Al Jazeera critica parcialidade da Globo na greve geral

globo_protesto_roberto_parizotti.jpg
 
Foto: Roberto Parizotti
 
Jornal GGN – Em reportagem sobre a greve geral no Brasil, realizada no dia 28 de abril, a rede de notícias Al Jazeera analisou a diferença entre a cobertura da Rede Globo em relação aos protestos contra as reformas de Temer e as manifestações que pediam o impeachment de Dilma Rousseff.
 
A matéria afirma que a emissora carioca talvez não tenha considerado a greve tão “atraente” quanto as outras manifestações, ressaltando o apoio da imprensa às medidas de austeridade impostas pelo governo peemedebista e dizendo, também, que o governo Temer estaria usando o dinheiro do contribuinte para convencer a mídia a apoiar sua agenda conservadora.

 
A reportagem ressalta que o governo Temer aumentou suas despesas em propaganda logo depois de chegar ao poder, ao mesmo tempo em que pregava uma agenda de austeridade e redução dos gastos públicos. 
 
Por último, a matéria afirma que a imprensa brasileira, ao invés de refletir uma “sociedade multicultural e multifacetada”, só mostram os interesses de uma parcela dessa sociedade. Veja a reportagem abaixo:
 
 
Esta não é a primeira vez que a Al Jazeera critica a Globo e a imprensa brasileira. No ano passado, em razão do processo de impeachment contra Dilma Rousseff, a emissora salientou o papel que a mídia brasileira teve na retirada da presidente eleita do poder. “A Globo não apenas cobre os protestos sobre a Lava Jato: em alguns casos, chama seus telespectadores a se juntar a eles”, disse a reportagem, que também relembrou o apoio da emissora carioca ao golpe de 1964. Assista abaixo: 

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora