Lula confirma entrada do Brasil na Opep+

O presidente garantiu que "não apitará em nada" e que participação do Brasil é "necessária"

Crédito: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O presidente Lula (PT) confirmou, neste sábado (2), que o Brasil integrará a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e Aliados (Opep+), grupo de 23 países produtores e exportadores do combustível fóssil.

O presidente garantiu, no entanto, que não apitará em nada” na Opep, que atua sobre a oferta global do petróleo.

Muita gente ficou assustada: ‘nossa, o Brasil vai participar da Opep’. O Brasil não vai participar da Opep, vai participar da Opep+“, afirmou Lula. 

É que nem eu participar do G7. Eu participo do G7 desde que eu ganhei a Presidência da República. Aliás o único presidente que participou em todas reuniões do G7. É o G7+. Eu vou lá, escuto, só falo depois que eles tomarem a decisão e venho embora. Não apito nada”, acrescentou o presidente brasileiro. 

Mais ampla do que a OPEP, a OPEP+ é composta por 10 países além dos integrantes da OPEP, como Rússia e Arábia Saudita. É justamente essa possibilidade de convidar outros países que diferencia o grupo da organização original.

Lula ainda ressaltou que a participação do Brasil é “necessária” para incentivar nações petrolíferas a investir em energias renováveis. “A Opep + eu acho importante a gente participar, porque a gente precisa convencer os países que produzem petróleo que eles precisam se preparar para reduzirem os combustíveis fósseis”, afirmou. 

Se preparar significa aproveitar o dinheiro que eles lucram com petróleo e fazer investimentos para que eles possam produzir os combustíveis renováveis que eles precisam, sobretudo o hidrogênio verde. Porque se a gente não criar alternativa, a gente não vai poder dizer que vai acabar com os combustíveis fósseis”, completou Lula.

O convite para o Brasil participar da organização foi formalizado nesta semana, após a passagem de Lula pela Arábia Saudita. A ação foi alvo de críticas, principalmente pela coincidência com a participação de Lula na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP28), realizada em Dubai. 

Com informações do O Globo.

Leia também:

Ana Gabriela Sales

Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador