TCU rejeita pedido de afastamento do presidente do Inep

Nove deputados federais da oposição acionaram o tribunal pedindo que fossem adotadas medidas de adequações necessárias para a realização do exame

Agência Senado

Jornal GGN – O ministro Walton Alencar Rodrigues, do Tribunal de Contas da União (TCU), negou neste sábado (20) uma medida cautelar que pedia o afastamento do presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas, após denúncias de interferência política no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para começar neste domingo (21).

Nove deputados federais da oposição acionaram o tribunal pedindo que fossem adotadas medidas de adequações necessárias para a realização do exame, como o afastamento de Dupas.

Para o ministro do TCU e relator do processo, no entanto, não há indícios de que o presidente do Inep deve ser afastado. Além disso, Rodrigues argumentou não há “medidas que se possa adotar para aumentar a segurança ou a qualidade das questões, sem comprometer a realização do exame no prazo programado.”

Ainda assim, o ministro autorizou diligências para apuração dos fatos e que a análise seja feita “nos mesmos autos”.

Com informações da CNN Brasil.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro pediu para trocar “golpe militar” por “revolução” no Enem

Enem: entenda por que profissionais do Inep pediram demissão na véspera do exame

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador