PGR pede prisão de Aécio Neves e irmã, Andrea, é detida pela Polícia Federal

A Procuradoria-Geral da República já pediu a prisão de Aécio, que será decidida pelo Supremo Tribunal Federal
 
 
Jornal GGN – O Supremo Tribunal Federal (STF) afasta o senador Aécio Neves (PSDB-MG), presidente nacional da sigla, por pedir R$ 2 milhões a um dos donos do frigorífico JBS, Joesley Batista, que negocia o acordo de delação premiada. O executivo gravou, a comando da Polícia Federal da Lava Jato, o parlamentar pedindo a quantia para supostamente pagar sua defesa na Operação. Mas o dinheiro foi levado pelo primo de Aécio ao senador Zezé Perrela (PMDB-MG), aliado do tucano. 
 
Apontada como um dos principais interlocutores políticos, a irmã do senador, Andrea Neves, foi presa preventivamente e há um mandado de prisão também contra o procurador da República do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ângelo Goulart Vilela.
 
Desde a deflagração das novas acusações dos empresários do frigorífico, na noite desta quara-feira (17), o senador passou a ser chamado nos bastidores da política como “o Eduardo Cunha do PSBD”, com a ameaça de ser também preso. A detenção de sua irmã não tem prazo de liberação. A Procuradoria-Geral da República (PGR) já pediu a prisão também do parlamentar.
 
Aécio foi alvo dos grampos dos empresários e nesta quinta (18), a PF iniciou cerca de 40 mandados como desdobramento dessas gravações, que estão sendo realizados no Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. 
 
Com autorização do Supremo, Andrea Neves foi presa na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Seu apartamento, em Copacabana, na zona sul do Rio, foi alvo de buscas e apreensões, assim como os apartamentos de Aécio e de Altair Alves Pinto, um dos aliados de Eduardo Cunha.
 
Em Brasília e em Belo Horizonte, o STF autorizou as buscas em endereços ligados a Aécio. Os investigadores também confirmaram a prisão do procurador Ângelo Goulart Villela, que trabalha no TSE, e do advogado Willer Tomaz, ligado também a Cunha. O próprio Congresso Nacional está sendo alvo de buscas da Polícia Federal.
 
O executivo da JBS, Joesley Batista, adotou uma ação controlada da PF, que são filmagens e gravações com o acompanhamento eletrônico de notas de dinheiro, por meio de chips, para a produção de provas. É um tipo de ação previsto na nova lei de organização criminosa (12.850 de 2013), que é feita por um investigado com a supervisão direta e o apoio tecnológico das autoridades policiais. Também prevê a intervenção das autoridades.
 
Joesley teria se encontrado com Aécio Neves no dia 24 de março, no Hotel Unique, em São Paulo. O senador do PSDB disse ao empresário que precisava da quantia de R$ 2 milhões para fazer sua defesa da Operação Lava Jato, pelo advogado Alberto Toron. O montante não chegou ao advogado.
 
Em um dos quatro pacotes de cédulas que juntas somavam os R$ 2 milhões, os investigadores colocaram chips, que emitem sinais e permitem o monitoramento do caminho efetivo do dinheiro. Na conversa com Joesley, Aécio indicou seu primo, Frederico Pacheco de Medeiros, chamado no diálogo de Fred, que já foi diretor da Cemig e um dos coordenadores da campanha presidencial de Aécio em 2014.
 
Frederico foi escolhido pelo tucano para receber o repasse, levado pelo diretor de relações institucionais da JBS, Ricardo Saud. A ação foi filmada pela Polícia Federal e mostra o primo de Aécio levando as malas com quatro pacotes de R$ 500 mil cada uma a um secretário parlamentar do senador Zezé Perrella, chamado Mendherson Souza Lima, que por sua vez levou a Belo Horizonte, sendo depositado na empresa de Gustavo Perrella.
 
Em resposta, na noite desta quarta (17), Aécio Neves disse estar “absolutamente tranquilo” de que seus atos são corretos, que espera o acesso às informações da Justiça para “prestar todos os esclarecimentos necessários” e que tem uma relação com Joesley Batista “estritamente pessoal, sem qualquer envolvimento com o setor público”. 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Durante governo Bolsonaro, empresa ligada a Wassef obteve aumento de 7% em contrato

9 comentários

  1. Procura-se alguém à altura do Temer para ocupar seu posto

    Quem está à altura de substituir esse Bosta n’água?

    Quem tem credencial para ocupar o posto desse Bosta?

    Os Milicos Abacates ou o Bostonaro Já!

     

    Não vê que toda essa engrenagem já sente a ferrugem lhe comer?

  2. Acho que Aécio vai cagar potes para a decisão do $TF

    “… A pista de Cláudio incomoda, mas deriva de uma visão patrimonialista do poder. A impaciência imperial é bem outra coisa. Reflete a um só tempo a ideia de que, seja o que for o que se discute, daqui a um mês o assunto estará esquecido, ou ainda que manda quem pode e obedece quem tem juízo, inclusive parando de perguntar o que não deve. Trata-se de um erro crasso de conduta política, até mesmo de marquetagem.

    Uma pessoa pode querer votar em Aécio porque não engole as explicações do comissariado para o mensalão, as petroroubalheiras e o aparelhamento do Estado pelos petistas. Prefere Aécio porque tem uma esperança. Esse eleitor pode ter seguido a vida de Lula indo do pau de arara ao Fusca e dele aos aviões de carreira. Sofre ao vê-lo nos jatinhos de empreiteiras. A ESPERANÇA ERA DE VIDRO E SE QUEBROU. AGORA ELE TEM OUTRA: AÉCIO. Se o aeroporto em Cláudio é tudo o que se pode dizer contra seu candidato, ele ainda acredita que seja a melhor aposta. Há sempre um momento em que pode ser preferível mandar às favas alguns escrúpulos, mas, quando um candidato à Presidência da República veste o manto da impaciência imperial, a vítima de sua atitude é a esperança dos outros.” Elio Gaspari, Impaciência Imperial

    Às favas com os escrúpulos, né, Rubens Ricupero?

     https://oglobo.globo.com/opiniao/a-impaciencia-imperial-de-aecio-13424050#ixzz4hR4cnILk

  3. desculpe, chamar a irmã do

    desculpe, chamar a irmã do ex-senador de “articuladora política” é engajar-se num eufemismo que causa repulsa. essa mais recente “pontinha” exposta na mídia, ao contrário de vários outros crimes imputados a ela e seu irmão, mostra apenas o mais recente desvio ético de ambos. é, aliás, assustadoramente recente, crentes da/na impunidade, protegidos que foram pelas instituições que deveriam proteger a sociedade de crimes do colarinho branco. já vai longa a carreira do ex-senador e é muito pouco para o que o mesmo vem fazendo desde jovem quando nem  trabalhava mas recebia como diretor de banco estatal, por conta de seu avô no alto escalão. com a palavra jornalistas mineiros defenestrados enquando o senhor aécio foi governador de MG. uma organização criminosa tem lá seus operadores para a logística do crime, mas não vamos chamá-los de empresários ou coisa que o valha, não é? 

    não nos alegramos com tudo que vem acontecendo desde o início do golpe, não nos regozijamos: quem vem perdendo é o país e nós, cidadãos. eles são presos, depois saem sem devolver o produto dos roubos. se politicamente acabou a carreira do ex-senador, o que duvidamos (vide sr.collor), continuarão livres para corromper fora do palco principal, dos holofotes. não sabem fazer outra coisa e não têm limites! ao comportamento de tipos como esse, chamamos sociopatia e o congresso, os tribunais, as câmaras vereadores e as assembleias estão cheios de indivíduos do mesmo calibre moral, eleitos, quando é o caso, por analfabetos políticos ou por corruptos como os tais. devemos caminhar muito ainda para sermos algo parecido politicamente com a Islândia, por exemplo. desgraça!

  4. Música para coxinhas

    Música para coxinhas

    Até ontem eu cantava a música “Ideologia” do Cazuza com a letra original
    Hoje fiz algumas alterações para homenagear colegas coxinhas eleitores de Aécio.

    O SEU HERÓI foi pego na PROPINA,
    Os MEUS INIMIGOS vão se FUDER,
    Dia após dia, é muito bom viver.

     

  5. dica para o Moro

    Pela as gravações apaga as citações de nome e grava (pode ser com a propria voz, ou dos patetas mesmo) por cima “Lula” e apresenta como prova no processo do tripplex….chupa que é doce Moro e patetas….precisou de um juiz de fora da republica para por pingo nos “is”

    Chupa Morococho!!!!

  6. dica para o Moro

    Pela as gravações apaga as citações de nome e grava (pode ser com a propria voz, ou dos patetas mesmo) por cima “Lula” e apresenta como prova no processo do tripplex….chupa que é doce Moro e patetas….precisou de um juiz de fora da republica para por pingo nos “is”

    Chupa Morococho!!!!

  7. Corrupcao tem preco, aas

    Corrupcao tem preco, aas vezes de varias e varias centenas de milhoes…

    Ver Andrea Neves negociando uma “delacao premiada” pra entregar TODOS os juizes corruptos de Minas Gerais…

    Nao tem preco.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome