Brasil

Enviado por Jns

O Brasil (R. S. Fleury), Cartão Postal (Tarsila do Amaral), Eu sei que vou te amar (Cristiane Roncaglio e Andre Bayer)

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A Garota do Adeus

- 2016-07-23 17:36:50

De comer com colher
Lindo. Lírico. Doce. Todo sentimento. Chegar do trabalho e encontrar poesia... Belo presente aos que apreciam. Grande poeta.

maria rodrigues

- 2016-07-23 12:46:55

Vi a entrevista inteira de

Vi a entrevista inteira de Paulo Freire. Não entendi porque na sequência tem música e não o progrma de Grossman com o educador.

jns

- 2016-07-23 12:35:51

Entalhe em Madeira

A Arte de Josias de Prado no Sul da Bahia

[video:https://youtu.be/FP-3aivqzmY width::600]

jns

- 2016-07-23 12:31:11

Miriam Maria

'BOI DE AXIXÁ' (PINTURA DE JOSÉ ROBERTO BRITO DA SILVA) , 'BOI DE HAXIXE' (POEMA DE ZECA BALEIRO)

O clima de euforia, de atmosfera mágica provocada pelo consumo do haxixe, presente no poema de Baudelaire, aparece na canção de Baleiro como que provocado pelo encantamento do bumba-meu-boi, gerando visões de cintilação, de brilho e colorido exuberante.

[video:https://youtu.be/Bp3TQqAFFwc width:600]

A intertextualidade musical ocorre quando o autor menciona o bumba-meu-boi do Maranhão no refrão: “Ê boi ê boi/ quem ficará quem foi/ Ê bumba iê iê/ eu também já fui boi.” para um grande número de ouvintes, fica claro que o sujeito que fala na canção não está se referindo ao boi animal, mas ao boi personagem do folclore maranhense.

 

 

jns

- 2016-07-23 12:19:20

Salmo Caipira

 

[video:https://youtu.be/yaVKg6aV8CM width:600]

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador