CPI da Covid será julgada pelo STF na quarta-feira

Julgamento do Mandado de Segurança foi pautado pelo presidente da Corte, ministro Luiz Fux; decisão foi adiantada em pelo menos dois dias

Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Jornal GGN – O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, antecipou para a próxima quarta-feira o julgamento do Mandado de Segurança que obriga o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a instalar a CPI da Covid. A previsão original era que o julgamento começasse no dia 16 de abril.

Em sessão presencial, os 10 ministros devem decidir se concordam ou não com a decisão de obrigar a abertura da investigação, determinada na última quinta-feira pelo ministro Luís Roberto Barroso.

De acordo com o site Congresso em Foco, os ministros da Corte vão se manifestar a respeito de um mandado de segurança apresentado pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO).

Para os parlamentares, Pacheco não pode mais postergar o início dos trabalhos uma vez que a CPI já conta com 32 assinaturas, cinco acima do necessário para a abertura da comissão.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora