CNJ julgará Moro em dezembro, ou não

Foto Valter Campanato/Agência Brasil

Jornal GGN – O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) poderá julgar no dia 11 de dezembro a situação dos procedimentos disciplinares abertos contra o ex-juiz de piso Sergio Moro, futuro superministro da Justiça do governo eleito de Jair Bolsonaro.

Entre os questionamentos no conselho estão atos de Moro em decisões envolvendo o habeas corpus concedido pelo desembargador Rogério Favreto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em julho.

Na sessão, os conselheiros devem decidir se os procedimentos serão arquivados, já que Moro pediu demissão para assumir o ministério de Bolsonaro. A exoneração foi publicada no dia 19 de novembro, e Moro não é mais magistrado.

Moro nega qualquer irregularidade em sua conduta e diz que a decisão de ingressar no governo eleito ocorreu depois de decisões tomadas por ele no âmbito da Lava Jato.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Cada um no seu quadrado, por Glauber Braga

3 comentários

  1. não é mais juiz….

    Se sejumoro se tornar “não ministeriável” ele sempre poderá montar um comércio!

    Por exemplo Carro dos Ovos do sejumoro!

    -Nem 17 nem 13,  os dois. Agora é 30!

    30 ovos dez reais. Aproveite freguesiaaaaaaaaaaaa

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome