A fraude na distribuição dos processos da Lava Jato

Segundo o Conjur, a investigação mais avançada sobre o esquema de distribuição viciada de processos em São Paulo

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O site Conjur divulgou nesta quinta (9) uma reportagem informando sobre um “esquema de distribuição viciada” de processos da Lava Jato, indicando que houve ação irregular para manter os casos em mãos dos procuradores selecionados para a força-tarefa, mesmo quando o caso já não apresentava qualquer conexão com a Petrobras.

Segundo o Conjur, a investigação mais avançada sobre esse tipo de fraude está em São Paulo, onde há relatos de que processos que chegaram à Procuradoria com o rótulo “Lava Jato” foram direcionados à força-tarefa “sem a prévia e imprescindível distribuição na unidade conforme as regras de organização interna aprovadas pelo Conselho Superior do MPF (CSMPF).”

“O procedimento representa evidente violação ao art. 129, §4º, combinado com art. 93, XV, da Constituição da República, como aponta representação em posse dos integrantes do Conselho Superior do MPF e do CNMP”, pontuou o site.

O Conjur relatou ainda que já em 2015, a força-tarefa de SP quase recebeu processos nesse esquema, por determinação da então procuradora-chefe Anamara Osório da Silva, que “proibiu a livre distribuição de qualquer processo que mencionasse o apelido ‘lava jato’, independentemente do conteúdo do feito.”

Depois, ela voltou atrás por causa das críticas dos colegas procuradores diante da “evidente ilegalidade de sua ordem”. Mas não desistiu. “Mesmo deixando o comando regional da Procuradoria, com a ajuda de Rodrigo Janot, conseguiu restabelecer, mais tarde, a ‘burla à sistemática de distribuição vigente na PR-SP, sem observância do protocolo de pesquisa de prevenção que deveria ser uniformemente aplicado a todos os feitos.”

Como se deixou a Lava Jato ir tão longe, por Luis Nassif

 

3 comentários

  1. “Nesse Programa só o abraço é falso” — AntônioAbujamra, “Provocações”.

    Nassif: ao que parece nessa tal de PGR (uma LavaJato ampliada?) inclusive o abraço deve ser falso…

  2. Pelo que está vindo à tona, Lava Jato teve de tudo que não presta…
    montagem combinada com juízes das acusações, espetáculo, palestras, armações e tudo mais foi como se a corrupção dissesse:
    quebre regras, altere o fluxo dos processos, roteie e desnorteie a defesa, faça das notícias uma tortura, condene sem provas, traia seus superiores e, por mais dinheiro por fora, seu país

  3. Uma coisa é certo, eles não obedeceram regra nenhuma. Para quem é do judiciário, trabalha para o fbi contra o país e recebendo um por-fora, tudo é válido.
    E as instituições estão fortalecidas, por exemplo, eles nem estão presos ainda…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome