Espetáculo grotesco no CDES, por J. Carlos de Assis

Movimento Brasil Agora

Espetáculo grotesco no CDES de um Maquiavel de botequim

por J. Carlos de Assis

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social montado pelo Governo já era ruim nas épocas de Lula e Dilma. Agora tornou-se uma caricatura ridícula de si mesmo. A reunião de ontem parecia um espetáculo de circo mambembe. A sociedade brasileira teve que ouvir, sob aplausos, um boçal estimular Temer a aproveitar sua falta de popularidade para fazer todo o mal possível imediatamente, “sem medo de perder popularidade”. Nunca se pode esperar muito do Governo Temer. Mas esse besteirol, realmente, é demais!

O Maquiavel de botequim de terceira, com um discurso inflamado, fez jus  à maioria dos presentes, quase todos empresários ou profissionais de propaganda e marketing. São os oportunistas de sempre que cercam toda oportunidade de bajular o poder para tirar dele algum proveito pessoal. Temer, o ilegítimo, fez um discurso à altura. Além de defendera PEC da Morte, anunciou a aceleração da iniciativa para reformar a Previdência ainda este ano, obedecendo talvez à própria determinação de fazer o mal logo.

Ele devia se dar conta que o Maquiavel verdadeiro, que recomendava ao príncipe fazer o bem aos poucos e o mal de uma vez, referia-se a um monarca absoluto que tinha o poder por herança ou pela espada. Não é bem o caso de Temer, que tem o poder pela via de um golpe antipopular de cujas consequências só agora a sociedade brasileira está tomando conhecimento real. Se mantiver o curso que vem mantendo até aqui, é ele quem vai ser varrido do poder de uma vez por todas, no rastro da corrupção agora exibida por seu amigo e serviçal Gedel Vieira.

O boçal que falou no CDES, junto com outros 13 bajuladores, talvez não se deu conta de que estamos caminhando celeremente para uma guerra civil na medida da radicalização de direita assumida pelo atual Governo. De fato, Temer está tirando dos progressistas qualquer espaço de manobra democrática no plano real. A democracia formal não suporta isso por muito tempo. Na medida do aprofundamento do conflito, este governante de araque acabará expulso do Planalto a pontapés, como aconteceu com cinco presidentes argentinos depois de Menem, todos apoiados do poder em nada menos que dez dias, e todos iludidos pela ânsia de governar sem povo.

 

8 comentários

  1. Disfarçar a verdade?

    O Temer é impressionante!

    Talvez os 360 bilhões de dólares deixados pelos petralhas como reservas é indicio de um paiseco, de uma república das bananas, uma globolândia…

    Qualquer pais do mundo tem reservas deste porte…

    Talvez Dilma guardasse ali todo dinheiro que poderia investir na economia…

    É somos um pais de trouxas mesmo…

    Pagadores de juros, impostos e trouxas…

    Essa é a verdade…

  2. Darcy Ribeiro já descreveu essa gente faz tempo, nada mudou

    “Nunca se viu, em outra parte, ricos tão capacitados para gerar e desfrutar riquezas, e para sub-julgar o povo faminto no trabalho (…). A verdade, repito, é que nós, brasileiros, inventam os e fundamos um sistema social perfeito para os que estão do lado de cima da vida. (…) O povão, hoje como ontem, sempre andou muito desconfiado de que jamais comerá depois de amanhã o feijão que deixou de comer anteontem. Mas as classes dominante s e seus competentes auxiliares, aí estão para convencer a todos (…). O bolo precisa crescer; sem um bolo maior – nos dizem o Delfim lá de Paris e o daqui – sem um bolo acrescido, este país estará perdido. (…) Eles tramam e retramam, há séculos, a malha estreita dentro da qual cresce, deformado, o povo brasileiro.”

  3. Hoje na Joven Pan entrevista

    Hoje na Joven Pan entrevista da economista Zeina Latif sobre esse Conselho do qual ela participa.

    Falou sobre o desempenho decepcionanete da economia brasileira em todos os seus indices MAS qual é a surpresa?

    Como enconmista festejada, da XP Investimentos, como ela pode ser surpreendida por uma politica deliberada de aprofundamento da recessão, Merielles e Goldfajn não iludiram ninguem, a politica deles é para aumentar a recessão

    porque não tem qualquer medida de estimulo à economia produtiva, Zeina Larif não viu isso desde o inicio? Qual a surpresa?

    Ao mesmo tempo ela e outro “economistas da midia” porque estão sempre dando entrevistas NÃO discutem por momento algum 1.Taxa de juros SELIC que custa à divida publica R$600 bilhões este ano 2.Swapas cambiais do Banco Central que

    causaram ao BC um prejuizo de R$218 bilhões no primeiro semestre de 2016, mantida a tendencia R$400 bilhões este ano, os dois custos financeiros chegam a R$1 trilhão em 2016 e a preocupação exclusiva é com o deficit primario de R$120 bilhões, só esse, o CUSTO BC de R$1 trilhão sequer é mencionado.

    Porque não discutem tambem a FALTA d estimulos à economia produtiva, nem sequer a valorização do dolar, que está ocorrendo em todo o mundo MENOS no Brasil, mais um fator de DESESTIMULO á economia produtiva, depois

    inocentemente comenta ” Olha, tá todo mundo surpreso com os indices da economia” Ora, pois.

     

    • Ora, André,

      Veja, caro André,

      varra a internet, o google, e verá que este pessoal nunca menciona o custo da dívida pública.

      É tabu!

      Nenhum deles é economista de fato, nem tenta, creio que a serviço de interesses oclusos. 

      Abraço.

       

  4. Presença no Conselho de um

    Presença no Conselho de um festeiro publicitario que destruiu a historica boa qualidade da propaganda brasileira,

    hoje sucursal da barbarie pelo extremo mau gosto, agressividade, sublinhamento das desigualdades sociais,

    que chegou ao apaggeu quando em um anuncio de carro o filho pede para o pai deixa-lo a uma quadra da escola para os colegas não verem o carro do pai que não é o “zerinho” da propaganda. Esse tipo no Conselho é mau sinal, ele representa um Brasil ruim, do novoriquismo debochado, é o oposto de um Pais democratico, gentil e luminoso, é o Brasil da caverna.

    Esse cidadão é o mesmo que no bar do emblematico The Place na Haddock Lobo arrotava grandezas aos berros, um tipo horroroso por qualquer lado que se olhe, a começar por esconder sua origem arabe para parecer tradicional.

    O Conselho não vai resolver nada mas é uma especie de grife do regime e os simbolismos pesam.

  5. Ora, do Temer querem é que

    Ora, do Temer querem é que ele entregue o pacote liberaloide.

    A questão é se ele vai sobreviver depois do serviço sujo. O Temer está negociando isso, a sobrevida dele. Se entregar agora vai ter que depender somente da boa vontade dos patrocinadores do golpe. Estes querem  e sempre quiseram governos que podem ser chantageados e achacados; e sem oferecer resistência, pois isso torna a coisa “pessoal”.

    O que está mais que claro é que ele está entregando à conta gotas, e é isso que está deixando, por assim dizer, o mercado nervoso. O Cunha fez tudinho esperando uma garantia…. e “rodou”, ainda que a contragosto dos patrocinadores do golpe.

    Foi uma maneira de assustar Temer (tanto que a mulher do Cunha ainda está sendo aliviada; e resolveram espetar pelo Cabral).

    O fato é que funcionou (talvez um pouco demais)! O Temer está se sentindo numa sinuca de bico. Pode ser que ele entregue logo, ou que fique “enrolando” para que os golpistas percam a paciência e mostrem a cara de vez.

    Ou, então, que apresentem uma solução “pra essa porra”.

    A ver.

    Com a suposta “guerra civil” só os esquerdistas estão preocupados. Os patrocinadores do golpe estão esfregando as mãos, desejando-a.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome