China reconhece vitória de Biden e isola Bolsonaro ainda mais

Em pronunciamento, porta-voz chinês diz que resultados serão definidos segundo as leis e procedimentos da Justiça norte-americana

Wang Wenbin, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China. Foto: Reprodução

Jornal GGN – A China oficialmente reconheceu o resultado das eleições dos Estados Unidos, e parabenizou o democrata Joe Biden e sua vice, Kamala harris.

“Respeitamos a escolha do povo americano. Estendemos nossos parabéns ao sr. Biden e à sra. Harris”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Wang Wenbin, em entrevista realizada nesta sexta (13), segundo o jornal Folha de São Paulo.

Contudo, Wenbin indicou que ainda aguarda os resultados das contestações feitas pela campanha do republicano Donald Trump. “Entendemos que os resultados das eleições americanas serão determinados de acordo com as leis e os procedimentos dos EUA”, disse.

A China era um dos últimos países cujas lideranças não reconheceram a vitória de Biden. Outros países que ainda não se manifestaram a respeito são Rússia, Coreia do Norte, México e Brasil – onde o presidente Jair Bolsonaro disse, ironicamente, que a vitória de Biden era “uma tristeza” e questionou se as apurações haviam terminado.

Embora o processo ainda leve alguns dias para ser finalizado, Biden já possui votos suficientes para atingir mais de 270 delegados, o mínimo necessário para sua eleição. Contudo, Trump continua contestando os resultados e usa ações judiciais para reverter o resultado – embora não existam evidências de fraudes no processo.

 

 

Leia Também
Mourão reconhece vitória “inevitável” de Joe Biden nos EUA
Biden: o velho/novo imperialismo no Oriente Médio, por Bárbara Caramuru
Bem vindo ao Brazil, a república colonizada dos maricas, por Fábio de Oliveira Ribeiro
As eleições nos EUA e o futuro do trumpismo, por Thiago Lima e Filipe Mendonça
306 x 232: Como e quando a vitória de Biden sobre Trump se tornou previsível, por Felipe A. P. L. Costa
Biden começa escolha da equipe; Trump ainda não reconheceu derrota

 

3 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome