Congressistas dos EUA cobram, de novo, informações sobre cooperação com a Lava Jato

Departamento de Justiça, agora na gestão Biden, recebe mais uma carta pedindo respostas sobre o papel dos EUA nas ações Lula e empresas brasileiras. Sob Trump, DOJ silenciou alegando sigilo processual

Jornal GGN – Congressistas americanos enviaram mais uma carta ao Departamento de Justiça (DOJ, em inglês) dos Estados Unidos, em busca de informações a respeito da suspeita de cooperação internacional irregular com a Lava Jato, especialmente com a força-tarefa de Curitiba. Segundo informações da BBC Brasil, que teve acesso exclusivo à carta, os políticos esperam obter uma resposta até 31 de julho de 2021.

Ainda na gestão do ex-presidente Donald Trump, o DOJ já havia recebido uma carta de congressistas dos EUA que queriam saber detalhes sobre as comunicações trocadas com procuradores da Lava Jato em ações envolvendo o ex-presidente Lula e empresas brasileiras como Odebrecht, Braskem e Petrobras.

Em meados de 2020, o DOJ silenciou alegando sigilo processual. Em entrevista exclusiva ao GGN, o economista Mark Weinsbrot comentou, à época, que os sinais de intervenção dos EUA no Judiciário brasileiro, com o objetivo político de derrubar o governo Dilma, eram claros. Leia mais aqui.

Desta vez, a carta foi remetida a Merrick Garland, secretário de Justiça escolhido pelo sucessor de Trump, Joe Biden. A BBC diz que os parlamentares manifestaram preocupação com o envolvimento de agentes americanos nos processos da Lava Jato e que a aproximação da eleição presidencial em 2022 torna “crucial” que os Estados Unidos deixem claro o nível de influência que teve sobre a Lava Jato.

Os congressistas também admitem na carta que a Lava Jato parece ter sido um esforço para prender Lula e impedí-lo de concorrer à Presidência da República em 2018. Se o DOJ desempenhou algum papel na “erosão da democracia brasileira”, o Congresso americano deve fazer algo para responsabilizar os envolvidos, disse a democrata Susan Wild, deputada pela Pensilvânia, à BBC.

Em 2020, antes da série Vaza Jato ser divulgada pelo site The Intercept Brasil e veículos consorciados, o GGN publicou 5 vídeos que explicam a parceria dos Estados Unidos na Lava Jato. Assista ao primeiro episódio abaixo:

Leia mais:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. Boa tarde, prezado Nassif,
    congressista americano querendo punir quem interferiu na democracia brasileira pode parecer um sonho ou só será mais uma espécie de fingir que somos íntegros. Acredito que esses democratas que estão no poder atualmente são os mesmo que participaram do golpe da Dilma, e portanto não querem o Lula no poder novamente. Mas precisam da terceira via, que até agora nada. Os americanos não querem estar associados com Bolsonaro, portanto será que essa cobrança do congresso é preparo para aceitar o Lula? Não estou tão otimista, acho que Lula só alcança a presidência se for para evitar uma guerra civil.
    Abraço

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome