Universal é investigada em Portugal por tráfico internacional de crianças

Foto: Demétrio Koch
 
 
Jornal GGN – A Igreja Universal do Reino de Deus virou objeto de investigação do Ministério Público de Portugal, graças a uma série de reportagens da TVI – Líder de audiência no país europeu – sobre uma suposta rede de tráfico internacional de crianças.
 
De acordo com a primeira reportagem, que foi ao ar na segunda-feira (11), a Universal, de 1994 a 2001, uma casa de assistência a crianças carentes em Lisboa de maneira irregular. 
 
Os pais sem condições financeiras entregavam suas crianças ao estabelecimento, que só veio a fechar em 2011, usando a crise econômica do País como desculpa.
 
A reportagem indica que muitas das crianças foram adotadas, inclusive por estrangeiros, sem que a Justiça acompanhasse os procedimentos. 
 
Há relatos de que dentro da própria Universal, membros eram incitados a adotar as crianças, que também chegavam ao Brasil e outros países clandestinamente. A emissora portuguesa diz que um dos fundadores da Igreja teria 2 netos que foram adotados por meio desse esquema. 
 
O escândalo, de acordo com a Folha desta terça (12), é o objeto de inquérito a cargo do Diap (Departamento de Investigação e Ação Penal) de Lisboa.
 
A Universal chegou a Portugal em 1989 e, hoje, segundo dados da própria Igreja, há possui mais de 120 prédios no país.
 
Em nota, a Igreja negou as acusações.
 
“As crianças foram encaminhadas pela Segurança Social e pela Santa Casa de Misericórdia de Lisboa para um Lar –que evidentemente à época não era ilegal–, e vários pais adotivos se candidataram a adotá-las. Contam-se pelos dedos de uma mão as crianças que foram adotadas por essa via –com decisão judicial, sublinhe-se– por casais ligados à Universal”, diz o texto.
 
Além disso, a Igreja sustenta que as reportagens foram feitas com ajuda de um antigo colaborador que foi expulso por conduta imoral. “Ressalvamos que os bispos e pastores têm de manter um comportamento moral irrepreensível, o que não foi o caso de Alfredo Paulo Filho.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Baleia Rossi é suspeito em esquema de fraudes em prefeitura

7 comentários

  1. Lembrando que por trás pode ter briga ideológica e de mercado
    A TVI pertence a entidades católicas e a Record em Portugal, desde que se instalou em 2006, viu a sua audiência sextuplicar em 2016. Em relação a 2015, a emissora alcançou um crescimento de 20%. Segundo os dados da GfK, a RecordTV é o canal por cabo mais visto de segunda a sexta-feira no principal horário da televisão portuguesa (20h às 24h). Também em 2016, a emissora conquistou preferência do público em Portugal aos domingos, desde o início da tarde (15p0) até ao final da noite (24h00).As matérias parecem mostrar fatos identificados por trás que pesam contra membros do alto escalão da igreja universal, mas a situação lembra a época em que a Globo fez campanha contra a IURD em seus noticiários, anos atrás, quando a Record começou a lhe incomodar em poder de capital e de audiência.Mundo velho em que é preciso estar realmente bem informado para não cair em partidarismos ou vir a ser leviano/hipócrita.

  2. Universal…..

    Será que um país maravilhoso como o Brasil, por total inércia e omissão da sua Sociedade, só consegue produzir este tipo de situação? Espetacular Portugal, para onde está se transferindo nossa elite econômica. Juntamente para onde está indo se esconder a bandidagem brasileira. Esta da matéia, famílias inteiras de polítcos e figuras públicas atoladas em corrupção. E o tal do nosso crime organizado. Outro dia, a Polícia Portuguesa, matou por engano uma brasileira. Só que havia uma ocorrência continuada de explosão de caixa eletrônico, naquele momento. Informação omitida por nossa Imprensa. Explosão de Caixa Eletrônico? Conhece a história? 

  3. Ministério publico Português é PÚBLICO e não privado

    Portugal é um Estado Democrático de Direito, onde não há juizecos amigos de corruptos, ministros da suprema corte a soldo das igrejas ou políticos mancomunados com o crime organizado.

    Embora um possivel pedido de prisão dos envolvidos não consiga prender os acusados em território brasileiro, estes estarão confinados por aqui, sob a “proteção” de magistrados amigos.

    Se colocarem o pé em qualquer outra nação, a Interpol irá caça-los.

    Tráfico internacional de humanos é combatido implacavelmente por governos sérios. Repito, governos sérios

    Fico por aqui, já que todos entenderam o alcance de minhas palavras. 

     

  4. Piada

    “Ressalvamos que os bispos e pastores têm de manter um comportamento moral irrepreensível, o que não foi o caso de Alfredo Paulo Filho.”

    Ah, como seria bom se isso fosse minimamente verdade…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome