O anti-jornalismo da TV Bahia

 

Por Antonio Nelson*

 

A Rede Bahia está preocupada com o celular roubado na orla. A afiliada da Globo subestima a inteligência da população baiana com a publicidade e o marketing travestidos de jornalismo.  

Até que ponto o jornalismo da TV Bahia tem contribuído para a ética jornalística e o interesse público, desde que ACM Neto é prefeito?

Enquanto isso, o  sr. Appel não adiciona ao agendamento editorial os seguintes fatos:

“Na da Copa das Confederações, em junho deste ano, 600 pessoas foram retiradas das ruas de Salvador e alojadas de forma desumana no prédio onde funcionava o Hospital Ana Néri, na Lapinha. A ação foi feita por uma entidade de nome Federação Brasileira de Direitos Humanos, mas sabemos que é a Prefeitura de Salvador que está por trás desta iniciativa”, afirmou Maria Lucia Santos Pereira da Silva, membro da Coordenação Nacional do Movimento da População de Rua (MNPR), em entrevista exclusiva ao blog Textos ao Vento, do jornalista, mestre em História Social, pesquisador de História da mídia e blogueiro Zeca Peixoto.

Maria Lucia denunciou o caso na Defensoria Pública do Estado, onde foi atendida pela defensora pública Fabiana Miranda, especializada em Direitos Humanos. Em entrevista exclusiva na segunda 4, Fabiana esclarece que o secretário de Promoção Social e Combate à Pobreza da Prefeitura de Salvador (SEMPS), Maurício Trindade, assinou Minuta de Plano de Providências, mas está em débito com o compromisso firmado. Fabiana também falou da preocupação de se repetir a prática higienista em Salvador, na Copa do Mundo de 2014. Além disso, Fabiana destaca que o presidente do Grupo Tortura Nunca Mais na Bahia (GTNM-BA), Joviniano Neto, tem registro dos fatos. Joviniano  é advogado, sociólogo e doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas e professor de Ciência Política na Universidade Federal da Bahia (Ufba). Após a conversa com Fabiana, leia abaixo documentos assinado por Trindade.

Confira! Secretário Maurício Trindade, da Prefeitura de Salvador, descumpriu TAC da Defensoria Pública

 

Veja também: 

*Stanley Burburinho concedeu entrevista exclusiva aos jornalistas Zeca Peixoto, Antonio Nelson e Andriano Ribeiro, que a compartilham colaborativamente em diversas plataformas. Boa leitura

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora