Gilmar Mendes admite que condenação de Lula poderá ser anulada

"O bom resultado não é só aquele que condena. Isso não é correto. A gente tem que reconhecer que devemos ao Lula um julgamento justo”, disse, em entrevista à Reuters

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, confirmou que caso se configure a suspeita do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, no processo do triplex do Guarujá, a condenação poderá ser anulada.

“Eventualmente isso pode ocorrer”, confirmou: “anular a condenação (do Lula) se eventualmente ocorrer por questão de suspeição, isso leva a um novo processo”, disse, ao ser questionado por um repórter da Reuters, que o entrevistou nesta quinta-feira (22).

“É importante fazer essa análise com todo o desprendimento. A mídia se tornou num determinado momento muito opressiva. O bom resultado não é só aquele que condena. Isso não é correto. A gente tem que reconhecer que devemos ao Lula um julgamento justo”, falou à reportagem.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  ABJD: STF se reconcilia com a Constituição

9 comentários

  1. Esse é o fdp mor do STF . É bom sempre se lembrar que a caçada humana feita contra Lula ate sua prisao começou quando Gilmar Mendes proibiu Lula de tomar posse na casa Civil do governo Dilma – sem nenhum amparo legal pra isso. Claro que numa guerra não se deve ter o luxo de se escolher aliados mas é bom lembrar o que esses arrependidos de hoje fizeram ontem

    29
    1
  2. Mais um blá blá blá do beiçola rogado.
    Essa gente toda está utilizando o presidente Lula para fazer suas negociatas.
    O presidente Lula somente sairá da prisão morto ou pela força do povo.

    20
    1
  3. Devemos ao Lula a transposição do Rio ão Francisco, a retirada de 35 milhões de pessoas da pobreza extrema, a inclusão de milhões de negros e pobres na universidade, o expressivo aumento no PIB, o inegável aumento real do salário mínimo, a festejada diminuição do desemprego, a comprovada ascensão de milhões de pessoas à classe média, o acesso a luz e internet aos interiores do Nordeste, a inserção do Brasil no cenário internacional como país em pleno desenvolvimento social, econômico e tecnológico etc.
    Obrigado, Lula! Vai passar 100 anos e não teremos um presidente como você!

    20
    1
  4. Eu acho errado tecer criticas a gilmar mendes. Ele é dos poucos ministros que enfrentam a mídia morista e bolsonarista. E num momento critico que vive o país não se pode desprezar uma pessoa como o ministro.

    6
    3
  5. Eu acho errado tecer criticas a gilmar mendes. Ele é dos poucos ministros que enfrentam a mídia morista e bolsonarista. E num momento critico que vive o país não se pode desprezar uma pessoa como o ministro.

    4
    3
  6. Digo como uma amiga:
    “Estou com a alegria contida” mas Eu acredito que o Ministro Gilmar Mendes ficando acuado ELE é capaz de coisas, atos, atitudes interessantes e do bem.
    Vamos acreditar!

    6
    2
  7. A revisão do processo não deve ser feita só porque os procederes de Moro e sua equipe foram criminosas mas fundamentalmente porque não há prova nenhuma nos autos. Nem prova cabal, material, nem prova circunstancial: Não há um único indício nem de que Lula tenha enriquecido ou recebido favores nem de que alguma empresa tenha sido favorecida direta ou indiretamente por ele. Mas se é para questionar não os méritos da ação e sim os métodos empregados pela Lava Jato, aí há fartos indícios, senão provas cabais de que houve perseguição criminosa, que vão desde apreensão do tablet (ou sei-lá-que aparelho eletrônico do neto de Lula), a intensa campanha de jornais contra ele e sua família com mentiras deslavadas (ESALQ é só uma de milhares de mentiras).

    Não sou modelo para nada mas quando me perguntam se acho que a Lava Jato deve ser desfeita, não tenho sido tão “republicano” assim, respondo “sim”. Se a Justiça, o MPF ou mesmo o Executivo querem criar uma equipe ou mesmo um departamento para combate à corrupção, além do que já há, que crie com um novo nome. A Lava Jato tem, sim, que acabar. E que a equipe criada, além de adotar outro nome, de preferência menos espetaculoso, mesmo tendo que ser transparente como tudo que é público, mantenha-se fora dos holofotes, seja discreta até para que mantenha-se eficiente e eficaz. Não há corrupção sem concurso da iniciativa privada e expô-la exige cuidado senão ela quebra. Além do que o poder econômico pode, como foi no caso da Lava Jato, comprar palestra para amansar o MP.

    É difícil haver outra instituição pública tão profunda e fundamentalmente corrupta quanto foi a Lava Jato…

    8
    1

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome