Bolsonaro exalta Guedes após especulações sobre demissão

"O homem que decide a economia é um só, Paulo Guedes. Ele é quem nos dá o norte, as recomendações, e o que nós realmente devemos seguir", diz o presidente

Jornal GGN – Na manhã desta segunda (27), Jair Bolsonaro apareceu em frente ao Palácio do Alvorada ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes. O presidente exaltou o papel do economista, afirmando que ele é o único homem que “decide” o que o governo deve fazer nessa área. A exaltação ocorre no momento em que a mídia especula se Guedes é o próximo a abandonar Bolsonaro, logo após as saídas de Sergio Moro e Luiz Henrique Mandetta.

Na semana passada, Guedes não esteve presente no lançamento do programa de obras de infraestrutura lançado para aquecer a economia em meio à pandemia de coronavírus. Nos bastidores de Brasília, ventilou-se que o ministro da economia não concorda com o projeto que tem investimentos públicos, e que haveria uma ameaça de debandada geral na equipe econômica.

“O homem que decide a economia é um só, Paulo Guedes. Ele é quem nos dá o norte, as recomendações, e o que nós realmente devemos seguir”, disse Bolsonaro.

Agradando Guedes, Bolsonaro reafirmou compromisso com “os gastos públicos” e disse que as reformas serão retomadas em breve. “Temos o problema do coronavírus ainda, mas a economia continua alerta e trabalhando para que o Brasil vença esse obstáculo e volte para o caminho da prosperidade.”

Guedes afirmou à imprensa que, nesta semana, o governo deve apresentar um plano com as “contrapartidas” às medidas emergenciais adotadas pela União por causa do coronavírus. A ideia é “surpreender o mundo” projetando crescimento a partir do próximo ano, mandando aos investidores a mensagem de que o governo brasileiro pretende retomar a agenda reformista em breve.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora