Prefeitura diz que mídia induziu Justiça a erro sobre Crivella

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN – É destaque no Conjur desta terça (17) o posicionamento da assessoria de imprensa da Prefeitura do Rio de Janeiro, que afirma que a grande mídia induziu a erro o Judiciário em relação a Marcelo Crivella. O prefeito recebeu do magistrado Rafael Cavalcanti Cruz uma ordem para não mais utilizar a máquina pública para interesses pessoais ou de grupos religiosos, sob a pena de ser afastado do cargo se contrariar a decisão.
 
 
A Prefeitura sustenta que s medidas anunciadas pela Justiça “não guardam correlação com a atuação da Administração Municipal, que tem primado pela inclusão e pelo aumento de oportunidades para todos. Informa ainda que irá esclarecer todas as dúvidas eventualmente apontadas”.
 
Além disso, Crivella não pode ser ameaçado de perder o cargo pelo Judiciário. “Um prefeito democraticamente eleito pelo voto popular não pode ser afastado de suas funções de forma preventiva, salvo por decisão do Poder Legislativo ou no caso de haver prejuízo para a apuração, circunstância reconhecidamente inexistente até pela própria decisão.”
 
Leia a matéria aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Weintraub silencia em depoimento à Polícia Federal

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome