EUA: Biden volta a defender Amazônia, em sabatina nesta quinta

Transmitida pela ABC News, não foi um confronto direto entre Joe Biden e Donald Trump, mas foram sabatinas simultâneas feitas por eleitores

Foto: Contacto

Jornal GGN – O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, voltou a falar da importância da Amazônia e defender a proteção da floresta brasileira, em sabatina transmitida em rede nacional, nesta quinta-feira (15).

“O maior sequestrador de carbono no mundo é a Amazônia. A cada ano, ela absorve mais carbono que as emissões inteiras dos Estados Unidos”, disse Biden, ao responder a perguntas de eleitores.

Também durante o programa, o democratam criticou diversos pontos da gestão de Donald Trump nos EUA, entre eles o manejo da pandemia de Covid-19, que segundo Biden, privilegiou o mercado à revelia da saúde pública. “O que ele está fazendo? Nada. Há uma responsabilidade presidencial de liderar e ele não fez isso. Só falava do mercado financeiro.”

Aproveitou a crítica para falar sobre suas políticas públicas em um plano estruturado, que implementará, caso seja eleito, em relação ao coronavírus, que inclui medidas sanitárias rígidas e o uso de máscaras. Mas também indicou que não impedirá a reabertura econômica: “Não há porque fechar a economia se todos usarem máscaras.”

Também criticou as relações internacionais com países como a Rússia, a Coreia do Norte e a Otan: “Estamos mais isolados do que nunca. O ‘America first’ [América em primeiro lugar] deixou a América sozinha”, disse.

Diferentemente do tradicional, a sabatina transmitida pela ABC News não foi um confronto direto entre ambos os candidatos à Presidência, mas foram sabatinas simultâneas feitas por eleitores, que os questionaram sobre temas pontuais.

 

2 comentários

  1. Pode fazer Campanha falando diretamente sobre Interferência e Colonialismo sobre Nosso Território. 90 anos de Estado Ditatorial Caudilhista Absolutista Assassino Esquerdopata Fascista. Já entregam o país desde o Ditador Fascista Getúlio Vargas e Eugênio Gudin, lá nos anos de 1930, passando pelo Nepotismo de seus Familiares neste Poder Absolutista entre Brizola, Jango, Tancredo Neves. Por que seria diferente no ‘quase’ Governo de Aécio Neves? A continuidade do Nepotismo da Família e Lacaios que dividiram o Poder nestas décadas todas. Biden, pode traçar o futuro de 35 milhões de Brasileiros nos estados do Acre, Pará, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Amapá,.. Afinal, desde 1930, a casa é sua !!!! A máscara caiu !!! Por que seria diferente agora, se seus Lacaios voltarem ao Poder? Pobre país rico. E a Matéria não é sobre a indignação e revolta do NeoColonialismo Ambiental. Mas de muito fácil explicação.

  2. Nassif: com a Amazônia, tudo bem. Têm os VerdeSauvas guardando com unhas e dentes pra eles, à custa dos cofres píblicos de Pindorama. Mas, como ficarão os reajustes do aluguel e o IPTU que ele cobrá, nos próximos anos, de nós, inquilinos do Quintal dele? Corremos o risco de denuncia vazia? Vão lançar o programa MinhaPatriaMinhaVida, pelo BNH e financiamento pela CEF? São perguntas importantes que não foram feitas.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome