BTG Pactual: Bolsonaro tem 59% das intenções de votos válidos contra 41% de Haddad


Fotos: AFP e Divulgação
 
Jornal GGN – Pesquisa contratada pela BTG Pactual, pela FSB, divulgada nesta segunda-feira (15), traz o candidato Jair Bolsonaro (PSL) com a liderança de 59% das intenções de votos válidos, contra 41% de Fernando Haddad (PT).
 
A última pesquisa realizada pelo instituto junto ao banco foi feita ainda antes do primeiro turno das eleições presidenciais e trazia Bolsonaro com 43% dos votos contra 42% de Haddad, ou seja, um empate. 
 
Entretanto, no caso anterior, tratava-se de uma estimativa caso ambos os candidatos fossem ao segundo turno. Agora com o cenário efetivado e passados 15 dias desde o último levantamento, o presidenciável do PT aparece em grande desvantagem.
 
A diferença de 18 pontos percentuais, contudo, é calculada sem considerar aqueles que informaram votar em branco, nulo e indeciso. Somando estes votos como totais, Haddad aparece ainda atrás com 35% das intenções de voto, contra 51% do militar.
 
Leia, abaixo, a íntegra do relatório:
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

9 comentários

  1. O Renato Rovai sugeriu que o

    O Renato Rovai sugeriu que o Haddad anuncie seu ministério com pessoas conhecidas do grande público e que não sejam necessariamente políticas. Um dos nomes sugeridos seria o treinador Bernardinho do Volei para o Ministério do Esporte e a indígena Joênia Wapichana da Rede para o Ministério do Meio Ambiente. Em um momento delicado como o que estamos vivendo seria interessante ampliar o arco de alianças na sociedade ao invés dos políticos profissionais.

    • Mega engano, Ministerios

      Mega engano, Ministerios precisam de bons administradores com experiencia de politicas publicas, nada a ver com treinador de volei ou india, só por ser india. Ecologia é um tema que exige amplos conhecimentos cientificos, relações internacionais e

      grande visão geopolitica  do problema do clima. Tambem achei má ideia  indicar o canastrão-globo Mario Sergio Cortella para a Educação, só poque é comentarista de assuntos gerais na CBN não significa ser um técnico em educação, estamos mal.

      • Quem se habilita?

        Cortella já desmentiu o convite. E o Boulos não ganhou meio voto com sua vice indígena. O Brasil está carente de notaveis, políticos ou intelectuais, para “encorpar” governos. Se vencedor Bolsonaro, nenhum figurão vai querer se associar à sua administração. Vai ter que ressuscitar Jarbas Passarinho.

  2. Vamos baixar o nível ao nível

    Vamos baixar o nível ao nível dos seguidores do coiso para explicar: temer já enterrou metade da mandioca e o povo está louco de vontade que surja alguém para enterrar a metade que falta. 

  3. Piedade!

    59 por cento é assustador… E agora, José? 

    Agora a festa acabou, o povo voltou para seu lugar, apagou-se a luz e um tempo de trevas vai começar.

    Na batalha para que não seja esse o enredo. 

  4. Prefiro esperar o Vox Populi
    Prefiro esperar o Vox Populi foi o que mais próximo acertou no 1o turno.

    A situação, está difícil, mas não creio que tenha piorado. .

    BTG pactual tem Paulo Guedes como um dos donos.
    ////////

  5. Perfil criminoso

     Se fizerem um estudo do perfil dos eleitores do Bolsonaro o mundo ficará assustado. Por exemplo, as pessoas que conheço para se ter uma ideia e que não deixarão de votar nele seja lá qual seja a razão são de pessoas preconceituosas, racistas, egoístas e de algumas delas corruptas. Até agora não vi uma pessoa digna dizer que votará nesse fascista. Se extrapolarmos isso para o país inteiro teremos uma ideia do terror que nos aguarda.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome