Lewandowski e Gilmar Mendes batem boca na Sessão Plenária

Vídeo enviado ao Jornal GGN

Descrição do estranhamento feita pelo Portal Jota

do Jota

No plenário do STF, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowksi batem boca e trocam provocações

por Livia Scocuglia

De Brasília

Os ministros do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes bateram boca durante a sessão plenária desta quarta-feira (16/11). Esta foi a sessão mais tensa desda que a ministra Cármen Lúcia assumiu a presidência do Supremo em setembro.

A confusão começou após Lewandowski questionar o pedido de vista feito por Gilmar Mendes que, em sessão anterior, já havia votado no RE 593068, que discute se é possível exigir contribuição previdenciária incidente sobre adicionais e gratificações temporárias, tais como um terço de férias, serviços extraordinários, adicional noturno e adicional de insalubridade.

“Vossa excelência está abrindo mão do voto proferido? Data vênia, é um pouco inusitado”, afirmou Lewandowski seguido pela ministra Cármen Lúcia que explicou que enquanto não for proclamado o resultado podem haver pedidos de vista.

Logo em seguida, o ministro Gilmar Mendes disparou: “Vossa excelência é quem faz as escolhas mais heterodoxias aqui” e continuou: “Basta ver o que vossa excelência fez no Senado”, em referência ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff conduzido pelo ministro Lewandowski.

Na ocasião, Lewandowksi deu aval para uma manobra que dividiu a votação do impeachment, com duas penas para a petista. Ela foi condenada por crime de responsabilidade, mas manteve seus direitos políticos.

Lewandowksi rebateu: “Graças a Deus, não sigo o exame de vossa excelência em matéria de heterodoxia. Faço disso ponto de honra. Faço disso ponto de honra”.

Leia também:  Barroso e Fux entram na lista de servidores do Rio que não entregaram declaração anual de bens e valores

E continuou rebatendo as afirmações de Gilmar Mendes: “No Senado? Basta ver o que vossa excelência faz diariamente nos jornais. E uma atitude absolutamente ao meu ver incompatível”.

Gilmar Mendes continuou: “Faço inclusive [falo aos jornais] para reparar os absurdos que vossa excelência faz”.

Lewandowksi: “Absurdos, não! Retire o que disse. Não existe. Vossa excelência está faltando com decoro. Não é de hoje”. Exaltado, Lewandowski segue: vossa excelência me esqueça!

Após Lewandowski pedir para colega retirar as palavras, Gilmar devolve: Não retiro.

O embater terminou com o ministro Ricardo Lewandowksi acusando Gilmar Mendes de faltar com decoro. “Vossa excelência esta faltando com decoro que esta Corte merece”.

No final da sessão, Cármen Lúcia desejou uma tarde de paz.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

32 comentários

    • PlimPIG

      Amigo, não sei te responder se o pais tem jeito.

      A mordomia relacionada não começou hoje.

      O que eu sei é que se agora a globobo publicou isto, certamente tem um interesse escuso por detrás.

      O escorpião pica e a globobo manipula!

      • Algum julgamento ou decisão de interesse da Globo

        Tem algum julgamento próximo que interessa à Globo ou a algum amigo deles, ou algum ministro está segurando a tomada de alguma decisão liminar/cautelar que seja do interesse da Globo ou de algum amigo deles.

        O Judiciário brasileiro, nas altas cortes, funciona nesse jogo de morde e assopra. Vide o Renan Calheiros, que bastou ameaçar acabar com a aposentadoria compulsória para juízes condenados, e ganhou o cancelamento da Operação Metis…

      • Quem dá mais

        Caro Hariovaldiano LVII,

        Ninguém, nem aqui no GGN, analisou é a quem interessava a procrastinação de tal julgamento. É interessante afirmar que nada naquele antro é “de grátis” então a conclusão que se chega é a de que um intere$$e maior se sobrepôs derrubando um acordo anterior e aí as peças do terremoto voltam a se “reacomodar”. São apenas negócios. 

    • Respondo a Anntonio Carlos

      Respondo a Anntonio Carlos Silva-Brasil,16/11/2016-19:05.Esse País têm jeito,pergunta você.Infelizmente não.Jamais teve,jamais terá.Fala-se em reconstrução.Ouso afirmar que com mão de obra que nós temos,não conseguiríamos concluir nem os alicerces.Isso aqui é um caso perdido.Graciliano Ramos,o mais brilhante escritor brasileiro aos meus olhos,afirmou do alto de sua sabedoria,que nunca veríamos País nenhum,porque não tínhamos um Golfo.O velho Graça sabia das coisas.

  1. Nassif;
    O PODRE “poder”

    Nassif;

    O PODRE “poder” judiciario do Brasil está caindo de podre, desculpe o pleonasmo,  ele já não se sustenta.

    Mas não será por isto que nós povo não devemos o mais rápido possível empurrar estes sangue sugas ladeira abaixo.

    Este “poder” único não eleito pelo povo  é corrupto, hipócrita, vagabundo, perdulario, cínico, racista, corporativista, parcial, midiatico, incapaz, lerdo, procrastinador,  narcisista etc etc 

    Este podre poder, é sem nenhuma dúvida a principal causa secular de toda a imensa desiguladade social do nosso Brasil.

    Basta, refundação do poder judiciário (pensando bem não pode ser refundado o que nunca existiu)

    Tenho somente uma dúvida,  seriam onze guilhotinas ou se se faria fila para uma única??, mas isto é secundário.

    A paciência já esgotou, não da mais para aguentar.

    A maga patológia encerrou a seção desejando paz, estes 11 patifes devem se remoer até a exaustão. 

    Genaro

     

     

  2. Se-merecem-se: o roto e o

    Se-merecem-se: o roto e o esfarrapo: morais e éticos. A presidentA, então, me-faz-me rir de tão fora da casinha. Seriam trapalhões, não fossem nossa trágica injustiça. Houvesse senado neste país-de-araque e os 3 nem teriam chegado lá.

  3. – O senhor não esta falando

    – O senhor não esta falando com um de seus capangas do Mato Grosso.

    poderia ter dito o ministro

    Todo senhor de engenho precisa de seu capitão do mato.

    Gilmar é o mestre dos capitães do mato, serve a qualquer senhor.

  4. Recomendo sessões de terapia

    Recomendo sessões de terapia em grupo, fora dos autos, para a turma desopilar os fígados, xingar explicitamente:

    – “Porra, Gilmar, seu chicaneiro, você é juiz ou pop star do mundo do business!”

    – “Ah, Ricardo, como você pode dizer que é juiz e ficar posando de virgem vestal? O mundo é cão, eu sou milionário e poderoso, e você? Você não passa de um juiz do superminho! hahaha… Um funcionário público entre milhões, hehe…”

  5. “Após Lewandowski pedir para

    “Após Lewandowski pedir para colega retirar as palavras, Gilmar devolve: Não retiro.”

    Que menino rabujento!!!

    Não deu para a ver se bateu os pézinhos no chão. Agora, só falta se jogar no chão do plenário e fazer birra. No dia em que isto acontecer, tia Carminha vai ter de ser mais enégica. Vai ter que evocar o espírito de alguma madre superiora e colocá-lo ajoelhado no milho como castigo.

    Se bem que o melhor mesmo seria baixar no plenário um JB com seu lado espancador. Este, ao invés de mandá-lo ir se lixar com seus jagunços, partiria pra dentro. A porrada ia comer, ia voar “Corpus” pra todo lado, tudo sem a devida venia.

  6. Viva Dalmo Dallari!!!

    Dalmo Dallari, um dos maiores e mais lúcidos e corajosos juristras brasileiros. A cada dia, mais admirado!!!

  7. Gilmar pediu vistas a um

    Gilmar pediu vistas a um processo em que ele já havia votado. Esse cara deve ser lunático!

    Lewanowski perguntou se GM, pedindo vistas ao processo, estava abrindo mão do voto que já havia dado e, o ministro desequilibrado perdeu o decoro e passou a atacar Lewandowski.

    O cara está querendo refundar o STF sob os seus ditames.

    Mas parece que Lewandowski é dos poucos que não está no bolso de GM.

    • Não é isso que se viu na TV.

      Não é isso que se viu na TV. Foi Lewandowski quem pediu explicações a Gilmar sobre o pedido de vistas e disse que isso era algo “heterodoxo” Ao que Gilmar respondeu que heterodoxo era o voto dele, Lewandowski, no Senado. Ai começou  o bate boca.

      Quanto ao pedido de vista depois do voto é realmente  inusual mas é regulamentar, até a proclamação do resultado da votação qualquer Ministro pode mudar o voto, alias mudança de voto acontece com certa frequencia.

      • “Não é isso que se viu na

        “Não é isso que se viu na TV”

        Sim, assim como o depoimento que a mulher do cunha NÃO deu. A globo e as outras disseram que deu…

         

        “Quanto ao pedido de vista depois do voto é realmente  inusual mas é regulamentar”

        Sim, é verdade, as “práticas inusuais”  e as “medidas excepcionais”, neste País, parecem que são reservadas a alguns desafortunados específicos.

      • O que realmente faz

        O que realmente faz diferença, o que importa nas atitudes dos Ministros, é o objetivo do pedio de vistas. 

        O assunto enolve muitos interesses financeiros, e de grandes grupos econômicos. 

        A atitude do Gilmar é suspeita, daí a perplexidade do Lewandowski e o questionamento.

        Pelo histórico de comportamento do Ministro Gilmar, não se pode excluir a possibilidade de negócios fora dos autos.

      • PROTEÇÃO MUTUA TV GLOBO E GILMAR MENDES

        Sem querer contestar o Sr. André Araújo mas apenas para pegar o gancho: em que TV ” não é isso que se viu?”

        Sim, porque na Tv Globo é que não foi: tanto no Jornal Nacional de ontem como no Jornal da Globo de madrugada a Vênus Platinada é que não foi.

        Gilmar privilegia a Globo dando exclusivas de acordo com o interesse da TV e a Globo, por sua vez, o protege omitindo o bate boca no Supremo. Aliás como a revelação outro dia em que um jornalista presenciou um diálogo: BONNER: E aí, Ministro, algum assunto para o Jornal Nacional de hoje? GILMAR MENDES: Manda um repórter aqui que eu bolo alguma noticia impactante”!!!

        Não é essa a TV que queremos ou precisamos. Depois quando um repórter seu é hostilizado, a Globo corre para arrancar solidariedade da ABERJ, da ABI, e de outras entidades patronaisl.

        No tempo do Brizola, quando a Globo se recusou a transmitir o Carnaval Carioca, o público cunhou aquela máxima até conhecida:

        O POVO NÃO É BOBO

        ABAIXO A TV GLOBO,

         

  8. Lewandowski e Gilmar Mendes batem boca na Sessão Plenária

    A culpa desse bate boca é da corvardia e rabo preso na justiça do Senador Renan Calheiros, já foram feitos alguns pedidos de impeachment do ministro Gilmar Mendes junto ao SENADO com denuncia e provas robustas por deivios de varias naturesas, alguns publicos e notório feitas contra Gilmar Mendes do PSDB-MT, ou seja, ele não deveria esta vazendo parde do STF a muito tempo.

  9. Antes tarde do que nunca,reza
    Antes tarde do que nunca,reza a lenda.Um tanto quanto tardia a reação do Ministro Lewandowski,logo ele que presidiu a Alta Corte no seu momento mais desqualificante,quando foi consumado um Golpe de Estado,convalidado por ela mesma,que parecia mais um alpendre onde se penduram cachos de bananas.Lamento profundamente que o Ministro Lewandowski só fechou a porta depois de roubado, sabedor mais que ninguém,quê aos seus olhos vislumbrava-se uma palhoça suja e miserável.

  10. Saída Bonapartista

    Como foi comentado pelo Nassif, parece que se aproxima a saída bonapartista para o Brasil. Há apenas podres poderes (Caetano) e não existe liderança. Paradoxalmente, e para nossa sorte, eles mesmos continuam valorizando Lula para 2018, a cada vez que desprestigiam os seus cargos.

  11. COMO adjetivar mais esse pulha chamado gilmar?

    É um verdadeiro cancer no seio da mais alta corte (se é que se pode chamá-la assim com essa trupe de capas pretas), que denigre toda justiça, seja ela brasileira ou mundial.

    Não há como ignorar esse abjeto pseudo partidário juizinho de meia pataca.

    A reação de lewandowski é simplória mediante o que se anseia em relação a esse pulha.

    O tempo ainda há de fazer, sim, justiça.

  12. Tem que ser mais contundente

    Tem que ser mais contundente …

    Quando atacar o Gilmar-maligno-Mendes, tem que ser mais contundente e despí-lo.

    Mais ou menos assim: 

    O sr. é uma pessoa indecente para usar esta toga. O sr. prática política usando a toga e não justiça. O sr. é hipócrita em suas ilações. Faz chincanas para proteger seus colegas de partido. O sr. deveria largar a toga e ir as urnas para fazer política. O sr. está aqui para tumultuar, nada mais. O sr. mentiu sobre uma escuta que nunca existiu. O sr. teve a indecência de dar dois HCs em menos de 24 horas, só para proteger um aliado. O sr. não tem vergonha na cara e transforma esta corte em uma bizarrice sem tamanho. O sr. deveria se abster desta toga, pois o sr. é menor que a corte e suas atitudes estão a transformando no tamanho que o sr. é. Uma corte pequena que não atende aos anseios do povo. Uma corte que está aqui para validar a prevaricação, a injustiça social, que está aqui dando aval a um golpe de estado.

    Aqui não é espaço para fazer política, com o sr. não se cansa de fazer. Aqui não é espaço para covardes que tem medo da opinião pública. Não é para aqueles ques estão atrás dos holofotes e prêmios insignificantes da midia. Não é mesma sr.a. presidente Carmem Lucia?

    Aqui é para se fazer justiça. E nos últimos tempos é o que menos estamos fazendo nesta corte. Estamos tomando atitudes estranhas. com dois pesos e duas medidas, para possibilitar uma narrativa abusiva, no minimo mentirosa. Estamos usando o tempo para validar uma agenda contra o país. Não é mesmo Teori? A decisão contra certos elementos só é proferida quando este perdeu a serventia. Enquanto isto nada acontece.

    Quanto ao sr., seu Gilmar, a história lhe reserva uma espaço na galeria dos insignificantes e apesar de não acreditar, que DEUS lhe reserve um espaço bem quentinho no inferno junto a seu padrinho, o Satanás.

    • Um reparo

      Sugiro trocar a forma de tratamento por “Vossa Excelência”.

      É assim que todos naquela arena se tratam mutuamente. Em Roma, como os ladr… hoje não estou bem, corrijo: como os romanos.

      Ah… sim… Não sei por que, (talvez algum problema visual, ou talvez Freud explique), ao ler o texto, sistematicamente lia “tanga” no lugar de “toga”.

       

  13. Gilmar é o fundo do poço do sistema

    Gilmar Mendes tem a ousadia de falar alguma coisa sobre o golpe do qual ele foi participe de primeira hora. Ele devia era calar a boca e muito bem fechada, antes de acusar qualquer coisa sobre o que foi ou não decidido no Senado ao final da grotesca encenação de impeachment pro-forma. Para ele salvar um corrupto maior como Aécio Neves não é nada, é coisa que ele faz corriqueiramente. Ja para Dilma Rousseff, pessoa ilibada e injustiçada, ou todo e qualquer petista não deve haver benevolência, de preferência deveriam ser presos e, quiça, fusilados.

  14. Só mesmo em uma república

    Só mesmo em uma república bananeira para um notório criminoso como Gilmar Mendes reclamar de um colega por este ter tentado fazer a coisa certa ao invés de cometer crimes como Mendes… Não sei se vocês notaram, mas para mim parece que os valores morais brasileiros trocaram de sinal: O que em outros países é crime no Brasil é “normal” e o que é louvável em outros países no Brasil é considerado crime.

    E para completar a piada o conspirador Temer quer atrair investidores como eu para investir nesse circo… Very funny…

  15. No país das maravilhas….

    Nessa casa de Mãe Joana (com todo o respeito à boa Senhora Joana, que não merece essa alusão) o único digno de respeito é o pior de todos eles. O Gilmar Mendes. Porque é um canalha assumido que já deu todos os motivos do mundo para ser impedido e nenhum dos outros farsantes tem a decência de denunciá-lo. Ou seja. São piores que o Gilmar Mendes porque esse tem, pelo menos, como diria a beócia Carmem, a ousadia dos canalhas. Não seria ele a cara mais parecida com a imagem dominante do agente do judiciário brasileiro? Se não é, por que não o impedem?

  16. Uma vez

    Uma vez os dois gatos da minha namorada brigaram, se engalfinharam e se arranharam de tal maneira que foi preciso jogar água para sapará-los

    No outro dia estavam comendo na mesma vasilha…

  17. Estou tecnicamente morta (Francis)

    E a Cantanhede, com aquele tom de voz adolescente e afetado, disse no comentário da GN mais ou menos o seguinte: ” Sabemos que – para dizer de forma elegante – os dois ministros pertencem a forças políticas diferentes” ! Hã ?? Uma jornalista admitindo candidamente que ministros do STF são ligados a partidos ?? Claro, depois disso, ela só destacou a posição do Lewandowski na votação do impeachment no Senado. Gilmar Mendes, a menina dos olhos da Globo, passou incólume.

  18. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome