Supremo envia para PGR dados de quebra de sigilo bancário de Aécio

Foto: Agência Senado
 
 
Jornal GGN – O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, enviou para a Procuradoria Geral da República dados da quebra de sigilo bancário de Aécio Neves, por conta das acusações da JBS. Ao contrário do que acontece com outros políticos, as informações pessoais do senador tucano não foram vazadas para a imprensa.
 
No despacho, Marco Aurélio anota que, em 27 de dezembro, determinou “o afastamento dos sigilos bancário e fiscal dos investigados – Aécio Neves da Cunha, Andrea Neves da Cunha, Frederico Pacheco de Medeiros e Mendherson Souza Lima  e das pessoas jurídicas Tapera Participações e Empreendimentos Agropecuários Ltda. e ENM Auditoria e Consultoria, no período de 1º de janeiro de 2014 a 18 de maio de 2017.”
 
Todos passaram a ser investigados após Joesley Batista, da JBS, afirmar que pagou R$ 2 milhões a Aécio a título de propina. Os investigadores suspeitam que os assessores de Aécio e Perrella participaram da ação de lavagem de dinheiro.
 
Ao pedir a quebra, a PGR destacou que um ex-diretor da JBS, Ricardo Saud, afirmou que Aécio recebeu propina de R$ 60 milhões, em 2014, “realizada por meio da apresentação de notas fiscais frias a diversas empresas indicadas pelo parlamentar.”
 
Em troca, ele teria atuado politicamente em favor dos interesses da JBS em vários assuntos, incluindo a cobrança de ICMS.
 
Em nota, Aécio afirmou que “jamais recebeu propina ou ofereceu qualquer benefício ao grupo JBS. Os 60 milhões mencionados na matéria foram doações eleitorais, legais e declaradas ao TSE. Não há sequer lógica na acusação de que tais recursos serviriam para compra de legendas, uma vez que o poderoso grupo econômico mantinha relações próprias e diretas com diversos partidos políticos. Também falta lógica à acusação de que tais recursos seriam contrapartida a um benefício de ICMS de valor muito inferior, R$ 24 milhões. ICMS é um imposto estadual cuja cobrança não faz parte das atribuições de um senador.”

24 comentários

  1. Com LULA mesmo sem escritura,

    Com LULA mesmo sem escritura, ele é o dono…

    Já com aécio que usava “celular laranja” – celulares em nome de terceiros para fazer ligações, bem capaz que usaria a própria conta para receber pagamentos ilicitos!

    Com essa justiça ai não tem jeito…

  2. Caro Nassif
    Só quando vem

    Caro Nassif

    Só quando vem ordem via Suiça.

    Por enquanto é jogo de cena.

    Jogo de cena, apoiado por alguns, para os militares entrarem como salvadores da pátria.

    Saudações

  3. Foram doações eleitorais, declaradas ao T$E

    O homem confessou o recebimento dos 60 milhões de reais, só que justifica a propina, afirmando que foi doação eleitoral.

    Emrpesário não doa, faz um investimento de alto retorno, doa a quem doer.

    • desculpe discordar  ..o que

      desculpe discordar  ..o que vc disse é uma falácia

      Empresário doa sim  ..há interesses legítimos, éticos, pq não ?  ..inclusive identidade de conceitos, prioriade, de valores, do que seria o certo etc

      Se sou um empresário dou-o a quem defender um projeto que pareça com o que penso e acredito ..que defenda a industria local por exemplo ..que esimule meu setor, cidade ou priorize meu projeto

      isso é legítimo, é a política em essencia

      Essa forma de desqualificar a política e classificar tudo de propina é coisa deste Partido chamadoJudiciário que nos meteu nessa fria e destruiu a nossa democracia com um golpe inominável

      Há que se analiser, antes de tudo, que se tal lobby ou apoio, ou trafico de influência, representou prejuízo ao PAÍS  ..acima de tudo  ..e se gravitou dentro das leis

       

      • Pobre não pode doar, portanto, não faz política em essência

        Imagine que um candidato apresente um projeto de socialização dos meios de produção e de libertação da classe trabalhadores que coincida com os interesses dos trabalhadores. Como os trabalhadores não recebem o suficiente para doar, eles não fariam política em essência, mas apenas na aparência?

        • Não entendi a sua colocação 

          Não entendi a sua colocação  ..de qq forma, percebi que vc encara a reivindicação e apoio dum CIDADÂO assalariado como legítima  ..já a de um cidadão empresário, pecado ..é isso ?

          pense vc nisso  ..e um empresário que apoia um pastor por sua crença  ..um político por ser contra o aborto, por liberar as drogas  ..pela pena capital etc etc  ..td isso seria obrigado a vir cercado de interesses ilícitos, imorais, que gerassem “alto retorno” ?

          O que o pedido de linhas de credito do aposentado e do assalariado diferencia da do empresário se for pra aplicar (a taxas sem subsídios cruzados) no seu ramo de atividade ? 

          cara  ..cuiddo em ficar criminalizando a tudo e a todos pela côr da camisa

          Alias  ..pelo modelo colocado  ..vou lhe ser franco  ..MIL VÊZES pra mim termos as empreiteiras que TINAHAMOS,  ..um EIKE BATISTA  ..do que hoje ao nos vermos reféns dos conceitos hpócritas e moralistas que tentam nos empurrar de fora

          Parece que pra muito brasileiro, só americano é bonzinho

          https://www.youtube.com/watch?v=HQ6ovbDQk_8

          • em tempo  ..não fossem estas

            em tempo  ..não fossem estas doações ..a operacionalização feita pelos DIVERSOS partidos nestes ultimos 30 anos e a nossa democracia nem teria existido visto que o POVÃO mesmo acha ERRADO dar dinheiro pra partido  ..e aí sim caímos naquilo

            ..a elite financia candidatos, banqueiros, pastores, a bancada da bala, do boi  ..tudo por crença e interesse (moral, ideológico, material etc)  ..já o trabalhador, o pobre ignorante  ..pensando que tudo é coisa de malandro, não financia ninguém e fica esperando cair do céu ..e é levado a pensar que se ajudar esta sendo feito de bobo ..PIOR

            muito pior  ..pois qdo recebe ajuda dos partidos ditos de esquerda, na forma de benefícios e de direitos antes lhes negado (movidos em maioria por ideologia) sequer sabem reconhecer o esforço e trabalho que deu pros partidos ditos de esquerda se viabilizarem

            aliás ..o vídeo abaixo tem tudo a ver com isso, a inversão e CONFUSÃO  de valores

            https://www.youtube.com/watch?v=W2BSU6CRYWw

      • Mas Romanelli,
         

        prá que discordar se você acabou de ratificar o que ele disse?

        Você mesmo afirma:

        “Se sou um empresário dou-o a quem defender um projeto que pareça com o que penso e acredito ..que defenda a industria local por exemplo ..que esimule meu setor, cidade ou priorize meu projeto isso é legítimo, é a política em essencia”

        Isso não é doação interessada e endereçada?

        Porque a empresa doadora pode cobrar pessoalmente do parlamentar, ela não doa, investe.

        Empresa tem objetivos claros e eles são o lucro.

        O dinheiro dos impostos do contribuinte devem voltar para a população em forma de justo benefício e não para os bolsos dos “doadores” em forma de facilidade para seus negócios particulares.

         

         

        • absolutamente Amoraiza  ..o

          absolutamente Amoraiza  ..o colega fala que empresário não doa, que faz investimento de alto retorno, aludindo a um jogo meramente material, imoral, pecaminoso  ..criminalizando os entes envolvidos  

          em minha resposta tentei dizer que tem de tudo, ideologia, valor moral e até sim, interesse legítimo material SIM  ..de melhoria a si, ao país, a sua empresa, família,  a sociedade ..em querer ver um projeto seu de vida realizado  ..etc

          Aliás, é o mesmo que se da com o pobre, ou não ?   ..qdo ele vota num político pra se pedir de posto de saúde, casa popular, financiamento barato, escola, creche  ..por acaso há algo de imoral, ilícito na sua demanda ?

          Política é isso, jogo de interesses  ..negociação  ..toma lá da cá SEM que isso signifique, necessariamente, prejuízo par as partes

          Criminalizar isso é coisa de gente de má fé  ..tipo a turma do Judiciário que vive nadando em ILEGALIDADES e benéces voltadas pra si  ..ou de Patricia Poeta que não entende de nada e só fala bobagem  ..

          https://www.youtube.com/watch?v=BAEoXe0ymjc

          • Romanelli

            Você parece ter entendido que o rico contribui “generosamente” para eleger seu candidado pensando  apenas  no “bem do país”, sem pedir nada em troca e nem esperar favores do governo.

            Que meigo!

             

        • Bom, mas o sistema era esse.

          Bom, mas o sistema era esse. Era legal empresários darem dinheiro para campanhas eleitorais, era legal candidatos receberem esse dinheiro. Não era um bom sistema, mas era a lei. Agora o judiciário resolveu criminalizar o que era legal, e fazer a lei retroagir.

          ************

          Mas agora o discurso é o seguinte: o político só é legítimo se sacaneia quem o elege. Se recebe dinheiro, digamos, da indústria moveleira, deve necessariamente batalhar para aumentar os impostos do setor, ou facilitar a importação de móveis. Senão é corrupção. De uma forma mais geral, deve ferrar o eleitor: reduzir salários, destruir a previdência, impossibilitar o funcionamento da saúde e da educação públicas. Senão é populismo. E o eleitor só deve votar em quem prometer horrores; que história é essa de votar em quem promete coisas boas? Não pode, é compra de votos.

          • Doação de campanha

            É legal, e saudável e tem limites. Sempre foi legal.

            O que não ficou legal foi a promiscuidade que se instaurou no sistema.

            O político que compra votos por uma dentadura perde o mandato.

            Só quem ganha é o eleitor, que recebeu o a recompensa que de outra forma não receberia.

            O político que é financiado para fazer votar um projeto de lei específico onde milhões de pessoas perderão a saúde, os bens ou seus direitos,  não perde o mandato, ao contrário, ele é reeleito e faz colégio próprio

            Nosso sistema eleitoral é um dos mais caros do mundo, acredito. 

            É do dinheiro do povo que sai o financiamento dos partidos, o sustento dos tribunais, juízes e funcionários, seus grandes prédios e instalações; despesa estranha, exorbitante  e desnecessária se fôssemos suficientemente civilizados.

  4. E o sigilo bancário da Rádio Arco-Íris???

    Não é a tal Rádio Arco-Íris que é usada para esconder o patrimônio do “mineirinho”???

    Quando Aécio foi parado na Lei Seca se descobriu que havia uma frota de carros de luxo em nome dessa rádio… Andrea Neves também repassou milhões para essa rádio quando trabalhava para o governo do irmão, Aécio Neves.

  5. Eles sabem muito bem que as

    Eles sabem muito bem que as lavanderias do Aécio ficam em Lienchenstein, Singapura e outros paraísos fiscais. Só trouxa mesmo pra acreditar nessa corja do judiciário.

     

     

     

    • As Lavanderias são as Rádios, imóveis e fazendas da família

      Nas contas em Liecteistein, Singapura e NY está a propina… para “Lavar” essa propina Aécio tem que inventar alguma esquema “lucrativo” no Brasil em que ele possa justificar o enriquecimento.

      Geralmente as empresas nacionais recebem “investimento estrangeiro” proveniente de empresas de fachada criadas no exterior… essas empresas são offshores com o dinheiro de propina. Isso explica porque a filha do Serra virou “empreendedora” de sucesso no Brasil e foi chamada de “rainha das startups”… provavelmente seus empreendimentos no Brasil recebiam “investimento de empresas estrangeiras” situadas na Suíça.

      O mesmo deve ocorrer com as Rádios da família Neves e as fazendas.

      O esquema de imóveis também já foi usado pela família Neves… no caso vendendo imóveis por preços muito acima do mercado para disfarçar a propina ou comrando imóveis de empresários por preço muito abaixo do mercado. Ex.: em lugar de receber 1 milhão em propina da JBS, Aécio compra um apartamento que vale 1,5 milhões por 500 mil.

      Porém… com essa PF aí… nunca saberemos ao certo qual é o esquema de Aécio.

  6. É impressionante.

    Como anda rápido o inquérito contra um chefe de quadrilha, ops… família, e político de carreira brilhante. Provavelmente essa quebra de sigilo outorgará um atestado de idoneidade transcendental e absoluto. Mas para qualquer surpresa existe sempre uma gaveta num sótão de um imóvel abandonado no fim do mundo.

  7. Ssupremo envia para a pgr

    Ssupremo envia para a pgr dados de sigilo bancário de aécio e pa pgr engaveta. Esta seria a manchete de amanhã se tivéssemos uma imprensa de verdade.

  8. Bandidos escondidos atrás de togas…

    Encenação para o A Lei é para Todos(menos para tucanos), filme da Globo contra o Lula.

    Os rolos de Aécio vem de décadas atrás e os capitães do mato ainda estão na fase da quebra do sigilo bancário, como se ladrão depositasse em sua própria conta corrente milhões de reais de propina, perguntem ao Paulo Preto onde ele guardou a grana do Serra.

    A mesma Carmem Lucia que decidiu que Aécio não pode ser processado, sentou o bundão no pedido de habeas corpus de Lula…como disse Eliana Calmon, são bandidos que escondem atrás de togas…

    Bando de salafrários…farsantes…nós os conhecemos de outros carnavais….acabaram de serem apresentados com(o) mãos manipulando manifestoches no quilombo Paraíso do Tuiuti….

    Vai Vampirão…

  9. Justiça pra inglês ver!

    Ninguém mais acredita nela! O povão do buzú, do trêm, do metrô, das portarias, das padarias, mercadinhos, feiras, das madrugadas etc etc  não são é nada bobo, Doutores.  Ja sabe que “essa justiça” serve somente para alguns … Mas os Grandes Juizes, que se acham acima de Deus, não conseguem enxergar que estão totalmente desacreditados. Juiz é pior que político, tenho ouvido. E, infelizmente, Dr Marco Aurélio Mello, tenho que concordar com a voz do povo.

  10. Mandou pra PGR ???? Ah, então

    Mandou pra PGR ???? Ah, então não mandou pra porra nenhuma !!!!!!  E viva a SURUBACRACIA instalada n”ESSA PORRA” !!!!!!!! Soldados d”ESSA PORRA”, vejam bem o que estão fazendo com o País que teus filhos herdarão!!!! É preciso REAGIR!!!!!

  11. Não Vai Dar em Nada

    Nassif: pela lógica dos fatos, o Play Boy das Alterosas, deve ser mesmo o bandido de que vem sendo acusaso. Ele e os demais no caso. Reciocinemos.

    Se não houvesse umzinho sequer de suspeita o ministro, com toda sua honestidade e presteza judicial, mandaria quebrar o sigilo das informações, com prioridade para o bando do Jardim Botânico, e a grande mídia se encarregaria de estampar em suas manchetes a doce inocência do garoto de Ipanema.

    Mais parece que tem caroço no angu. Então, camúfla-se o quanto puder de notícias. E tem mais.

    Para que as coisas mudem, nada melhor que mandar pros gaveteiros mor, a famigerada PGR. Ali será feito o habitual congelamento dos fatos (procedimento desde antes de Janot), até que passe as eleições. Até lá o meliante posa de boa gente. Ele e a irmã, que dizem ser o cérebro das falcatruas. Dizem até que esso órgão tem até um departamento chamado de Triturador, que faz a mágica de desaparecer vestígios, ou embaralha-los, de forma que fique a dúvida. A favor de quem?

    E se algum Juizeco mandar botar o enrustido em cana, vem o Gilmar e pimba…

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome