Coronavírus: Decisão de Bolsonaro revolta governadores

Recuo na compra de vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan foi feito um dia após compra feita em parceria com estado de São Paulo

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O recuo do presidente Jair Bolsonaro sobre a compra da vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan, em São Paulo, foi alvo de críticas por diversos governadores e secretários de Saúde.

Um dia após o anúncio da aquisição de 46 milhões de doses entre o Ministério da Saúde e o estado de São Paulo, Bolsonaro afirmou que o imunizante não será comprado pelo governo brasileiro, pois “não dialoga com João Doria”.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, diversos governadores usaram as redes sociais para criticar a decisão de Bolsonaro, como Flávio Dino (PC do B), governador do Maranhão; Eduardo Leite (PSDB), governador do Rio Grande do Sul, e Renato Casagrande (PSB), governador do Espírito Santo, e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Na última segunda-feira (19/10), foram apresentados os dados preliminares dos ensaios clínicos da fase 3 da vacina em andamento no Brasil – a vacina Coronavac mostrou-se segura após a aplicação de duas doses em 9 mil voluntários no Brasil. Segundo a Deutsche Welle, o diretor do Butantan, Dimas Covas, afirmou que os resultados obtidos no Brasil são semelhantes ao dos ensaios da fase 3 efetuados em 50 mil voluntários na China.

 

Leia também:  Em São Paulo, número de internações por Covid-19 subiram 66% em um único hospital

 

Leia Também
“Não será obrigatória e ponto final”, diz Bolsonaro sobre vacina chinesa
Eduardo Pazuello testa positivo para coronavírus
Documento desmente Saúde: Pazuello falou, sim, em “intenção de adquirir” vacina chinesa
Bolsonaro solta um “vachina” em entrevista e diz que Doria “distorceu” acordo
Lei criada por Bolsonaro permite governos locais obrigarem vacina de Covid-19
A pior pandemia não é a Covid-19, por Izaías Almada

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. Governador paulista (João Dória) fez bem escancarar (mostrar) este chefão de quadrilha “Bozó” para os brasileiros de sua irresponsabilidade ideológico ignorante com a saúde pública no Brasil “Bozó” deve ser deposto e pagar por seus crimes na cadeia. Brasileiros desejam a Vacina urgente.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome