Justiça decreta prisão preventiva de ex-secretário de Alckmin


Foto: Divulgação
 
Jornal GGN – Após considerar que são “pessoas de superlativo poder de influência econômico e político”, a Justiça Federal não só manteve a prisão temporária de sete investigados na Operação Pedra no Caminho, como também decretou a prisão preventiva do ex-presidente da Dersa e ex-secretário de Geraldo Alckmin (PSDB-SP), Laurence Casagrande Lourenço.
 
A determinação também foi feita para o ex-diretor da empresa, Pedro da Silva. Ambos são acusados de fraudes e desvios nas obras do trecho norte do Rodoanel. Já presos temporariamente desde o dia 21 de junho, as medidas judiciais foram transformadas em prisão preventiva para obter o prazo indeterminado nas detenções.
 
De acordo com a juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Federal de São Paulo, as liberdades dos funcionários, que mantinham “superlativo poder de influência econômico e político” no Estado de São Paulo, historicamente dominado pelas gestões tucanas, seria um “grave risco”.
 
“A liberdade dos investigados Pedro da Silva e Laurence Casagrande Lourenço constitui um grave risco à instrução processual, às testemunhas e, como consequência, à própria possibilidade de aplicação da lei penal, eis que futura ação penal dependeria da proteção destas provas, diante da necessidade de sua reapreciação por meio do devido processo legal”, disse a juíza. 
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: Brasil está melhor do que países europeus, diz Gabbardo

7 comentários

  1. Corrigindo Título: “Mais um jogo de cena da justiça tucana”

    Acabamos de ler que Gilmar Mendes enterrou o caso Furnas de Aécio… agora lemos mais uma notícia delirante…

    A esquerda deve tratar essas noticias como elas realmente são: UM JOGO DE CENA DO PSDB COM A MÍDIA/STF/MP/JUÍZES/PF.

    Chega de fingir que alguém leva essas notícias a sério!!!

    TODA SEMANA É ISSO… 

    PAULO PRETO VAI SER PRESO… AGORA VAI… PERAÍ NÃO FOI…

    AÉCIO VAI SER INVESTIGADO… AGORA VAI… OPA, NÃO FOI…

    INQUÉRITO CONTRA ALOYSIO… VISH… ARQUIVARAM…

    FHC PEDINDO “O DE SEMPRE”… QUERO VER O QUE VAI ACONTECER… UÉ, NADA…

    Se tiver alguém aqui que acha mesmo que Alckmin será atingido em plena campanha… bem… pode tirar o certificado colorido e platificado de idiota!

    Talvez eu teria alguma esperança se soubesse que algum dos mafiosos do PSDB quer derrubar Alckmin… talvez se Serra ou Aécio colocarem suas putinhas da PF atrás de Alckmin… mas pouco provável… 

    Se essa notícia saiu em algum jornal podem ter certeza que o passo final da quadrilha Tucana foi publicar isso na mídia comprada… antes já tomaram todas a ações necessárias para garantir que isso aí não vai dar em nada. Toda propina já foi paga… agora é só aguardar o desfecho óbvio!

    Curioso é o rodízio de notícias na mídia amiga… cada caso é publicado única e exclusivamente por 1 dos veículos de mídia da quadrilha… sem nenhuma repercussão nos outros. O revezamento garante que nenhum dos usuários de qualquer desses jornais tenha a sensação de muitos casos de investigação arquivados… só ouvem um ou outro intercalados com uma chuva de “anti-petismo” alfafa de cada dia… 

  2. Justiça não decreta prisão de

    Justiça não decreta prisão de ninguem.

    Quem decreta , neste caso, é uma juiza.

    Nesses tempos nem sempre um juiz

    representa a Justiça. É o que estamos

    cansados de ver.

     

  3. Ué… prender esses mas

    Ué… prender esses mas deixar solto o Paulo Preto adianta alguma coisa? Paulo Preto não é justamente aquele acusado de ameaçar testemunhas? Aquele cujo cofre gordo de documentos comprometedores foi convenientemente sumido?

    E para além da Dersa, o Metrô, a Sabesp e o monotrilho, prá começar? Isso sem falar na Fundação Pe. Anchieta, hein?

    Bem, quem sabe se derem a esses ex-diretores do Dersa um tratamento como o que a procuradoria federal de Curitiba dá às testemunhas que custodia, que tal?

  4. Só enganação
    Ninguém cai mais nesse jogo de cena da justiça. Não vai dar em nada. Tucanos são inimputáveis.

  5. Esse colocar no holofote as

    Esse colocar no holofote as maracutais do Alkimin, vulgo general dureza, me parece uma forma dos que mandam no país forçarem o psdb a trocar Alkimin por Doria pra tentar a presidência. Os rentistas perceberam que o chuchu é derrota certa, só um milagre pra ir pro segundo turno.

  6. Fica frio casagrande (que

    Fica frio casagrande (que nome mais apropriado pra quem defende a casa grande). Já, já o tio gilmar vem libertar.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome