Às vezes namorei Dora/outras vezes, Beatriz, por Romério Rômulo

Nina, uma fada sem rumo / me levou pro Ceará / me deixou sem qualquer prumo / e eu nunca saí de lá.

Às vezes namorei Dora/outras vezes, Beatriz

por Romério Rômulo

(p/Chico, Caymmi, Camões)

1.

amando sem ter amores

o poeta amou Amanda

quadradando suas dores

numa roda de ciranda.

2.

Nina, uma fada sem rumo

me levou pro Ceará

me deixou sem qualquer prumo

e eu nunca saí de lá.

3.

Mariana é verdadeira

quase o fogo da enguia

lhe entreguei a vida inteira

num pedaço de poesia.

4.

tem Isabelas de lá

tem Isabelas daqui

são tantas as Isabelas

que em todas elas morri.

5.

Patrícia tem a voz enovelada

na trama embaçada da poeira

Patrícia, quase certo, é verdadeira

Patrícia tem a voz da madrugada.

6.

Caymmi já foi embora

deixou Chico como quis:

às vezes namorei Dora

outras vezes, Beatriz.

 

romério rômulo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O fel onde eu me lavei/pode ser velho e menino, por Romério Rômulo

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome