Bolsonaro aumenta gastos no cartão corporativo em 60%

Presidente atual gasta mais que Dilma e Temer; montante médio chega a R$ 709,6 mil por mês, mas recorde chegou a R$ 1,9 milhão

Foto: Reprodução/REUTERS/Adriano Machado

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro, que prega dar o exemplo no uso dos recursos do governo, tem gasto bem mais no cartão corporativo federal do que seus antecessores.

O gasto médio na gestão atual chega a R$ 709,6 mil por mês, o que corresponde a um aumento de 60% em relação ao governo de Michel Temer (MDB) e de 3% ante o mandato de Dilma Rousseff (PT).

Os números divulgados no Portal da Transparência mostram que, por mês, Dilma tinha uma média de gastos de R$ 686,5 mil, enquanto Temer despendia R$ 441,3 mil.

Na gestão Bolsonaro, as despesas vinculadas ao gabinete do presidente e a funcionários do Palácio do Planalto dispararam a partir de outubro do ano passado. O pico foi registrado em fevereiro de 2020, quando as despesas chegaram a R$ 1,9 milhão – e a finalidade da despesa, que está praticamente toda sob sigilo, não foi informada.

Até então, o recorde de despesas foi apurado na gestão Dilma, em outubro (com registro em novembro) de 2014, quando os gastos chegaram a R$ 1,6 milhão, em valores atualizados pela inflação do período.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, os três mandatários tiveram as mesmas regras para uso dos cartões, e nenhuma mudança nos critérios foi adotada desde 2008 – na ocasião, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva adotou restrições, como limitação de saques.

A equipe de Bolsonaro chegou a avaliar o fim desses cartões antes de assumir o governo, mas os cartões corporativos seguem ativos.

 

Leia Também
Bolsonaro invade e ocupa o STF, por Homero Fonseca
Símbolo da corrupção brasileira, Roberto Jefferson sugere golpe contra o STF
União tem 72h para se manifestar sobre atos de Bolsonaro contra isolamento social
GGN revisita a trajetória de Moro em projeto inédito. Saiba mais aqui

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora