Mirem-se no exemplo: Apresentadora chilena expulsa, ao vivo, defensor da ditadura

Não é possível dar espaço para negacionistas do horror, é preciso manter acesa a história, para que não se repita no futuro.

Jornal GGN – Tonka Tomicic, apresentadora de um programa ao vivo no Chile, “Bienvenidos”, no canal 13, é líder de audiência nas manhãs. Após uma discussão em que um convidado desqualificava a história chilena e afirmava que não houve tortura, causou mal estar e revolta entre os outros convidados. A apresentadora, então, pediu que o convidado pró-ditadura se retirasse, pois que não se podia negar e desrespeitar a história do país.

Negacionistas da história existem em todos os lugares. Não se acabam junto com as ditaduras. Resta aos que mantém a cabeça firme colocar tais personagens no seu lugar, o lixo da história. Não é possível dar espaço para negacionistas do horror, é preciso manter acesa a história, para que não se repita no futuro.

No Chile, os meios de comunicação procuram não dar espaço aos exaltadores da ditadura militar e dos torturadores. Repúdio é o que merecem.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora