Miguel Reale Júnior é condenado a indenizar desembargador que concedeu HC a Lula

Miguel Reale Júnior foi condenado a pagar R$ 10 mil de indenização ao desembargador que concedeu o HC ao ex-presidente Lula

Foto: Divulgação

O ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior foi condenado a pagar R$ 10 mil de indenização ao desembargador que concedeu o Habeas Corpus ao ex-presidente Lula.

O desembargador Rogério Fraveto, do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), concedeu a liberdade provisória a Lula em julho de 2018. Atacando o juiz, Miguel Reale afirmou que o sobrenome de Fraveto era “favorzinho” em italiano.

Reale Júnior também foi um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff e atacou o ex-presidente, enquanto esteve preso ilegalmente por determinação do ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro.

“Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

Em decisão nesta terça (17), a 10ª Câmara Cível do TJ-RS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul) condenou o ex-ministro a indenizar o desembargador.

O processo tramitava em segunda instância, após a defesa de Fraveto recorrer da decisão anterior do Foro Central de Porto Alegra, que havia negado o pedido.

LEIA TAMBÉM:

Autor do impeachment de Dilma vê crimes na conduta de Bolsonaro

‘Procedimento era soltar Lula’, afirma Galloro sobre dia em que Fraveto concedeu HC

Presidente do STJ entra na briga de competência e nega liberdade de Lula

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Marcos

- 2022-05-22 17:18:20

O valor é uma piada que deve ter feito ele rir muito. Além disso se o Miguel Reale Jr perdeu o apreço pela própria dignidade, como muitos no campo da extrema direita, então nem vergonha ele vai sentir.

Vladimir

- 2022-05-18 16:00:04

É o Brasil! Essa gente fala o que quer,interfere na vida pública e,depois,morre com uns trocados e está tudo bem.

Maria Helena Lyra

- 2022-05-18 15:52:08

As indenizações em favor do campo Lula são sempre "simbólicas", se é que dá para entender...

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador