EUA: Biden volta a defender Amazônia, em sabatina nesta quinta

Transmitida pela ABC News, não foi um confronto direto entre Joe Biden e Donald Trump, mas foram sabatinas simultâneas feitas por eleitores

Foto: Contacto

Jornal GGN – O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, voltou a falar da importância da Amazônia e defender a proteção da floresta brasileira, em sabatina transmitida em rede nacional, nesta quinta-feira (15).

“O maior sequestrador de carbono no mundo é a Amazônia. A cada ano, ela absorve mais carbono que as emissões inteiras dos Estados Unidos”, disse Biden, ao responder a perguntas de eleitores.

Também durante o programa, o democratam criticou diversos pontos da gestão de Donald Trump nos EUA, entre eles o manejo da pandemia de Covid-19, que segundo Biden, privilegiou o mercado à revelia da saúde pública. “O que ele está fazendo? Nada. Há uma responsabilidade presidencial de liderar e ele não fez isso. Só falava do mercado financeiro.”

Aproveitou a crítica para falar sobre suas políticas públicas em um plano estruturado, que implementará, caso seja eleito, em relação ao coronavírus, que inclui medidas sanitárias rígidas e o uso de máscaras. Mas também indicou que não impedirá a reabertura econômica: “Não há porque fechar a economia se todos usarem máscaras.”

Também criticou as relações internacionais com países como a Rússia, a Coreia do Norte e a Otan: “Estamos mais isolados do que nunca. O ‘America first’ [América em primeiro lugar] deixou a América sozinha”, disse.

Diferentemente do tradicional, a sabatina transmitida pela ABC News não foi um confronto direto entre ambos os candidatos à Presidência, mas foram sabatinas simultâneas feitas por eleitores, que os questionaram sobre temas pontuais.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora