maturidade: >> Como você é misterioso e bem informado. Ui, que medo! "

Faz um texto recheado de ironias pueris e eu não posso fazer nenhuma. E depois eu que sou autista.

arkx

- 2016-08-20 00:52:49

Romulus

e antes que me esqueça:

tomem todos sua “boa dose de fascismo”. politiza!

não deixem também de ingerir ao menos dois Stálins e um Pol Pot diariamente: politiza! orienta as bússolas!

não sejam burros! fascismo politiza!

quanto pior, melhor! quanto mais fascismo, mais o povo se politiza! é isso aí!

e quem não gostar que vá lamber sabão!

romulus

- 2016-08-20 00:30:19

"ClariSSe" 2

Pior vc nao sabe!

A Clarice (a com "C"!) começou a escrever tambem aqui na Suiça, para onde veio como esposa de diplomata.

Tao infeliz e isolada estava, que começou a escrever para extravasar.

Eu nao tava infeliz nao. Talvez um pouco isolado (os suiços sao fechados entre eles... acabamos fazendo colonias de amigos expatriados de todos os cantos).

Mas estava otimo.

Comecei a ficar angustiado em 2013, 2014... e no dia da conduçao coercitiva cheguei ao meu limite.

Dai comecei a escrever aqui.

Tanto para mim mesmo como para outros.

Entao tb estava "infeliz" de certa forma.

Embora a infelicidade viesse do Brasil.

romulus

- 2016-08-20 00:20:50

Ufa!

Que bom, mestre!

Respiro aliviado.

Uma curiosidade: se o plano é esse - reverter tudo em 2018 - por que a direçao do PT nao faz um ato e emite uma declaraçao sacramentando isso, hein?

Sugeri ha 2 meses algo no genero.

Sera que...

Deixa pra la.

¬¬

arkx

- 2016-08-20 00:06:00

Romulus

-> Olha o comentario do amigo "Campo Majoritario" ai embaixo... assina "Joao Luis"

mais risos. só rindo. não falei? só para de doer quando a gente ri!

Romulus: a nossa ClariSSe Lispector do Blog do Nassil. olha! para aí com esses seus  picos hormonais de adolescente, hein! não vem com esse priapismo pro meu lado, não! sai fora! vai lamber sabão!

mas como escreveu a Clarice Lispector:

por isto escrever é tão perigoso. só quem tentou, sabe. há o perigo de mexer no que está oculto – e o mundo não está à tona, está oculto em suas raízes submersas. há ciladas nas palavras. as palavras que dizemos escondem outras – quais? escrever é uma pedra lançada neste abismo sem fundo. um abismo que sempre chama outros abismos.

o que se escreve nunca é o que se escreve e sim outra coisa. é preciso que alguém leia. para que se possa ouvir o silêncio de quem escreve. para captar essa outra coisa que na verdade foi escrita, porque quem mesmo escreve não pode fazê-lo.

.

 

Joao Luis

- 2016-08-19 23:54:32

"Evidentemente que se as

"Evidentemente que se as lideranças do PT, Lula e Dilma, tivessem assumido essa posiçao de confronto a militancia poderia ter ido atras. Ai as coisas pegariam fogo."

Não é manifestação da militância que legitimaria o fim do golpe, mas a da população civil comum.

"Esse eh o ponto do artigo, eh incompreensivel que eles tenham continuado como cordeirinhos esperando o abate."

Mais respeito com Dilma. Ela não está como cordeirinha. Está lutando bravamente como ninguém mais teria forças. Estão dando um recado à população: reajam, nós estamos aqui por vocês. Infelizmente essa população vai votar no Russomano. Essa é a dura realidade, o resto são sonhos de uma noite de verão.

"E digo mais, de nada vai ter adiantado essa postura docil deles, a direita vai vir com tudo e se puderem vao colocar tanto o Lula quando a DIlma na cadeia."

E se a direita colocar Lula na cadeia e isso for indiferente para a população? Seria prova de que uma convocação de Lula à guerra seria fracassada. Por outro lado, se isso revolotar a população, é o que de melhor poderia acontecer.

 

"Temos que levar em consideraçao que o PT nao eh so um partido composto por politicos de classe media, mas eh na verdade um partido que bem ou mal esta escorado nos maiores movimentos sociais do Brasil, comoo MST e a CUT. A paralisia em que esses setores se encontram, e eu concordo que isso seja verdade, se deve muito `a inercia do Lula e da Dilma."

Não, é muito mais complicado do que isso. O trabalhador sindicalizado se acostumou a uma era de bonanças, viu seu padrão de vida melhorar mas não consegue associar isso a um governo de esquerda. Acredita no seu mérito pessoal. É necessário um contraponto de direita para repolitizar o trabalhador.

"O exemplo do Erdogan eh muito bom na verdade, nao consegui enxergar os problemas da analogia. Mesmo um lider que seja de direita consegue mobilizar a populaçao quando o momento e o discurso corretos. Eh evidente que por mais que a populaçao turca nao gostasse do Erdogan, eles tinham a consciencia de que um regime militar seria muito pior."

Análise completamente errada. Erdogan é amado pela população. A Turquia é um país muçulmano, e isso significa fundamentalismo religioso e moral; tem grupos étnicos conflitantes e separatistas; participa de uma guerra; tem uma localização estratégica para EUA e Rússia; já foi o império mais poderoso do mundo; não tem imprensa de oposição; tem bases americanas em seu território e é aliado da Rússia. Erdogan é de direita, é autoritário, é religioso. É absurdo fazer uma comparação entre a Turquia e o Brasil ou entre Erdogan e Lula ou Dilma. Ainda mais nos termos "olha só o que é macheza".

"Eu inclusive acho que bem ou mal a populaçao brasileira tambem tem essa percepçao quando se compara a Dilma e o Temer, mas eh papel da liderança politica jogar pra torcida e inflamar os animos."

Lula vai conclamar a população que, inflamada, tomará as ruas aos milhões e enxotará os golpistas. É isso? Ou seja, a atual mobilização fraca é devida à inércia de Lula. Está tudo bem claro na sua cabeça.

Você tem prova disso? Ou é puro wishful thintking?

Vamos supor que Lula desse uma de aloprado e conclamasse a população às armas, como o Erdogan, e ficasse todo mundo em casa assistindo à olimpíada? O que aconteceria com a credibilidade, inclusive internacional, da denúncia do impeachment como golpe?

"Nao acho que seja assim tao simples deixar a direita fascista no poder, ate pq depois desse golpe, ninguem sabe ao certo que rumo as coisas tomarao no Brasil. Uma coisa eh certa: os golpistas nao deram o golpe pra deixar o Lula ou o PT vencerem as eleiçoes em 2016, 2018, ou seja la em qual ano teremos eleiçoes diretas pra presidente novamente."

Isso é verdade. E se a resistência ao golpe se radicalizar sem apoio popular, a reação da direita será ainda pior, com a mesma indiferença geral de 1964.

"Inocencia tem limites."

Isso mesmo.

 

arkx

- 2016-08-19 23:12:31

Romulus

-> Por falar em utopia / distopia e ficção, o golpe no Brasil me lembra em muitas coisas o final do livro "A Ilha", do Huxley.

só rindo, meu Nobre, só rindo! sabe como é, né: só para de doer quando eu rio!

“A Ilha”? Maya Vermelha? uma cadela? uma das cadelas aqui do sítio se chama “Karun”, por causa de “Karuna” de “A Ilha”, de Aldous Huxley. um dos livros que marcaram profundamente minha adolescência.

“Os sa­pos, os insetos incessantes e os mainás estavam de volta.

- Karuna! Karuna!

E num semitom abaixo:

- Atenção!”

grande abraço

Joao Luis

- 2016-08-19 23:00:58

Sim, um governo eleito pode

Sim, um governo eleito pode rasgar contratos e pode reverter o congelamento de gastos sociais se tiver apoio da maioria da população. Eleja mais deputados de esquerda ou faça um plebiscito.

Em 2003, Lula pegou terra arrasada e foi isso que possibilitou a mudança de rumos. Por que outro presidente não pode em 2018 ou 2022?

 

Joao Luis

- 2016-08-19 22:52:14

"Qual a sua fonte de mediçao

"Qual a sua fonte de mediçao de passeatas? O Datafolha? Certamente esse seu no. de 50 mil saiu de la."

Engane-se o quanto quiser. Eu estive em todas as passeatas.

"A  falta de liderança fez todo mundo voltar pra casa"

Acorde. Pra barrar esse golpe, precisamos de 50 milhões, não 50 mil. Enquanto não tivermos esses 50 milhões, a resistência deve se dar nas regras do jogo, inclusive postergando o quanto for possível a decisão do senado para que o impeachment custe o mais caro possível a Temer.

"Alias, como disse em artigo que ia acontecer, ha quase 2 meses"

Toda a sua análise está errada. Desde aquela época. O seu idealismo e voluntarismo não podem mudar a realidade.

"Obrigado por dividir a sua sapiência com este - e outros - burros! Muito generoso. O seu plano está perfeito!! Realmente apenas um burro ousaria lembrar que o outro lado não é composto por bonecos infláveis! Estou seguro de que já está tudo combinado com eles, né? Que alívio!"

Não sei se isso é uma ironia mal feita e incompreensível ou uma tentativa de elogio desbragado.

"Esperemos 2018 (??) então - e a gloriosa redenção cívico-democrática!"

Esse é o problema com revolucionários de botequim. Acham que a luta política se dá no dia da eleição ou se resolve numa passeata miraculosa de 50 mil pessoas. A luta política tem que se dar todos os dias, e não para os convertidos do blog do Nassif. Vá fazer luta política na favela, na periferia, nas escolas públicas. Vamos ver o quanto as suas teses revolucionárias sobrevivem quando debatidas com as pessas de verdade.

"Obrigado pela sua diferenciação "profissional". Mais uma vez generoso. Agora também com "amadores"!"

Disse que a comparação é amadora, e não que você é amador. Também não disse que você é burro. Mas talvez seja, já que não consegue diferenciar uma crítica à sua argumentação de um mero achincalhe pessoal.

"No texto de fato eu havia dado a entender que as plataformas políticas e as bases de apoio de Erdogan e do PT era iguais, nao é mesmo? ;-)"

Ainda bem que você deu uma piscadinha, senão de novo eu não poderia saber se se trata de uma ironia. Se não são iguais, por que a comparação? É incapacidade de argumentação ou desonestidade?

"De fato, foi muito inconveniente o golpe frustrado na Turquia acontecer ao mesmo tempo e mostrar para o mundo exemplo de altivez - mesmo de um canalha. Foi muito duro pra galera do (infalivel) "plano 2018" do Campo Majoritario do PT."

Agora posso dizer com todas as letras, VOCÊ é um amador. "Mostrar ao mundo", "altivez", "canalha"... essa categorias não existem na política e nem na guerra, só na cabeça dos revolucionários de botequim.

E de novo você acha que ganhar a eleição em 2018 se resume a ganhar a eleição em 2018 como se fosse algo infalível e determinístico. Não entende o papel da luta política cotidiana. Você é muito jovem e não entende o que custou eleger Lula em 2003. Quantos anos de militância isso custou! E só foi possível com uma aliança com a direita. Faça melhor se achar que pode.

">> Lave a boca para falar do Dirceu. Ele conhece todos os segredos de estado dos governos do PT, está aguentando calado e disso depende a sobrevivência. É o maior heroi do país, neste momento.

Esse tipo de interdiçao ao debate é muito saudavel e democratico. Mais uma lição que me ensina!

Caso tenha interlocuçao com quem saiba de noemaçoes pro STF quando o Dierceu estava na Casa Civil, mostre o texto e pergunte do que estou falando."

Como você é misterioso e bem informado. Ui, que medo! 

Você resolveu a equação da política brasileira na sua cabeça, não é mesmo? x = (-b +- sqrt(b2 - 4ac))/2a. Vai pendurar as abóboras na árvore e as jabuticabas na planta rasteira.

Dirceu nesse momento está sob tortura, rapaz. Você não aguentaria uma semana na situação dele. Se não consegue entender as decisões complexas que ele teve que tomar, pelo menos mostre mais respeito.

"Obrigado pelas dicas editoriais! Mais generosidade..."

Generosidade é escrever de uma forma fácil e clara para compartilhar as suas ideias, e não esse excibicionismo pueril que você faz. Generosidade é se dispor a criticar, como eu estou fazendo.

"Se eu falhei em tentar "ClariCe Lispector" (com "C"), vc foi certeiro em tentar o "Prof. Antonio Candido"!!"

Antônio Cândido fazia crítica literária, e não correção de redação de adolescente.

"Parabens!"

Tenha mais humildade.  Estou te fazendo um favor ao te criticar.

vitorlara31

- 2016-08-19 21:30:34

Oi Romulus por mim pode sim,

Oi Romulus por mim pode sim, nao acho que critica-lo seja uma ofensa, quem ficou doido foi o camarada que comentou. Eu nao tenho o que criticar no seu artigo, inclusive essa eh uma pergunta que eu sempre me faço, nao com essas palavras evidentemente. Acho que de duas uma: ou eles ficam mantendo a ilusao de que atraves de manobras politicas seria possivel retomar ao poder, mas dentro do quadro de forças me parece certo que eh completamente impossivel o golpe recuar se nao houver uma pressao popular muito forte, do nivel de la da Turquia. Ou entao a Dilma e o Lula tem mesmo muita dificuldade em operar uma reaçao politica desse tipo, ja' que passaram os ultimos 14 anos administrando o Estado.

vitorlara31

- 2016-08-19 21:21:33

Colocaçao esquisita. O povo

Colocaçao esquisita. O povo votou no chefe geral do executivo no PT nas ultimas 4 eleiçoes gerais, tambem nao soube votar nesse caso? Ja a configuraçao da camara dos deputados e do senado e bem diferente. Pra mim parece muito claro que a diluiçao devido ao grande numero de candidatos (no caso dos deputados), a falta de debates, e a forte influencia da burguesia local costuma quase sempre desequilibrar o jogo eleitoral. Acho muito injusto jogar toda a culpa na populaçao. O problema das eleiçoes no Brasil (e em todos os paises do mundo, diga-se de passagem) eh a influencia do dinheiro na definiçao do jogo

romulus

- 2016-08-19 20:32:53

Dicas: "A Ilha"

Olha que coisa: concordamos em quse tudo dessa vez!

Mas queria te acalmar, assim como estou calmo agora.

Foram generosos comigo e agora quero tambem eu ser generoso.

Olha o comentario do amigo "Campo Majoritario" ai embaixo... assina "Joao Luis"

Estamos nos preocupando a toa!

Ta tudo certo ja: o PT volta em 2018!

Redençao gloriosa!

Nao vi nem "THX 1138" nem "Citizen four" - vou procurar aqui.

Mas sabe de uma coisa?

Por falar em utopia / distopia e ficção, o golpe no Brasil me lembra em muitas coisas o final do livro "A Ilha", do Huxley.

Acredita que não consegui ler as últimas páginas?

Fechei o livro e preferi nao sofrer.

romulus

- 2016-08-19 20:12:29

Exato, mas nem precisa...

Exato!

Mas quem dentre esses "petistas Campo Maroritari"o quer "dar tempo à razao"?

Eles garantem que o PT volta em 2018!

Veja ai embaixo!

Estamos nos preocupando a toa! ;-)

romulus

- 2016-08-19 20:08:28

Nos é que somos "burros"

Veja o comentario "generoso" do "genio" ai embaixo.

Estamos nos preocupando a toa! Ele garante que o PT volta em 2018!!

Oh, redençao gloriosa!

romulus

- 2016-08-19 20:05:08

Exato!

>> proteções legais especiais e vantagens e garantias trabalhistas especialíssimas, como estabilidade e vitaliciedade e inamobilidade, e salários acima da lei, entre tantas outras outras vantagens exclusivas e especiais, que se vendem, ou cedem às pressões, ou silenciam, em sua esmagadora maioria?

O problema é o apego desmedido a tudo isso e à vida da Corte. Pessoas pequenas.

romulus

- 2016-08-19 20:01:04

"Dirceu"

>> concordo com voce no que diz respeito ao Dirceu. O fato eh que o PT nao tem nenhuma liderança com a visao e capacidade de formular estrategias que ele tem

Sabe qual a melhor?

Eu tb concordo!

So nao sabia que nao se podia mencionar Dirceu... que era tabu... e que ele era infalivel...

Alias, nem posso dizer que ele falhou no episodio.

Se falhou, foi em deixar o tal seguir para nomeaçao.

Ou nao notou ou nao deu a importancia que devia ao desequilibrio do sujeito.

 

 

romulus

- 2016-08-19 19:55:26

Se voltar...

Se voltar...

romulus

- 2016-08-19 19:54:33

Que bom vc estar aqui para explicar, "Pof. Antonio Candido"!

Nao entendi nada mesmo... que bom que vc esta aqui para explicar!

Qual a sua fonte de mediçao de passeatas? O Datafolha?

Certamente esse seu no. de 50 mil saiu de la. Nao vale ver os numeros agora... a falta de liderança fez todo mundo voltar pra casa. Alias, como disse em artigo que ia acontecer, ha quase 2 meses:

Fadiga na resistência ao golpe: galinha decapitada corre mas cai morta, por Romulus

>> Como é possível que vocês não entendam isso? É muita burrice. O jogo está jogado. Dilma sai, PT sai e entra um governo de direita fascista e há perdas sociais. Venda do pr-e-sal. Saem Haddads, entram Russomanos. Consolida-se no congresso a bancada BBB. O povo quer e precisa de uma dose de fascismo. Isso vai orientar as bússolas, politizar o povo, repolitizar os sindicatos. A esquerda volta em 2018 ou 2022.

Obrigado por dividir a sua sapiência com este - e outros - burros! Muito generoso. O seu plano está perfeito!!

Realmente apenas um burro ousaria lembrar que o outro lado não é composto por bonecos infláveis!

Estou seguro de que já está tudo combinado com eles, né?

Que alívio!

Esperemos 2018 (??) então - e a gloriosa redenção cívico-democrática! 

>> já estou cheio dessa comparação amadora e burra entre Dilma e Erdogan. Erdogan garante sua popularidade cavalgando o mito da ressurreição do império Otomano. É assim que ele garante a sua popularidade, e não com programas sociais de redução da desigualdade.

Obrigado pela sua diferenciação "profissional". Mais uma vez generoso. Agora também com "amadores"!

No texto de fato eu havia dado a entender que as plataformas políticas e as bases de apoio de Erdogan e do PT era iguais, nao é mesmo? ;-)

Entendo vc “estar cheio”...

De fato, foi muito inconveniente o golpe frustrado na Turquia acontecer ao mesmo tempo e mostrar para o mundo exemplo de altivez - mesmo de um canalha. Foi muito duro pra galera do (infalivel) "plano 2018" do Campo Majoritario do PT.

Estou solidario!

>> Lave a boca para falar do Dirceu. Ele conhece todos os segredos de estado dos governos do PT, está aguentando calado e disso depende a sobrevivência. É o maior heroi do país, neste momento.

Esse tipo de interdiçao ao debate é muito saudavel e democratico. Mais uma lição que me ensina!

Caso tenha interlocuçao com quem saiba de noemaçoes pro STF quando o Dierceu estava na Casa Civil, mostre o texto e pergunte do que estou falando.

>> PS2. Pelo amor de Deus, escreva um texto melhor, mais conciso, mais organizado, mais objetivo. Você não é a Clarisse Lispector, a sua tentativa de "fluxo de consciência" parece a cabeça desorganizada de um adolescente em seus picos hormonais.

Obrigado pelas dicas editoriais!

Mais generosidade...

Se eu falhei em tentar "ClariCe Lispector" (com "C"), vc foi certeiro em tentar o "Prof. Antonio Candido"!!

Parabens!

 

arkx

- 2016-08-19 19:28:21

romulus

->– A partir de determinado ponto, seguir na farsa, apenas desempenhando o papel designado, é um erro injustificável.

sem dúvida! em qualquer disputa (seja de uma partida de futebol até uma guerra) quem determina o campo de batalha (desde o terreno das operações até as regras) dispõe de enorme vantagem.

no caso do impeachment era preciso desmontar a farsa desde o nascedouro. inclusive bater de frente contra os Cruzados de Curitiba, desmascarando-os como os falsos profetas da luta contra a corrupção.

mas como fazer isto se o PT, o governo e o próprio Lula já tinham se amarrados todos em acordos e compromissos anteriores?

-> – O ponto de não-retorno foi seguir no teatro do "as instituições estão funcionando" depois que já ficara claro que o STF estava dividido entre (a) quem estava no golpe e (b) quem se acomodaria nele sem grandes problemas.

voltamos aqui as 8 nomeações para o STF. li seus argumentos anteriores. concordo com o rastreamento, em termos. porque o “rastreamento” que de fato deve ser feito é ao longo de décadas construir uma equipe técnica e política simultaneamente.

quer dizer: quadros capacitados a exercer determinadas funções (desde o STF até o BC e a Fazenda) e também com a integridade política para conseguir fazê-lo.

esta nunca foi a proposta do PT após 1989. ao contrário, prevaleceu o aparelhamento, iniciado antes mesmos das prefeituras, já era assim nos sindicatos, na CUT, nos fundos de pensão, etc...

o que o lulismo fez nas estatais foi um crime. não mudou nada na gestão interna. o mesmo apadrinhamento. o mesmo cumpadrio, carreirismo, puxa-saquismo...

-> um erro, a partir de determinado ponto, seguir na farsa, apenas desempenhando o papel designado a Dilma e ao PT no script do golpe.

lógico. lógico. mas note como é justamente isto que o lulismo nunca quis fazer, desde o início! esta é a verdadeira tragédia de um golpe que começo lá atrás, quando Lula foi apertar a mão de Bush. prá que isso? ora, para firmar um “acordo” que se submeteria a um papel designado: um gestor do capitalismo, sem sequer esboçar a menor reforma que fosse. daí o lulismo sempre ter sido um reformismo sem reformas!

-> Erdogan – que não deixa de ser um proto-fascista digno de todas as restrições – foi pelo caminho inverso. Não só denunciou como foi para o confronto aberto.

Erdogan é um aspirante a sultão sonhando com a restauração impossível do Império Otomano. mas foi avisado sim pela inteligência russa algumas horas antes (tem um monte de informações sobre isto na web). e soube tirar partido disto. Dilma foi avisada lá atrás, justamente m Junho de 2013!. avisada publicamente pelos vazamentos do Snowden. e o que fizeram? ah... este povo todo nas ruas é coisa da Direita e da CIA.

pô, Romulus, tu é um cara articulado e pensa independente, com a própria cabeça. tem cabimento tudo isto (Junho de 2013 e os vazamentos de Snowden) acontecer sincronizado e ser meramente coincidente?

vc viu o filme “Citzen Four”?

-> Será pensando na biografia? Ou melhor, nas menções do obituário?

risos. só que, no caso, o obituário será de todos nós... então que ao menos se pense grande!

->– Não farão nada – falando isso calculadamente em colóquios ou, como outros, silenciando. Mas tampouco estarão “ultrajados” a ponto de pedir para sair e se recusar a fazer parte dessa farsa.

está tudo nas gravações do Sérgio Machado: um acórdão onde entra desde o STF até os militares. o Brasil que se f*da! Miami é a pátria deste pessoal!

os caras são deslumbrados com o way of life de um USA que nem existe mais. só nos ambientes segregados que freqüentam, tanto aqui no Brazil qto lá.

é o tipo de gente que tem horror a caminhar pelas ruas. é do carro blindado para o aeroporto para os gabinetes para o helicóptero para as mansões e coberturas. solta o cara sozinho no Complexo da Maré – vai ser cena de filme.

-> Eu, para mim, cheguei à conclusão de que em vez de altruísmo o que há é sentimento pequeno. Sacrificam-se as ideias que tinham (com sinceridade ou apenas no discurso) para poder manter a vida com que sempre ambicionaram.

mas isto é o lulismo. o “chefe” é assim! por isto a pergunta: qual tipo de vida desejamos ter?

meu Nobre, algo que não apenas aprendi ao logo da vida, como pude constatar na prática (esclareço, pelo exemplo alheio), é que pior do que ter pouco dinheiro é ter muito dinheiro. a partir de uma determinada renda, as pessoas já não sabem o que fazer com a grana! nem conseguem gastar, ficam se angustiando em como investir para aumentar o capital. e já não desfrutam de qualquer padrão de vida compatível com a renda e o patrimônio que tem.

->– Se é para cair e para ir para o sacrifício, que ao menos valha de alguma coisa na luta histórica. Que ao menos, num abraço de afogados, se levem as demais instituições – que se revelaram apodrecidas – do sistema de 88 junto.

corretíssimo. se ta tudo podre, e o que está podre está me derrubando, então vai cair todo mundo junto!

e é o caso também da delação da Odebrecht e principalmente do vice-almte. Othon! põe a boca no mundo. mas não é nos autos não. faz uma declaração pública! como Getúlio fez com a a sua Carta-Testamento!

por que não é mais, nunca foi na verdade, uma questão jurídica. e muito menos de salvar a prórpia pele. é uma questão política. é um golpe, p*rra!

-> E, a partir de dado momento, não havia mais nada a perder!

Getúlio soube entender isto e agir de acordo. óbvio aqui que não estou propondo nenhum suicídio físico! mas antes de ser assassinado politicamente é melhor, como vc mesmo propões, um suicídio político como um homem bomba que exploda com este teatro apodrecido logo de uma vez.

-> Alguém realmente acredita que a direção do PT é tão inocente a ponto de achar que as eleições de 2018 serão normais? Que terão chances de voltar ao poder? Que Lula será preservado?

a triste, nua e dura verdade é que o lulismo sempre fez parte do golpe, desde o início. eles não vai propor, muito mesmo encaminhar, nenhum confronto. nem minimamente. tá no DNA.

-> Leviandade nas indicações para o STF [...] Ah, sim... com certeza nomes assim passariam na sabatina do Senado...

o parâmetro nunca pode ser este: se vai passar ou não  o Senado. se não passar, tem que explicitar, tem que tratar politicamente junto ao conjunto da sociedade. ah! mas isto leva ao confronto! e não pode ter é o confronto!

antes apresentar a indicação, a “sociedade” tem que ser consultada, tem que levá-la a particpar, se envolver. tem que colocar nas ruas e dentro das casas e das mentes da população a questão: que tipo de Judiciário queremos ter? este que esta aí: seletivo, classista, venal? por isto estamos indicando para Ministro do STF fulano de tal, com este currículo e esta história de lutas para democratizar o Judiciário!

então, seria muito mais difícil não passar. só que assim se faz exatamente o que o lulismo sempre foi um instrumento de bloqueio: a luta de classes!

(aliás um termo do jargão marxista muito mal compreendido e um conceito de ação raramente aplicado, desde a esfera sindical até a cultural)

abraços, e sempre estamos aí

p.s:

estes filme de ficção, como o “Elysium” e mesmo “Jogos Vorazes”, sempre se referem ao presente. e note como todos reproduzem o modo de ver o mundo dos setores hegemônicos. neste filme quase sempre é uma sociedade pré capitalista. não tem exatamente um mercado. muito menos um mercado de massas. é muito mais um neo feudalismo!

vc conhece uma ficção distópica do Geroge Lucas, o primeiro filme dele, “THX 1138”?       

Marcelo33

- 2016-08-19 16:15:16

João Luis,m e vendido o

João Luis,m e vendido o pré-sal, esses governos irão rasgar os contratos ??

O problema é esse... 

E os gastos sociais congelados, a esquerda terá força de reverter isso no congresso, editar uma ?PEC contrário e conseguir 2/3 na câmara e no senado ?? Impossível !!

2018 ou 2022, só voltará parta administrar a terra arrrasada...

 

Marcelo Melo

- 2016-08-19 15:54:30

Sintetizou com extrema lucidez

Inclusive nos PS1 e PS2.

O brizolista

- 2016-08-19 15:34:55

Quando o golpe de 1964

Quando o golpe de 1964 completou cinquenta anos, o professor Daniel Aarão Reis fez uma palestra no CCBB, junto com o antigo líder estudantil Vladimir Palmeira. E eu acho que ele tem uma tese bastante elucidativa sobre as esquerdas brasileiras que deve ser levada em consideração: há uma cultura capitulacionista no espectro vermelho da política tupiniquim. As esquerdas desistem de militar quando a derrota parece certa. Ocorreu de maneira muito parecida em 1964, o que ajudou aos militares também, pois a extrema esquerda partiu para a guerrilha armada, tornando fácil a identificação dos subversivos. Ocorre o mesmo agora: o PT capitulou. Se o PT tivesse visão de longo prazo, investiria em uma campanha de denúncia do impeachment, mesmo que parecessem malucos a primeira vista, mas como o tempo é o senhor da razão, dentro de pouco tempo as lideranças golpistas estariam encalacradas e, quem sabe, sem nenhum apelo popular.

Henrique Finco

- 2016-08-19 15:30:01

Imobilidade

A imobilidade do PT, da Dilma, do Lula, etc, é quase criminosa....

dudu cartucho

- 2016-08-19 14:33:08

Vitorlara, exatamente. Como a

Vitorlara, exatamente. Como a gente vai brigar por eles se eles ficam no convescote com o inimigo?

Como eu defenderia a dilma se ela não se defende?

Enquanto eu brigava pelo governo , a senhora dilma vinha de mídia técnica. Eu detonava a mentirada dos jornais, o mercadante elogiava o seo frias. Até parece combinado. 

Tem muita gente contra o golpe mas que não quer a dilma. A pusilanimidade desse ex-governo conseguiu desagradar gregos e troianos. E foi corresponsável de jogar o país no buraco.

Marcos K

- 2016-08-19 14:25:37

Pois eu acho que tem que

Pois eu acho que tem que deixar o navio afundar mesmo. Não queriam que Dilma saísse? Agora que aguentem o tranco. Vou sofrer como todo mundo, mas conheço muita gente imbecil de "classemédiainstruidaquesabeoqueestáacontecendonoBrasil" que agora vai se lascar bonito. Idiotas úteis, achavam que o problema era a "corrupiçãodopetè" e pediam a cabeça da Dilma, mas como autênticas bestas quadradas terão que pagar o "Pato da FIESP"...

E tem mais: quase certo que Temer tomará medidas tão impopulares que não se sabe no que vai dar. Mas se o PT acha que isso vai facilitar sua volta ao poder está redondamente enganado porque a Globo transformou os brasileiros numa horda de retardados mentais, antipestista, estúpidos e imbecilidos, sem a menor capacidade de raciocínio.

Verdade: tem uma hora que a dor da realidade se faz sentir, mas acho que vai demorar pelo menos 20 anos tal a potência da anestesia estupidificante inoculada pela Globo nos brasileiros.

Dilma Coelho

- 2016-08-19 13:45:15

Golpe: fair play inexplicável em um jogo roubado, por Romulus

Texto muito confuso. Dilma fez o que podia. O povo vota mal, um partido para o governo e 90% para oposição e quer que o governo realize milagre, sem contar que esses do congresso são ratazanas, experientes em golpes, corrupção, achaques, cinismo, ladrões baratos. Comparados aos bandidos de rua só diferem na imagem produzida.
PRECISA-SE APRENDER A VOTAR!!!

vitorlara31

- 2016-08-19 13:38:45

Seu comentario eh

Seu comentario eh interessante e toca em algumas feridas, no entanto acho que tem alguns problemas. 

 

O maior deles eh supor simplesmente que a Dilma e o PT perderam toda a capacidade de mobilizaçao que eles tinham (ou tem). Tudo depende de como voce prepara o seu discurso. Nao se pode capitular nesses momentos, as palavras de ordem tem que ser firmes, as posiçoes tem que ser mais agressivas. Evidentemente que se as lideranças do PT, Lula e Dilma, tivessem assumido essa posiçao de confronto a militancia poderia ter ido atras. Ai as coisas pegariam fogo. Esse eh o ponto do artigo, eh incompreensivel que eles tenham continuado como cordeirinhos esperando o abate. E digo mais, de nada vai ter adiantado essa postura docil deles, a direita vai vir com tudo e se puderem vao colocar tanto o Lula quando a DIlma na cadeia. Temos que levar em consideraçao que o PT nao eh so um partido composto por politicos de classe media, mas eh na verdade um partido que bem ou mal esta escorado nos maiores movimentos sociais do Brasil, comoo MST e a CUT. A paralisia em que esses setores se encontram, e eu concordo que isso seja verdade, se deve muito `a inercia do Lula e da Dilma.

 

O exemplo do Erdogan eh muito bom na verdade, nao consegui enxergar os problemas da analogia. Mesmo um lider que seja de direita consegue mobilizar a populaçao quando o momento e o discurso corretos. Eh evidente que por mais que a populaçao turca nao gostasse do Erdogan, eles tinham a consciencia de que um regime militar seria muito pior. Eu inclusive acho que bem ou mal a populaçao brasileira tambem tem essa percepçao quando se compara a Dilma e o Temer, mas eh papel da liderança politica jogar pra torcida e inflamar os animos. Nao acho que seja assim tao simples deixar a direita fascista no poder, ate pq depois desse golpe, ninguem sabe ao certo que rumo as coisas tomarao no Brasil. Uma coisa eh certa: os golpistas nao deram o golpe pra deixar o Lula ou o PT vencerem as eleiçoes em 2016, 2018, ou seja la em qual ano teremos eleiçoes diretas pra presidente novamente. Inocencia tem limites.

 

Pra finalizar, concordo com voce no que diz respeito ao Dirceu. O fato eh que o PT nao tem nenhuma liderança com a visao e capacidade de formular estrategias que ele tem

Bonobo de Oliveira, Severino

- 2016-08-19 12:04:43

Sem entrar no mérito sobre a

Sem entrar no mérito sobre a justa perplexidade diante de aparente falta de combatividade, vale uma reflexão em benefício da dúvida sobre o caráter e a qualificação humana de determinados atores.

Partindo do princípio de que não há dúvidas sobre a esmagadora e descomunal pressão que vem de dentro e de fora sobre tudo e sobre todos, para que prossiga firme a concretização do GOLPE, de quem se espera mais capacidade de resistência diante de pressões insuportáveis?

De políticos, como Haddad, bombardeado diária e incansavelmente pelo PiG e seus fiéis seguidores, durante as 24 horas do dia, por atores mercenários autorizados a entrar diariamente nos lares de milhões de incautos ouvintes e telespectadores, desprovidos de qualquer salvaguarda ou garantia legal, para quem a única alternativa de sobrevivência está associada à preservação de sua imagem e reconhecimento de seus feitos meritórios, avaliada periodicamente em eleições, que permanecem na luta, mesmo fazendo concessões em busca de discursos de suposta e inútil conciliação?

Ou dos servidores públicos (?) protegidos e salvaguardados por proteções legais especiais e vantagens e garantias trabalhistas especialíssimas, como estabilidade e vitaliciedade e inamobilidade, e salários acima da lei, entre tantas outras outras vantagens exclusivas e especiais, que se vendem, ou cedem às pressões, ou silenciam, em sua esmagadora maioria?

Vânia

- 2016-08-19 02:19:07

Exatamente!

Pano de chão. Esse não é meu, mas vou comprar alguns. Tô precisando mesmo.

Messias Franca de Macedo

- 2016-08-19 02:18:30

  … Agora, vamos ver se a

 

… Agora, vamos ver se a mesma Polícia Federal “identificará os proprietários Marín(ho) da mansão triplex em Paraty via a mesmíssima Fonseca Fonseca do Condomínio Solaris”!…

 

***

 

TOME, RECEBA ‘COXINHADA’ [quase]anencéfala!

“Rebanho” de infelizes!

$$$$$$$$$$$$$$$$$

A Polícia Federal entregou à Justiça na 6ª feira (12.ago) o relatório final sobre a fase Triplo X da Lava Jato, deflagrada em 27.jan.2016. Foram indiciados a publicitária Nelci Warken (que admitiu ser a verdadeira dona de um tríplex no Condomínio Solaris, no Guarujá) e funcionários da Mossack Fonseca no Brasil.
(…)

Por jornalista Fernando Rodrigues 18/08/2016 19:58
em
‘PF conclui relatório da fase Triplo X e indicia dona do tríplex do Guarujá’

FONTE: http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2016/08/18/pf-conclui-relatorio-da-fase-triplo-x-e-indicia-dona-do-triplex-do-guaruja/

Messias Franca de Macedo

- 2016-08-19 02:17:52

… Além do fascista covardão

… Além do fascista covardão sérgio ‘mor(T)o’, quem irá indenizar moral e civilmente o honrado e eterno presidente Lula?

***

Polícia Federal conclui relatório da fase Triplo X e indicia dona do tríplex do Guarujá

Fernando Rodrigues 18/08/2016 19:58

(…)

FONTE: http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2016/08/18/pf-conclui-relatorio-da-fase-triplo-x-e-indicia-dona-do-triplex-do-guaruja/

 

Joao Luis

- 2016-08-19 02:15:36

Fair play? Não entendeu

Fair play? Não entendeu nada.

O PT simplesmente percebeu que não dispõe de apoio popular. Enquanto o volta Dilma reúne 50 mil idealistas, o fora Dilma reunia 500 mil da classe média. E os pobres que se beneficiaram dos programas sociais estão passivos porque não sabem diferenciar direita e esquerda. Sair na rua conclamando o povo para não ser atendido legitimaria o golpe e seria SUICÍDIO POLÍTICO.

Como é possível que vocês não entendam isso? É muita burrice.

O jogo está jogado. Dilma sai, PT sai e entra um governo de direita fascista e há perdas sociais. Venda do pr-e-sal. Saem Haddads, entram Russomanos. Consolida-se no congresso a bancada BBB. O povo quer e precisa de uma dose de fascismo. Isso vai orientar as bússolas, politizar o povo, repolitizar os sindicatos. A esquerda volta em 2018 ou 2022.

E outra coisa, já estou cheio dessa comparação amadora e burra entre Dilma e Erdogan. Erdogan garante sua popularidade cavalgando o mito da ressurreição do império Otomano. É assim que ele garante a sua popularidade, e não com programas sociais de redução da desigualdade.

PS1. Lave a boca para falar do Dirceu. Ele conhece todos os segredos de estado dos governos do PT, está aguentando calado e disso depende a sobrevivência. É o maior heroi do país, neste momento.

PS2. Pelo amor de Deus, escreva um texto melhor, mais conciso, mais organizado, mais objetivo. Você não é a Clarisse Lispector, a sua tentativa de "fluxo de consciência" parece a cabeça desorganizada de um adolescente em seus picos hormonais.

 

romulus

- 2016-08-19 02:15:28

Melhor que laranja

Nada:

Adorei o vermelho + o amarelo: diferente e junto.

Melhor que um laranja-fanta pasteurizado. 

E o branco?

É pano de chão? rs

Vânia

- 2016-08-19 01:40:47

De hoje

Aí, Romulus, essa é de hoje.

Só falta você implicar com o vermelho+amarelo. 

"às vezes um charuto é apenas um charuto"

A camiseta do amigo é essa:

dudu cartucho

- 2016-08-19 01:40:01

'as instituições estão funcionando'

Mas não estão. Desde o julgamento da ap 470 estava claro que não estavam. A dilma e o zé cardoso que tinham a caneta  na mão 'tavam nem aí'.

Se a dilma fosse essa pessoa corajosa que a gente imaginava deveria ter dado um murro na mesa já em 2012.

É na não combatividade do PT que reside o 'mistério'. Que mistério!

Álvaro Noites

- 2016-08-19 00:58:58

Ainda tenho pra mim que Dilma

Ainda tenho pra mim que Dilma foi alertada por serviços secretos estrangeiros (como Erdogan também foi).

Entretanto, seguindo a linha "a arma do telespectador é o controle remoto", nada fez.

Aliás, nada fez quando Snowden jogou no ventilador tudo sobre a NSA.

maria rodrigues

- 2016-08-19 00:45:48

Pelo que aninciou os jornais

Pelo que aninciou os jornais da noite, o final de semana trará uma VEJA mais assassina para manter seus leitores com mais ódios nos corações empedernidos. Vão lavar a burra com denúncias envolvendo o caixa-2 de Dilma, porque agora é importante deixar Lula um pouco de lado e manter o foco nela, a mulher que tem que ser defenestrada de uma vez por todas, antes mesmo do julgamento final do impeachment, já dado como vitorioso para o canalha.

paulo vi

- 2016-08-19 00:15:51

E agora, com mais de 60 anos

E agora, com mais de 60 anos no lombo fazer o que? A impressão é que Rui Falcão é o traste, desmobilizando o tempo inteiro e, quanto ao Lula, sempre penso que nunca teve paz e tranquilidade na vida, quando pensou que a encontrou vê tanto ele quanto a família sendo humilhada no limite, acho, do assassinato físico. Quanto a Dilma, carrega uma história que parece ser só dela, um esforço brutal para se preservar. Será que o professor Fornazieri tem razão: https://jornalggn.com.br/noticia/pt-entre-a-paralisia-e-a-divisao-por-aldo-fornazieri

jose carlos vieira filho

- 2016-08-19 00:06:27

Brasilia

Romulus, acho que há um palácio em Brasilia que fornece a chave para todas as questões propostas. è vizinho das embaixadas da França, Federação Russa e Portugal, e sua arquitetuta lembra uma fortaleza.

O cofre desse palácio é grande e generoso, capaz de comprar muuuita gente. E, quando não consegue amansar as pessoas, estas adoecem, são misteriosamente assaltadas (e morrem), se suicidam, etc.

O dono do palácio, em realidade o pequeno grupo que controla e dirige o dono, tem certeza de um mandato divino para dirigir o mundo de acordo com suas melhores conveniências.

Assim, cada vez que surge a possibilidade de um novo mandatário em uma de suas possessões que não seja um fiel de sua igreja ($$$$$$), o representante do dono, pessoalmente ou por intermédio de seus fiéis ($$$$$$$), abordará o elemento e apresentará suas condições para que cumpra o mandato, mandato dêle, dono. Caso o pretendente não tope há sempre a possibilidade de um conveniente desastre de avião (a lista é longa, p.ex. Hammarksjold).

Em topando, é óbvio que se estabelece um protocolo devidamente firmado pelas partes e só de conhecimento destas.

Caso não seja inteiramente cumprido, há sempre a possibilidade de um mensalão ou uma LavaJato. Para isso, não faltam fieis ($$$$$$). Se mesmo assim o recalcitrante insiste, vêem as medidas mais enérgicas.

Acho que sua perplexidade é decorrente da momentânea ignorância do protocolo.

Jos

- 2016-08-18 23:11:50

Los hermanos anunciaron:

http://ads.pagina12.com.ar/banners/dilma.gif

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador