Revista GGN

Assine

As provas e dúvidas no depoimento de Mônica Moura contra Dilma

Entre as provas anexadas na delação premiada da esposa de João Santana estão: senha de Wifi, passagem de avião, agenda onde consta "compromisso com a tia", arquivo de Word e uma conta de Gmail de onde e-mails nunca foram disparados

Jornal GGN - Para tirar a Lava Jato de seu encalço, Mônica Moura contou a seguinte história sobre Dilma em sua delação premiada:

Episódio 1

Em novembro de 2014, a então presidente teria sido avisada por José Eduardo Cardozo, ex-ministro da Justiça, que a Lava Jato já sabia das contas de Eduardo Cunha na Suíça e estava avançando rapidamente sobre a Odebrecht.

Dilma, preocupada com o elo da Odebrecht com sua campanha, teria convocado Mônica Moura, que estava de férias em Nova York, para ir ao Palácio da Alvorada, em Brasília, discutir o assunto.

Mônica diz que o assessor Giles Azevedo a buscou no aeroporto em um "carrinho vagabundo" e, caminhando pelo jardim de Alvorada, Dilma teria perguntado se a conta de João Santana no exterior era "segura". Mônica respondeu que era, na medida do possível.

Dilma, então, disse que elas precisavam conversar com mais assiduidade, mas de maneira segura. Foi quando, na presença de Giles, Mônica pegou o computador de Dilma e criou a conta "[email protected]". Iolanda foi o nome sugerido pela petista, em referência à esposa do ex-presidente Costa e Silva. Elas combinaram que fariam a comunicação pelo rascunho do Gmail, sem fazer mensagens circular na web.

Para evitar que pudesse ser descoberta, Mônica afirma que Dilma pediu para criar um segundo e-mail, muito parecido com o primeiro. Seria o "[email protected]". Os dois estão ativos e em posse da Lava Jato. Mas só o segundo foi vazado na imprensa.

A prova desse episódio, segundo Mônica, são: (1) a ata criada por sua defesa com o print do único rascunho que ficou salvo no Gmail, (2) a passagem aérea que atesta o bate e volta de Nova York a Brasília, (3) a agenda onde constou reunião com a "tia" e (4) o registro de que seu computador pessoal gravou a senha do wifi do Alvorada (o que não significa nada tendo em vista que o casal esteve lá a trabalho diversas vezes, ressaltou a própria delatora).

Episódio 2

Mônica disse que, ao longo de 2015, Dilma - que queria manter a comunicação frequente - só enviou duas ou três mensagens "codificadas", mas sem teor alarmante. Eram coisas do tipo "venha me ver, preciso falar com você". Neste mesmo ano, em um dos encontros com os marqueteiros, Dilma teria pedido que João Santana movesse sua conta da Suíça. Ele negou argumentando que isso seria admitir o crime.

Pulamos para 2016, quando o casal estava em campanha na República Dominicana.

Mônica disse à Lava Jato que, em 19 de fevereiro, Dilma usou o rascunho do Gmail para deixar a seguinte mensagem: "O seu grande amigo está muito doente. Os médicos consideram que o risco é máximo. E o pior é que a esposa dele, que sempre tratou dele, também está doente. Com risco igual. Os médicos acompanham dia e noite."
 
"Médico, aqui, era o Zé Eduardo Cardoso...", disse a delatora. "Eu vi essa notícia e desesperei. João não estava na produtora nesse momento. Eu tinha que apagar essa mensagem. Então eu gravei esse texto em Word porque eu não queria esquecer o teor, para o João ver. Por isso está no meu Word. Está lá com a data do dia que eu fiz isso. Isso foi em 19 de fevereiro. Passou o dia 20 de fevereiro, e passei a procurar ela, através do Anderson [Dornelles]", completou.
 
Mônica disse ao MPF que respondeu Dilma com uma mensagem mais ou menos assim: "Existe alguma forma desses médicos nos ajudarem? O médico vai ajudar nosso amigo?"
 
A delatora afirma que Dilma não viu nem deletou a mensagem. Porém, esse comunicação não existe. A única que teria ficado armazenada no rascunho do Gmail é esta: "Vamos visitar nosso amigo querido amanhã. Espero que não tenha nenhum espetáculo nos esperando. Acho que pode nos ajudar nisso né?"
 
Segundo portal de notícias da Globo, essa mensagem foi enviada por Mônica à Dilma no dia 22, quando a operação já havia sido deflagrada. O casal, que estava no exterior, se entregou à Polícia Federal no Brasil no dia 23 de fevereiro.
 
A questão é que durante a delação gravada em vídeo, Mônica não citou essa mensagem. 
 
Ao contrário disso: quando questionada pelo Ministério Público Federal sobre as evidências que restaram, ela cita apenas mensagens de celular trocadas com o ex-assessor Anderson Dornelles e sua esposa, além do arquivo Word onde ela teria salvo a última mensagem que supostamente Dilma escreveu.
 
Segundo Mônica, após ler a mensagem que envolvia médico e marido e esposa doentes, ela respondeu perguntando se esse médico poderia ajudar de alguma forma. Para a delatora, Dilma nunca leu esse rascunho. "O rascunho ficou lá o tempo todo, e ela não apagava."
 
A delatora, então, entrou em contato, por mensagem de celular, com Anderson. Sem sucesso, enviou outra mensagem e foi respondida pela esposa dele. Essas mensagens foram preservadas e entregue como evidências (6). Isso teria ocorrido entre 20 e 21 de fevereiro. 
 
Ocorre que, segundo Mônica, Dilma - que criou 2 e-mails por paranoia - ligou para um telefone fixo no escritório de João Santana na República Dominicana, "na noite de 20 ou 21 de fevereiro", avisado que "foi visto um mandado de prisão" contra o casal. Quem avisou foi "Zé Eduardo Cardozo". Santana teria ficado desesperado e perguntado se nada poderia ser feito. Dilma negou qualquer tipo de ajuda.
 
Gera dúvidas que Mônica tenha feito o rascunho do dia 22 se Dilma, de fato, fez a ligação no dia 21. No dia 22, a operação já havia sido deflagrada e Mônica disse que ficou sabendo "pela internet". Por que a delatora achou que Dilma, que não teria respondido seu rascunho sobre o médico, iria ler aquele quando a bomba já havia explodido? E por que não deletou, como era de praxe? Mais do que isso: por que não citou esse e-mail em nenhum momento na gravação feita pelo MPF?
 
 
Episódio 3
 
Ainda houve um terceiro episódio relatado por Mônica Moura contra Dilma.
 
Em meados de 2015, pouco antes de ser preso, Marcelo Odebrecht teria levado Mônica a sua residência, em um bairro nobre de São Paulo, para conversar sobre a Lava Jato.
 
Em síntese, Marcelo fez um apelo para que Mônica convencesse João Santana a conversar com Dilma, para que algumas provas da Lava Jato que vieram da Suíça fossem anuladas. O argumento é público: a parceria teria ocorrido sem a participação do Ministério da Justiça, como determina a lei de cooperação internacional. "Marcelo queria que João conversasse com Dilma para que Zé Cardozo entrasse com isso."
 
"Ele [Marcelo] dizia que Dilma não ouvia ninguém, que diziam para ela que a Lava Jato ia chegar nela e ela dizia que não tinha nada a ver com isso. Ela sempre se esquivava", comentou Mônica.
 
Mônica diz que João Santana se negou a entrar nesse assunto com Dilma. Mas a delatora aproveitou uma oportunidade em que estava em Brasília a trabalho e abordou a ex-presidente. Dilma tería dado uma "resposta ríspida". "Eles são loucos, eu não posso me meter nisso. Não posso fazer nada. Como vou mexer nisso?"
 
Não há, no vídeo da delação, registro do que foi entregue para atestar a veracidade disso.
 
Este e outros depoimentos de Mônica Moura estão disponíveis no canal do GGN no Youtube.
Média: 4.3 (11 votos)
71 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Roberto Pivador
Roberto Pivador

piada

Essa vaza a jato é uma piada de mau gosto. Provas píficas e argumentos ridículos enquanto os tucanos queimam todas as provas contra si mesmo. por falar nisso onde está a irmã do aécio e a mulher do cunha? 

Que Deus ilumine o Brasil dessa treva chamada rede globo. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de baracho
baracho

delação

a depender do ministério público,até judas muda sua delação e entrega lula e dilma,

silveirio dos reis também,inclusive mata hary é só querer

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Pedro Augusto
Pedro Augusto

O

O COBRADOR 

http://mundovelhomundonovo.blogspot.com.br/2017/05/o-cobrador.html

 

 

  

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Se ela mentiu prá fugir da prisãio, ela mente 4 vezes mais prá

Mentiu prá não ir prá prisao?

Mente 4 vezes mais prá cair fora dela.

A sujeita chega mesmo a mandar registrar/autenticar em cartório a prova do proprio crime. Onde já se viu isso? Nabu deve ficar Conodorzinho quando dizem que seu código era primitivo.

Acho que Jesus Cristo só ainda não voltou porque deve estar com medo de o crucificarmos novamente. Mestre, não vá lá, vão crucificar você de novo. So vendo para crer o modo de viver desse teu povo

Kretas

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

A diferença entre a Monica desesperada e a Monica não desesperad

Quando não estava desesperada, a Monica Moura deletava todos os emails eventualmente trocados com a Dilma. Quando o desespero bateu e ela tinha motivos ainda mais fortes para deletar as mensages de emails supostamente trocadas com a Dilma, a Monico não só não deletou o rascunho de email, mas também o salvou com um print screen.

Bastante lógico.e racional esse comportamento printico. O que o Caetano Veloso diria acerca dele?

 

"Onde voas bem alta, eu sou o chão
E onde pisas o chão, minha alma salta
E ganha liberdade na amplidão

Onde queres família, sou maluco
E onde queres romântico, burguês
Onde queres Leblon, sou Pernambuco
E onde queres eunuco, garanhão
Onde queres o sim e o não, talvez
E onde vês, eu não vislumbro razão

Ah! bruta flor do querer
Ah! bruta flor, bruta flor"

Seu voto: Nenhum

TRUCO

Olhando o video tem um detalhe logo no começo que não dá pra passar desapercebido. Advogado e cliente começam nada mais que uma partida de truco!

Logo nos primeiros segundos os dois se olham de canto de olho, ela coloca a lingua na bochecha e olha pra ele e ele confirma com o mesmo sinal.

Se eu tivesse jogando truco com a dupla já ia falar pra eles serem mais discretos ao avisar o parceiro que os dois tem manilha, Ela o ZAP e ele talvez o Copas.

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Lincon
Lincon

Jogo de truco

Na verdade o jogo de língua avisando, seguido de caneta apontando para as folhas sobre a mesa, leitura, língua respondendo e olhares para a câmera se estende por todo o vídeo... Se fosse sério perderiam de lavada, para este jogo eles não estavam preparados.

Sem contar que 1) no e-mail não tem ano; 2) O Internet Explorer é antigo, podendo não ter reconhecimento de alteração de data do Windows quando conectado à internet; 3) tem 5 e-mails na caixa de entrada não apresentados, sendo 3 de boas vindas do Google: I) Três dicas para aproveitar o Gmail ao máximo; II) O melhor do Gmail, onde você estiver; III) Melhore sua organização com a Caixa de entrada do Gmail, todos com a data e hora da criação da conta, que deve ser em novembro de 2014, conforme depoimento, informação crucial para credibilidade do depoimento que foi omitida. Segundo ela, a conta nunca foi usada para troca de e-mails com ninguém, assim, os outros dois e-mails recebidos podem ser: A) aviso de alteração de senha, telefone ou e-mail de recuperação; B) Alerta de segurança de conta Google vinculada (e-mail criado a partir deste ou a partir do qual este foi criado) ou

C) Novo login em dispositivo diferente (celular, tablet, computador, smart TV etc) ou com outro navegador no dispositivo habitual.

Portanto, caso o e-mail tenha sido acessado de dois pontos diferentes, simultâneos ou não, cada novo acesso geraria um e-mail do próprio Google com a informação. Para tal, apenas dois e-mails são muito pouco, pois, não tendo havido fluxo muito grande entre os rascunhos escritos, ao menos o acesso eventual de celular, tablet ou computadores diferentes para checagem, leitura e exclusão das mensagens, inclusive as feitas para o registro em cartório do e-mail, naturalmente gerariam mais informações deste tipo, considerando que o e-mail seria utilizado por, pelo menos, duas pessoas em locais diferentes. O primeiro aviso de novo login constante em minha conta data de junho de 2015 e até hoje tenho 75 avisos do Google deste tipo.

Se entrar em uma destas mensagens de novo login, você poderá clicar em "dispositivos usados recentemente" e ver a lista dos dispositivos usados nos últimos 28 dias, podendo ver detalhes clicando em cada um deles, além de visualizar dispositivos que não são usados há muito tempo, com a pergunta "Perdeu este dispositivo?", acompanhado de botão "remover", para apagar sua conta definitivamente de dispositivos não mais usados. Na minha lista contém dispositivo que não uso desde setembro de 2015 que ainda não removi.

Outra informação relevante é sobre a atividade da conta, acessível na parte inferior direita de qualquer tela do Gmail, que apresenta as seguintes informações para os acessos recentes (última semana):

i) Tipo de acesso (Navegador, celular, POP3 etc.); ii) Local (endereço IP); iii) Data/hora (Exibido em seu fuso horário).

Será que os jogadores sabem disto tudo? Será que deletaram todas estas informações. Se não, a Sra.. ex-Presidenta Dilma pode acessar, pois, segundo Mônica, a conta também é dela, não cabendo, portanto, sigilo na comunicação. Se não tem a senha, que peça ao MPF. Se deletaram, a bem da verdade, o Sr. Google pode nos revelar todas estas informações, inclusive com tipo de acesso, local e endereço IP e data e hora de todos os acessos. Basta algum dos demais jogadores pedir.

O Brasil merece um jogo limpo, o Brasil merece a VERDADE.

 

Seu voto: Nenhum

E quando o ministro da

E quando o ministro da justiça,atual STF,antecipa para correligionários a operação contra o Palocci?Pau que bate em Cardozo não bate no Moraes?

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Omar Luz
Omar Luz

Enquanto isso o Mineirinho

Enquanto isso o Mineirinho continua solto e senador da república, como o Careca. E o tempo esvaindo até que todos os processos estejam prescritos.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

A Moura não mostra o pau nem, menos ainda, a cobra

A Moura diz que matou a cobra mas em vez de miostrar a própria cobra ou pelo menos o pau, a Moura exibe umas duas minhoquinhas dismilinguidas.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

O que aconteceu conosco de 1964 pra cá?

1964. Golpe Militar. Exército no Poder.

Militantes presos. Perspectiva: morte (sem possibilidade de reversão). Modus operandi pra obter delações: tortura física, moral, dolorida, humilhante.

Dilma presa. Não delatou, e acabou livre, tornando-se presidenta.

2016. Golpe Parlamentar, Midiático, Jurídico. Um advogado constitucionalista na Presidência, Judiciário e MP no Poder.

Empresários presos. Perspectiva: prisão (amplas possibilidades de reversão). Modus operandi pra obter delações: tortura psicológica, incutindo medo do apodrecimento na prisão (como dito anteriormente, com amplas possibilidades de reversão).

Odebrecht e João Santana presos. Delataram a torto e a direito. Provavelmente cumprirão penas mínimas, mas entrarão pra história como covardes. Ou seja, estão mortos.

Percebem a degeneração do caráter nacional?

Alguém concorda com minha tese?

Viralatismo da pior espécie, não sei onde vamos parar...

Seu voto: Nenhum (4 votos)

caráter

você está falando de dois brasís.

o da oligarquia, descrito a partir do parágrafo começando em 2016, nunca teve caráter e sua essência é viralata.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

E qual o método para avisar que há novas mensagens?

É absolutamente ridículo. Com a baixíssima frequência que a própria Mônica afirma que havia comunicação entre elas, teria que haver algum tipo de aviso por outro meio (SMS, email, whatsapp, deixando rastros) para que checassem a caixa de rascunhos. Outro ponto: é possível obter a lista de IPs desde onde o Gmail foi acessado. Se esses dois pontos de prova não foram apresentados até agora, é porque não existem e a acusação tem cara de vigarice.

Seu voto: Nenhum (17 votos)

---

Não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem!

É mais fácil a Dilma não saber nem criar um e-mail no Google, pois falava de "Nuvens" como  algo totalmente fora do contexto, é bem possível que seja uma artimanha...

Pegou um "Eu te ensino a criar uma conta no Google, é fácil! Olha aqui..." e transforma o e-mail teste em e-mail codificado como um álibi perfeito em seu marketing de delação premiada, pois pelo visto a conta não foi usada...

Malas de dinheiro para Maduro, pode ser, mas pode ser também pressão dos EUA, em cooperação com Lava-jato para aliviar as penas em outros países!

Matam dois coelhos numa cajadada só...

Acreditar no PIG e em tudo que circula em volta disso, nem pensar -  o PIG e a justiça, esqueceram  da verdade, da ética, eles querem ficar mais bilionários ainda e nas costas dos trouxas brasileiros!

Com o PIG é melhor viver cético, que viver trouxa...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Nascemos sem trazer nada, morreremos sem nada levar...

E neste intervalo entre nascer e morrer, lutamos pelo que não trouxemos e mais ainda pelo que não levaremos...

 

imagem de priamo
priamo

A partir desse depoimento, a

A partir desse depoimento, a diligência óbvia seria requisitar a identificação do IP da màquina que criou a conta de email. O google responde isso em uma semana. Mas se tivessem a informação que eles querem, ou seja, que a conta foi criada a partir de um computador do palácio do planalto, a mídia já estaria noticiando. 

Seu voto: Nenhum (7 votos)

tudo bem, é falso, só que:

A insônia me levou esta madrugada a ver por 20' a GN, onde a Cantanhede, com ar muito grave, praticamente pedir a prisão da Dilma,  pelo "crime gravíssimo de obstrução da justiça. ". Frágil para nós, não para eles. 

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Al Qaeda

E ainda por cima, reforçando as palavras da Czntanhede, o Chacra lá de NY conseguiu piorar, ao dizer que e-mail falso foi uma tática muito usada pela AlQaeda. É bom o Zé ir pensando num habeas corpus pra Dilma. 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Rafa.sto
Rafa.sto

A historia do email - o

A historia do email - o Google vai fornecer qdo foi criado o email e o IP da maquina q criou

Alem dos logs de acesso e os IPs

Se a historia for mentira sera mto facil comprovar

Agora se aparecer a criacao em 2014 no IP da rede corporativa do Planalto e logs do Planaltos nesse email - dai complica

Fora q o Google tb consegue puxar as msgs dos rascunhos apagadas

Se for mentira, vai cair logo ou nao

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

O Google sabe o teor de uma mensagem não enviada?

Se eu faço um rascunho de e-mail e não o envio, isto é, se o e-mail não circula na rede, como o Google pode conhecer o teor do referido rascunho, a não ser invadindo o meu computador?

Art. 154-A do CPP, Invasão de dispositivo informático.

Seu voto: Nenhum

mentir

"santana mente descaradamente"

Ora, a profissão do casal é exatamente essa: mentir descaradamente.

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Mandados de prisão e alvarás de soltura no balde

Quer dizer que mandado de prisão é algo assim tão banal quanto banana em feira?

E alvarás de soltura, não tem nenhum de brinde?

Uma vez um juiz me condenou de cuecas, isto é, na hora de redigir o veredicto o sujeito tava nu, circulando no seu gabinete, se coçando e comendo chocolate. É mole?

Não cumpri aquela decisão. Da mesma forma, seu eu souber que um mandado de prisão contra mim ficou ao léo, como uma coisa sem importância, eu recebo os Oficiais com amor, pois eles não passam de mensageiros. E digo para eles dizerem ao subscritor do mandado que eu não vou ser preso.

Quando eu estava no meio da batalha, me dei conta de que fui prá guerra esquecendo de minha espada. A autoridade que deixa um mandado de prisão tão avulso não existe, é como ir prá guerra sem espada.

Fachin, solta outra

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Moro bate em retirada e $TF ataca

É muito trovão prá pouca chuva, viu, Tchê?

Concordas ou disconcordas?

Como se prova Caixa 2?

Ora, com senha de wi-fi  Mas em compensação não tem powerpoint, tem word

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

A nova ponte entre o governo e o mercado

Dirceu era a ponte entre o governo e o mercado, agora temos uma palloi sem cuecas no papel de intermedidadora

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

O Moro é só uma mula e a Moura é só um palloci sem cuecas

Antes o Palloci era a ponte entre o mercado e o governo, no governo dilma, a ponte era a Moura. Era só o que faltava para a Mula Moro subscrever a sentença, achando que algo além de um fantoche

Caboco querendo ser inglês. Já pensou se farinha fosse americana, ele ia chorar na Vara, feito traíra

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

O rábula da Petrobras acha que impera mais do que a propria

O advogado da petrobrás acha que impera mais de que a imperatriz

Tem que falar?

Ora, o Moro já tinha dito que ele podia ficar calado, como você vai dizer quando é que alguém vai falar ou calar?

Se você fala alto demais, ninguém vai ouvir o que você impera, ai vc só vai reinar mas não vai imperar, pois o tempo de ganhar no gogó ja passou lá pelo império nascido de um grito. Como seria o gritinho do Moro?

Incurrupção ou flexibilização dos direitos individuais

E um rato foi dado à luz

Assuntos que o marido se negar a tratar, ela encara numa boa, mesmo que não peçam a ela.

E se a Dilma tivesse dito: "Xá comigo, Moura, suas ordens, um desejo, tudo sempre sempre é sim

A Paraíba, certamente sem pestanejar, ia chantagear o Marcelo para extorqui-lo

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Severino Januário
Severino Januário

Paraíba? Cuidado com os

Paraíba? Cuidado com os adjetivos.

Seu voto: Nenhum
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Com muito cuidado, Severino: Paraiba masculino mulher macho, sim

Luis, respeita Januário

Seu voto: Nenhum
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

É consistente e coerente as alegações da Monica Moura

A Mônica disse que a Dilma teria pedido que João Santana movesse sua conta da Suíça. Ele negou argumentando que isso seria admitir o crime eleitoral.

Se a Dilma não estivesse com medo, ela não teria pedido para o João Santana mover sua conta da Suiça. Mas a Dilma não deveria sentir medo, pois a Monica Moura disse que o Marcelo disse que, quando diziam para a Dilma que a Lava Jato ia chegar nela, ela, Dilma, dizia que não tinha nada a ver com a Lava Jato. Que disse-me disse do kct, Velho

Eis as palavras da Monica:

"Marcelo queria que João conversasse com Dilma para que Zé Cardozo entrasse com isso. Ele [Marcelo] dizia que Dilma não ouvia ninguém, que diziam para ela que a Lava Jato ia chegar nela e ela dizia que não tinha nada a ver com isso. Ela sempre se esquivava".

Ou o Marcelo não tá falando a verdade ou a Monica Moura tá mentindo. Mas essa mentira ainda vai cair no colo da Dilma. Anote o que eu digo.

 

Aliás, se o Marcelo disse que a Dilma não ouvia ninguém, então ela não iria ouvir o João. Se ela não ia ouvir o João, porque o Marcelo pediu ao João prá conversar com ela?

Conversa Fiada, PHA. Aí eu dizia que era ela e ela dizia que era eu. Você não soube me amar, então uma porção de batata fritas para o que falar a verdade, ou seja, para quem raciocinar mais

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Seria o João um Zé Ninguém?

Olha o diálogo entre o Marcelo e o João na cabeça da Monica Moura: Marcelo - João, a Dilma não ouve ninguém, dizem para ela que a Lava Jato vai chegar nela e ela diz que não tem nada a ver com isso. Ela sempre se esquiva. Em sendo assim, João, isto é, se ela não ouve ninguém, conversa com ela para ela mandar o Zé Cardoso entrar com isso. João Santana - E tu me consideras um Zé Ninguém, Marcelo? Ou tu és um idiota, já que pedes para eu conversar com uma pessoa que não ouve ninguém? Se João Santana e Marcelo fazem maracutaias, a culpa é da Dilma"Marcelo queria que João conversasse com Dilma para que Zé Cardozo entrasse com isso."  

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Monica diz verdades e mais verdades sem pestanejar

Se mentir exige menos esforço mental do que dizer a verdade, se ela diz tantas verdades em tão pouco tempo, ela estaria falando a verdade?

A Monica Moura afirma que falar a verdade exige mais raciocinio do que mentir:

“Não falei a verdade, primeiro porque ser presa é uma situação extrema, não é fácil raciocinar em uma situação dessas. Segundo, porque na situação que o Brasil estava, com toda a pressão sofrida pela presidente Dilma, eu não quis influenciar nisso, não quis incriminar a presidente, eu achava que ia contribuir para piorar a situação do Brasil falando o que realmente aconteceu e, por isso, disse que era referente a uma campanha no exterior”.

Quando eu chego em casa fora do horário previsto, chapado, eu não curti a vida, eu fiquei o tempo todo criando uma versão alternativa da realidade para esconder ou justificar minha chapação. Altamente bandeira, nego que tô doido, mas falo longe da minha Mulher para ela não sentir o bafo dos alcaloides mas quando em me distancio para responder às suas perguntas ela já sabe que eu tô louco.

Ela acha que eu acho que ela é idiota e me atira uma xícara ou um absorvente usado.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Inobstante afirme categoricamente que matou a cobra, Mônica Moro

Nada obstane a Monica Mouro afime categoricamente que matou a cobra, ela nos exibe umas minhoquinhas dismilinguidas. Ela delata como quando recebe caixa 2, nem pestaneja.

Cadê as suas pestanas, Moura? Se você só sabe miar, como o Moro Bugalhudo, não se travista de leão

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Milton Pereira Neves
Milton Pereira Neves

Tá bom!! Foi criada a conta

Tá bom!! Foi criada a conta de email dona Monica printou rascunho com texto supostamente escrito pela presidenta, as duas tinham acesso á conta que ficou combinado de apagar os rascunhos, mas nenhuma delas apagou e a monica printou porque ficou apavorada,(a materia não diz quem é esse amigo). O medico é o Zé (pessimo medico). Não esta claro tambem se a presidenta saia do planalto e ia até a lan house mais proxima para acessar a conta. Será que ela acessava daquele mesmo aparelho que estava gramapeado? Mas como a Monica tem a senha do wifi da "tia"(a gerentona criada por eles era chamada de "tia"? curioso!!!), ou então acessava-se do alvorada mesmo. Então busca e apreensão no alvorada? No Rio Grande do Sul? Em Minas Gerais? Onde mora a Dilma hoje? Até hoje não encontraram o IP de onde foi enviado a mensagem do email ficiticio do caso do Eduardo Guimarães. Sera que vão encontrar o IP presidencial? Eu duvido!!! Quem, inventou essa historia não obrigação provar nada. A historia ja esta no youtube com a conta de email e a senha. Quantas pessoas já acessaram essa conta até agora? Quantos hakers? quantos krackers? Se bem que provas contaminadas nessa operação são apenas provas e provas cabais de crime. Quem é que esta plantando provas mesmo sr procurador?

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Monica Moura diz o que lhe der na teia, sem pestanejar

Até parece que ela tá aceitando caixa 2.. Aliás, prá esse tipo de coisa, ela é uma pessoa sem pestanas.

Mais um 'diz' do festival midiático do que disse a Monica

‘Nem pestanejei', disse Mônica Moura ao aceitar caixa dois de Lindbergh em 2013

Pagamentos 'por fora' já eram uma 'constante' na sua vida, diz

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Charles C
Charles C

26 de Junho

2606iolanda parece ser uma referência à passeata dos 100 mil, no Rio em 1968.

Dilma não estava nessa passeata.

E se essa conta de email tivesse sido criada, sim, mas para se comunicar com OUTRA pessoa?

Quem esteve na passeata, ao lado da ditadura e ainda no governo Dilma? Teria que ser um camaleão da política.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Caso os delatores provem suas alegações com clareza meridiana

Caso os delatores consigam provar suas alegações com clareza meridiana e, portanto, sem sombra de dúvidas, pois esta favorece o réu, porque esse festival midiático-judicial se dá apenas em relação ao Lula e à Dilma?

Ora, porque eles são os bodes expiatórios. Se o que os Marqueteiros dizem é verdadeiro, se fosse prender por caixa dois teria uma fila de n quilometros atrás dele.

É a franciscagem do judiciário e da imprensa: pau que não bate em Francisco, bate em Xico

Se liga a enxurrada de notíciias sobre o que dissem os delatores que vão acabar se aproveitando de suas próprias torpezas

Dilma avisou Santana por telefone do pedido de prisão, diz delatora

Casal estava na República Dominicana e foi alertado pela presidente

 

Dilma sugeriu mudar conta da Suíça para Cingapura, diz delatora

Ex-presidente tinha preocupação que conta do marqueteiro João Santana fosse descoberta

 

Odebrecht queria que Dilma agisse para anular provas da Lava-Jato, diz Mônica Moura Mônica Moura diz que foram pagos R$ 170 mil com gastos pessoais de Dilma ‘por cortesia’

Segundo delatora, ‘eram favores’ para cliente importante

‘Maduro mandava me buscar em caminhonete blindada como de rapper americano’, diz delatora

Alguém se ligou aí, Manos, na quantity de "diz"? Vamos às provas, pois dizer, qualquer um diz o que quer. Eu posso muito bem chegar numa cidade qualquer e me gabar de ter feito extraordinários saltos mortais em Rhodes. Mas Rhodes não pode ser qualquer cidade? Então porque eu não salto aqui?

Não basta a Monica Moura dizer que matou a cobra e mostrar o pau, em vez de mostrar a própria cobra morta, Ou basta?

Se todos fossem tratados conforme seus merecimentos, o noticiário não tentaria passar a mensagem que as únicas pessoas que saberiam da existencia do caixa 2 era a Dilma e o Lula, que esta prática, portanto, não é a regra, é a exceção que confirma a regra.

Acredite se quiser, Mermão, mas isso não é uma questão de fé, se bem que a coisa tá bem ordálica enquanto eu estou tentando conquistar o coração de uma odalisca, mas ela me avisou que nós estamos separados já que ela tá perdendo pro Baco.Mas deveras, eu estou assaz (tenho que ser erudito) sem confiança. Nem eu mesmo tô confiando em mim, pois se assim o fizesse, Baco triunfaria. Mas como íamos dizendo, processo não é uma questão de fé, mas de provas, exceto para fatos públicos e notórios ou confessados. Direito não se confunde com religião.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Como assim, alguém "viu a

Como assim, alguém "viu a ordem de prisão em cima de uma mesa"? Uma ordem de prisão explosiva assim, policial emite, deixa em cima da mesa, virada prá cima, e pronto? Sai para almoçar e tudo bem? Se é verdade que Mônica e João foram avisados que a ordem tinha sido emitida, com certeza não foi do jeito que Mônica disse. Penso em alguém da própria PF... o tal japonês estava lá nesse dia? rs...

Mas sério mesmo, o que parece é que Dilma e Cardoso faziam questão de não saber quem pagava a campanha e menos ainda de que forma era paga. Talvez nem quanto eram os valores. E que os publicitários estão querendo é envolver a ex-presidente e o ex-ministro, vai saber porque... ficaram magoados porque Cardoso não impediu a PF? Porque Dilma, mesmo sendo presidente, não fez nada para ajudar a livrar a cara do casal? Ou, o que é bem possível, estão tentando vender uma versão que agrade aos operadores do "Golpe dos Corruptos" (2016), tendo sido pedida essa versão pela PF, pelo Ministério Público etc., ou não.

O que não tem como é dizer que, tomando o que a publicitária diz, Dilma sabia ou participava desses tratos entre a Odebrecht e João Santana. Aliás, conhecendo um pouco de campanha política, é bem improvável que algum candidato vá se preocupar com esses assuntos. Nem que a pessoa queira, não dá nem tempo de ficar vendo isso, quem está em campanha não tem essa disponibilidade.

E tem essa história da conta de email... como mostrar que Dilma escrevia nessa conta? Ou que algum preposto dela usava a mando dela?

No máximo, o que acho possível, mas só como achismo mesmo, é que Mônica tenha ido falar com Dilma, pedir ajuda porque viu que a chapa estava esquentando, conta na Suiça descoberta... E para a ajuda solicitada, quis criar o tal email, e Dilma repondeu que tudo bem, ué, "quer criar, cria", mas nunca usou. Não vejo porque Dilma se envolveria nisso. Precisa lembrar que nesse momento a democracia estava sofrendo um golpe de estado.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Severino Januário
Severino Januário

É exatamente isso que senti

É exatamente isso que senti transparecer de tudo isso. A Dilma fazia absoluta questão de não se envolver com essa guerra eleitoral no nível de arrecadação, e isso veio a irritar certas pessoas quando chegaram a elas a perseguição jurídico-midiática. Já lhe bastavam e sobravam as preocupações com o embate político e suas terríveis armadilhas.  Ela não quis se envolver em negócios de arrecadação e contas de campanha.

Essa atitude de distanciamento da presidente exasperou os protagonistas doadores e prestadores de serviço na corrida eleitoral, os quais sentiram que a perseguição que passaram a sofrer era uma coisa fora do comum e portanto deveria exigir algum tipo de intervenção extraordinária da própria presidente, algo que pudesse parar com aquilo. Mas mesmo que pudesse fazer algo, como demitir o comando da PF ou outra coisa assim, a presidente estava por sua vez isolada e fraca por outro ângulo da mesma perseguição. Do ponto de vista do Governo, colocar o Ministro da Justiça, como parecia querer o Odebrecht, para administrar esta situação explosiva, não seria certamente nem de longe uma solução. Melhor que ele ficasse também alheio ao que se passava lá embaixo, naquele momento e naquele nível de guerra persecutória.

A perseguição jurídico-midiática se tinha concentrado nas contas de campanha daquele partido em particular justamente porque o visava, e não porque se tratasse de uma investida geral contra ilegalidades eleitorais. Era perseguição político-ideológica focada, visível e direta, e como tal assumia uma dimensão que transcendia a normalidade das providências de autoridades competentes sobre “desvios” quase admissíveis pela prática generalizada e reiterada, quase institucionalizados, e que nunca antes haviam gerado sequer investigação, quanto mais perseguição furiosa. Uma perseguição que ia muito além do que seria rotineiro e burocraticamente contornável, muito acima da perseguição “normal” que aquele partido sempre sofrera das forças políticas da elite conservadora.

Por isso, a não-interferência de Dilma causou rancor (ela não escuta ninguém - sobre essas questões, claro.) e foi tomada como indiferença pelos diretamente implicados, chegando a causar exasperação e revolta. No momento do desespero, os desesperados não conseguiam ver que a Dilma nada poderia fazer por eles.

Hoje, o relato destes fatos ditado pelos depoentes transformados em delatores, embora traga a carga de rancor que eles sentiram, não consegue provar que Dilma em algum ponto tenha quebrado sua barreira de distanciamento e se envolvido diretamente com os negócios relativos às contas de eleição. O mais provável é que nem a Dilma estaria disposta a entrar tardiamente nessa seara, tomar conhecimento de tudo e assim se colocar como envolvida direta, nem os protagonistas sabiam de alguma mágica que ela pudesse fazer para ajudá-los. Queriam sua ajuda, mas não sabiam como. E culpam-na por não ter prestado esta ajuda que não sabiam qual seria. E ainda se pode inferir que a Dilma, ao se colocar isolada das contas de campanha, tenha dado instruções para que todos aqueles do governo e do partido envolvidos diretamente nessas contas não tentassem de modo alguma burlar a legislação. Aqueles que o fizeram, pois, estavam agindo por conta própria.  

   

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Mclane
Mclane

A questão do email é bem

A questão do email é bem simples: requisição ao Google para informar o IP de quem promoveu o login/logoff da data de formatação do rascunho em comento.

Isso já resolve o assunto.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Depois do Snowden, Dilma usaria email "secreto" do gmail?

Essa, no íntimo, nem os lavajateiros acreditam (*), pois após a espionagem da NSA denunciada por Edward Snowden o último lugar que Dilma usaria para abrir um email secreto seria em provedores estadunidenses, como o gmail.

Aliás até a Hillary Clinton teve problemas por usar email destes que foi hackeado.

A marqueteira tá precisando melhorar a campanha de marketing da delação.

(*) Não acreditam mas não vem ao caso pois, como se sabe, sobra "convicção".

Seu voto: Nenhum (11 votos)

Saiam desses personagens e vão para o ROTEIRO das delações

Eles estão sem provas, mas tem o roteiro pronto graças a experiência que tem no assunto.

Esse roteiro é todo forjado nos escritórios da Globo.

Depois de deixar os delatores de molho, eles já chegam a eles com os roteiros prontos , provavelmente esquemas usados por eles, só trocam os nomes para Dilma e Lula

Vejam as perguntas feitas nos depoimentos. Eles perguntam um script prontino, o delator responde, mas não há desenvolvimentos de outras perguntas do tipo: dia, hora, local e se havia outras pessoas acompanhando, me poupem eu nem sou do ramo do judiciário ou da policia.

Essa do Fachin liberar essa delação logo apos o circo de Curitiba, fica claro que eles vão usas esses episódio de delação no conta gostas, pra manter o nome de Lula e Dilma o tempo inteiro como boi de piranha, para que os assaltos e roubos que o PMDB e PSDB estão fazendo na nossa soberania possam continuar livremente.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Ana Bednarski

imagem de Almeid
Almeid

Pelo que eu me lembro: Em 01

Pelo que eu me lembro:

Em 01 de novembro  de 2014 começou a baixaria na rua para pedir impeachment de Dilma.

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Almeid
Almeid

Aqui: Trecho Com uma bandeira

Aqui:

Trecho

Com uma bandeira do Brasil sobre os ombros, o cantor Lobão defendeu a recontagem dos votos das eleições presidenciais e negou que o movimento tenha como propósito dar um novo golpe militar no país. "Não tem ninguém aqui golpista", disse ao microfone. A caminhada é marcada também por provocações entre simpatizantes da esquerda e da direita. Na avenida Paulista, alguns moradores de prédios da região estenderam nas janelas camisetas vermelhas e bandeira da campanha à reeleição da presidente. "Vai para Cuba", gritaram os manifestantes em resposta. Eles fecharam uma das faixas da avenida.
No evento, além de pedirem a saída da petista, os manifestantes defenderam um novo golpe militar no país. "É necessário a volta do militarismo. O que vocês chamam de democracia é esse governo que está aí?", criticou o investigador de polícia Sérgio Salgi, 46, que carregava cartaz com o pedido "SOS Forças Armadas". O número de manifestantes no evento é bem menor do que o total de confirmações nas redes sociais, que chegaram a 100 mil. A caminhada teve início em frente ao MASP (Museu de Arte de São Paulo). Com cartazes e faixas, os indignados acusaram o resultado das eleições deste ano de ser a "maior fraude da história" e o PT de ser "o câncer do Brasil". "Pé na bunda dela [presidente], o Brasil não é a Venezuela", gritaram.
"O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, José Dias Toffoli, é um estagiário do PT", acusou Paulo Martins. Sob aplausos, o deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), filho do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), foi apresentado ao microfone como "alguém de uma família que vem lutando muito pelo Brasil". Em discurso, o parlamentar disse que se seu pai fosse candidato a presidente, ele teria "fuzilado" a presidente. Segundo ele, Jair Bolsonaro será candidato em 2018 "mesmo que tenha de mudar de partido".
"Eu voto no Marcola, mas não voto na Dilma, porque pelo menos o Marcola tem palavra", disse, em referência a Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, um dos chefes da facção criminosa PCC. A manifestação é acompanhada pela Polícia Militar e pela chamada "Tropa do Braço", escalada para eventos de rua.
Por volta das 16h, os manifestantes deixaram a avenida Paulista e tomaram a avenida Brigadeiro Luís Antônio, caminhando em direção ao parque Ibirapuera. Entre as bandeiras carregadas no protesto, estão a do Brasil, a do Estado de São Paulo e da campanha do candidato derrotado do PSDB à Presidência, Aécio Neves.

íntegra:  (01/11/2014)

http://www.otempo.com.br/cidades/manifesta%C3%A7%C3%A3o-pede-impeachment-de-dilma-e-interven%C3%A7%C3%A3o-militar-1.941028

__ __

Em 30/10/2014

na folha

PSDB pede ao TSE 'auditoria especial' no resultado das eleições

_ _ 

Em 07/11/2014 - julgamento do TSE - discurso de Gilmar Mendes

https://www.youtube.com/watch?v=3yVLiLC2YjI

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Gabriel Moreno
Gabriel Moreno

Olha a história... sem

Olha a história... sem comentários.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Elizabete Gomes
Elizabete Gomes

O crime compensa?

Caro, independente de estar dizendo a verdade ou não,  essa delação não altera a opinião de quem já escolheu o seu lado: os apoiadores de Lula e Dilma acreditam nos ex presidentes,  os odiadores de Lula, acreditam na versão dos marqueteiros. Cabe ao juiz, que faça um julgamento justo, ou caberia...Como já declarou Moro, vivemos tempos excepcionais. E excepcionalidades  não faltam na Lava a Jato.  Talvez mais pra frente, quando os ânimos se alcamarem e as paixões esfriarem, o Brasil poderá fazer uma leitura digamos,  mais racional a respeito da força tarefa e o impacto que ela causou ao país.  De fato a Lava a Jato está acabando com a corrupção?  A justiça está sendo feita e para todos? Não sei...Mandar corruptos cumprirem prisão domiciliar e reduzir uma pena que seria de anos em regime fechado e até décadas , para míseros meses, é o que eles chamam de justiça?  Pois pra mim soa  mais como recompensa, e prova sim que o crime compensa, pelo menos para aqueles que aderem a delação premiada, e bota premiada nisso ...É  melhor do que ganhar na megasena sozinho.Como dizem por aí: liberdade não tem preço. Não estaria na hora da Lava a Jato repensar os seus métodos?  Se não houvesse delação premiada e prisão em domicílio,  os delatores estariam tão "dispostos" a colaborar? Ora é notória a obsessão do Moro em investigar o Lula. Foram praticamente três anos só focando no triplex, sitio de Atibaia e pedalinhos de cisnes, só recentemente soubemos que outros políticos e partidos estavam envolvidos porque  Fachin divulgou a lista. A turma que está presa já sacou: ou delata o Lula ou morre na prisão,  e não precisa ser só o Lula a Dilma também serve. Basta falar a frase magica" eles sabiam de tudo" e Abre- te Sesamo. O casal de marqueteiros, em vídeos que você não vê nos grandes portais, afirmaram que 99,9%  das campanhas políticas são caixa dois...Moro mandou prender algum marqueteiro do PSDB ou PMDB? Algum delator foi pra casa cumprir pena, porque delatou Aecio?  E quando a Lava a Jato vai investigar ose outros políticos que aparecem na Black lista do Fachin? Antes de terminar não posso deixar de comentar a declaração da Mônica a respeito da mala de dólares que foi roubada. ...Mônica Forrest Gump  - essa sim é uma contadora de histórias. ..

Seu voto: Nenhum (3 votos)

coisas bobas e simples demais...

para gerarem uma montanha de problemas

sinal de que deve haver um processo de criação dessas delações

até agora muito elegante para ser verdade,

ou direcionado às pessoas certas e muito de acordo com os interesses de quem acusa

Seu voto: Nenhum (7 votos)

A pátria mãe tão distraída, sem perceber que era subtraída

Os factóides da lava jato, com denúncias ridículas que faria corar juízes e procuradores sérios, dominam a agenda noticiosa e encobrem as tenebrosas transações do governo Temer: subtração de direitos e entrega de riquezas para poderosos escusos.

Sem a lava jato ocupando o noticiário 24 horas, o povo estaria mais envolvido com outros temas como a reforma da previdência, CLT virar letra morta diante de livre negociação, desemprego, cortes drásticos de verbas para saúde, educação e segurança, entreguismo desde o pré-sal até a cessão de mercados e de terras do agronegócio para estrangeiros.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

mas me recuso a acreditar...

que estão negociando com os direitos ou fraquezas desses infelizes que são levados em cana só pra isso

é caso de corte internacional se realmente estiver acontecendo isso no Brasil

Seu voto: Nenhum (8 votos)

até crimes de guerra não foram tão graves...

mesmo considerando os fatos e as circunstâncias judiciais que já passamos a ter por aqui,

ausência de corte que limitasse

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.