Marcelo diz que Dilma e Temer sabiam de caixa dois, mas não os acusa diretamente

 
Jornal GGN – Alguns depoimentos de executivos e ex-funcionários da Odebrecht concedidos ao ministro Herman Benjamin, relator do processo de cassação da chapa Dilma e Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foram vazados à Folha de S. Paulo. Desses conteúdos, o jornal produziu três reportagens com conteúdos selecionados: “Dilma sabia de caixa dois na campanha, diz Marcelo Odebrecht“, “Marcelo Odebrecht diz que pagou resgate em Angola, Iraque e Colômbia” e “Caixa dois da chapa Dilma-Temer foi entregue em hotéis e flats, diz delator“.
 
A primeira reportagem foi a única antecipada na internet antes da impressão desta sexta-feira (24). Já na quinta, o jornal dedicava espaço no portal online para dizer que a ex-presidente Dilma Rousseff teria conhecimento dos repasses de caixa dois à campanha eleitoral de 2014. Entretanto, apesar de apontar Dilma, a declaração do ex-presidente da companhia foi com base no “achismo”.
 
“Veja bem, Dilma sabia da dimensão da nossa doação, e sabia que nós éramos quem fazia grande parte dos pagamentos via caixa dois para o João Santana. Isso ela sabia”, afirmou Marcelo, a questionamento de Benjamin na audiência.
 
Entretanto, Marcelo não conseguiu comprovar a acusação. “O senhor chegou a conversar com ela?”, questionou o ministro Herman Benjamin. “Não cheguei, ela sabia pelo nosso amigo”, respondeu. “O senhor acha que ela sabia?”, frisou. “Sim”, respondeu.
 
O esquema de arrecadação ilícita teria ocorrido por meio do marqueteiro da campanha de Dilma, João Santana, preso na Operação Lava Jato. Ao mesmo tempo, o ex-presidente da Odebrecht admitiu parte da responsabilidade: “A campanha presidencial de 2014, ela foi inventada primeiro por mim, tá? (…) Eu não me envolvi na maior parte das demais campanhas, mas…eleição presidencial foi…eu conheço ela”.
 
O periódico também tratou de inocentar Temer: Ele [Marcelo Odebrecht] afirmou que jamais recebeu pedido “específico” do presidente Michel Temer e apontou os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci como interlocutores dos repasses de caixa dois ao PT”.
 
Descreveu que a negociação no jantar oferecido pelo então vice-presidente no Palácio do Jaburu ocorreu com Eliseu Padilha: “Teve um determinado momento, que eu me lembro bem, o Temer saiu da mesa, já no fim do jantar, e aí, eu, Cláudio e Padilha firmamos: ‘Oh, tá bom então. Vai ser doado dez, conforme você já acertou com o Cláudio, Padilha; desses dez, seis milhões vou direcionar para a campanha do Paulo, que ele me pediu, e vocês ficam com quatro para direcionar para os candidatos que vocês quiserem'”.
 
Apesar de não incriminar diretamente o atual presidente, ao contrário do que divulgou o jornal, Marcelo também confirmou que Temer fazia parte das negociações e que ele sabia dos repasses: “Não me lembro em nenhum momento de o Temer ter falado dos dez milhões, ter solicitado um apoio específico. Obviamente que fica aquela conversa de que: ‘Olha, a gente espera a contribuição de vocês; a gente tem aí um grupo que a gente precisa apoiar”.
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Sergio Moro aponta ligação de Carlos Bolsonaro com ‘gabinete do ódio’

16 comentários

  1. Texto claramente manipulado

    Prezados leitores,

    “Nas torturas toda carne se trai”, diz um verso da canção “Vila do sossego”, do paraibano Zé Ramalho. Marcelo Odebrecht e outros diretores e executivos de grandes construtoras brasileiras estão encarcerados e submetidos a coações e torturas (psicológica e talvez física) há mais de um ano. O golpe de Estado – cujo alto comando fica nos EUA – tem por objetivo principal entregar aos gringos o controle de nossas riquezas e setores estratégicos (energético – óleo, gás, nuclear, de defesa, mineral, da biodiversidade, das águas), bem como dizimar todos os setores em que empresa brasileiras eram competitivas no mercado internacional. A cooptação (compra) das instituições que compõem o sistema de justiça proporcionou a deflagração da Fraude a Jato, que em três anos arruinou o Brasil e o leva ao tempo da barbárie, pré-abolição da escrvatura.

    Quem asssitiu ao primeiro depoimento de Marcelo Odebrecht e hoje o vê coagido a cuspir os feijões (dizendo em delaçãoe obtidas a fórceps, ameaças, torturas e chantagens diversas) sabe que os procurdadores do MPF querem a marteladas forjar provas que comprovem a tese inicial, como já mostrou Luís Nassif. 

    A chamada mídia comercial brasileira, o PIG/PPV, é uma ORCRIM institucional, como todos sabem, e trabalha em associação simbiótica com as outras ORCRIMs golpistas (as da burocracia estatal – PF, MP e PJ e aquelas formadas pelas oligarquias políticas golpistas, escravocratas, cleptocratas, privatistas e entreguistas a quem foram entregues o Executivo Federal).

    Como escreveu Luciano martins Costa a melhor forma de construir uma grande mentira é juntando maldosamente fragmentos de verdade. é isso que temos visto na atuação criminosa das instituições que compõem ochamdo ‘sistema de justiça’, há pelo menos três anos e há mais de uma década na chamada grande mídia comercial, o PIG/PPV.

  2. O sigiloso caso da Oderbrecht esta na mão de Bonner e Mainardi

    É impressionante o nível de desfaçatez.  No noticiario o âncora depois de toda um bloco falando sobre o assunto, ( obviamente colocando as ênfases que deseja), o circunspecto âncora fala em alto e bom som, que a investigação está em sigilo de justiça.

     Isto me parece um deboche travestido de noticiário.

  3. Interessante: o dono do dinheiro era subalterno na mesa

    Interessante: o dono do dinheiro era subalterno na mesa

    O Marcelinho Odebrecht, esse menino travesso, devia contar outra historieta. Quer dizer que ele, O DONO DO DINHEIRO, O CORRUPTOR, ou seja, a autoridade maior na mesa com pelo menos 3 bandidos (para ninguém me processar), quer nos dizer que Michel Temer, O PEDINTE DE DINHEIRO, O SUPOSTO CORRUPTO, era seu superior e então, para não comprometê-lo, esperou que MT se ausentasse da mesa para tratar de dinheiro sujo com a quadrilha. Corruptor subalterno de corrupto, só no Brasil do Temerrato – O Governo dos Bandidos. Por falar nisso, o TCU, logo depois do depoimento, liberou o Odebrecht para contratar com Michel Temer novas obras ou a retomada de antigas. Brincadeira.

  4. A pessoa é eleita com dinheiro decorrente de ‘tebebrosas transações’. Tempo depois é impedida por um processo que tem fulcro em artigo constitucional, mas se diz vítima de golpe parlamentar, esquecendo-se, em passagem desbotada da memória, que a vida é assim, lei da ação e da reação. Pobre Brasil, a nossa pátria mãe tão distraída… 

  5. Não imaginei diferente disto.

    Grato ao GGN pelo esclarecimento do que o Marcelo falou, para o que a imprensa “traduziu” para a gente.  Não imaginei que pudesse ter sido diferente disto. Imaginei e temi algo pior (livrando os de sempre e implicando lula e Dilma), mas não diferente ou menor do que foi.

  6. Caixa 2 do bem ou Caixa 2 do mal?

    Talvez eles ainda tentem salvar o Temer e condenar a Dilma, afirmando que o Caixa 2 do Temer era do bem, e o Caixa 2 da Dilma era do mal.

  7. A confraria dos Dois de Paus….

    Lula e Dilma são eleitos e reeleitos pagando custos altíssimos de campanha, sempre declaros em dezenas de dezenas de milhões de reais… eu disse declarados….

    Bom, vários ministros são demitidos por ambos depois de histórias estranhas, novas eleiões chegam e novas campanhas acontecem….

    Milhões voavam para lá e para cá, com os mais diversos fins, tanto eleições como desvios puros e simples e os dois, Lula e Dilma, nunca participaram, não viram nada de estranho nem de suspeito…

    Sendo assim, e supondo que não elegemos dois tapados e ingênuos para presidente, deveriam ser canonizados por sua santidade já que foram capazes de permanece imaculados, inocentes e puros no meio de tanta coisa esquisita…

    Melhor acreditar na Dona Carochinha….!

  8. A republica do alcaguete forçado

    Como diria Mino Carta até o reino mineral brasiliense sabia da existência de caixa 2 generalizado. Todos os partidos tinham a sua. Ao meu ver, uma pessoa como Dilma, com horror a essas praticas, não entrava nessa seara. Dilma jamais pediria um centavo a Marcelo Odebrecht para sua campanha. Não é seu estilo. E aposto que ela devia fazer muitas recomendações a seu tesoureiro de campanha. 

    De toda forma, como ja arguiram acima, Marcelo Odebrecht andou preso por mais de ano e tenho a certitude de que foi pressionado psicologicamente a delatar “Dilma e Lula”, os unicos reais interesses da força-tarefa da Lava Jato. Essas delações estão muito contamindas pelas perguntas indutivas dos procuradores.

    • a …..

      Delator? Eu chamaria de Sequestrado, Torturado, Extorquido….Estado Democrático de Direito, alguém escrevia nestas páginas, ontem? Onde está o Poder Judiciário neste país? Ou melhor, onde estão as Representações dos Direitos Humanos, que ainda não protestaram na ONU, pela liberdade destes empresários brasileiros? A cada dia, a cada passo, a cada investigação fica mais escrachado que empresários e diretores das empresas brasileiras eram roubados de forma vil, sorrateira, canalha, ( a palavra é esta: ROUBADOS) pelo Estado Brasileiro e por sua Representação Política. Que país pode ser construído a partir de bandidos. Gente que descaradamente ao promover uma obra publica, já intimava os empreiteiros, qual era o valor da sua extorsão. Sistematicamente e em todos níveis de Poder: Municipal, Estadual e Federal. Temos Justiça e Orgãos de Controle? Escárnio. Juízes e Promotores comprados à baciada. Imprensa calada e se auto censurando. Quando não censurando a todos e à própria informação. Surreal, inacreditável, como pode ser aceito tamanho conluio de rapinas? Abutres, a podridão realmente é seu pasto. O que mais pode sair desta corja, de razoável para este país?   

  9. Os caras ficam

    soltando vazamentos, alguns requentados, na semana logo anterior ao domingo que vai ter as manifestações do MBL.

    Eles estão precisando duma forcinha já que como têm como itens de apoio as reformas trabalhista e da Previdência muita gente já caiu de pau neles.

    Levarão os bonecos de Lula e Dilma para serem mostrados pelas câmeras de televisão, bem fechadinhas porque gente, não sei se vai ter muita.

  10. O Abominável recebeu 50

    O Abominável recebeu 50 milhões de propina em Singapura, além de outros valores de 15 e 9 milhões. E tem contas em Liechtenstein.  Essa “denúncia”  é capim pra alimentar os leitores do pig. 

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome