Braskem assina leniência de R$ 410 milhões, mas não divulga acordo

Acordo que prevê pagamento aos "entes lesados" pela corrupção apontada pela Lava Jato ainda precisa de homologação da 13ª Vara Federal em Curitiba

Jornal GGN – A Braskem assinou um acordo de leniência de R$ 410 milhões no âmbito da Lava Jato, comunicou o mercado, mas não divulgou os termos da negociação. A informação é do Conjur. Segundo o portal, o acordo feito com a Controladoria Geral da União e Advocacia Geral da União ainda precisa de homologação da Vara Federal que cuida da Lava Jato em Curitiba.

Confira o que o GGN já publicou sobre o acordão da Lava Jato com a Petrobras

Do Conjur

Braskem anuncia acordo de leniência com CGU e AGU

A petroquímica Braskem anunciou ao mercado nesta segunda-feira (27/5) que assinou acordo de leniência com a Controladoria-Geral da União e com a Advocacia-Geral da União. De acordo com o comunicado, a empresa pagará R$ 410 milhões em duas parcelas, a ser pagas em 2024 e 2025.

O acordo não foi divulgado. Mas, de acordo com o informe ao mercado, o dinheiro será enviado aos entes lesados com as ilegalidades confessadas pela companhia. O acordo ainda precisa ser homologado pela 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba. As negociações estavam em curso pelo menos desde 2018.

Segundo o comunicado, registrado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o acordo diz respeito aos mesmos fatos já descritos nos acordos com o Ministério Público Federal e com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Folha levanta a bola da suspeição do juiz que pode julgar Lulinha

3 comentários

  1. 2024, 2025…
    A lavajato inova mais uma vez!
    Trata-se do roubo futuro.
    Depois de imóveis indenizados por valor futuro,
    depois do “ponto futuro” do treinador militar no futebol nacional,
    Roubo futuro, para desespero danação!

  2. perdoe a tristeza, mas tudo que diz
    respeito a esse judiciário suspeito passou a ser meio
    esquisito promeu gosoto….
    minha alma paga um alto preço por
    essa desonfiança…
    agora só acredito na arte….
    no grupo rumo, por exemplo…

    na letra de luis tatit, da canção tempo malvado….

    Igual vocês
    Olhando pra cara da gente outra vez
    Foi mal talvez
    Mas essa maldade é o tempo que fez

    ouçam…
    depois de um tempão os caras se
    reencontram pra cantar essa maravilha….
    uma síntese de vida e amizade….
    como desanimar do ser humano?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome